Ás de Copas

sexta-feira, 7 de agosto de 2015

Bom dia! :-)

Ontem, eu conversava com uma amiga sobre os dois últimos Arcanos e dizia que, pelo menos pra mim, eles foram muito mais uma força extra, uma ajuda, uma bênção, do que descreveram situações práticas. Se a quarta-feira foi difícil, a quinta foi um filme de terror. Coisa que ninguém merece nesta vida! Nem vou relatar pra vocês em respeito aos seus olhos, mentes e corações. :-) Só posso dizer que eu me senti em uma pegadinha, daquelas em que tudo planejadamente dá errado, máquinas, pessoas, telefones... Olha... Só posso agradecer muito por ter a chefe que tenho, viu? Pessoa abençoada mesmo, no meio da tranqueira toda! Então, as cartas tão positivas e fortes foram aquele detalhezinho que eu lembrava, me inspirava e não pirava.

Ok, passou, passou...rs Hoje eu já decidi que vou relaxar ainda mais! E o Ás de Copas é a pista mais perfeita que o tarot poderia me dar!

Vamos falar um pouco desta cartinha tão doce e simpática. Como todos os Ases, o Ás de Copas vai falar de começos, inícios ou reinícios. Nos Ases temos uma virada de ciclo anterior e o primeiro passo em um novo caminho. Como o naipe é Copas, estamos falando de um novo caminho emocional e/ou afetivo e/ou amoroso.

O Ás de Copas não é o romance, o relacionamento, isso só aparece no 2 de Copas. No Ás temos o sentimento e o conceito de amor. Creio que a maioria das pessoas só entende amor como algo que se sente por alguém. Eu já tive a oportunidade, em diversos momentos, de sentir o amor... somente amor... um amor não direcionado, somente a emanação de amor. Isso costuma acontecer quando faço meditação, quando faço reiki, em momentos de conexão espiritual muito forte ou em dias em que me deparo com a natureza mostrando todo o seu esplendor, seja em um por do sol, um céu estrelado, montanhas ao longe, ondas batendo na praia... Essa é uma experiência tão incrível, tão mágica! 

Esta percepção do amor é bem o Ás de Copas. Assim como o processo de descobrir sentimentos ainda não conhecidos e, por isso mesmo, transformadores. Eu venho passando por um processo muito diferente de tudo que eu já vivi... Estou tão plena de amor dentro de mim, que mesmo com a ausência do ser amado, ainda assim, estou feliz. Estou verdadeiramente feliz. Às vezes, ando na rua ouvindo minhas musiquinhas e me pego sorrindo, como quem se lembra de um momento muito bom. E desta maneira nunca estou só, estou sempre acompanhada do Amor.

Hoje também pode ser um bom dia para se pensar em que tipo de amor estamos dispostos a nos envolver. Eu continuo firme na minha opinião: amor não é guerra, amor é paz. Amor é a resposta certa para todas as perguntas. Mas é preciso ter respeito, é preciso ter generosidade, é preciso ter compreensão. O amor envolve tantas coisas! Não é simplesmente uma paixão, uma boa "química"... Amor é quando a gente quer o bem do outro acima dos nossos próprios interesses pessoais, é quando entendemos as diferenças, é quando respeitamos o outro, antes tudo, como ser humano e além de tudo como amigo/amiga. Amor é algo tão mais profundo do que a gente imagina... É puro, sem egoísmo, sem limites e acontece mesmo à distância, acontece às vezes sem razão e sem lógica. E que bom que é o amor... Porque ele não precisa de explicação.

Ótima sexta feira de Vênus para todos nós! E que venham os amores, sejam eles novos ou já usadinhos...rs

A imagem veio daqui


Um comentário:

Aldo Luiz Fonseca disse...


Bom dia super Cacau.

Ás de copas com torre...(?)

Vou para as Pasárgadas levando este sentimento:

(..)"Eu continuo firme na minha opinião: amor não é guerra, amor é paz. Amor é a resposta certa para todas as perguntas. Mas é preciso ter respeito, é preciso ter generosidade, é preciso ter compreensão. O amor envolve tantas coisas! Não é simplesmente uma paixão, uma boa "química"... Amor é quando a gente quer o bem do outro acima dos nossos próprios interesses pessoais, é quando entendemos as diferenças, é quando respeitamos o outro, antes tudo, como ser humano e além de tudo como amigo/amiga. Amor é algo tão mais profundo do que a gente imagina... É puro, sem egoísmo, sem limites e acontece mesmo à distância, acontece às vezes sem razão e sem lógica. E que bom que é o amor... Porque ele não precisa de explicação."

Quando conseguimos este amor sem explicações, os amores estão sempre novinhos, leves e radiantes. O Amor, assim, é a Paz infinita.

Todas as bençãos. Tudo é trabalho. Sinto muito, me perdoe, te amo, sou grato.