Princesa de Copas

quarta-feira, 27 de maio de 2015

Bom dia! :-)

Ontem, a energia estava materializando. No meu caso, ela foi muito eficiente: materializou trabalho até dizer chega lá na escola! rs Mas tive uma sensação estranha, de que coisas aconteciam, ainda que invisível por enquanto, e que teria notícia desse processo em breve. Mas pode ter sido somente uma sensação.

Hoje, no primeiro passo deste ciclo de Mago, temos o toque suave, delicado e romântico da Princesa de Copas. Sempre que esta carta aparece, podemos pensar em movimentos sutis e amorosos. Como estamos falando de uma Princesa, estamos falando de comunicação, mensagem. Pelo fato de estarmos em uma quarta-feira, regida por Mercúrio, temos o tema da comunicação ainda mais em destaque.

Se fizermos a mistura de Mago com Princesa de Copas, teremos a manifestação ou materialização de uma conversa cujo tema é o amor ou uma notícia que, de alguma forma, toca as nossas emoções. Princesa de Copas sempre tem cara de paquerinha, convite pra sair, telefonema ou, em tempos de internet, qualquer coisa do tipo email, whatsapp, inbox do FB...rs Mas com conteúdo romântico, sedutor, envolvente.

Esta semana está muito curiosa... Não falei dos Arcanos na segunda-feira, né? Pois bem, já tivemos um Arcano Maior e virão mais três! E esta Princesa de Copas me parece um divisor de águas, porque ela é um tipo de elemento estranho na energia da semana. Outra característica marcante é a mudança, mas não aquela mudança típica de Roda ou Morte ou Torre... Mas mudanças sutis e ao mesmo tempo profundas e, de certa forma, mágicas. E fora os Arcanos Maiores, teremos somente duas cartas de Ouros e uma de Copas, por isso eu digo que esta Princesinha é um divisor de águas.

Vou dormir com meu coração, meus ouvidos e olhos abertos para novidades amorosas, sensíveis, belas e prazerosas. Isso é sempre bom! Alimenta a alma e dá força e inspiração para a realização de coisas práticas (vamos ajudar o Mago! rs) Vamos ouvir o canto da sereia! ;-)

Ótima quarta para todos nós!

A imagem veio daqui


O Mago

terça-feira, 26 de maio de 2015

Bom dia! :-)

Assim que bati os olhos nesta imagem, quis colocá-la aqui. Depois descobri que foi exatamente essa mesma imagem que ilustrou o Mago da última vez que ele veio nos visitar. Mas não liguei...rs É tão difícil eu querer algo com tanta vontade e certeza, que nem pensei em procurar mais.

Isso me fez pensar no poder de materialização do Mago. E me fez pensar sobre esta minha forma de sentir o mundo, que é - ao contrário do meu instinto de controle - tão entregue. Vejo, constantemente, as pessoas colocando toda a sua vontade em algo: um projeto, um trabalho, uma conquista financeira ou amorosa. E percebo o quanto eu sou diferente. Não que eu não queira coisas... Claro que quero! Sou humana, né? :-) Mas eu sempre pensei que se algo não vem para mim é porque não é pra vir. Isso pode parecer meio incoerente, levando-se em conta que sou ansiosa e que gosto de me sentir segura, achando que "tudo está sob controle". Mas são coisas diferentes que vou tentar explicar.

Quando falo que tenho a tendência controladora, não quer dizer que eu quero mandar nas pessoas (que os deuses me livrem desta responsabilidade...rs), nem que tudo tem que ser de acordo com o que eu quero. É mais uma necessidade de sentir segurança e transitar, mais ou menos, dentro de um território conhecido. Isso atrapalha muito o meu gosto por surpresas, é claro! Além de ser a maior das ilusões, porque, como gosto sempre de me lembrar (para meu próprio desespero...rs) absolutamente nada está sob controle. Mas talvez tenha sido uma forma que encontrei de sentir menos medo. O medo é algo ancestral que está dentro de nós e cada pessoa descobre uma forma de driblar o medo. Essa é a minha. Mas tenho procurado relaxar um pouco mais...

Tudo isso me fez pensar que, talvez, esta forma que eu tenho de sentir... de não querer nada tão desesperadamente, pode resultar em eu não conseguir o que quero medianamente...rs Mas eu sempre parto do princípio que as coisas acontecem naturalmente e por uma incrível, sagrada e mágica atração. Não acredito em amor unilateral, não acredito em conquistar as coisas na marra, trabalho, amizades, dinheiro, viagens. Eu quero as coisas que me querem... E creio que se algo me quiser de verdade e sinceramente, eu também vou querer esse algo, seja lá o que for. 

Deus é o mais perfeito maestro de todo o universo! Ele cria música, ele possibilita a dança. São silêncios e sons, movimento e pausa. E a beleza é esta: situações, pessoas, lugares vêm e vão de nossas vidas... E nós também transitamos em outras esferas. E mesmo que não possamos compreender como e porque tudo isso acontece, simplesmente acontece. E não tenho dúvida que tem uma razão de ser.

Então, vejam vocês, fico aqui refletindo, mergulhada em uma dúvida profunda: querer com muita vontade ou não querer, that's the question! Confesso que minha tendência é sempre entregar nas mãos daqueles que sabem muito mais do que eu: Deus, deuses, protetores, guardiões. Se eu tenho certeza de que é isso que devo fazer? Não! Minha maior certeza é de que não tenho certeza de nada...rs Ou posso ter certeza do que eu quero, mas não tenho certeza se é o melhor pra mim. Então por que não dar uma chance para a Divindade me mostrar o melhor caminho?

O Mago é aquele que faz a coisa acontecer porque ele tem o conhecimento. Aquele conhecimento mais profundo e hermético. Ter um Mago do seu lado parece ser muito bom! Ele pode ser um bom conselheiro. Mas talvez a sabedoria esteja em despertar este Mago dentro da gente e dessa forma estar totalmente integrado ao Todo, ao Divino e tudo vai parecer claro... E não será mais necessário fazer escolhas, porque o caminho será um só... aquele que tem o nosso nome e sobrenome escrito.

Estou tão filosófica hoje... Acho que foi resultado da conversa com meu amigo pisciano... A gente tem umas brigas ideológicas, mas eu gosto muito dele! rs Ele me ajuda a enxergar coisas em mim que não conseguiria se estivesse sozinha. Ele me faz rir. Ele me faz sentir acompanhada (coisa difícil nos dias de hoje, até quando estamos cercados de gente). Ele me ensina a gostar daquilo que é diferente de mim, daquilo que discorda de mim. E eu serei eternamente grata a ele por isso, porque esse é um dos mais difíceis aprendizados.

Ótima terça-feira para todos nós!

A imagem veio daqui




4 de Ouros

segunda-feira, 25 de maio de 2015

Bom dia! :-)

Olha que o primeiro passo que vamos dar dentro do ciclo de Hierofante é seguro, firme e estável. E se repararmos com cuidado, vamos ver que este passo será dado do lado de cá, o lado da matéria, do visível, do palpável, já que estamos em Ouros. O 4 de Ouros é o ápice da estabilidade! É quatro e é terra!

Fico me perguntando porque é tão importante esta tal segurança... Não sei se isso é assim pra todo mundo, mas comigo é um dilema constante: como ter surpresas se a gente mantém tudo sob controle? Como vivenciar o inesperado se tomamos conta para que tudo sempre seja do mesmo jeito e tenha o mesmo resultado? Incoerências humanas!

O 4 de Ouros em plena segunda-feira chega para colocar um pouco de juízo e senso prático nesta energia oscilante e mutante da Lua, regente da segunda. Podemos aproveitar este equilíbrio da balança para concretizar algumas questões relacionadas à magia e à espiritualidade.

Tem um pequeno ritual que sempre me agradou... Plantar uma erva curativa (mágica!) com uma determinada intenção, normalmente, relacionada aos poderes da erva. Um exemplo: plantar manjericão e pedir energia e entusiasmo... plantar alecrim e pedir proteção e alegria... Plantar rosa vermelha e pedir uma paixão... E o interessante é observar o crescimento da planta, ver como que ela se comporta, porque isso será um reflexo do que vai acontecer com nosso pedido.

A vida pode ser magia simples e bela... A vida não precisa ser tão complicada. A vida pode ser sentir os pés no chão e os olhos nas nuvens. A vida pode ser, só isso... Ser!

Ótima segunda para todos nós!

A imagem veio daqui

O Hierofante

domingo, 24 de maio de 2015

Bom dia! :-)

Das muitas imagens lindas do Hierofante espalhadas pela net, escolhi esta, que reflete a energia do domingo de regência solar. Esta Criança Divina é a expressão da nossa criança interior, totalmente conectada com a Divindade, com a qual perdemos contato muito facilmente.

Pegando carona na imagem, vamos nos perguntar: por que rompemos essa conexão? Eu acredito que isso aconteça porque vamos nos envolvendo com a maya (ilusão) do mundo das três dimensões em que vivemos ou, usando uma linguagem mais contemporânea, mergulhamos na matrix até que não tenhamos mais condições de enxergar a grande verdade da nossa origem e da nossa essência.

Algumas linhas espiritualistas dizem que as crianças até os dois anos de idade possuem vestígios de memória de suas existências anteriores e que, eventualmente, elas comentam sobre situações já vividas. Tive a oportunidade de observar isso com meu próprio filho e garanto a vocês que é uma experiência arrepiante.

Nessa fase, a criança também está muito mais conectada a sua essência, como se ela estivesse com um pé neste mundo com sua configuração e suas regras, e com o outro pé "do lado de lá", onde ela consegue ter reflexos de uma consciência maior. Se tudo isso não é mera teoria e se certos fatos não são somente coincidência, não posso assegurar. Mas minha tendência sempre foi acreditar no Grande Mistério e nas coisas inexplicáveis racionalmente.

O Hierofante fala, dentre outras coisas, exatamente, sobre este limiar entre o mundo visível e o invisível... Entre o mundo da matéria e o mundo espiritual. E o mais importante é perceber que tudo isso é mera didática para que a gente possa tentar entender tantas coisas que a ciência e a tecnologia não conseguem explicar. Tudo está interligado, as coisas não estão separadas, segmentadas em uma linha de tempo. Não. Tudo se mistura o tempo todo, as energias permeiam todos os cantos e todos os tempos. E compreender isso talvez seja um dos maiores desafios para o ser humano.

Ontem, quando conversava com um amigo querido, ele me disse: "mas você fica querendo explicar e entender tudo o tempo todo... Tenta só viver e sentir..." Pois é, meu amigo pisciano (com ascendente em peixes..rs), que dificuldade que eu tenho de fazer isso! Apesar de saber que este é o melhor e mais sábio caminho. Talvez por isso o Hierofante tenha vindo me visitar... para me lembrar que "mistério sempre há de pintar por aí".

Ótimo domingo para todos nós!

A imagem veio daqui


Príncipe de Espadas

sábado, 23 de maio de 2015

Bom dia! :-)

Se ontem veio a Rainha, hoje chega o Príncipe. Está claro que estamos vibrando a energia das Espadas, mas há uma diferença clara aí, alguém percebe? A Rainha é mais estratégica e centrada, o Príncipe é mais impulsivo e guerreiro. Ambos transitam pelo elemento ar, portanto, acabam influenciando mais ou menos a palavra, seja escrita ou falada.

Ontem, minha Rainha de Espadas se manifestou de duas formas: 1) tive informações importantes sobre questões profissionais, que me permitiram começar a traçar uma nova estratégia, diferente da que estava desenvolvendo antes 2) pensei em um amigo, enquanto andava pela rua, e ele se materializou na minha frente! rs Demos de cara mesmo... Foi engraçado. Como se o pensamento fosse mágico e criasse a realidade.

Ontem, foi um dia mais sossegado e com boas conversas. Hoje, tudo indica que teremos mais ação. Que as coisas vão se movimentar mais, que notícias podem chegar e trazer mudanças significativas. Eu tenho algumas coisas programadas para fazer que, de fato, podem trazer novidades... Mas nada que seja assim, tão revolucionário quanto o Príncipe de Espadas. Portanto, qualquer manifestação dele no meu dia será pura surpresa. O que não se deve estranhar, já que estamos em ciclo de Roda da Fortuna.

Saturno nos orienta no sábado e o Príncipe de Espadas pode ser uma boa ajuda, nos contatos, nas conversas, nas negociações e - quem sabe? - viagens. Ele nos diz: ação! Atitude! Vamos movimentar, vamos circular! Mas vejo este Príncipe associado diretamente com a regente do ciclo, a Roda da Fortuna, algo como: conversas importantes para gerar uma mudança inesperada. Essas conversas, provavelmente, serão resultantes de um convite de alguém de alguém... Lembrem-se que na Roda o agente da mudança é externo. Portanto, fiquemos atentos!

Ótimo sábado para todos nós!

A imagem veio daqui


Rainha de Espadas

sexta-feira, 22 de maio de 2015

Bom dia! :-)

Pois bem, minha Roda da Fortuna de ontem foi leve, gostosa, divertida e romântica. Nunca pensei que a esta altura do campeonato eu vivenciasse este tipo de coisa, mas estou realmente encantada! Como a vida pode ser, em alguns momentos, tão surpreendente e poética! Nessas horas eu me sinto uma menina... E rio... Ah, como eu rio!

Fiquei achando muito curioso o fato de a Roda da Fortuna ter trazido para os meus dias uma sensação tão leve e gostosa, e hoje a Rainha de Espadas atravessar o caminho com toda a sua estratégia e perspicácia. É como se uma coisa não combinasse com a outra! E, no entanto, parece que há uma conexão.

Que palavras podem ser tão perfeitas para uma sexta-feira de Vênus? Qual o tom exato a ser dito ou ouvido? Como pode ser estratégica a atitude ou postura? Não sei ao certo... Talvez se soubesse teria sido mais convincente em várias situações. Fico pensando como transitar nestas águas venusianas e ao mesmo tempo rasgar o ar com as espadas da Rainha.

Em parte, por meu próprio coração, em parte pelo documentário da Cássia Eller que acabei de assistir, esta Rainha de Espadas, tão cheia de razão, lucidez e argumentos, me fazer pensar que: "palavras apenas, palavras pequenas..." Palavras são tão limitadas para expressar o que se sente (e olhem bem, eu trabalho com isso - usar palavras - há 28 anos).

Neste momento, só consigo dizer: "E as coisas lindas são mais lindas... Quando você está... Onde você está". E nem sei onde você está ou quando estará. E nem sei como meu coração vai bater quando eu te encontrar novamente. Eu sei tão pouco! Sei juntar letras e formar palavras, sei explicar até o inexplicável, mas não sei explicar o que sinto por você. Tenho a sensação de que só vou realinhar minha órbita quando fizer parte do seu caminho. Enquanto isso ando por aí querendo te encontrar. Pegando emprestado fragmentos das belezas de Cássia pra juntar com as tristezas de Cláudia. Não tem explicação, não tem, não tem.

E entre lágrimas e risos, retorno ao ponto de Rainha de Espadas (Aldo, hoje fui eu). Está na hora de dizer: atenção com o que se fala ou escreve hoje. Os sentimentos podem atropelar palavras, não vamos correr riscos... Que fiquem as posturas e condutas, o equilíbrio mesmo que forçado (ops!) A lâmina anda afiada, mas não para o corte, mas para o norte: é pra lá que eu vou! É você que eu quero. Não posso fazer nada.

Boa Vênus!

A imagem veio daqui


Roda da Fortuna

quinta-feira, 21 de maio de 2015

Bom dia! :-)

Mudando de ciclo outra vez? Rapidinho assim? Pois é... Saímos de um ciclo bem pequenininho de Enamorados, quando somos convocados a tomar decisões, para um ciclo de Roda da Fortuna, quando parece que nossa opinião pouco importa! rs Pois é... A Roda da Fortuna fala que o agente da mudança é externo, não somos nós, por isso que quando essa carta aparece costumamos ter surpresa pela frente.

E é por isso, também, que algumas pessoas olham para este Arcano meio de banda (olha eu pulando aqui e levantando a mãozinha! rs) Mas eu nem dou atenção pra mim...rs Já aprendi a lidar com minha mania de controle e a forma de lidar é ignorando solenemente! ;-)

O Arcano 10 chega por aqui avisando que vamos ter remexidas, que vamos ter viradas, que a quinta-feira poderá ser surpreendente! E eu só observo... (farta de promessas! rsrs) O mais interessante é que como a quinta-feira é regida pelo Grande Benéfico Júpiter e ele costuma exagerar na dose, colocar fermento em tudo, possivelmente, teremos uma grande virada, uma mudança significativa. A pergunta que não quer calar é: em qual setor?

Vamos fazer uma listinha de temas regidos por Júpiter (são vários! Eu não costumo abordar todos por aqui): o poder, a autoridade e a hierarquia, a sorte, abundância, ordem, religião e filosofia, a justiça e as leis, o dinheiro, o jogo de cintura, as grandes viagens. Em qualquer desses assuntos podemos ter a influência da Roda da Fortuna, trazendo o inusitado e surpreendente, as mudanças cíclicas e as grandes viradas.

Ok, vamos torcer para juntar: dinheiro - muito - mudanças - fortuna! rsrsrs

Seja o que for, sempre é bom lembrar que vivemos situações que foram construídas ao longo dos anos através de nossas atitudes, pensamentos, sentimentos e energia. Tudo é bom. Tudo é fácil, como costuma dizer meu amigo Aldo. E querem saber? É mesmo!

Ótima quinta para todos nós!

A imagem veio daqui