Tarot: ciência ou religião?

segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

Navegando na sincronia do Via Tarot, vou aproveitar para desenvolver um pouco mais o tema que surgiu, ontem, entre os comentários: seria o tarot uma ciência ou uma religião?

Bem, eu aqui, com meu habitual bom-humor, poderia escrever o artigo mais curto da história, dizendo somente: nem uma coisa, nem outra. Mas vou conter meu ímpeto piadista e vou conversar que nem "gente grande"...rs

Se pensamos no tarot como um tipo de ciência, podemos associar a ele uma série de conceitos, explicações e exemplos. Estamos lidando com um teste de probabilidades, em que uma pessoa escolherá, digamos, cinco entre 78 cartas. Estamos usando uma metodologia experimental, em que, após escolher determinadas cartas, será feita uma interpretação associando as cartas escolhidas à realidade de vida da pessoa; e a pessoa, lógico, terá como perceber na hora se tudo o que é dito faz sentido ou não.

Se associarmos uma consulta de tarot à ciência moderna, que fala de teoria quântica, campos de energia e mais mil coisas que revolucionaram os antigos conceitos de o que é "racional" ou "científico", então podemos ampliar ainda mais os exemplos e, creio, chegaremos a concordar que é possível encontrar um espacinho dentro desta ciência que rompe paradigmas para a prática do tarot.

Tudo isso não faz com que o processo nos pareça menos misterioso. Há 20 anos estudo o tarot e ainda continuo achando tudo muito misterioso e encantador! E a minha própria percepção de como ele funciona vem, neste período, também modificando, amadurecendo e permitindo que o novo se manifeste. Por exemplo, logo que comecei a jogar, acreditava que era fundamental estar frente a frente com a pessoa, acreditava que era necessário estar em contato visual com ela, estar (numa linguagem clichê espiritualista) em contato com seu campo áurico. Outro detalhe: sempre deixei que a própria pessoa selecionasse as cartas que fariam parte do jogo a ser interpretado, ao contrário de muitos tarólogos que pedem para que a pessoa somente "corte" o monte de cartas. Hoje, dou consultas através do MSN ou skype e SEI que não há a necessidade da presença física pelo simples fato de (mais um clichê...rs) espaço/tempo não existir.

Para ser 100% sincera com vocês, posso citar uma série teorias que explicariam perfeitamente o fato de "a coisa toda funcionar tão bem", mas creio que nenhuma delas é suficiente... fica sempre algo meio artificial, como se quiséssemos criar o fato para encaixar na teoria. Em relação a tudo na vida, inclusive ao tarot, já há alguns anos desisti de buscar explicações absolutas (até porque não acredito em verdades absolutas) e aprendi a respeitar e até me encantar com o Mistério. O Mistério é simplesmente aquilo que acontece, mas ainda não temos instrumentos mentais e sensoriais para compreender; mas não há como negar que acontece.

E é o Mistério que também faz, neste momento, com que eu passe ao segundo tema: a religião. Em primeiro lugar, vamos combinar...? O sentido primordial de religião já caiu por terra há tempos! O religare, o processo de reconectar com a Divindade está longe de ser o que acontece atualmente na maior parte das religiões que conhecemos. Religião virou uma instituição onde existem: normas, regras, hierarquia e dogmas. Então... Graças a Deus que o tarot não virou religião! :-))))

Como eu também não quero ser radical como aqueles a quem critico, espero que todos compreendam aqui que quando falo das religiões e de seus seguidores estou sendo bem genérica, porque gente boa e gente ruim temos em todos os cantos... Nos "meus cantos" então, posso dizer que conheço bem: maus jornalistas, maus tarólogos, maus funcionários públicos... Tenho um enorme "telhado de vidro" quando o assunto é a área profissional em que se atua...rs

Por outro lado, o tarot age como um instrumento de religação ou reconexão com a divindade interna, que, por sua vez, está ligada a tudo que há no mundo. E isso que acabo de escrever, longe de ser interpretado como algo religioso, faz parte dos conceitos utilizados pela ciência atual. Aliás, lá no Pistas do Caminho existem vários e vários vídeos muitos interessantes que falam sobre isso (acho que vou cobrar do sócio uma comissão pela publicidade! rs)

Enfim... A resposta era aquela mesma: nem exatamente ciência e nem exatamente religião. Mas sempre há tanto mais o que falar, não é mesmo? :-)

Para os curiosos de plantão, hoje é dia do Sol ou o famoso "Sunday": Arcano 19 bem bonito para todos nós, em especial para a minha mãe e leitora assídua(diga lá, dona Flora! rs), já que hoje é o Dia das Mães aqui no Brasil! ;-)

8 comentários:

a.mar disse...

Bom Dia Cláudia e Via!
O Sol está lá, mas está meio tapado por nuvens ameaçadoras de chuva, aqui.

O Tarôt é como a vida. a gente tem uma série de idéias de vida, mas nunca sabemos qual é que nos vai sair e a idéia é estar preparado para qualquer uma.

beijinhos de Bom Dia de Sol, na adequada luz para a nossa visão.

Nancy Passos disse...

Bom dia !!

Cláudia você já sabe mas vou repetir, adoro seus textos, toda inteligência, habilidade e saber de usar suas palavras e claro toda sua sensibilidade e emoção, Parabéns !

Agora Feliz Dia das Mães para você, sua mãe Dona Flora(nome perfeito para mãe de Bruxa rs...), para todas as Mães que passam aqui no Via.

Dia de Sol, que bom aqui ele está forte, brilhante, energizante, delicioso já fui me recarregar logo cedo rs... Ah! uma ótima notícia que veio ontem Dona Costelinha minha MÃE rs...está recuperada, UFA! fomos ao médico e sua costelinha está perfeita novamente, ganhou parabéns do Dr.e com louvor pois foi em tempo recorde rs...21 dias considerando é claro a idade de 78 anos(se ela souber que contei ...).

Estou feliz e aliviada e vamos ver hoje como será meu dia pós um lindo Wesak, esperado e amado Mundo etc, etc, etc...Vou continuar sua canção rs... 'deixa a luz do céu entrar..." rs...

Beijos,
Nancy

Beta disse...

eu mal começei a fazer a revisão da semana...e começei lendo o texto de domingo e sai a Carta da Torre...hj...uma semana depois sai O Sol...acho que fizemos a lição direitinho!! \ o /

adooorooo ver que a "família" está crescendo...e mais importante...questionando e se posicionando...crescimento excelente não acham!?

agora eu vou lá reler Nossa Semana!

Beijos de Bom Domingo!!

a.mar disse...

Cláudia, fui ver, e a carta do meu Tarôt Da Vinci para O Sol é O Nascimento.
E remete para as perguntas:
Que luz brilha sobre si?
O que está a nascer neste momento?

Madalena disse...

Ontem, quando terminei de tirar todos os móveis, pertences pessoais e etc do apartamento em que eu morava (não vou dizer "ex-apartamento", pois meu irmão continha morando lá e o apto é da família, portanto continua sendo um pouco minha casa tb) :), fui sair portaria afora e, bem na porta da saída, estava parado um garotinho de uns dois anos, olhando fixamente pra mim. Eu disse "oi!" quando cheguei até ele, e ele deu um sorrisinho e correu para o lado, como as crianças pequenas às vezes fazem. Foi então que percebi que logo atrás dele tinha outro garotinho igual, ou seja, eram gêmeos (e eu nunca tinha reparado que alguém no prédio tinha gêmeos...). Os dois sorrindo para mim. Achei aquilo um lindo sinal, e me lembrei na hora da carta do Sol. :)
Um lindo domingo para todos... e felicidades a todas às Mamães, em especial à Claudinha, Mamãe de nosso espaço aqui! :)
Beijos,
Ju

LENA disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
LENA disse...

Tive um dia realmente ensolarado,com reunião familiar....o lado bom dessas datas comemorativas....
também quero parabenizar todas as mamães...e votos de felicidades...
...felizes como os gêmeos da carta de hoje.
Beijo!

Cacau Gonçalves disse...

Olá, pessoas queridas

Relendo este artigo, que escrevi em 2009, ou seja, há quatro anos, percebo como certas coisas são atemporais e continuam valendo depois de tanto tempo.

Espero que todos estejam aproveitando bem esta re-postagem de antigos artigos que o sócio tem feito. Eu mesma tenho me surpreendido positivamente com algumas coisas que eu escrevi desde a criação do Via Tarot. E, em alguns casos, tenho percebido que a experiência cada vez maior com consultas renovou, acrescentou ou modificou algumas antigas opiniões. E é sempre bom perceber que não estamos estagnados, mas somos seres em constante transformação.

beijos!