O Louco

terça-feira, 3 de junho de 2014

Bom dia! :-)

Hoje, vou chegar pedindo licença... Licença por várias coisas que não se encaixarão no tradicional, no modelo. Começo pela imagem. Quando procurava uma imagem do Arcano do Louco para colocar aqui, senti que apesar de encontrar cada uma mais linda que a outra, não era nada disso que eu queria. E o que eu queria? Queria uma mulher que se lançasse em êxtase em um abismo e ainda assim tivesse a certeza de que iria voar. Como parece que ainda estamos sob as bênçãos da sincronicidade, vejam o que eu achei: perfeito!

Peço licença também para a interpretação do Louco, que hoje passará rapidamente pelas surpresas, o inusitado, os novos começos, o instinto, as novidades, as pequenas confusões cotidianas, os mal entendidos e aquela coisa bem prática e corriqueira de perder a chave do carro, quando ela estava no bolso da calça o tempo todo...rs

Hoje, eu quero falar da loucura controlada, quero falar da sensação de estar vivo, de sentir o amor vibrando por dentro pelo simples fato de se estar respirando. Este é o aspecto mais positivo que pode existir do Louco! É a energia vital que pode ser sentida, como se fosse luz percorrendo o corpo. É o que nos faz plenos de alegria sem que algo precise acontecer. É a curiosidade de descobrir novas sensações, novos lugares, novos talentos. É olhar o mundo como um local ainda inexplorado, onde podemos descobrir coisas incríveis!

Outro conceito muito associado ao Louco é a liberdade. E é preciso estar atento para não cair no velho truque de achar que algo externo nos prende e limita. Não, não é o emprego, a sociedade, a família, o marido/mulher/namorado/namorada que nos prende... Somos nós mesmos que nos limitados, mas achamos mais prático jogar a culpa em cima do outro. A liberdade é um estado de espírito! Independe do resto todo. Quando o Louco se lança na estrada ou do abismo ele está apenas expressando este amor à liberdade (que, claro, quando está em desequilíbrio pode trazer consequências negativas, como realmente cair do abismo...rs)

Bem, por último, a última licença do dia: quando comecei a procurar a imagem, começou a tocar uma música dentro da minha cabeça... Sim, acho que tenho uma imensa coleção de CDs entre os meus neurônios e minha vida tem trilha sonora...rs Esta música eu desencavei lá do fundo! E expressa bem a energia do Louco que eu quero passar aqui hoje. Logo depois que a encontrei, lembrei de outra que também expressa essa energia criança do Louco. Ambas estão postadas logo abaixo. Espero que gostem! ;-)

Ótima terça-feira para todos nós!

A imagem veio daqui






6 comentários:

Patrícia Ferraz disse...

Gostei bastante da postagem, da imagem, das músicas... Seja bem-vinda, liberdade! Sempre há tempo... E como é terça de Marte, que conquistemos ela por nós mesmos.

Jeferson Paiva disse...

Peço licença para que este dia de Marte seja leve ^-^
Gratidão <3

Jeff

MJuchM disse...

Geraaaaal se tacando hj !!!

Cacau Gonçalves disse...

Patrícia, Jeff e Marcelus

Bom dia!

"Sempre há tempo... Gratidão... Se tacando..." Fragmentos do que vcs disseram, que resume o processo: a consciência de que sempre é tempo de começar, o sentimento de gratidão e a ousadia para se lançar no novo.

Que assim seja! :-)

beijão

Clara disse...

Ainda não "Entendi" que simpatia é esta pelo Arcano O Louco.

Cacau Gonçalves disse...

Oi, Clara!

Todos os Arcanos, especialmente os Maiores, possuem os dois aspectos: o positivo e o negativo. No caso do Louco, se soubermos lidar com a energia de forma equilibrada, poderemos colher muitas inspirações, criatividade, uma ousadia positiva diante da vida e uma alegria de criança, com a pureza das novas descobertas.

beijão