O Sol

domingo, 6 de abril de 2014

Bom dia! :-)

Eis o terceiro Arcano Maior da semana! Um queridíssimo, regente do dia e regente do meu signo solar. Lá vem o Deus-Sol!

Creio que a presença do Sol aqui, hoje, é a prova de que fizemos exatamente o que devíamos ter feito ontem. Ou seja, a disciplina, no sentido de fazer o melhor para o nosso crescimento e nosso bem, aconteceu!

Quando vi esta foto, além de me sentir muito identificada, fiquei matutando uma coisa... O Sol é um dos símbolos máximos do masculino e normalmente aparece ilustrado com duas crianças ou então com uma mulher. São raríssimas as imagens do Sol com um homem (na verdade, não estou me lembrando de nenhum caso).

 A moça da imagem expressa entrega, intensidade, energia pulsante e liberdade. Conceitos com os quais me identifico por demais! Ainda mais agora, em fase de florais alquímicos...rsrsrs

Aliás, vou contar para vocês mais algumas experiências com esses florais!

O metabolismo parece que acelera, mas de uma forma positiva, trazendo os mais diversos benefícios, inclusive forças em momentos que a gente acha que elas não existem mais. Meu corpo está mais quente, estou me sentindo fisicamente mais forte também. E, ao mesmo tempo em que estou mais sensível, no sentido de me irritar com as coisas, também estou mais consciente do processo e com energia para todas as atitudes mais adequadas para resolver a questão.

Sei que é só o começo, mas estou gostando do que estou sentindo... Lembrei também de uma coisa muito importante que o Joel falou em uma das aulas de alquimia: "quando se toma um floral alquímico, a planta entra dentro da pessoa já nascida, ou seja, a pessoa não precisa passar pelo processo trabalhoso e conflitante de fazer a planta nascer dentro dela". Os entendedores entenderão! rs

Pois bem, falemos então deste belo Sol em domingão solar!

Em primeiro lugar, o óbvio: quem puder pegar um solzinho saudável, de manhã cedo ou no final da tarde, é muito bom. Assim podemos juntar o simbólico com o concreto e, de quebra, aumentar nossa imunidade.

Vamos aproveitar também para iluminar os cantinhos escuros do nosso ser. Pegar esta energia luminosa e realizar atividades que nos dão alegria e prazer. A felicidade não vem porque coisas boas acontecem... Coisas boas acontecem - ou são percebidas - porque vibramos a felicidade. Compreender isso com todas as células do corpo faz muita diferença!

"Coisas acontecem o tempo todo", célebre frase do filme que recomendo sempre por aqui ("Poder além da vida") é uma grande realidade! O mundo não para! Está sempre acontecendo alguma coisa o tempo todo, mas onde focamos nossa atenção, é pra lá que a nossa energia vai e se conecta com o que está acontecendo. Por isso que recomendo evitar noticiários sangrentos, filmes depressivos, assuntos angustiantes. É claro que não vamos ser omissos, não vamos colocar lentes cor de rosa e ignorar o resto. Mas, acreditem, os desafios já surgem pelo caminho sem que estejamos chamando por eles! rs Então, é bem melhor alimentar nosso corpo de energia de coisas positivas, assim estaremos fortes para enfrentar qualquer desafio.

Quem fala: é... não tem jeito mesmo... como sou infeliz! Já sei que não vai dar certo... As pessoas sempre me decepcionam... Acho que não nasci pra ser feliz... Está, sem dúvida, atraindo para si o pior das coisas que estão acontecendo. Para sanar esse mal, recomendo as músicas e os filmes terapêuticos. O filme que citei acima é um deles. Assistam! E me contem como se sentiram depois ;-)

Então vamos lá... viver! Sentir! Amar! Sorrir! O Sol abre todas essas possibilidades! Por que não aproveitar? :-)

A imagem veio daqui


Um comentário:

Fernando Augusto disse...

O esclarecimento é uma experiência, não uma idéia - Raquel Pollack.

Hoje nos dedicamos aos processos de auto-conhecimento, ao nosso ser interior, pois hoje, domingo, é dia do Sol e o próprio arcano veio aqui nos acalentar com sua luz.

Dizer que o esclarecimento é uma experiência é como dizer que o processo de iluminação é uma vivência e não um conceito.

Mas há uma visão romântica sobre a iluminação como um estado permanente de êxtase, mas aqui ocorre um processo, pois antes de alcançar uma plenitude várias partes de nossa alma precisam ser iluminadas, certos processos precisam ser compreendidos e devemos ter uma clareza que expressa uma completa honestidade com nós mesmos.

A Luz é simples, direta, pois ela ilumina o que precisa ser iluminado, compreendido, vivido interiormente e este processo não é fácil, pois temos que nos conscientizar de aspectos obscuros ou inconscientes de nós mesmos.

Precisamos resgatar e redimir certas partes de nós mesmos e trazê-las para a luz, para a consciência e isto só é possível, em termos do trabalho interior, se estou disposto a olhar para mim mesmo e assumir 100% de responsabilidade pelo meu destino.

A compreensão de certos processos íntimos é como um parto. A Sacerdotisa estava grávida de si, observando seus processos interiores e agora algo tem a chance de vir à luz, revelar-se e permitir que nos unifiquemos com certos poderes anímicos, com certas partes de nosso ser, permitindo uma clareza maior sobre nós mesmos e o mundo a nossa volta.

Termino com uma citação de um outro oráculo precioso e iluminador, o I Ching:

Somente quando tivermos coragem para encarar as coisas exatamente como elas são, sem qualquer auto engano ou ilusão, é que uma Luz surgirá dos acontecimentos,
pela qual o caminho do Sucesso poderá ser reconhecido.

Sinto muito, me perdoa, te amo, sou grato.

F.A.