Rei de Ouros

sábado, 30 de julho de 2016

Bom dia! :-)

Fazer aniversário, pelo menos pra mim, é sempre uma experiência interessante e feliz. Mas este ano parece que teve direito a efeitos especiais e espirituais! rs Na verdade, venho passando por um processo de transformação bem impressionante há uma semana. Percebi coisas que antes não percebia, de uma forma tão chocante, que ficou a sensação de ter sido cega até então. Uma dessas coisas tem a ver com descobrir que não sou uma pessoa indecisa, que não sabe o que quer... Simplesmente, eu fico o tempo todo abrindo mão e me adaptando ao que os outros querem (porque devo ser generosa, flexível, compreensiva, blablabla) e uma das decisões de aniversário é: chega, né? rsrs

Em meio a esta transformação, tenho observado com muita atenção tudo que me acontece, a forma de me relacionar com as pessoas e principalmente a forma como as pessoas se relacionam comigo. Algumas coisas são tão claras quanto chocantes... Um bom exemplo é o fato de pessoas que conheço há menos tempo ou que tenho menos proximidade valorizarem e considerem muito mais a nossa amizade do que outras que considero irmãs. O que está errado? Dar tanta importância a isso. Nascemos sozinhos e morremos sozinhos, e se isso não ficar bem claro sempre, a tendência à tristeza, sofrência e mimimi é grande.

Uma outra lição importante é não deixar de falar como se sente em relação às coisas. Com jeito, com calma, mas falar. Meu passado de menina questionadora, geniosa e rebelde acabou me podando de expressar certas coisas, no intuito de ser alguém mais zen. Não se assustem! Não vou sair por aí brigando com as pessoas! Mas vou parar com esta coisa de "nem vou falar porque não adianta nada". Ok, pode não adiantar, mas a pessoa vai saber o que estou sentindo e pensando, até para que no futuro não venha com o famoso "ah, mas eu não sabia que isso para você era tão importante". Chega sofrer calada para minimizar a crise de consciência dos outros, né? rsrs

Enfim... A celebração de aniversário, ontem, foi muito bacana... Coisa mega simples, nem bolo teve! Fui para um barzinho aconchegante, mais afastado do centro e tivemos o espaço só para nós, com direito a escolher a trilha sonora e tudo. Chamei umas 15 pessoas, achando que só umas oito iriam (por questão de morar em outra cidade, ter outros compromissos, estar doente, estar viajando) e no final foram quatro. E o que tenho a dizer sobre isto é: foi quem tinha que ir... foi quem realmente estava na mesma energia que eu, quem considera a nossa amizade algo, de fato, importante. É simples de entender! As coisas sempre são mais simples do que aquele monte de explicações que nossa cabeça fornece.

A vida deve ser compreendida desta maneira mais prática, assim não há enganos e nem expectativas. Talvez por isso o Rei de Ouros venha marcar presença por aqui no day after do aniversário. Para lembrar que tudo que temos é o que somos e o que acontece concretamente. Não existe "se..." não existe "só fiz isso porque..." O que existe é: o que eu sou e o que eu faço. Uma pessoa é o que ela faz, não o que ela diz, não o que ela pensa e sente mas mantém trancado dentro de si. Enquanto o pensamento, o sentimento e as palavras não se transformam em atos, em concretização, eles são somente projetos e potenciais que podem se realizar ou não. Ou seja, não existem no mundo das três dimensões. Eles não existem.

Interessante pegar este ciclo de Sacerdotisa com um Rei de Ouros logo de cara. Sinal de que esta espiritualidade e esta sensitividade devem vir acompanhadas de um senso prático profundo, de muito trabalho (sobre si e sobre o entorno), de raízes! Estamos falando de uma espiritualidade totalmente harmonizada com a materialidade. Estamos falando de um processo de sacralizar cada ato concreto, cada realização material, até porque, afinal, "tudo que move é sagrado" ;-)

Bem, é isto.. Espero que o sábado seja realizador! Gratidão imensa a vocês que me acompanham neste caminho, nesta Via (Tarot) :-) Ótimo sábado para todos nós!

A imagem veio daqui


3 comentários:

Fernanda disse...

Cacau, gosto muito das suas leituras, das suas interpretações. Gosto também -- e muito! -- da forma como você escreve. Te acompanho já há algum tempo e a postagem de hoje me incentivou a escrever. Sempre elogio as pessoas do meu entorno, conhecidas ou não, porque o elogio sempre me transborda. Da mesma forma que não levo "desaforo" pra casa, também não levo elogio. Acho que as coisas devem ser expostas, exatamente como você diz na postagem de hoje. E é por isso que eu decidi que a admiração que tenho pelo seu trabalho, pela honestidade de cada texto, pela entrega, deve ser verbalizada, ainda que virtualmente. Como leitora e entusiasta do tarot, agradeço a determinação de escrever a cada dia. Aprendo muito com você. Coragem e sucesso na sua caminhada!

Karla de Almeida Santos disse...

Happy Bday Cacau !!! ���������� Com bolo e tudo !!! O importante não é a quantidade mas a qualidade das pessoas !! Garanto Q as Q foram ao seu niver eram as melhores ���� Muita Paz e Luz em seu novo caminho, Q todas as melhores energias de todos os mundos de voltem à vc !! E continue sempre a nos encantar com seus valiosos textos do Via Tarot !! Fico aflita enqto N leio a carta do dia e sua interpretação !! ������ confesso !! Rsrs Com muito carinho e admiração da fiel escudeira e seguidora Karla ��❤️����

Clara disse...

Claudinha, Eu sou "Uma Daquelas" que aparece não se sabe quando, MAS QUE APARECE, APARECE.
Então, agora foi que cheguei a Dita Civilização e viu que Ontem foi seu NIVER.
"FELIZ ANIVERSÁRIO"
QUE O CRIADOR TE CUBRA DE "BENÇÃOS"
QUE A "PROSPERIDADE" REPRESENTADA POR ESTE REI, PERMEIE TODOS OS SETORES DE TUA VIDA.
MUITO Pertinente TUDO que você Escreveu.
É ISTO Mesmo.
BJUS!!!
Maria Clara