2 de Espadas

terça-feira, 22 de abril de 2014

Bom dia! :-)

Estou aqui olhando para esta moça meditando e me sentindo totalmente integrada a essa postura! Pelo visto, não sou só eu... Digo isso, levando-se em conta que em três meses e meio, esta é a quinta vez que o 2 de Espadas passa por aqui. Não parece uma overdose da energia desse Arcano?

O que será que nós ainda não sabemos? Como administrar esta orientação de não tomar uma decisão agora? A gente faz o que com a ansiedade? rs

Pois bem... Reparem que sempre queremos respostas! Sempre queremos uma decisão, mesmo quando não queremos tomar a decisão. Sempre queremos definir as coisas, ignorando o fato de que o excesso de definição é um sonho que o desejo de controle nos traz.

O controle é uma ilusão!

E, de certa forma, o poder de decisão também...

Não vou repetir a história do Neo e da Oráculo pela terceira vez seguida, né? Por favor! rs Mas lembrem... Não se esqueçam disso... É um aprendizado e tanto!

A angústia vem do desejo de controle. E em seguida vem a frustração, que quando prolongada acaba gerando a depressão. Isso explica o fato de vivermos em um mundo de pessoas deprimidas. São as que vivem no passado, presas as suas memórias negativas. Há também as que ficam presas no futuro, ansiosas, esperando por um tempo diferente, em que todos os seus desejos acontecerão, exatamente, do jeito que elas imaginaram.

Não me lembro de encarar esta verdade de forma tão tranquila: não há controle. O único controle que podemos buscar e, com muito trabalho e disciplina, alcançar é o controle do nosso descontrole...rs

A vida, tenho pensado muito nisso nos últimos dias, não é um pacote de viagem, daqueles com guia, hotéis já reservados, festas e passeios programados. A vida é uma viagem de mochileiro. A única certeza que podemos ter é que estamos saindo de um determinado lugar. O que vai acontecer no caminho? Por onde vamos passar? Quanto tempo vai demorar? Quem vamos encontrar pelo caminho? Onde vamos chegar? São mistérios... Ao invés de nos ocuparmos em exigir que tudo isso se encaixe no que desejamos, talvez seja mais inteligente aproveitar a viagem, apreciar a paisagem e desfrutar do inusitado.

Foi até aqui que os florais alquímicos me trouxeram... E agora faltam somente mais seis dias para encerrar a primeira parte do tratamento. Acho que estou muito bem! Fui muito além do que poderia imaginar no começo da jornada.

Saibamos aquietar a mente e saibamos dar a ela a possibilidade do descanso, do não pensar. Para que no vazio se faça uma nova forma de encarar as encruzilhadas e bifurcações. Porque a escolha costuma se fazer sozinha e cabe a nós a sabedoria de lidar com ela.

Ótima terça para todos nós.

A imagem veio daqui

Um comentário:

Fernando Augusto disse...

Estamos às vésperas da celebração de Ogum_São Jorge dentro do caldeirão multicultural que é a religiosidade brasileira e temos aqui um arcano afiado, espadas e isto me faz pensar na questão da sincronicidade, pois Ogum é espada, metal, luta, conflito e superação. Também é estratégia e é dito no Arte da Guerra do general chinês Sun Tzu que não devemos entrar numa batalha sem termos conhecimento de diversos aspectos, incluindo o conhecimento de nossas forças e das forças de nossos adversários.

Voltamos a questão do auto-conhecimento e do conhecimento do outro, os dois se relacionam pois quanto mais estou consciente de mim mais estou consciente do outro, estas são as duas espadas cruzadas de nosso arcano de hoje:

“Se você conhece o inimigo e conhece a si mesmo, não precisa temer o resultado de cem batalhas. Se você se conhece mas não conhece o inimigo, para cada vitória ganha sofrerá também uma derrota. Se você não conhece nem o inimigo nem a si mesmo, perderá todas as batalhas."

Com espadas a luta é mais mental, psíquica, sutil como na cena inicial da luta do filme Hero quando os guerreiros ao som da música entram me meditação e travam uma batalha interior, uma bela cena, que mostra que todas as batalhas começam antes na mente, no pensamento e a vitória é a vitória sobre a mente. Eis aqui a bela cena da luta inicial do filme Hero:

https://www.youtube.com/watch?v=amkDvp--hs4

Cada luta cotidiana tem seu aspecto mas aquele que sabe quando, como e onde lutar demonstra uma maturidade própria de um guerreiro experimentado, não se precipita na arena da vida, está pronto, está preparado, treina continuamente sua mente e seu corpo para quando chegar o momento não ficar preso a dúvidas inúteis, assumindo a plena responsabilidade por cada um de seus atos, sem desgastes, sem recriminações, sem culpas ou ansiedades.

Sinto muito, me perdoa, te amo, sou grato.

F.A.