10 de Copas

segunda-feira, 15 de julho de 2013

Bom dia! :-)

Uma das coisas que acho mais incríveis no caminho e na interpretação do tarot, é quando em um jogo ou na sequência do Arcano do Dia aqui no blog, um número ou um personagem da corte de um naipe se transforma em um número ou personagem de outro naipe.

A passagem do 10 de Paus para o 10 de Copas, nos mostra claramente que o processo de dar uma pausa, de dar alguns passos atrás ou pelo menos desacelerar o ritmo interno e externo, deu certo. Hoje, saímos do limite do stress para a plenitude do sentir, para o bem-estar, para a realização do coração.

Quando falamos de realização do coração, não estamos falando somente das questões amorosas e românticas, mas de uma plenitude interior, algo que traz satisfação, bem-estar. E é isso que buscamos no nosso dia-a-dia! Para conseguir isso, precisamos mesclar as necessidades práticas da vida (obrigações, digamos assim) com os prazeres, as alegrias. Ninguém consegue trabalhar, fazer os serviços de casa, pagar contas, sem ter também uma realização pessoal envolvendo o coração, os sentimentos. Por isso que vemos tantas pessoas stressadas, sobrecarregadas, que começam a apresentar sintomas de depressão.

Vivemos em um mundo em que as exigências são muito grandes e, de alguma forma, o sistema tenta nos impor uma ideia de que ser realizado na vida é produzir, é ter uma carreira profissional brilhante e muito dinheiro no bolso. Infelizmente, isso é um engano. Quando o corpo começa a dar sinais de exaustão, nos apresentam o caminho do consumismo desenfreado, como uma compensação de tanto sacrifício. Por isso vemos tantas pessoas que tentam preencher o vazio interior com coisas materiais... Sinto ser eu a mensageira desta informação, mas isso não vai dar certo...rs Aconselho, de coração, que vocês procurem dentro de vocês a harmonia, a alegria e o prazer, porque este é o lugar certo. ;-)

O 10 de Copas é a carta que possui esta energia de plenitude interior. Como ainda estamos em um ciclo de Louco, o Arcano Maior que apareceu por aqui no sábado, podemos pensar que é através do movimento do Louco - aquele que usa menos o racional e mais o instinto, aquele que se lança ao novo e à aventura das novas descobertas - para alcançar tal plenitude.

Sugiro que o exercício de hoje, para que possamos vivenciar a energia do 10 de Copas, englobe fazer algo totalmente fora da rotina. Um passeio a um lugar inusitado pode ser um bom caminho, além disso, a brincadeira é algo que tem a cara do Louco e que nós, adultos, deixamos de fazer. Costumo comentar o fato de os animais continuarem fazendo da brincadeira uma atividade para a vida inteira, enquanto nós simplesmente vamos deixando de brincar e nos tornamos pessoas sérias... sérias demais! Sérias no mal sentido, em que a auto-importância seja o motivador daquela postura clássica e negativa de "se levar a sério demais", como já diziam os xamãs.

No xamanismo, o saber rir de si mesmo é uma atitude saudável. Algumas pessoas (como eu) fazem isso naturalmente, outras precisam se esforçar mais um pouquinho. Eu recomendo, viu? rs Porque quando tudo parece tão terrível e quando olhamos para dentro de nós mesmos com aquela seriedade toda, uma grande gargalhada pode ser libertadora! ;-)

Que a segunda-feira seja linda e seja um sinal de que a semana trará grandes oportunidades para alcançarmos a plenitude e a harmonia.

A imagem veio daqui

2 comentários:

Fernando Augusto disse...

Bom dia, Vi(d)a!

Na linha de Yoga que pratico é dito o seguinte:

Você é a felicidade que tanto busca.

As demandas de uma cultura que valoriza o exterior, o mercado, a coisificação da Natureza nos impedem de perceber que dentro de nós está tudo aquilo que almejamos, por isto que o Mestre Jesus disse:

O Reino de Deus está dentro de Vós.

Compreender e sentir isto verdadeiramente é a essência da liberdade, a liberdade interior, que acontece quando prestamos atenção plenamente no aqui e no agora.

Não precisamos nos alienar do exterior para alcançar esta plenitude. Esta plenitude é exercida em meio à pressão cotidiana, onde impregnamos o nosso agir com o poder de nossa presença consciente e de nosso silêncio interior. O cotidiano é apenas a escola de treino de nosso foco, o meio que utilizamos para desenvolver a nossa paz no meio do agito do dia a dia.

Então podemos entender por que razão o 10 de paus foi seguido pelo 10 de copas.

Sinto muito, me perdoa, te amo, sou grato.

F.A.

Anônimo disse...

Linda carta!

Interpretei como um sinal auspicioso para o dia de hoje.

Hoje, eu tirei um Louco ( é falar no Diabo....) e ele não se fez de rogado: pôs meu dia de pernas para o ar.

Mas por outro lado, ele também marca o início de uma nova jornada. Uma vez mais começando do zero!