8 de Paus

segunda-feira, 5 de maio de 2014

Bom dia! :-)

Gente, eu fiquei tão animadinha com o Ás de Paus de ontem que esta semana seremos brindados com, nada menos que, seis cartas de Paus! A única exceção ficou para uma cartinha de Espadas, mas daquelas bacaninhas (não se assustem!)

Isso quer dizer que aquela falta de energia se dissipou. Na verdade, neste momento em que escrevo a postagem (são nove e meia da noite), estou bem animadinha, diferente de como fiquei boa parte do dia. Até o final da tarde ainda estava meio xoxa...rs Mas depois algo mudou como que por encantamento e eu fiquei ótima! :-)

O que desejo para todos vocês é esta energia e entusiasmo do naipe de Paus que já se anuncia para a nossa semana. Mas para isso precisamos dar uma mãozinha, né?

Não sei como são vocês... Eu, logo que o frio começa a se aproximar, tenho uma tendência a querer ficar quieta debaixo das cobertas...rs Infelizmente, não posso me dar a este luxo! Então, venho usando os recursos que aprendi em diversos cursos de terapias complementares para combater esta tendência à hibernação...rs

O primeiro deles vem da medicina Ayurveda e é simples: chá de gengibre em jejum pela manhã. Se você mora em um lugar de clima úmido, pode usar o gengibre em pó, se mora em um lugar de clima muito seco (como é aqui) melhor usar o gengibre fresco. No caso do gengibre seco, uma colher de chá em 500 ml de água no fogo, fervendo, e deixe a água reduzir pela metade. O gengibre fresco não precisa ferver por tanto tempo. Eu acrescentei a essa fórmula um outro ingrediente que vem funcionando muito bem: erva-doce. Para quem só conhece erva-doce como chá para os bebês não terem cólica, tenho uma novidade! Erva-doce é excelente para prevenir e curar resfriados e gripes. Para quem não conseguir beber um chá sem adoçar, recomendo açúcar mascavo ou mel (lembrar de acrescentar o mel quando o chá já não estiver tão quente, para não destruir suas propriedades).

Outra tática que venho utilizando e adorando é a utilização dos óleos, sabedoria também originária da medicina Ayurveda. Um bom óleo puro de gergelim para massagear os pés antes de dormir, aquece o corpo além de promover outros benefícios. Outro dia, também formulei um óleo medicado com óleos essenciais que além de hidratar o corpo previne resfriados, gripes, molezas e o frio. Interessados em adquirir minhas alquimias, é só fazer contato via EMAIL com o assunto Emporium VT.

Dito isso, vamos ao 8 de Paus? Então vamos!

Eu A-M-O esta carta! Ela fala de um estado de encantamento e paixão em relação à alguém, a algum projeto ou a própria vida. Ela também fala da importância de estarmos conectados aos sinais que o universo nos envia e, por isso mesmo, é uma carta que podemos associar à sincronicidade.

A grande dica de hoje é manifestar os sentimentos de forma prática. É falar o quanto se ama, o quanto se gosta, o quanto o outro faz falta, o quanto estamos entusiasmados com nossos projetos e o quanto somos gratos pela nossa vida. Também é momento de buscar uma comunhão com a natureza, principal mensageira de sinais que eu conheço, e ficar de olhos e ouvidos atentos para que as sincronicidades sejam notadas.

No mais, é tocar a vida! ;-) Ótima segunda-feira para todos nós!

A imagem veio daqui

Um comentário:

Fernando Augusto disse...

A leitura e interpretação de sinais, de símbolos, das sincronicidades é o fator fundamental ao lidar com o Tarot, portanto o Tarot é um método para o entendimento dos sinais que a própria vida nos dá com relação ao nosso destino.

Sinais de trânsito, horóscopo, sinais dos tempos e do tempo, simbologia, ocultismo, sonhos são exemplos de como a nossa vida está permeada por símbolos e sinais que são na sua maior parte a linguagem da alma e do inconsciente, a linguagem da maior parte de nosso ser que está muito alem da racionalidade, da sintaxe estabelecida pela ideologia dominante em nossa sociedade e que se baseia no uso da lógica formal assentada no lado esquerdo do cérebro.

Somos muitos mais vastos que a nossa razão. Temos intuição, sensações e sentimentos.

Escrevo isto não só por que o 8 de paus é a carta dos sinais por excelência, mas por que vejo nela a chance de reeditarmos mais uma vez o nosso Curso de Tarot, que vai justamente para sua 8ª edição.

Ter a habilidade de interpretar os sinais da Vida é fundamental para orientarmos nossa existência e dar-lhe um significado que não pode ser extraído apenas da vida convencional baseada em consumo e cumprimento rotineiro de obrigações.

"O espírito manifesta-se ao guerreiro a cada momento.
Entretanto, essa não é a verdade total.

A verdade total é que o espírito revela-se para todos com a mesma intensidade e consistência, mas só os guerreiros estão sintonizados,
de maneira consistente, com tais revelações".

Ter a habilidade de seguir os sinais do Espírito ou da Vida é lograr um nível de sucesso e de realização pessoal que não pode ser encontrado nos moldes estabelecidos pela nossa cultura. E para isto temos o Tarot.

Sinto muito, me perdoa, te amo, sou grato.

F.A.