4 de Paus

quarta-feira, 26 de novembro de 2014

Bom dia! :-)

Vocês acreditam que esta é a primeira vez que o 4 de Paus aparece aqui no Via Tarot este ano? Pois é... Incrível! Sua última aparição foi em 24 de dezembro do ano passado. Quase um ano sem dar as caras! rs

O que podemos pensar em relação a isso?

Creio que passamos quase um ano em um mesmo ciclo. Por mais que mudanças tenham acontecido e por aqui, vou dizer uma coisa, 2014 foi o ano das mudanças, parece que ainda não havíamos renascido para uma nova fase da vida.

Digo isso porque o 4 de Paus fala de mudança de ciclo. Mas não é uma mudança qualquer... Ele diz assim: um ciclo se encerra para que outro possa começar, e a única maneira de fazer com que essa transição seja benéfica é encerrando todas as pendências passadas, é limpando a casa, é se desconectando do passado para que o futuro possa acontecer.

No decorrer da vida vamos nos vinculando a situações, lugares, pessoas, coisas. Tudo tem uma razão de ser, no entanto, devemos usar nosso livre arbítrio para fazer boas escolhas. Mas a vida é feita de ciclos. Nada é imutável, nada é para sempre. Não podemos mudar o passado, mas podemos mudar o presente e fazer um novo futuro (não é assim a frase de sabedoria?). Tem certos momentos em que tudo parece estagnado ou sem solução, mas é a transformação interior que rege tudo em volta. Sem ela, nada adianta. Mesmo quando trilhamos o caminho espiritual há algum tempo, temos a impressão de que vamos bem porque conseguimos superar algumas questões interiores, mas é bobagem pensar que tudo já foi resolvido... e é bobagem pensar que uma boa postura interna vai resolver milagrosamente uma postura externa não tão boa.

Uma boa pergunta a fazer é: onde não queremos mexer? O que colocamos para debaixo do tapete e assim não assumimos e encaramos nossas falhas repetitivas? A intenção não é gerar uma auto tortura sem fim, mas conseguir a verdadeira transformação. Nossa vida reflete nossa energia. Boas energias, boa vida. Se não é isso que está acontecendo, onde está o erro? Em que momento nos desviamos do caminho?

Podem me chamar de ingênua, mas sou uma pessoa de fé. Acredito que os desafios que surgem pelo caminho vêm para nos ensinar. Só vamos sofrer se teimarmos em não aprender. Se tivermos a humildade e a capacidade de permitir que a energia do amor-perdão-gratidão nos invada, creio que as coisas vão se ajeitando e então uma grande transformação poderá acontecer.

Mudar de ciclo é como mudar de fase no videogame: uma vitória e ao mesmo tempo novos desafios. Eles sempre existirão... Mas está em nossas mãos lidar com eles da forma mais sábia possível.

Que o dia de hoje seja de reflexão e, ao mesmo tempo, de transformação. Uma preparação para o novo ciclo que virá. Não importa o que aconteça, que tenhamos sempre a oportunidade de amar, perdoar e agradecer. A nós mesmos, antes de tudo. Até porque somos todos um, não é mesmo? ;-)

Ótima quarta-feira para todos nós!

A imagem veio daqui

4 comentários:

Juliana disse...

Lindo, Clau. Precisava ler isso hoje, pra me lembrar e pra me inspirar também.
Beijos, obrigada!
Ju

Clara disse...

MUITO BOM!!!

Thiago disse...

Olá! Que tarot é este?! Muito intuitivo com uma simbologia incrível. Pode dizer?

Obrigado!

Cacau Gonçalves disse...

ola, pessoas queridas!

Passagem rápida para deixar beijos...

Thiago, sempre coloco o link de onde tirei a imagem no final da postagem...

;-)