3 de Espadas

quinta-feira, 20 de junho de 2013

Bom dia! :-)

Não, não desanima não... Apesar do 3 de Espadas, pode ser um bom dia e eu posso explicar porque...

Comecei fazendo uma reflexão sobre o 3 de Espadas de uma forma bem global, bem ampla e concluí que ele talvez seja a melhor síntese do naipe de Espadas, pelo simples fato de conter em si todo o stress e a angústia que surgem com o exercício do pensamento.

Já ouvi alguém dizer que diante da verdade só nos resta o inquestionável sofrimento. Mas, vejam, não é para celebrar a verdade?

Convido todos vocês para abrir a mente e tentar compreender alguns dos processos que envolvem o 3 de Espadas... No 3 de Espadas ocorre a percepção da ignorância, seja sobre determinado assunto ou em termos gerais. É como se aqui se despertasse para a grande verdade que nos é negada. O fato de não compreendermos completamente o que se passa, o fato de nossa mente ser restrita e não desvendar todos os mistérios do mundo. Mas, de certa forma, uma certa angústia ressentida porque algo foi escondido de nós.

Quando saímos da infância e começamos a adentrar a fase de transição para a vida adulta, um dos sentimentos mais presentes é o da traição pelo que não nos foi dito. É como se nos fosse negado o direito de saber de tudo, sendo que os próprios adultos também não possuem o total conhecimento das coisas.

No 3 de Espadas é que "cai a ficha" de que a Espada do Poder (o Ás) não estará sempre em nossas mãos... E que às vezes se ganha, às vezes se perde e que não temos controle sobre tudo o tempo todo. No 3 de Espadas também surge a decepção com o próprio intelecto, que não é perfeito, e (e isso é muito interessante) um coração ferido... Por acaso esta imagem é bem diferente da tradicional, aquela melodramática, que mostra um coração atravessado por três espadas. Não sei se vocês concordam comigo, mas não parece muita dor e muito drama, muita emoção, para uma carta de Espadas?

Já falamos sobre isso por aqui diversas vezes: cartas de determinados naipes que apresentam conexões com outro naipe. Assim, o 3 de Espadas, naipe associado ao elemento Ar, da razão, da mente, da lógica, possui profunda conexão com o elemento Água, Copas, com este enorme coração machucado, que em muitas imagens chega a sangrar.

Pois bem, mas eu prometi lá no começo da postagem que mostraria que o dia não estava de todo condenado, né? rs Então aprendam uma coisa: quando superamos a ilusão, seja ela qual for, e vamos em direção à verdade, apesar de toda a dor inicial, crescemos, ficamos mais fortes e mais livres. A consciência da ilusão é um passo na direção do poder (como o sócio costuma dizer, só que com outras palavras).

O desafio de hoje, quinta-feira jupiteriana, quando falamos dos poderes, é conseguir superar as ilusões da mente do predador, superar tudo aquilo que criamos, racionalmente, para encobrir nossas dores e superar, finalmente, o sofrimento que vem dos desafios. Porque - a gente pode gostar disto ou não - estamos aqui para aprender e amadurecer como seres humanos.

Tudo isso nos faz olhar para o 3 de Espadas sob o aspecto da superação dos dramas mentais criados diariamente. Sejamos adultos! E vamos viver mais e pensar menos, hã? Como eu costumo dizer, pensar demais faz mal à saúde! ;-)

Depois de tantas reflexões, uma música, na verdade, um clássico! Tem a cara do 3 de Espadas...



Ótima quinta para todos nós! :-)

A imagem veio daqui

4 comentários:

Fernando Augusto disse...

Excelente postagem, pra variar ;-)))

Creio que o pais está num momento de revelações, de descobertas, por vezes dolorosas, mas necessárias e isto também se reflete na vida de cada um. Lidar com certas verdades psíquicas não é um processo fácil, por isto que o grande psicólogo Carl Jung disse:

“Não nos iluminamos ao imaginarmos figuras de luz, mas sim ao tornarmos a escuridão consciente.”

Só a verdade é capaz de operar mudanças reais em nossas vidas ;-)

Sinto muito, me perdoa, te amo, sou grato!

F.A.

Nubia Souza disse...

Fernando....compartilho seu grifo: EXCELENTE POSTAGEM!! Cau, nao conseguiria traduzir com palavras tao fieis o que o 3 de Espadas me fez viver hoje, na pele ... uma ilusao dissipada! E o que tatuei em mim e que voce colocou maravilhosamente bem.... a verdade nem sempre eh boa mas necessaria!!;) e Fernando, seu comentario foi preciso como sempre!!! Otimo final de tarde a todos!

Anônimo disse...

A simples presença desse três de espadas aqui já me fez acionar defesas que eu achava que havia abandonado.
Só nesta semana já passei por um Julgamento, um Imperador, um Diabo e uma lua. Hoje, um ás de ouros.
Esse três de espadas vem me lembrar de que talvez eu deva olhar uma vez mais, com mais cuidado. Parece que há muito ainda por compreender.

Cacau Gonçalves disse...

Nossa, só agora eu vim aqui... E tinha recebido um elogio no final da tarde e nem tinha visto...rs

beijos a todos e grata pelo carinho!