Rei de Copas

terça-feira, 28 de julho de 2015

Bom dia! :-)

Sim, não é miragem... É o Rei de Copas de novo. Não é o Príncipe, tá? É o Rei. Maduro, sensível, amoroso. Não é o Don Juan conquistador, é o cara que já sabe o que quer e sabe como agir. E aí eu resolvi fazer uma graça pras amigas... Se ontem foi o Poseidon, hoje é o Aquaman (aguardem o filme...rs)

Pois bem... Ontem foi um dia bem interessante. Na verdade, foi um dia de paz. Acordei cedo, conversei com uma amiga, fui à academia, preparei o almoço com calma, almocei com meu filho (coisa que nunca posso fazer, pois pego no trabalho meio dia) e conversamos e rimos bastante. De tarde, coloquei o trabalho com as consultas em dia, dando pequenos intervalos para admirar a paisagem linda da minha varanda. E agradeci muito pela vida que tenho. E percebi que estar em paz é algo muito importante pra mim... E percebi que só posso permitir na minha vida situações, pessoas e coisas que me tragam paz e harmonia. Minha ambição é este estado de plenitude e conexão com a Divindade que  traz o estado de alegria calma e gratidão profunda. Todo o resto pode ser bom (paixão, amor, grana, viagens...) mas não é o mais importante pra mim.

Às vésperas do meu aniversário, tenho mergulhado nas águas profundas do Reino de Copas... Tenho olhado para os meus sentimentos, admitido minhas fragilidades, vasculhado minhas memórias, percebido os erros que se repetem e os novos erros... Observado o que venho atraindo para minha vida e me espantado pelo fato de estar atraindo situações de tanta intensidade descontrolada, por mais que eu mantenha a calma, por mais que eu busque a harmonia. Por que estou atraindo isso? Talvez tudo isso tenha vindo para abrir o meu coração e me preparar para outras situações. Sim, meu coração estava completamente empedrado até uns três meses atrás e de repente ele renasceu, se aqueceu e foi tão lindo... Mas algumas coisas simplesmente não funcionam na prática, por mais que a gente queira, tente... Não funcionam... E, confesso, ficar sozinha tem sido uma prática espiritual muito gratificante. Aliás, neste um ano e dois meses, com dois breves momentos acompanhada, tenho lidado tão bem com o viver só... Nunca pensei que conseguiria. Mas consigo e isso me fortalece, porque percebo que sou um ser livre e independente. E acredito que assim serei capaz de ser um ser acompanhado bem melhor...rs

Bem, acho que todos perceberam que estou totalmente nas águas...rs Sentimentos, memória, reflexões, desconhecido... Estou absurdamente sensível, como costumo ficar todo ano no meu final de ciclo. Me emociono com o por do sol, choro ouvindo certas músicas, suspiro lembrando de certos momentos e sou tão (tão tão) grata por todas as amizades, por minha família, pela vida que eu tenho... Sou grata por vocês também, que me acompanham, que compartilham comigo desta energia.

Mas vamos falar deste... hmmm... moço... interessante...rsrs O Rei de Copas quando misturado com a energia do regente da terça-feira, Marte, pode resultar em decisões amorosas, impulsos apaixonados ou simplesmente um caminho que se segue a partir do coração e não da mente racional. Enquanto Marte manda pra frente, coloca velocidade e atitude, o Rei de Copas suaviza, influencia com pacifismo esta energia guerreira. A mistura gera equilíbrio, é boa.

Mergulhemos, pois... Porque sem amor eu nada seria... Ainda que eu falasse a língua dos homens e dos anjos... O amor é tudo. O amor é a resposta para todas as perguntas (não canso de repetir isso) E não estou falando da paixão ou do amor romântico. Estou falando de fechar os olhos, olhar pra dentro e sentir o coração pulsar tanta luz, que a impressão é que somos capazes de iluminar todo o ambiente onde estamos. Estou falando de ser amor. 

Ótima terça-feira para todos nós... E eu me preparando para o Arcano de amanhã, que vai reger meu novo ciclo... Já adianto que é bonitão...rs Deixo vocês com a trilha sonora que é minha oração de cabeceira... É só o amor que conhece o que é Verdade.

A imagem veio daqui





Um comentário:

Aldo Luiz Fonseca disse...

É o Rei de Copas de novo.
Vixe! De novo?
De novo... (está virando obsessão rsrsrr)

"Porque sem amor eu nada seria... Ainda que eu falasse a língua dos homens e dos anjos... O amor é tudo.
Então (de novo) lembrei de você ao ler agora a pouco:

"Por isso eu declaro a você que os muitos pecados que ela cometeu estão perdoados, porque ela amou muito. Aquele que foi perdoado de pouco, demonstra que pouco amou."

6 DE ESPADAS / Sinto muito, me perdoe, te amo, sou grato.