A Imperatriz

quarta-feira, 25 de dezembro de 2013

Bom dia! :-)

Feliz Natal!!!

O Natal se fez anunciar aqui no Via da maneira mais sincrônica com a presença da Imperatriz pois nascimento, dar à luz, revelar, multiplicar é com ela mesma. Natal é nascimento, nascimento da Luz, da consciência. Algo dentro de cada um de nós está prestes a nascer, pronto para vir à luz e expressar-se. Estamos grávidos de nós mesmos, eis aqui o segundo nascimento, onde damos a luz a nós mesmos, curiosamente esta passagem encontramos no capítulo 3, 3 de Imperatriz, do Evangelho de João:

Na verdade, na verdade te digo que aquele que não nascer de novo, não pode ver o reino de Deus. Disse-lhe Nicodemos: Como pode um homem nascer, sendo velho? Pode, porventura, tornar a entrar no ventre de sua mãe, e nascer? Jesus respondeu: Na verdade, na verdade te digo que aquele que não nascer da água e do Espírito, não pode entrar no reino de Deus. O que é nascido da carne é carne, e o que é nascido do Espírito é espírito. Não te maravilhes de te ter dito: Necessário vos é nascer de novo. O vento assopra onde quer, e ouves a sua voz, mas não sabes de onde vem, nem para onde vai; assim é todo aquele que é nascido do Espírito.

Aqui trata-se de um nascimento espiritual, pois é disto que trata o Natal e não de outra coisa. Podemos ser uma nova pessoa? Podemos nascer de nós mesmos tal como a fênix mitológica? A Imperatriz surge no Natal anunciando em plena 4ª feira de Mercúrio, deus da comunicação, uma notícia, uma mensagem que não precisa ser no estilo do anjo Gabriel para a Virgem Maria mas que revela algo importante e significativo para nós mesmos. As vezes simples eventos do nosso cotidiano anunciam o vento do espírito, que traz para nós uma nova vida. Ainda mais se olharmos para o nosso último arcano maior antes da Imperatriz, o Julgamento. Algumas revelações podem ser bombásticas. Não, não a Claudinha não está grávida do espírito santo, pessoal ;-), mas não me surpreenderia se na vida de cada um de vocês que fazem parte da egrégora do Via surgisse uma informação de natureza surpreendente nesta época de virada do ano.

A Imperatriz é uma representação da Mãe-Terra, anuncia um novo ciclo, que aqui em nosso hemisfério sul, com o solstício de Verão, faz vibrar em toda a sua plenitude o poder da luz, o poder solar. Há uma incrível energia a nossa disposição, uma energia de prosperidade, de plenitude, de força e de manifestação de nossos sonhos e projetos. Esta energia está confirmada e reforçada pela conjunção de Mercúrio com o Sol em Capricórnio, lá também está Plutão, fazendo com que as revelações sejam bombásticas e remexam em questões profundas e estruturais.

O que a vida nos que contar, revelar, trazer à tona? Que poder há dentro de cada um de nós? Para uns será uma compreensão mais profunda de si mesmos, para outros de nós pode ser a percepção da necessidade de equilibrar em si o discurso (Mercúrio) e a prática (Capricórnio), de uma forma ou de outra o fato externo ou intermo representado pelo Imperatriz é capaz de nos trazer um verdadeiro presente de Natal, pois "a principal tarefa nesta vida é dar a luz a si mesmo" - Erich Fromm.

Vos amo, sou grato.

F.A.

obs: a pedidos da Sócia fiz esta postagem de Natal, dia 26 ela volta a escrever pra gente, pessoal. Gratidão e Feliz Natal!

2 comentários:

lilith disse...

Boa tarde, queridos do Via!

Maravilhoso texto, Fernando Augusto.

Um lindo Natal pra vocês!

Beijos,
Lilian

Fernando Augusto disse...

Gratidão, querida Lilian (Lilith)! Beijos e feliz nascimento para todos nós ;-)))