Princesa de Espadas

segunda-feira, 6 de janeiro de 2014

Bom dia! :-)

Hmm... Estamos em fase de Princesas... Ontem, eu percebi a Princesa de Copas de forma bem clara aos 45 do segundo tempo! No finalzinho da noite, ela se mostrou como uma boa nova em termos emocionais, uma possibilidade de falar com tranquilidade sobre sentimentos... Coisa rara de ser ver nos dias de hoje! rs

Então, sob os auspícios da Princesa amorosa, aquela que representa a mensagem de amor, a informação que ajuda a resolver questões sentimentais ou o recado que traz alegria, encerrei meu domingo... E aí inicio a segunda-feira com outra Princesa, mas agora uma mais mental, mais ligada na palavra em si: a de Espadas!

A Princesa de Espadas tem como principal significado a mensagem, a notícia, tudo aquilo que chega (um telefonema, uma carta, um email) que pode de uma forma significativa influenciar a nossa vida.

Esta moça é o pensamento novo ou renovado, uma nova forma de pensar, raciocinar, analisar. Ela possui uma rebeldia natural, um tipo de ousadia envolvendo o pensando voltado para as coisas reais, concretas.

Se pensarmos que hoje é dia de influência lunar, quando colocamos nosso foco voltado para a espiritualidade e a magia, podemos deduzir que esta Princesa de Espadas pode ser uma mensagem, uma intuição, um recado que a espiritualidade pode nos enviar. E que, pelo menos na minha opinião, é sempre bem-vindo.

A palavra é algo que devemos sempre usar com muita sabedoria e muito cuidado. Em um dia em que a magia está no ar, devemos nos lembrar que tudo que falamos tem vibração própria e, portanto, poder de materialização. Peço (de joelhos!) para que todos tenham muito cuidado com as palavras proferidas! Existem coisas que depois de faladas não podem ser, simplesmente, "desfaladas"! Então, melhor calar, melhor pensar antes, melhor ponderar.

E como estamos falando de um caminho de mão dupla, vamos ter toda a atenção com o que ouvimos, lemos, com toda a informação que poderá chegar até nós. A presença da Princesa de Espadas por aqui hoje também pode ser um sinal de que existem coisas obscuras que não estão sendo ditas ou que estão sendo escondidas (lua), portanto, olho vivo! O que deveríamos saber e ainda não sabemos? Qual a melhor forma de buscar o diálogo? Quais são as melhores palavras para serem ditas?

Pois bem... Agora eu prefiro o silêncio. E o conselho do travesseiro! ;-)

Ótima segunda-feira para todos nós!

A imagem veio daqui

3 comentários:

Fernando Augusto disse...

A Lua transita em Peixes marchando rapidamente para Áries, faz um giro na roda do Zodíaco e inicia novo ciclo. Os arcanos das princesas (ou dos valetes) marcam os inícios e os reinícios, é uma energia no nascedouro, inquieta, curiosa, desejosa de conhecimento e com todo o potencial dos inícios. O valete (ou a princesa) de espadas tem o poder do verbo.

No princípio esta o Verbo. E o verbo estava com Deus e o Verbo era Deus, como nos diz o evangelista João.

O Verbo tem poder. O Verbo é a palavra, é o Logos e tem poder criador. O verbo canta, encanta e decreta. Uma das mais poderosas técnicas espirituais para consumo do carma, os apelos de Saint Germain, baseia-se no Verbo, no Eu Sou.

O próprio Ho'oponopono baseia-se no Verbo, na Palavra.

Um dos ramos da ciência do Yoga usa mantrans para alcançarmos benefícios espirituais e materiais.

Uma ciência chamada Cimática estuda o poder do som sobre a matéria.

O pesquisador japonês Masaro Emoto, através do documentário Mensasagens da Água, nos revela o poder da palavra e do pensamento sobre a matéria.

Isto para não falar da música, da musicoterapia, do canto e da lei hermética envolvendo o princípio da vibração, pois tudo vibra e portanto emana um som, um verbo.

A palavra é vibração, vibração que nos eleva ou não.

Elogio é palavra que eleva.

Crítica é palavra que detona.

Agradecimento é palavra que eleva.

Reclamação é palavra que detona.

Reclamação é um decreto contra si mesmo, pois foca nossa energia no que não queremos.

Conselho é palavra que eleva.

Cumprir as próprias promessas dá poder as nossas palavras. Quem cumpre as próprias promessas torna-se impecável e faz tudo em sua vida fluir e acontecer.

As palavras combinadas com as atitudes fazem os anjos dizer amém.

E as próprias palavras são veículos de nosso intento, ditas a partir do coração transformam o mundo seja pela prece, pela oração, pelo discurso coerente ou pela manifestação singela de nossa própria essência.

Se a princesa de copas fala a partir do coração a princesa de espadas diz a partir da razão e as duas juntas espelham a completude que todos nós buscamos e transformam-se em poder.

Sinto muito, me perdoa, te amo, sou grato.

F.A.

Nira disse...

Lindo texto. Mt bom.

Cavaleiro Errante disse...

No principio era o útero!