2 de Paus

sábado, 10 de maio de 2014


Um comentário:

Fernando Augusto disse...

A maior missão do homem é dar à luz a si mesmo, é tornar-se aquilo que ele é potencialmente - Erich Fromm.

Comentário em http://viatarot.blogspot.com.br/2014/05/2-de-paus_10.html

Continuamos com o fogo, mantendo acesa a chama, cuidando de nossas fogueiras interiores onde arde a chama do desejo por mais. Luz, mais luz, disse Goethe em leito de morte.

Manter o foco é a coisa mais difícil do mundo.

Há muitas distrações, multiplos interesses e a incessante busca pela novidade.

Requer treino, requer disciplina, requer esforço, requer superação.

Treino, disciplina, esforço e superação são palavras que doem só de ouvir e escrever.

Mas há pessoas que conseguem dedicar-se intensivamente dentro de um objetivo, mantendo a continuamente lembrança da meta a ser alcançada.

Qual o seu segredo?

Qual a sua motivação?

Qual o seu motivo para a ação?

De onde vem a sua força, o seu poder?

Quíron, o mestre mítico formador de heróis revela este segredo. No Tarô Mitológico, em sua caverna, como um Eremita, revela àJasão o segredo do seu destino.

Qual o segredo do nosso destino?

É aquilo que anima os nossos corações e nos dá motivo para a ação.

Por que eu vivo? Por que eu respiro? Por que eu estou aqui neste mundo?

Qual é a sua resposta a esta questão fundamental?

O que te dá tesão e faz arder a chama do teu coração?

Aquilo pelo qual você é capaz de morrer é o que te faz viver... morte e vida, dois de paus, a dualidade pela qual trafegamos nesta passagem vital...duas chamas, dois poderes, um só desejo: ser.

O dois de paus reaparece aqui e coloca em pauta esta questão básica e fundamental:

Temos a consciência clara do por que de nossas vidas, do que nos motiva à ação e de qual é o nosso destino, o nosso propósito, a nossa missão ou tarefa neste mundo?

O Via Tarot realiza o seu propósito neste momento, ao levantar estas questões.

Sinto muito, me perdoe, te amo, sou grato.

F.A.