A Sacerdotisa

terça-feira, 4 de junho de 2013

Bom dia! :-)

Antes de começar a trabalhar, vou iniciar a devoção...rs Reparem, notem, admirem e babem por esta imagem que encontrei! rs A Sacerdotisa totalmente xamã, totalmente mulher de poder! E o mais interessante: notem que ela está fazendo algo muito parecido com a prática que eu sugeri para vocês ontem, de tentar enxergar na água algo que está acontecendo ou que está por vir.

Reparem cada objeto que esta Sacerdotisa usa, seus adereços, sua roupa, seus instrumentos mágicos. Significados? Ah, quem precisa de significados? São lindos e pronto! :-)

Bem, vou me recompor... Trabalhemos pois...rsrsrs

A coisa mais inusitada de uma Sacerdotisa em plena terça-feira de Marte é essa sensação que fica de "não sei se vou ou se fico"... Não sei se falo ou calo. Não sei se eu faço ou fico quieta. Porque Marte empurra pra frente e a Sacerdotisa silencia e joga para dentro.

Sabe aquilo que eu costumo falar sempre (na dúvida, não ultrapasse)? É por aí...

Vamos usar toda a energia da terça-feira com um foco mais espiritualizado e mais perceptivo. Se vocês pensarem bem, hoje estamos praticamente repetindo a vibração de ontem, só que de uma forma bem mais profunda, já que estamos falando de um Arcano Maior.

Também recomendo uma ação espiritual, uma ação magística ou mediúnica. Como podemos exercitar esses dons? Esse é o nosso tema para reflexão! O foco hoje está em fazer das atividades espirituais, divinatórias, algo mais ágil, mais intenso, que deve ser colocado em prática já ("pra ontem!")

É uma inversão, de lado a lado: a espiritualidade sendo impulsionada e a ação sendo introspectiva. Tudo isso pode ser paradoxal ou pode ser complementar, vai depender do quanto de harmonia há em cada um de nós. 

Bem, já que o número do Arcano é o 2, trago dois preciosos presentes para vocês. Certamente, são uma boa trilha sonora para o dia de hoje! ;-)

Ótima terça para todos nós!

A imagem veio daqui





2 comentários:

Anônimo disse...

Bom dia, Via!

Parece que o mundo está em silêncio e que o tempo parou, tudo está em paz, uma estranha paz que nos faz adentrar numa outra realidade, uma magia diferente permeia o ar, tudo flui em silêncio como as correntes profundas dos grandes rios e a lua barca quer apontar no céu noturno. O próprio dia brilha com luz suave e o sol aplaca seu poder numa sagrada oferenda à Terra.

O que nos diz a Sacerdotisa?

Aprende a ouvir. Escuta. Ouve, ouve, ouve, saber escutar é uma arte tão ou mais fina que encantar pela palavra, pois nela manifesta-se aquilo que uma outra sacerdotisa nos ensinou: a voz do silêncio, e aquilo que o poeta revelou:

- Repara bem no que eu não digo.

Então o segredo de nossos seres será revelado.

Sinto muito, me perdoa, te amo, sou grato.

F.A.

silvana de castro motta disse...

Estou gostando do blog, grata pela muisca também! bjs Silvana