4 de Espadas

sexta-feira, 17 de janeiro de 2014

Bom dia! :-)

A postagem de hoje reflete em parte esta energia de pausa do 4 de Espadas: depois de uma tempestade e tanto, estamos com a luz meio lá, meio cá... Umas fases meio caídas, com luz fraquinha, a conexão de internet foi por água abaixo e resta só o velho e lento 3G, que também está indo e voltando. Na verdade, não sei se consigo postar hoje ainda (hora em que escrevo = 22h 40m de quinta-feira). O sono é muito, depois de um dia de muito trabalho físico, a inspiração está escassa (sorry, pessoas! rs) e uma melancolia branda porque a chuva atrapalhou nossos planos de viajar amanhã.

O resumo da ópera é que já peço desculpas antecipadamente se não conseguir fazer esta postagem antes das 10h da manhã...rs

Mas vamos lá falar do 4 de Espadas...

Ok, em uma sexta-feira de amorzinho, definitivamente, não é uma carta bacana para romances e relacionamentos. Aliás, é uma carta nada recomendada para tipo algum de relacionamento! Já que ela fala de recolhimento, meditação, pausa e silêncio. Então, temos aqui o foco no relacionamento consigo mesmo.

Aí percebemos o quanto que a forma de olhar é capaz de mudar completamente uma situação. Podemos tanto pensar que o 4 de Espadas nos induz à vida solitária, quanto pensar que é a vida a dois ou a vida em grupo que está exigindo um momento de pausa e afastamento, para podermos refletir, "respirar", exercitar a não-ação e nos eximir de dar opinião sobre a vida alheia...rs

O 4 de Espadas é reservado... Ele não está nem aí com o que os outros pensam e falam. Algo como aquela frase fantástica: "o que os outros pensam de mim não me diz respeito". Amo! E a maior dica que podemos usar hoje é aquela sabedoria xamânica que diz que devemos obter o máximo com o mínimo de gasto de energia. Ou seja, não mexer muito, não falar muito, não tomar muitas atitudes de rompante e de conflito. Em português claro e pitoresco oriundo de São Sebastião do Rio de Janeiro: "não faz marola!" rs

Aproveitemos o momento relax para curtir relacionamentos que já são estáveis e tranquilos que nem o 4 de Espadas. Nada de grandes aventuras. Hoje é dia de feijão com arroz, pão com manteiga, goiabada com queijo! ;-)

Ótima sexta-feira de amorzinho para todos nós!

A imagem veio do arquivo do meu computador, porque a lerdeza do 3G não me permitiu pesquisar imagens...rsrsrs

2 comentários:

Fernando Augusto disse...

Bom dia, Via!

Carta em perfeita sintonia com o arcano maior que rege este ciclo no Via Tarot: o Pendurado ou o Enforcado.

Parada geral, suspensão, um passo atrás, retroagir, recolher, voltar-se para si, introspecção e por que não em dia de Vênus, considerar o amor por si mesmo, cultivar o auto-cuidado e o silêncio interior, pois o amor é a expressão mais legítima de nossa essência e é lá que devemos buscá-lo, no pulsar de nossos corações.

Vênus retrógrado em Capricórnio é a responsabilidade amorosa consigo mesmo, é buscar aquilo que mais importa pois o tempo é a nossa maior riqueza, então é tempo de valorizar-se, de perceber-se, de estimular o amor que vem de dentro, a partir de nossa presença, de nosso Deus interior, ali aonde Eu Sou, pois é como diz o mestre Gurdjieff:

- A vida só é real quando Eu Sou.

E Eu Sou apenas quando opero para além de toda a programação sócio-cultural que nos foi imposta, não que a despreze, não, antes de tudo não devo ser uma marionete da mesma e devo usá-la a meu favor. Isto é saber relacionar-se consigo mesmo, espreitar-se, meditar e usar a estabilidade da mente para lograrmos a paz e a clareza que tanto desejamos.

Sinto muito, me perdoa, te amo, sou grato.

F.A.

Clara disse...

A Minha Meditação Hoje é Sobre a VIDA X MORTE.