2 de Copas

quinta-feira, 15 de maio de 2014

Bom dia! :-)

Depois de dois dias desafiadores, depois de um dia (ontem) tranquilo, com uma celebração de wesak maravilhosa, em companhia de amigos, hoje temos por aqui a carta que mais expressa o Arcano Maior regente do ciclo: 2 de Copas.

A poesia desta carta é algo marcante! Além do amor-amorzinho, aquele cheio de romantismo e encantamento, temos também a beleza, a suavidade, a magia do coração. Só coisas que eu adoro! rs

O 2 de Copas é a parceria perfeita e harmoniosa, é a doçura de uma palavra, é o efeito que uma música e uma obra de arte podem causar. O 2 de Copas é o relacionamento que flui como uma dança, a conversa bem compassada, no ritmo exato.

A quinta-feira de Júpiter não é assim tão romântica, mas não podemos nos esquecer dos efeitos benéficos desse planeta. E essa mistura pode dar bons resultados, como as benesses de uma nova paixão, as delícias da sedução, o conforto do encontro com alguém que fala o que se precisa ouvir.

É claro que também corremos o risco dos exageros jupiterianos, mas com um pouco de juízo tudo se resolve! rs

Quando pensamos no aspecto poderoso de Júpiter, o 2 de Copas se transforma na senha exata para se alcançar esse poder: o contato amoroso. Se todos soubessem o poder que se encontra na forma amorosa de se relacionar, o mundo seria um lugar bem melhor para se viver. Nossa sociedade valoriza muito o conhecimento, mas costuma desprezar o poder do amor... tsk...tsk...tsk... Não deviam subestimar o poder do amor! :-)

O poder de sonhar com o amor também pode ser visto aqui. E quando algo pode ser sonhado, é porque pode ser encontrado. A isso chamamos de sorte! Costumo falar sempre com minhas clientes: você sabe o que você quer de um relacionamento amoroso? Você tem ideia do tipo de pessoa que gostaria de encontrar? Se não sabe, então vai ser mais difícil de encontrar. Quando sabemos o que queremos e quando expressamos isso de forma energética, o universo tem melhores condições de providenciar.

Portanto, que saibamos usar bem nossa capacidade de expressar amor... Visto que parece mais fácil expressar conhecimento, criar um discurso impactante, mas falar com o coração tem se tornado cada vez mais difícil. Está na hora de permitir que os sentimentos sejam o nosso maior e mais verdadeiro poder.

Ótima quinta para todos nós! :-)

A imagem veio daqui

2 comentários:

Fernando Augusto disse...

Esta frase do controverso mago Aleister Crowley, extraído do seu Livro da Lei, é perfeita para o dois de copas que surgiu hoje no Via Tarot:

"A palavra de pecado é Restrição. Oh Homem! não recuses tua esposa, se ela quer! Oh Amante, se tu queres, parte! Não há laço que possa unir os divididos a não ser o amor: todo o resto é blasfêmia."

Não há laço que possa unir os divididos a não ser o amor.

Qualquer outro laço é prisão, portanto, restrição, pecado. Temos pecado contra o amor.

Não há Deus além do Homem é outra frase de Crowley. Podemos dizer então que:

Não há Deus além do Amor.

Deus não tem significado sem o Amor. Um Deus sem amor não pode ser Deus mesmo em toda a sua onipotência, pois sem amor Deus é um Deus broxa. Por isto na origem todas as religiões são fálicas, pois reverenciam o amor, por isto todas elas possuem um fundamento tântrico e valorizam a união entre o homem e a mulher, por isto a cruz é um símbolo sagrado, pois representa a união dos princípio feminino e masculino para gerar dentro de cada homem e de cada mulher o Cristo, o Ungido, Aquele que é fruto e filho do Amor.

Deus é Amor, não foi dito que o Amor é Deus, a fórmula é inversa, não é um ser amoroso, é uma força impessoal amorosa, um poder, o Poder, o poder da união dos opostos complementares. Sem isto não há criação, por isto o mito do deus único é uma mentira, pois a criação depende de dois e não de um, por isto a fórmula thelêmica faz sentido 0 = 2. Não há deus criador sem deusa, não há Javé sem Asherah, portanto toda religião, toda a mística que reverencia um pólo em detrimento de outro é capenga, falha, doente, incompleta, pois não tem o poder de criar. Criar é cruz, é cruza, é INRI, o fogo do desejo que renova incessantemente a Natureza.

Não pode haver criação sem a polaridade, macho e fêmea, homem e mulher, masculino e feminino. E se o princípio hermético da correspondência é verdadeiro então o que está em cima e como o que está em baixo, portanto, uma taça pede outra para o brinde. O amor é união, só o separado pode juntar-se, as diferentes qualidades geram a parceria, só o dividido pode vir a amar - Via Tarot.

Por isto a força criadora de Kundalini para despertar precisa do fluxo intenso e harmônica da energia pelos dois canais Pingala e Ida, Ha e Tha, Sol e Lua, Masculino e Feminino.

Que possamos celebrar o mistério da união em todos os níveis de nossas vidas, imantando tudo com amor, com paz e com equilíbrio. Sucesso para as nossas parcerias, encontros felizes e a percepção clara de que somos o que somos através do outro.

Cada dia tem o seu próprio mistério...
Cada ente é seu próprio segredo...
Cada um tem sua própria magia...
Cada ser é o destino de outro.

Sinto muito, me perdoe, te amo, sou grato.

F.A.

Jeferson Paiva disse...

Gratidão pelas palavras Cacau e Tio Fê! Abs

Jeff