O Enforcado

segunda-feira, 11 de maio de 2015

Bom dia! :-)

Ufa! Acho que hoje é para encerrar a conta! rs Por favor, me contem como as coisas andam por aí, porque por aqui eu estou ainda tonta! É o famoso "tudo muito", talvez efeito do Mundo que estava regendo o ciclo até agora. A ironia é que agora temos o Enforcado, com uma energia bem oposta, energia restritiva, introspectiva, energia que nos faz refletir sobre o que é sacrifício e o que é sacro ofício.

Uma das coisas mais belas que eu vejo no tarot é que nada é óbvio. Em tese, o Mundo é sempre bom e fácil e o Enforcado sempre desafiador e difícil. Será? O Mundo pode abrir as portas para um processo muito intenso, que parece não ter fim, não ter limites. E em uma situação como essa, a energia do Enforcado pode ser um retorno ao útero, à proteção, um canto acolhedor dentro de nós para descansar.

Pois bem, hoje é segunda-feira, dia regido pela Lua, e que nos leva a passear pelo mundo da magia e da espiritualidade. Se observarmos o Enforcado sob tais aspectos, teremos a oportunidade de ver a face mais bela deste Arcano. Aqui vamos ver a entrega espiritual, aqui vamos ver o quanto o Enforcado pode se parecer com o Louco... Esse se joga além do abismo, aquele se pendura no ar, se põe (aparentemente) indefeso. O Enforcado diante da espiritualidade se oferece: aqui estou, entregue, pleno, confiante que a Divindade (o Intento, o Caminho, o Grande Mistério) sabe mais de mim do que eu e sabe o que de melhor me aguarda. E quem tem coragem para fazer isso? E quem me convence que este moço é indefeso? rs

Algumas pessoas dizem que o mistério do sangue em algumas atividades mágicas está relacionado, exatamente, ao sacrifício. Ao ponto de dor e de perda que somos capazes de alcançar para que algo aconteça. Não sou partidária do sacrifício de sangue, mas entendo a explicação, acho coerente. Podemos trazê-la para outras esferas: o quanto eu estou disposta a sacrificar do meu ego para conseguir algo? O quanto eu abro mão dos meus apegos para que o novo entre na minha vida? Consigo deixar os medos de lado e me aventurar em algo que não tenho certeza do resultado?

A pergunta de hoje é: o quanto de coragem eu tenho para me entregar a um objetivo que seja a expressão da minha essência? Ou, ainda, o quanto de sacrifício do ego estou disposta para que a transformação aconteça?

Bora lá... Porque não tá fácil pra ninguém, viu? rs ;-)

A imagem veio daqui

3 comentários:

Jeruza Rosário disse...

Bom dia!!! Eu aprendi muito com o Enforcado nos últimos tempos...sou só agradecimento por esta carta! Excelente semana para todas e todos! Xero no coração!

Aldo Luiz Fonseca disse...

Claudíssima,
Nada está fora do lugar. A não ser o "próprio" ego pedindo para permanecer importante em suas criptografadas doutrinações escravistas.
Como você bem disse; "é preciso ser corajoso parra encarar-se de frente e entregar-se à faxina permanete dessaas importantes desimportâncias. A busca do quem sou eu ( a Luz) ainda é nossa tarefa primordial aqui neste planeta, nesta experiência.
A mente se transforma no inevitável consciente salto transcendente. Digitais de cada um com seu solitário cada qual. Luz é saber a informação correta. A ignorância é cegueira na escuridão dos caminhos.

O resultado é inseparável do processo que a ele conduz. Seria possível saltar do jardim de infância para uma defesa de tese em uma faculdade? Pois então... Admire-se. Admiremo-nos. Admiremos o infinito em expansão em que nos permitimos reconhecer cúmplices de tudo isso que somos e muito mais. É preciso ouvirmos, admirados em gratidão, o silencioso incriado que somos nós.
E, assim, "aqui", vamos nós...

Gratidão!
Onde a verdadeira dura realidade é ter que concordar com ela, a dura realidade. O caminho só vai... "Não queiramos INFORMAR, apenas queiramos ser INFORMADO sobre a sua INFORMAÇÃO de percepção do MUNDO que és."

O brejo foi pro brejo, LITERALMENTE ESTÁ SOTERRADO; ia fotografar isso.

Pensei que não devia. Só existe o agora que acabou de ir e já está de volta. O restante que a mente alimenta, não existe. Até pode, nunca ter existido...

É o que é. Sou, somos, fomos. INFORMADOS por escolhas, pré e pós engendradas pelo MUNDO QUE ESTAMOS SENDO, TOMANDO FORMAS...

Uma ótima semana pró-ativa para todos nós. Um beijo muito especial para você que está cada dia mais luminosa.
Aos demais amigos, também toda Paz da Luz. Espero ter contribuído.

Cacau Gonçalves disse...

Com dois dias de atraso (sorry!) cá estou para mandar beijos para vcs, Jeruza e Aldo!

E, Aldo, sempre bom ler nossas sincronicidades! grata pela companhia mesmo quando a estrada tem tanta pedra, amigo luminoso! ;-)