O Carro

quarta-feira, 13 de novembro de 2013

Bom dia! :-)

O tarot às vezes é tão certeiro, que até eu que estudo ele há 25 anos me surpreendo! Não é incrível que em um dia que envolve uma viagem apareça por aqui justamente nosso amigo Carro? Sendo que quando tirei a carta nem sabia ao certo que dia seria a viagem! No final, tudo foi se encaixando e foi mesmo na quarta-feira de Mercúrio, o deus grego que protegia os viajantes!

Pois bem... O que temos aqui além de uma viagem e um sono retumbante depois de um dia de muito trabalho e muitas reflexões? rs

Em primeiro lugar, percebam que saímos de um ciclo de Enamorados, que fala de decisões importantes que devem ser providenciadas, usando menos a razão e mais o coração, para cair em um ciclo de Carro que é rápido, ágil e fala de decisões, atitudes, crescimento e mudanças.

Ou seja, depois das vitórias conquistadas pelo 6 de Paus, que não precisam, necessariamente, ser tão concretas, mas podem ser sutis e interiores, temos condições de agir. Vou falar da minha vivência de ontem e vocês devem refletir e comentar (se quiserem, claro) sobre a de vocês...

Quais foram as minhas vitórias de ontem?

Bem, em primeiro lugar, conseguir dar um bom adianto nas consultas pendentes (a segunda parte da consulta por email de pessoas que tinham recebido a mandala e enviado as perguntas) e nas consultas marcadas para o dia. Terminei a última perto de meia-noite! Consegui também ter jogo de cintura para pedir a um cliente, um dos raros homens que atendo, se poderia enviar a mandala dele na quinta-feira, pois não estava dando conta das tarefas do dia e viajaria amanhã. A resposta, ótima, de uma pessoa que sempre demonstrou sensibilidade e respeito pelo meu trabalho, foi algo como "relaxa e aproveita o feriado! Me mande a mandala semana que vem!" rs E eu agradeço publicamente a paciência e generosidade. No meio disso tudo, consegui - incrível! - me alimentar direito, levantar e alongar para não ficar com dor nas costas e ainda tive o prazer de poder brincar um pouco com minha sobrinha, que está cada dia mais linda e esperta. :-)

Isso já seria mais do que suficiente, mas ainda consegui fazer algumas reflexões muito importantes sobre mim, minha vida, meus objetivos, meus sentimentos. Consegui manter minha energia e foco plenos, apesar de ter tido uma noite de sono interrompido. Consegui manter a leveza e o bom humor apesar de todo o trabalho, que sempre me tensiona um pouco pelo fato de fazer o meu ofício com imenso senso de responsabilidade. E consegui comprar a passagem pela internet, economizando o tempo de deslocamento até a rodoviária! rs Ponto pra mim!

Já devo ter comentado aqui, em algum momento, que aos 21 anos, quando me formei na faculdade, virei para minha mãe e falei, meio indignada: "já tenho 21 anos e o que fiz da minha vida?" rs Pouco ansiosa e auto-exigente a mocinha...rs Com essa pressa toda de fazer as coisas e a cobrança de ser sempre eficiente, meus anos foram duros de lá pra cá...rs Mas, aos poucos, eu fui conseguindo perceber que não preciso ser assim e ainda assim conseguiria me aceitar e realizar coisas boas.

O ato de me sentir vitoriosa em algo é raro (está ficando menos) e que explica muito deste Carro no dia de hoje. Quanto mais me sinto forte, realizadora, autônoma, mais tenho condições de tomar decisões e enxergar de forma clara o que realmente quero para minha vida. Através dos testes, verdadeiros treinamentos que a vida nos oferece, vamos percebendo até onde podemos ir, e normalmente é bem mais longe do que imaginávamos a princípio.

O Carro fala disso... De ir além, corajosamente, confiando em si mesmo e confiando que tudo conspira a favor quando temos claro em nossa mente o que queremos. Devemos aproveitar esta energia do Carro para dar andamento em projetos, fazer contatos, expressar nossos desejos sem medo de que eles entrem em discordância com os outros. Porque, afinal de contas, querer é permitido e o consenso está aí para resolver essas coisas.

Desejo a todos uma ótima quarta-feira, ágil e realizadora. Porque estamos neste mundo para sermos felizes através do crescimento, interior e exterior.

A imagem veio daqui

Um comentário:

Fernando Augusto disse...

Para viajar basta existir - Fernando Pessoa.

O Tarot pode operar em perfeita sincronia com outras ciências-irmãs.

Mercúrio voltou ao seu curso e o Carro segue seu rumo.

Um diálogo entre diferentes ciências é sempre possível, interessante e enriquecedor: Tarot e Astrologia.

Mercúrio encontrava-se retrógrado, na marcha-ré até domingo. Nos ensinou importantes lições. Na 2ª, em funçao destas lições nos fez tomar importantes decisões que culminaram em vitórias no campo do cotidiano (6 de paus ontem) e no campo arquetípico (mudanças interiores) se dão com a presença da carta de hoje, O Carro, que fala também do tema da Vitória.

Estamos sempre no rumo certo quando a jornada segue na direção de si mesmo, não de um jeito narcísico, mas quando buscamos a paz, o equilíbrio entre forças opostas dentro e fora de nós mesmos.

Mercúrio continua em Escorpião junto ao Nodo Norte, Saturno e Sol. Escorpião faz penetrar seu ferrão intensamente para nos curarmos de nossas feridas.

Como deixou de estar retrógrado segue agora com ímpeto. Um outro astro acabou de entrar na casa do ímpeto, da iniciativa e da coragem: a Lua está em Áries, conjunta com Urano. O poder de ruptura com o passado emocional é intenso, a capacidade para superar limites e adquirir um novo propósito está em alta.

Mercúrio é o deus que estabelece a ligação entre os homens e os deuses. Também faz a ligação entre as ciências. Mercúrio, Hermes, Thoth. O Tarot é chamado por alguns de O Livro de Thoth. A hipótese de que surgiu de um jogo medieval feito para patetas - Tarouco ou Tarocco - talvez revele que é o Pateta ;-)

Tudo o que fizermos a partir de hoje revela que estamos retomando o curso de nossas vidas, entrando no alinhamento correto, capaz de nos conduzir a vitória, sobretudo sobre nós mesmos.

Vitória exige luta e luta nem sempre é fácil, ela serve para nos fazer mais fortes. As marcas e cicatrizes decorrentes das batalhas são os registros de nossa coragem. Um guerreiro ou guerreira sem marca nunca travou verdadeira batalha.

Mas é preciso saber lutar, é preciso saber (se) trabalhar e é preciso saber se comunicar. Estes são os elementos da vitória:

"Estão cheias as livrarias de todo o mundo de livros que ensinam a vencer. Muitos deles contêm indicações interessantes, por vezes aproveitáveis. Quase todos se reportam particularmente ao êxito material, o que é explicável, pois é esse o que supremamente interessa a grande maioria dos homens.

A ciência de vencer é, contudo, facílima de expor; em aplicá-la, ou não, é que está o segredo do êxito ou a explicação da falta dele. Para vencer - material ou imaterialmente - três coisas definíveis são precisas: saber trabalhar, aproveitar oportunidades, e criar relações. O resto pertence ao elemento indefinível, mas real, a que, à falta de melhor nome, se chama sorte.

Não é o trabalho, mas o saber trabalhar, que é o segredo do êxito no trabalho. Saber trabalhar quer dizer: não fazer um esforço inútil, persistir no esforço até o fim, e saber reconstruir uma orientação quando se verificou que ela era, ou se tornou, errada.
Aproveitar oportunidades quer dizer não só não as perder, mas também achá-las. Criar relações tem dois sentidos - um para a vida material, outro para a vida mental. Na vida material a expressão tem o seu sentido directo. Na vida mental significa criar cultura. A história não regista um grande triunfador material isolado, nem um grande triunfador mental inculto. Da simples "vontade" vivem só os pequenos comerciantes; da simples "inspiração" vivem só os pequenos poetas. A lei é uma para todos".

Fernando Pessoa, in 'Teoria e Prática do Comércio'

Sinto muito, me perdoa, te amo, sou grato.

F.A.