Princesa de Ouros

domingo, 10 de abril de 2016

Bom dia! :-)

Ontem, o dia foi incrivelmente harmonioso por aqui. Alguns podem pensar "mas não era um dia de 7 de Paus? Um dia desafiador?" Mas esta é uma visão muito superficial de interpretação dos Arcanos. A introdução da postagem de ontem já avisava isso, já alertava para os cuidados necessários ao interpretar algo através do tarot.

Então vamos conversar um pouquinho antes de entrarmos na análise do Arcano de hoje... E isso já faz parte de uma proposta de reflexão para as aulas de tarot online que vou iniciar depois da minha mudança, provavelmente em meados de maio.

O 7 de Paus fala de desafios... Mas o que é um desafio para cada pessoa? Estaremos falando, certamente, de coisas totalmente diferentes para cada ser humano. Para mim, por exemplo, o desafio de ontem surgiu da seguinte maneira: há meses, ando com problemas nos pneus do meu carro. Sim, sim... Pneus que se esvaziam como que por encanto! rs Durante um tempo, eu simplesmente levava ao posto para calibrar e o pneu se mantinha cheio por semanas, às vezes mais de um mês, para, em seguida, ficar muito, muito vazio. Isto acontecia somente com um dos pneus. Após uns três meses, este pneu sossegou e o que passou a esvaziar foi outro. Até o dia em que estava totalmente vazio e eu precisei trocá-lo pelo estepe. Como eu detesto tudo que tem a ver com carro, gosto apenas que ele me leve de um lugar pro outro e meu conceito de carro bom é carro que não dá defeito e é econômico, nem preciso dizer que fiquei rodando com o estepe por mais uns meses. Até que ele começou a esvaziar também. Aos poucos... E eu sempre pensando que precisava consertar o que estava na mala e ver se este estaria furado também. Ontem, o estepe quase arriou por completo, no meio da rua, me obrigando a ir correndo a um borracheiro. O resumo da ópera: o pneu original estava sem furo, somente vazio e retornou ao lugar dele. O estepe também não estava furado e voltou pra mala.

Por que eu cansei vocês com esta história toda de pneus? Pra mostrar duas coisas: 1) tudo que tem a ver com carro pra mim é desafio, acho um saco até levar o carro para colocar combustível! Portanto, o 7 de Paus se encaixou perfeitamente no meu caso, apesar de o restante do dia ter sido ótimo. 2) por princípio, não temos condições de avaliar o tamanho do problema ou a amplidão do efeito da energia de determinado Arcano. Isto quer dizer que a carta da Torre pode ser desde uma demissão, um divórcio, um escândalo que vêm à tona e desestrutura pessoas e lugares... até uma pequena promessa rompida, uma mudança de paradigma que transforma a visão do todo, uma pequena (e sem maiores consequências) batida de carro.

Vou dar alguns exemplos práticos que aconteceram comigo, com outras pessoas jogando para mim ou fazendo análises astrológicas, numerológicas e afins. Certa vez, me falaram que eu passaria um longo período de tempo sem encontrar o "amor verdadeiro", que seria uma longa fase de solidão. Neste período, eu tive um relacionamento com um amigo, um tipo de amizade colorida, que estava longe de ser uma possibilidade de algo mais sério, mas que me fez muito feliz enquanto durou e que me fez sentir super acompanhada. Em seguida, comecei um namoro que me colocou a questionar sobre a minha forma de amar, que havia se tornado tão diferente da forma antiga, já conhecida. Minha conclusão foi que dificilmente nesta encarnação eu conseguiria encontrar o que antigamente eu chamava de "amor verdadeiro", mas, talvez, pela simples razão de ter me enganado durante décadas, acreditando que aquele sentimento e aquele tipo de relacionamento fossem possíveis de acontecer (pelo menos comigo). E o mais importante: isso não tinha importância alguma, porque eu era feliz sem aquele antigo modelo.

Percebem como a percepção do jogo pode ser muito diferente de acordo com os ângulos que analisamos?

O outro exemplo: eu teria seríssimos aborrecimentos no trabalho, seria algo extremamente desgastante, especialmente em relação às autoridades e eu estaria em uma situação sem saída. Na prática, eu me aborreci com uma funcionária que fazia parte da comissão de avaliação e que, deliberadamente, me prejudicou com alegações mentirosas. A chefe ficou do meu lado, os funcionários que ficaram sabendo do fato me apoiaram, e eu consegui superar isso domando minha vontade de esganar a criatura...rs Por uma coincidência (ou justiça) do destino esta mesma funcionária levou vários puxões de orelha e perdeu vários pontos quando foi avaliada e até hoje é vista por muitos funcionários como uma pessoa desequilibrada, arrogante e invejosa.

Novamente... Vocês percebem que quando interpretamos um jogo temos simplesmente energias em movimento e ação? E percebem que a forma como a pessoa vai lidar com estas energias é que vai definir o que realmente acontecerá na prática? Por isso que ser taróloga/terapeuta não é somente interpretar cartas, mas é também (ou principalmente) mostrar para o cliente o que está acontecendo e de que forma ele pode agir para minizar conflitos ou ampliar bons resultados. Cartas não dão RG, CPF e endereços... Cartas mostram que tipo de energia temos como "ingrediente" e tarólogos podem dar sugestões de "receitas", sendo que a decisão final, o livre arbítrio e a responsabilidade por tomar atitudes serão sempre do cliente.

Dito isso, vamos para a Princesa de Ouros (finalmente!)

Hoje é domingo de regência solar, dia em que nos focamos na analise do quanto conhecemos de nós mesmos, a forma como nos trabalhamos interiormente. A Princesa de Ouros é o trabalho delicado, mas persistente e eficiente, é tudo aquilo que fazemos, menos por esperar um resultado, e mais porque sabemos que aquilo precisa ser feito. É também o trabalho que se faz por amor.

Eu creio que o autoconhecimento deva ser um trabalho feito com muito amor. Enquanto não nos conhecermos minimamente não teremos condições de crescer como seres humanos e lidar com os outros. Vejo pessoas muito preocupadas com o que os outros pensam, sentem ou fazem... Vejo pessoas preocupadas com a opinião dos outros sobre elas ou sobre as decisões que os outros poderão tomar. Vejo poucas pessoas com a consciência de que elas mesmas são as maiores responsáveis por tudo que acontece em suas vidas. Enquanto não mudarmos esta forma de lidar com a vida, muitos problemas continuarão se repetindo, como respostas aos nossos medos, raivas, inseguranças, expectativas. Mudam as situações e as pessoas, mas os mesmos problemas permancem, se repetem indefinidamente. Porque o problema está dentro de nós.

A Princesa de Ouros vem aqui hoje nos alertar amorosamente: por favor! Assumam as suas vidas! Vocês são 100% responsáveis por tudo que acontece com vocês... Porque não está acontecendo com o vizinho, com o colega de trabalho ou com o amigo que mora do outro lado do mundo, está acontecendo com você. E se acontece com você, é porque você permitiu, mesmo que de forma totalmente inconsciente. Aí alguém pode perguntar: mas como posso resolver algo em relação ao qual eu não tenho consciência? E eu respondo: elementar... É por isso que o autoconhecimento é tão importante. Enquanto não soubermos quem somos, em essência, não saberemos que tipo de situação estamos atraindo para as nossas vidas e seremos pegos de surpresa, com aquela amarga sensação de injustiça pairando no ar.

O trabalho é árduo (e esta é mais uma interpretação da Princesa de Ouros), mas compensador (e esta é outra). E para ele não há pressa, pois são necessárias vidas e mais vidas para que ele seja completado. O foco não é no resultado, o foco é no Caminho.

Ótimo domingo para todos nós!

A imagem veio daqui

3 comentários:

Aldo Luiz Fonseca disse...

Grato pela aula show. Na paz da gratidão.

Clara disse...

É
Sempre "Atraindo as Mesmas Situações"
Grata!!!

Aparecida Soares Silva disse...

Ah que felicidade!!
O dia do meu aniversário foi regido por uma Princesinha de Ouros!
Fiquei um tanto incomunicável e hoje pude ver o arcano! Mas sei agora o porquê de uma certa introspecção depois que a festa acabou...Hora de materializar de dentro para fora!
Obrigada Universo por ter me ofertado uma energia feminina tão bela, astuta e próspera!
Que venha o próximo ano e muitos anos de vida!
Grata!