Rainha de Paus

quarta-feira, 8 de julho de 2015

Bom dia! :-)

Uma das coisas mais encantadoras no tarot, pelo menos pra mim, é a combinação e a interação de energias das diversas cartas e a gama incrível de resultantes de acordo com a proximidade ou distância entre elas. O fato de estarmos em um ciclo de Enforcado muda a visão da Rainha de Paus. Ela continua sendo uma energia feminina forte, intensa, criativa e comunicativa, mas agora ela age dentro de um ambiente mais restrito, não tão expansivo, por isso mesmo, ela tem mais possibilidade de concretiza suas ideias.

O arquétipo da Rainha de Paus pode ser muito assustador, ainda, em nossa sociedade, especialmente para os seres que possuem o cromossomo Y (sorry, rapazes! rs) É que algumas características ainda se confundem, conceitos antigos e atitudes modernas causam uma bagunça quando algum menino tenta entender as meninas.

Ok, não vou começar uma guerra dos sexos! Até porque eu sou super contra isso... Não é com guerra que a gente resolve as coisas. E o panorama geral que vejo hoje, na relação entre homens e mulheres, não mostra um lado bom e outro mau, mas mostra um monte de gente bem perdida, sem saber como agir. Creio que todos precisamos ter um olhar mais generoso, menos armas e mais amor, por favor.

Não sei se vocês reparam a mesma coisa que eu (cada pessoa é um universo e lida com outros universos bem particulares também), mas tenho ouvido exatamente a mesma reclamação da maior parte dos homens e das mulheres que conheço, só que um sempre fala acusando o outro, como se ele agisse de forma diferente. Mulheres reclamam que os homens não sabem o que querem, não tomam atitudes, não se entregam no relacionamento, não são confiáveis em vários sentidos, são egoístas, etc... Homens falam a mesma coisa das mulheres. E, pasmem, tenho ouvido mais homens reclamando que mulheres não querem compromisso do que mulheres reclamando a mesma coisa dos homens. Mas há uma razão pra isso... É que, segundo as mulheres, os homens fogem antes mesmo de tentar...rs

Vocês concordam comigo que deve estar havendo alguma falha na comunicação? (e aí chegamos no assunto da quarta-feira de Mercúrio)

Ontem, falei para uma amiga uma frase que é velha, mas continua servindo lindamente, que nem jeans amaciado...rs Cada um ouve e vê somente o que quer e pode, sempre baseado em suas próprias vivências anteriores e não no que está acontecendo no presente. Conseguir enxergar e ouvir o que está acontecendo em tempo real talvez seja um dos maiores desafios que enfrentamos (e não pensem que eu estou fora disso não... a diferença é que eu já sei que isso acontece, então fico me vigiando pra não cair nesse erro)

Tem hora em que a sensação é de que não acontece um diálogo entre duas pessoas, mas um debate entre várias dúzias de pessoas, tem todos os ex de ambos os lados, tem papai, mamãe, irmãos, amiguinhos da escola, vizinha, patrão...rs Um projetando no outro os seus medos, inseguranças, dores, experiências negativas. Não dá mesmo para ter uma conversa clara e sincera. E aí vem um outro grande desafio: quando a gente resolve romper com tudo isso e se abrir, expressar o que sente e pensa sem armaduras, muitas vezes o outro não acredita... Está tão acostumado com mentiras e dissimulações, que é difícil mesmo... Dá até pra entender..

Mas voltemos à Rainha de Paus...

Uma mulher como ela, que fala o que pensa e sente, que se coloca corajosamente diante das situações, costuma ser mal interpretada... Mas eu quero acreditar que não devemos nos abalar com isso. Creio que vale a pena continuar tentando. Uma coisa que aprendi é que coragem vem do coração... Não vem da cabeça. A coragem é uma percepção de que mesmo diante da incerteza, mesmo não tendo garantias absolutas, vale a pena se lançar. A coragem é uma vontade de que dê certo inspirada, normalmente, por coisas que fogem da lógica e de tudo que pode ser racionalmente explicado. Quem tem coragem, tem coração... E tem a minha admiração! :-) Já vi muitos homens (vou falar dos homens porque eles é que costumam bater do peito e gritar sua coragem) que se dizem corajosos, fortes, determinados, maduros... mas que na verdade escondem seus medos e não os enfrentam fingindo que não ligam, não querem, têm algo mais interessante pra fazer. Enquanto isso, conheço homens que expõem todos os seus medos, inseguranças, desconfianças, mas vão com medo mesmo, do jeito que podem, do jeito que conseguem. Corajoso não é quem não tem medo. É quem não se deixa paralisar pelo medo. Gosto dessa turma, pertenço a essa turma.

A Rainha de Paus é corajosa e tem um coração intenso. Vocês acham que ela não tem medo? Mas é claro que tem!!! E muitas vezes ela tem medo de quem tem medo dela..rsrsrs Mas ela aprendeu a rir dos seus próprios medos... Ela aprendeu que as cicatrizes de batalhas antigas não ficam abertas pra sempre e não podem impedi-la de continuar. Ela está viva, ela sabe que está viva, ela quer viver! Ela quer dar uma chance pra vida, já que a vida, vez por outra, dá uma chance pra ela. E ela é a expressão mais verdadeira do que ela realmente é, com defeitos e qualidades... Ela é isso...

Sejamos todos Rainha de Paus nesta quarta-feira!

Como eu ando ainda mais musical do que de costume, lembrei de uma música que transmite essa coragem da Rainha de Paus, a sinceridade em uma mistura de entrega e ao mesmo tempo segurança e fortaleza. Este é o meu recado! Espero que ele seja ouvido!

A imagem veio daqui

 

3 comentários:

Juliana disse...

Lindo, Clau. Precisava ler isso hoje! Vamos em frente com coragem e paixão! :)
Beijos,
Ju

Maria Clara disse...

Bom Dia.
Muito Bem Ouvido.
Além do Recado, Marisa Monte é Tudo de Bom...

Aldo Luiz Fonseca disse...

Claudíssima

O vento vem e o tempo vai... ;-) e como disse Dom Juan: "_ Não temos tempo.

O medo é amigo (para quem não tem medo de sentir medo), um poderoso aliado na conquista das coragens em direção à fé definitiva (a consciência do justo Agora Infinito). A coragem (fé) é o fazer Inspirado pelo Amor/Afeto (a chave de todas as cadeias) o que deve ser feito. Sem perder a ternura jamais, somos todos espelhos.

Pensando em você, eu só quero que você saiba, agora e sempre mais... Ausência de medo é a lúcida presença consciente “Daquilo” que livre/mente (nos) faz corajosa/mente fluir em Luz silenciosa a amorosa Paz do nosso bem e o bem de todos. Sempre.

Sinto muito, me perdoe,te amo, sou grato. Captou?