2 de Ouros

domingo, 3 de abril de 2016

Bom dia, boa tarde! :-)

Meu sábado foi bem de Sacerdotisa mesmo e hoje acordei meio caladona e observadora. Ou seja, estamos oficialmente em um ciclo de Sacerdotisa, porque eu caladona é algo bem estranho...rs

Hoje, temos por aqui o 2 de Ouros agindo diretamente no autoconhecimento e no trabalho interior, sob a luz do astro rei. Para compreender, exatamente, o que isso quer dizer é bom fazer uma recaptulação do sentido desta singela cartinha de Ouros.

O 2 de Ouros é uma daquelas cartas surpreendentes... Apesar de estarmos transitando no naipe de Ouros, relacionado ao elemento terra, tão fixo e estável, temos aqui um movimento. Um pequeno movimento que pode se desdobrar em grandes transformações. 

Se levarmos em conta que a Sacerdotisa cuida dos assuntos mais sutis, espirituais e invisíveis, pode ser que um processo de transformação comece a se desenvolver de forma discreta, no modo de perceber o mundo, e mais adiante se manifeste em fatos concretos. Tudo vai depender dos próximos Arcanos que aparecerem. Sobre esses eu não posso dizer nada, pois ainda não os tirei. Hoje de noite, quando faço meu ritual semanal de abertura das cartas da semana, a resposta virá.

Por enquanto, não temos muitas respostas, mas temos um dia para observar situações e como nos relacionamos com elas. Minha dica, sempre que esta carta aparece é tentar agir de uma forma que não vem sendo a rotineira. Mudanças começam a despontar, por enquanto, mais interiores, já que hoje é domingo, mas vamos nos lembrar que a regência solar também coloca luz e mostra ao mundo o que está acontecendo.

Boas mudanças para todos nós!

A imagem veio daqui

2 comentários:

Aldo Luiz Fonseca disse...


Cara Claudinha admirável.

Impressionante... Você e esta carta 2 de ouros; e a sintonia finíssima com os "vianautas" mais assíduos. Se bem que A FONTE se conecta (fala) com todos e tudo, o tempo todo, sem exceções.

Um abraço de Fã na paz da gratidão.

Cacau Gonçalves disse...

Meu querido amigo Aldo

Como já dizia o filósofo, a rapadura é doce mas não é mole não...rs

As coisas estavam tão bonitinhas e arrumadinhas, e de repente parece que tá tudo de cabeça pra baixo ou girando. Mas é aquilo que a gente já sabe... Agradece e segue em frente! É aprendizado!

Abração!