6 de Espadas

segunda-feira, 25 de abril de 2016

Bom dia! :-)

Quando vi o Arcano de hoje, me lembrei logo da cena que Morgana atravessa o lago com Viviane e consegue realizar a magia de acessar a entrada de Avalon. É assim que estou me sentindo, ainda mais em uma segunda-feira de regência lunar. Ainda há o stress de entregar as chaves na antiga imobiliária, ainda não estou em meu estado normal de tranquilidade e equilíbrio, mas melhoro significativamente e sinto o poder da magia do meu quintal como um reparador de energia. Basta caminhar entre as plantas, sentar debaixo da mangueira, observar a incrível variedade de pássaros e borboletas para que eu me lembre que é possível acessar a magia e poder pessoal, totalmente integrados à natureza.

O 6 de Espadas está belamente manifestado nesta cena, pois ele fala de um processo de sair de uma realidade e entrar em outra, deixando para trás os medos, inseguranças e dúvidas, confiando que as coisas acontecem como deve ser. Tudo pode parecer incerto, não se sabe, exatamente, como será na outra margem do rio, mas ainda assim existe um conhecimento interior e uma sabedoria ancestral que dão a firmeza necessária para seguir em frente. E no momento em que escrevo isto, um beija-flor aparece e voa em volta de mim... Magia pura!

Os processos são assim, como mergulhos ou saltos para o desconhecido. Em certos momentos da vida isto pode parecer mais assustador do que o normal, mas a verdade é que isto é um movimento frequente, diário, constante. A parte que nos cabe neste latifúndio é manter a coragem para continuar, pois vida é mudança, é transformação.

Que a semana comece suave e que no decorrer dos dias nossas forças retornem, a alegria pelas pequenas coisas volte a ser rotineira. A magia está acontecendo! E, acreditem, quando ontem eu disse que o dia era muito especial eu nem imaginava o quanto poderia ser... E foi! Que nossos dias sejam sempre especiais, porque a vida é especial, nós somos especiais... Mas somente se soubermos expressar na matéria a essência que nos anima.

Ótima segunda-feira para todos nós!

3 comentários:

Mestranda Determinada disse...

Olá,

Sigo seu blog há algum tempo, gosto muito dos seus textos! Por duas ocasiões (até agora), o 6 de espadas apareceu para mim quando perguntei sobre como seriam reuniões (O Pendurado + 6 de espadas da primeira vez, O Louco + 6 de espadas na segunda vez). Nos dois casos, as reuniões não aconteceram! Que relação o 6 de espadas pode ter com essa situações? Ficou para mim que ele aparece quando há algum adiamento, alguma "parada no tempo", você pode me auxiliar a interpretar a carta neste contexto?

Gratidão,

Aparecida Soares Silva disse...

Oi Cau, Oi Via
Belíssimo ver as Brumas de Avalon...ótimo livro, saudades do filme...
O encanto não poder acabar, a magia muito menos...nem que para isso tenhamos que atravessar para o outro lado da margem, como nos ensina o 6 de espadas.
Grata!

Cacau Gonçalves disse...

Olás...
Resposta depois de tanto tempo, só agora pude parar liberar comentários pendentes e escrever...
Mestranda Determinada: tudo bom? Olha só... O 6 de Espadas não fala de adiamento ou parada, na verdade, ela é uma carta de movimento, mas não um movimento que leve ao resultado imediato. Explico: um homem está em um barco, ele saiu de uma margem do rio e se encaminha para a outra margem. Ele chegou no objetivo dele? Não... Mas por que? Porque ele está em transição, ele está no meio do caminho. Normalmente, quando esta carta aparece, estamos falando de um período de espera, sim, mas as coisas não estão paradas, elas estão em processo. Por isso é importante perceber esta sutil diferença. Entendo que no caso dos seus exemplos, as reuniões não aconteceram por uma paralisia, um bloqueio, mas porque outras coisas estão se desenvolvendo, se processando e que para a reunião acontecer é preciso que este processo se conclua. Consegui explicar direitinho? rs É que às vezes estas sutilezas são difíceis de explicar...
Beijo