Rei de Paus

quarta-feira, 26 de março de 2014

Bom dia! :-)

Alquimia? Sempre! Quem poderá nos salvar? Às vezes, o Chapolim Colorado habita o nosso ser! rs

A primeira pergunta que faço, unindo o Arcano, a imagem e o que vem acontecendo por aqui comigo é: onde está o poder? O que é que faz com que as coisas simplesmente aconteçam de uma forma que parece mágica?

Vou contar a experiência que tive...

Quando fiz contato com a secretaria de educação, para ver em qual escola iria trabalhar, no retorno da minha licença, expliquei que, apesar de não saber qual escola teria a vaga de secretária disponível (ocupada por uma contratada e não uma concursada), gostaria de trabalhar em uma das seguintes opções: a número 1, que fica mais perto da casa que aluguei, praticamente a três quarteirões, e a número 2, que fica um pouco mais longe, mas é a segunda mais próxima.

A resposta que obtive foi animadora: ok, iria para a número 1, mas primeiro teria que ficar em uma outra escola (beeem longe), por um período de um mês e meio, enquanto outras questões administrativas seriam resolvidas. Fiquei bem satisfeita com a resposta e segui arrumando minha mudança. No entanto, antes de fazer esse contato, resolvi fazer um pequeno ritual, pedindo aos meus protetores que me dessem a oportunidade de trabalhar na escola número 1 ou que me encaminhassem de forma segura para o melhor lugar possível para mim, onde eu tivesse todas as facilidades, onde tudo fluísse bem, levando-se em conta que nem sempre temos a visão geral sobre determinada situação. Aprendi isso no caminho da bruxaria, uma frase ao final dos pedidos que faz toda diferença: "isso ou algo ainda melhor que neste momento não tenho a capacidade de enxergar".

Pois bem... No dia da mudança, recebi uma mensagem pela net avisando para que eu me apresentasse, dois dias depois, na escola número 2, porque lá ficaria durante um mês e meio e então iria para a escola número 1. E que não poderia trabalhar de manhã, como sempre fiz e prefiro, mas teria que trabalhar no horário da tarde, das 11h às 17h. Não gostei muito da mudança em cima da hora e menos ainda do horário. Mas resolvi treinar minha boa vontade e apenas negociar um ajuste de horário: de meio dia às 18h, para não quebrar a manhã e permitir que eu continue fazendo minhas consultas de tarot online no horário das 9h. Ok... Tudo acertado!

Chegando na escola, ainda levemente contrariada, descobri algumas razões obscuras para aquela mudança. "Obscuras" porque não achei muito justa a motivação, mas tudo bem... Os dias passaram e eu me encantei com a escola! Pequena e aconchegante, com uma secretaria muito organizada (por um auxiliar de secretaria exemplar) do jeitinho que eu gosto, com criancinhas pequenas, turminha de maternal e primeiro e segundo períodos, além das turmas de 1º, 2º 3º ano (as turmas de 4º e 5º são no turno da manhã), gostei da postura da direção em relação a algumas questões, reencontrei oito colegas de trabalho de quem gosto, enfim... Queria ficar por ali mesmo, apesar de a outra escola ser mais perto da minha casa.

Como eu sabia que o secretário que seria destinado a esta escola não queria ir para lá, conversei com minha chefe na secretaria de educação e pedi para ficar, no entanto, ela alegou razões de planejamento para que eu fosse para a outra escola e o tal secretário para lá. Pensei, refleti, pensei de novo, juntei coragem e fui até a sala da diretora. Apesar de conhecê-la há uns quatro dias, disse tudo que estava sentindo e que gostei da escola e queria ficar lá em definitivo. Ela disse que estava muito satisfeita, que tinha observado o meu trabalho e também gostaria que eu ficasse. Todas felizes! rs

Agora vinha o passo mais complicado: convencer o povo da secretaria de educação a mudar seu planejamento! A diretora aproveitou a visita de uma das chefonas para pedir, com todas as letras, para eu ficar. Conversamos nós três e eu expressei minha vontade de continuar trabalhando ali. Ela não prometeu nada, disse que levaria o pedido para uma reunião. Os dias foram passando e eu, ao invés de fazer como antigamente, me stressar, ficar revoltada e achar que o grande planejamento da secretaria de educação era fazer o que os funcionários não queriam...rs fiquei tranquila, agradeci muito a oportunidade que o destino me deu, de ir parar lá, e simplesmente ignorei solenemente a possibilidade de ser remanejada. Usei minha mente a favor da corrente de energia e não contra.

Ontem, a diretora da escola participou de uma reunião na secretaria de educação e veio com uma novidade: no primeiro semestre deste ano nenhum secretário será removido da escola onde está! :-) No segundo semestre... No segundo semestre eu sei que continuarei lá! ;-)

Pude perceber o poder da Vontade atuando de maneira simples, sem muito alarde, sem muito escândalo, mas de forma pontual e eficaz. Isso me deu força de sair da vibração do 8 de Espadas e cair (de braços abertos) no Rei de Paus. O poder está em mim! O poder emana da minha vontade. Mas não aquela vontade chatinha, que fica repetindo "eu queeeero...", mas aquela vontade certeira e segura que diz: "eu sei!"

Sempre que nos conectamos com a energia do Rei de Paus, estamos ligados ao poder da Vontade que existe dentro de nós. E isso é como músculo, só se desenvolve praticando, treinando, exercitando. O Rei já foi Príncipe e já realizou seu aprendizado. Da mesma forma, precisamos aprender com a vida, ao invés de ficar repetindo os mesmos erros (tirando 8 de Espadas sem parar...rs).

Como estamos sob a regência de Mercúrio, recomendo usar todo este poder através da palavra, do verbo criador. Vamos aproveitar para entoar mantras, decretos, fazer encantamentos, pedir o que queremos, afirmar nossa Vontade. E, ao invés de acreditar que vamos conseguir, vamos sentir que já conseguimos. Bem melhor assim! ;-)

Ótima quarta-feira para todos nós!

A imagem veio daqui

5 comentários:

Juliana disse...

Claudinha, parabéns pela conquista! :)
E muito obrigada pela reflexão de hoje, que (olha a novidade... rs) caiu como uma luva para meu dia. Precisava muito ler (de novo) esse conselho de usar nossa mente a favor da energia e não contra.

Bjos e ótima quarta!
Ju

Cacau Gonçalves disse...

Bom dia, JuJu! :-)

Grata! Estou muito feliz por ter conquistado este sossego (ficar pulando de galho em galho é ruim) e, principalmente, de ter tido a oportunidade de ver magia acontecendo assim, diante dos meus olhos! Muitas vezes, acreditamos que magia é algo mirabolante, cheio de efeitos especiais, mas são as coisas comuns do dia a dia que se mostram como verdadeira magia.

Que bom que te serviu tb! :-) Eu digo que a gente precisa sempre de alguém repetindo certas coisas para a gente assimilar (porque apesar de sabermos racionalmente, parece que a coisa não fixa! rsrsrs)

beijo

Fernando Augusto disse...

"O que precisamos fazer é permitir que a magia tome conta de nós para banir as dúvidas de nossas mentes. Quando as dúvidas são banidas, tudo é possível."

Depois de tantas espadas temos a primeira manifestação positiva, ativa, empreendedora, realizadora da energia astral do Sol em Áries:

O Rei de Paus (ou do Fogo).

Nada melhor para sair do por vezes intrincado labirinto da mente do que o agir consciente.

Pensar antes de agir é uma frase comum.

Agir na velocidade do pensar é o espírito do Rei do Fogo, não por que ele seja impulsivo mas por que a sua conexão espiritual consigo mesmo, sua intuição apurada permite que ele assim faça e atinja o objetivo como se fosse um golpe de sorte para aqueles que observam de fora.

Como uma fagulha que salta do fogo de forma inesperada assim é este Rei, que é difícil de ser entendido, pois sua ação não vem da mente (ar, espadas), vem do espírito (intuitivo, fogo).

Ele é capaz de num momento estar parado para logo saltar para a ação de forma surpreendente, num impulso, tomado por algo indefinido, uma vontade que brota de repente e que atrai tudo, galvaniza os eventos de acordo com o seu poder.

Daí surge a sincronicidade.

Daí nasce o poder do intento que está além da razão. Talvez chamássemos este poder de fé, de confiança, de certeza íntima, de esperança, mas estas são palavras que não podem descrever o poder, pois o poder se manifesta numa ação destituída de expectativas ou esperanças.

Para operar com este poder precisamos nos livrar das preocupações do dia a dia e do incessante diálogo mental interno. Ao fazermos isto liberamos dentro de nós espaço para que se manifeste um poder de outras ordem e que reflete uma conexão mais limpa e mais clara com a rede wifi do próprio Universo.

"Há no universo uma força incomensurável e indescritível que os xamãs chamam intento, e absolutamente tudo o que existe em todo o cosmo é ligado ao intento por uma conexão. Os xamãs estão interessados em discutir, compreender e usar essa conexão. Estão especialmente interessadas em limpá-la dos efeitos paralisantes que resultam das preocupações comuns com a vida cotidiana. O xamanismo, neste nível, pode ser definido como um procedimento de limpeza da conexão com o intento - Carlos Castaneda.

No intento,

F.A.

. disse...

Bom dia, Claudia. Bom dia, Via.
Sobre a postagem de domingo (23/03), por favor, me diga de quem é a frase que você encontrou que fala sobre cada mulher que cura a si mesma. É trecho de algum livro? Referências bibliográficas sobre o tema? rss

Parabéns pela conquista de si mesma.

Abraço.

Jacq disse...

Sincronia perfeita com o Via :)

Hoje eu passei por uma situação complicada, tipo a tua, Cacau. Estou em um emprego no qual não quero mais estar. Conversei com minha chefe para tentar um acordo demissional. Ela disse que vai tentar com a coordenação, mas não deu nenhuma certeza. Minha carta do dia: A Justiça. Esse Rei de Paus e a tua experiência só me levam a me inspirar e "saber" que vai dar certo.