O Diabo

sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

Bom dia! :-)

Mais uma página virada, mais um ciclo encerrado. Agora, seguindo por um outro rumo, depois da repetição da Roda da Fortuna, vamos para o Diabo.

Pois bem, vocês podem dizer que o Diabo em uma sexta-feira de amorzinho é a mais pura explosão de paixão, não é mesmo? Claro que pode ser isso! Mas também não podemos esquecer do aspecto armadilha do Arcano 15.

Minhas dicas?

Vamos lá...rs

Atenção com seduções eventuais, com os enganos emocionais, com os relacionamentos afetivos equivocados, com pequenos truques, intrigas e fofocas. Muuuuuita atenção! A energia do mal entendido ou da malícia é grande. O cuidado com as manipulações também deve ser constante. Mas não é por isso que o dia será ruim, certo? E isso não é ironia! rs

Vamos ser mais inteligentes e usar a energia do Diabo de uma forma positiva?

Eu recomendo um passinho atrás... Que tal olhar a vida com os olhos tranquilos do observador? A proposta é tentar perceber onde falhamos, onde sentimos raiva, onde nos deixamos envolver por promessas (armadilhas), onde nos pegam pela vaidade, pelo orgulho ou pela ambição. Dessa forma, fazemos um exercício de autoconhecimento e, ao mesmo tempo, nos preparamos melhor para nos relacionarmos com outras pessoas.

Vênus não é só amorzinho... Ele rege também todo tipo de relacionamento! E também o autoamor, o amor próprio. Eu destacaria esse último como foco principal das nossas atividades hoje. Olhar nossa sombra amorosamente é sempre um grande desafio!

Que a sexta-feira seja de crescimento!

A imagem veio daqui

3 comentários:

melldda disse...

Opa! Muita calma nessa hora. Eu hoje abandono um longo ciclo de eremita para entrar em um ciclo de Roda da Fortuna. Com uma combinação dessas, acho que o dia promete.

LUZ AZUL disse...

Bom dia via, diabo e carro...ontem não estive aqui mas passei por uma carta da torre bem real...
Creio que o carro hoje veio dizer que irei superar tudo isso, e que so tenho que ficar esperta quanto a maldade alheia...
Que a proteção de meu pai xango, minha mãe yemanja e meu pai ogum e meu pai oxalá estejam com todos...Fé operante e energia ativa...
Eu te amo, sinto muito, me perdoe, sou grato.
Muita luz azul a todos.

Fernando Augusto disse...

Bom dia, Via!

Há quanto tempo esse divino ser não aparecia por aqui! Quem é vivo sempre aparece, e desaparece!

O Tarot não é dual, antes concilia os opostos numa única força. Sua formulação lógica não contempla bem e mal como opostos inconciliáveis, então, o Diabo aqui não é o mal, mas um indicador do mal que representa a separatividade e o falso dualismo, basta ver a carta, a postura do homem e da mulher presos ao Diabo e a carta anterior.

Luz e trevas, dia e noite, Set e Hórus, Jesus e Lúcifer são expressões duais de uma mesma força divina. Saudemos então o Diabo como a outra face do mesmo poder, o mistério do duplo, de gêmeos!

Conseguir perceber o Diabo como uma outra expressão da luz é perceber a armadilha da falsa dualidade, geradora de tantos conflitos, desentendimentos, neuroses e vícios.

Que o arcano 15 nos traga a efetiva compreensão da sombra que estamos trabalhando desde o solstício, através do ritual aqui proposto.

Sinto muito, me perdoa, te amo, sou grato.

F.A.