Rei de Copas

quinta-feira, 12 de junho de 2014

Bom dia! :-)

Encerrei meu dia de Princesa de Espadas com ótima notícia: ao invés de ter somente uma semana de recesso, terei duas! :-) Com isso terei tempo de terminar a cortina da sala, forrar a escrivaninha do escritório com tecido, fazer consultas pendentes, curtir o filhote e descansar... Coisa boa! O tom de leveza que a Estrela propiciou a esta Princesa de Espadas foi fundamental! Gratidão!

E a cerejinha do bolo foi a festa de encerramento de semestre na casa da diretora da escola. Gente boa, papo bom e muito riso! Só tenho que agradecer por este retorno tão feliz ao serviço público, em uma escola com uma equipe tão bacana. Outra manifestação da Princesa de Espadas ontem foi o fato de descobrir que um colega de trabalho, inspetor da escola, é daimista há cinco anos e está prestes a se fardar na comunidade do daime do Matutu. Ele me convidou para o trabalho de São João, um dos mais tradicionais dentro do Santo Daime. Eu vou! Tenho certeza de que me fará muito bem!

Pois bem... Para hoje, quinta-feira regida por Júpiter, dia em que colocamos o nosso foco no desenvolvimento do poder pessoal e no contato com o poder, seja ele o poder espiritual ou temporal, temos aqui um Rei de Copas que pode ser o próprio representante do poder. Em função do naipe de Copas, ligado ao elemento água, podemos deduzir que o poder que estará em pauta será o poder do amor ou aquele que se obtém através da sensibilidade e não da pura e simples autoridade.

O Rei de Copas é sensível, amoroso e espiritualizado e não tenho dúvidas de que será através dessas características que conseguiremos acessar o poder pessoal no dia de hoje. Aliás, eu creio mesmo que esta seja uma boa forma de obter o poder pessoal em qualquer momento da vida. Tenho feito várias reflexões e concluído que o momento em que mais estive perto da minha essência e, portanto, mais plena de poder pessoal, foi a época em que eu era muito mais coração do que mente. No momento, estou em processo de resgatar isso tudo... e confesso que o objetivo maior nem é obter poder, mas me reencontrar com meu Eu Divino, minha essência que tem tanta luz (como a de todos vocês) e que acabou quietinha num canto qualquer desde que entendi que precisava racionalizar tudo para me defender.

Muitas vezes, vivemos uma vida reativa. A tal perda da inocência - quando descobrimos que o "mundo lá fora" pode ser hostil - na maioria das vezes acaba tendo uma consequência negativa e abre espaço para que a mente do predador faça a sua festinha particular, se alimentando da energia negativa do medo, da raiva, da mágoa. O fundamental é perceber que todos estamos aqui para aprender, mesmo que alguns não saibam e outros saibam mas não enxerguem o que é preciso mudar. Esse é o momento em que a cura da criança interior se faz necessária. Esse é o primeiro passo para a cura ampla do ser.

O Rei de Copas veio nos visitar para mostrar que, apesar de tudo, é através do amor que conseguimos a real transformação interna e, com isso, a transformação externa, do mundo em que vivemos. Quando resgatamos o nosso poder pessoal, somos capazes de caminhar por um mundo que parece injusto ou ilógico mas o que nos toca é somente a expressão do amor. Creio nisso tão absolutamente... E a vida tem me dado provas disso.

Não há poder maior que o do amor... E não estou falando especificamente do amorzinho romântico, estou falando de vibrar o amor a partir de cada célula do nosso corpo, sermos a expressão viva do amor e, portanto, sermos seres plenos de harmonia e paz.

Que o dia seja pleno de amor!

Ótima quinta-feira para todos nós! :-)

A imagem veio daqui

6 comentários:

Aldo Luiz Fonseca disse...

Parabéns pela "faxina" luminosa; a "cor" é uma vibração ressonante em uma determinada frequência dentro da luz infinita... Esse rei sou eu, rsrsrsrs. Então... Fique bem vizinha(sempre). Sinto muito, me perdoe, te amo, sou grato.

Clara disse...

BOM DIA!!!

SÁBIAS PALAVRAS - Realmente a Perda da Inocência é Realmente "Chocante".
Mas Nunca é Tarde para este Resgate, e Reaprender a SER FELIZ, com Muito Mais Sabedoria e com Certeza uma Oitava Acima na Roda da Vida.

Entendi o Recado.

Que Bom Claudinha, esta série de Acontecimentos Auspiciosos.

Grata.

Cacau Gonçalves disse...

Bom dia, Aldo! :-)

Confesso que quando eu escrevia o texto de hoje me lembrei de algumas pessoas e uma delas foi vc! ;-) O Rei de Copas, muitas vezes, representa um artista plástico, músico ou poeta, inclusive...

Bom dia, Clarinha! :-)

Sim, a perda da inocência é chocante... E quando acontece muito depois do que o comum, ou seja, quando a gente tá mais velha (comigo foi assim) o susto é ainda maior! rs Mas vamos trabalhando o amor, o perdão e a gratidão! E sigamos! ;-)

beijos nos dois!

Clara disse...

Quando escrevo, repito MUITO as palavras por puro Descuido. Desculpem.

Cacau Gonçalves disse...

Relax total, Clara...
Se eu fosse dar importância a repetir palavras, acho que nenhuma vídeo postagem tinha sido publicada...rsrsrs

MJuchM disse...

hj foi o dia do poder pessoal dos jogadores da seleção...
;)