Princesa de Espadas

quinta-feira, 14 de novembro de 2013

Bom dia! :-)

Não me perguntem porque, mas ao ver esta imagem me veio, imediatamente, à cabeça (eu diria, melhor, aos ouvidos) a poesia de Djavan que diz "espero com a força do pensamento, recriar a luz que me trará você". Isso é lindo! E é muito a imagem da Princesa de Espadas.

A força do pensamento é algo que podemos associar ao naipe de Espadas, na Princesa ainda está dando os primeiros passos, não tem ainda aquela destreza e experiência para conseguir guiar este poder de forma equilibrada e madura. Mas chegará lá!

E qual será a luz que "me trará você"? Esta imagem possui uma luminosidade muito atraente, fiquei encantada com ela desde o primeiro momento. Sim, sou da luz, sorry! Claro que aprendi (fui obrigada a...rs), com o tempo, a lidar com a sombra, a escuridão, mas sinto uma conexão muito mais profunda com a luz... com o dia, o sol, o fogo, o céu azul.

Olho para a Princesa de Espadas de hoje e não consigo pensar em nada menos poético e elevado. Não vejo fofoca, não vejo discussão, não vejo nem ao menos uma postura racional demais! Só penso em boas notícias... Informações recheadas de cores e amores... Cartas de cumplicidade, mãos dadas, lábios selados. E olha que hoje nem é sexta-feira!

Tem alguma explicação no céu pra isso, produção? rs Ou será somente dentro de mim? Será que vejo nesta Princesa as palavras que nunca foram ditas e os pensamentos que se deslocaram como nuvens? Sensação de coisa leve, coisa nova, etérea, sim... mas também capaz de nos trazer novos ventos, ventos renovadores.

As palavras são como sementes, que podem germinar e resultar em frutos. Como são as suas palavras? Darão bons frutos? Ou são simplesmente instrumentos para convencer os outros e a si mesmo que você é algo que, verdadeiramente, não é?

É preciso olhar a Princesa de Espadas como uma via de mão dupla. Ela tanto pode mostrar as nossas palavras como pode mostrar as palavras que chegarão a nós no dia de hoje. Que elas sejam benéficas, como o regente do dia, Júpiter! Sempre! Porque criamos o mundo em que vivemos com nossa energia, nosso pensamento, nosso sentimento, nossas palavras e ações.

Voemos pois, que o vento vem... E leva pra lá a tristeza e a dor. Traz palavras e boas novas para que possamos dançar. Que assim seja! Ótima quinta! :-)

A imagem veio daqui


4 comentários:

Clara disse...

Bom Dia aí no Sul
Boa Noite aqui no Nordeste.

A Princesa de Espada me remeteu a esta Música.


Jura Secreta
Simone

Só uma coisa me entristece
O beijo de amor que não roubei
A jura secreta que não fiz
A briga de amor que não causei

Nada do que posso me alucina
Tanto quanto o que não fiz
Nada do que eu quero me suprime
De que por não saber ainda não quis

Só uma palavra me devora
Aquela que meu coração não diz
Só o que me cega, o que me faz infeliz
É o brilho do olhar que não sofri
Só uma palavra me devora
Aquela que meu coração não diz
Só o que me cega, o que me faz infeliz
É o brilho do olhar que não sofri

Só uma coisa me entristece
O beijo de amor que não roubei
A jura secreta que não fiz
A briga de amor que não causei

Nada do que posso me alucina
Tanto quanto o que não fiz
Nada do que eu quero me suprime
De que por não saber ainda não quis

Só uma palavra me devora
Aquela que meu coração não diz
Só o que me cega, o que me faz infeliz
É o brilho do olhar que não sofri
Só uma palavra me devora
Aquela que meu coração não diz
Só o que me cega, o que me faz infeliz
É o brilho do olhar que não sofri
Grata

Fernando Augusto disse...

Impetuoso, ímpeto, espada desembainhada, pensamento veloz, língua ferina, lâmina afiada, o fio da navalha.

Quando somos jovens temos o ímpeto no falar, uma certa agressividade que deriva da inconformidade com o mundo: são as dores do crescimento.

Quando amadurecemos percebemos o duplo fio da palavra que corta para o bem e para o mal, aprendemos a qualidade da prudência, do silêncio e do momento mais oportuno.

Aprendemos o segredo do falar e do ouvir.

Há uma história perfeita sobre isto, que posto aqui mais uma vez:

Um homem foi ao encontro de Sócrates levando ao filósofo uma informação que julgava de seu interesse:

- Quero contar-te uma coisa a respeito de um amigo teu!

- Espera um momento – disse Sócrates – Antes de contar-me, quero saber se fizeste passar essa informação pelas três peneiras.

- Três peneiras? Que queres dizer?
- Vamos peneirar aquilo que quer me dizer. Devemos sempre usar as três peneiras. Se não as conheces, presta bem atenção. A primeira é a peneira da VERDADE. Tens certeza de que isso que queres dizer-me é verdade?

- Bem, foi o que ouvi outros contarem. Não sei exatamente se é verdade.

- A segunda peneira é a da BONDADE. Com certeza, deves ter passado a informação pela peneira da bondade. Ou não?

Envergonhado, o homem respondeu:

- Devo confessar que não.

- A terceira peneira é a da UTILIDADE. Pensaste bem se é útil o que vieste falar a respeito do meu amigo?

- Útil? Na verdade, não.
Então, disse-lhe o sábio, se o que queres contar-me não é verdadeiro, nem bom, nem útil, então é melhor que o guardes apenas para ti.
Moral da História: Da próxima vez que surgir um boato por aí, submeta-o ao crivo destas 3 peneiras: Verdade, Bondade e Utilidade, antes de obedecer ao impulso e passa-lo adiante!

E ainda, quando a sua língua coçar, ou a sua consciência pesar, pense bem se realmente você viu e pode provar o que quer falar, se é bom o que quer falar ou vai fazer, e se é útil, ou seja, vai mesmo ajudar em alguma coisa ou será só mais uma fofoca espalhada por aí?! Guarde a sua boquinha porque com 01 dedo se aponta, mas 03 apontam de volta para você, cuidado!!!

“O que guarda a boca e a língua guarda a sua alma das angústias.” (Provérbios 21:23)

Sinto muito, me perdoa, te amo, sou grato.

F.A.

Cacau Gonçalves disse...

Bom dia, amigos e amigas

Eu que ando calada por aqui, nos comentários, hoje, em homenagem à Princesa de Espadas, vim aqui dar meu "alô" para vcs... :-)

Que as palavras sejam expressão do poder pessoal de cada um!

beijo

Unknown disse...

Lindo! Linda sua definição hoje da princesa de espadas!
Traz palavras e boas novas para que possamos dançar. Que assim seja! Ótima quinta! :-)
Cacau bjs no core!!!