4 de Espadas

segunda-feira, 2 de junho de 2014

Bom dia! :-)

Bem, eu aconselho que vocês peguem uma boa xícara de chá, procurem um lugar confortável para sentar porque esta postagem de hoje é pra lá de séria! (ixe! rs)

Estava procurando a imagem para postar hoje aqui e quando vi esta, no mesmo instante, associei com uma longa conversa que tive com um amigo muito querido. Parece que o efeito 8 de Paus, de ontem, com sua sincronicidade, continua vibrando por toda parte.

Normalmente, quando o 4 de Espadas aparece, nos lembramos do silêncio interior, da meditação, do processo de esvaziar a "xícara mental" para que o novo chá seja servido. Tudo isso está valendo! Mas eu também gostaria de pegar um outro caminho, mais profundo, especialmente porque hoje é segunda-feira de regência lunar e costumamos focar na magia e na espiritualidade.

As quatro espadas desta carta costumam aparecer de diversas maneiras. Em alguns baralhos elas cercam a pessoa, em outros elas formam uma grade, em outras o personagem que aparece na imagem está manipulando as espadas e temos, em vários tarots, alguém dormindo com as espadas penduradas em cima da pessoa.

No entanto, esta imagem tem algo diferente. O personagem está com um elmo, uma armadura, como se ele quisesse se defender das quatro espadas! Existem diversas maneiras de interpretar isso, mas eu vejo neste momento uma resistência desta pessoa a permitir que a energia do 4 de Espadas se manifeste nela. Ela não quer abrir mão da forma rígida de pensar, ela não admite que pode estar errada, que pode ter seguido por um caminho errado ou que deve ser mais flexível.

Pensando sob este aspecto, é quase como se o 5 de Espadas já estivesse aqui subentendido, pois a pessoa luta (com uma espada?) contra quatro espadas... E essa é a imagem presente em vários baralhos no 5 de Espadas: uma pessoa lutando contra quatro.

É preciso entender que, para que esta energia do 4 de Espadas aconteça, não deve haver resistência, ao contrário, deve haver aceitação. Costumo dizer sempre que os 4 de todos os naipes possuem uma energia de pausa e de estabilidade. Aqui, temos que assumir a não-ação, uma postura passiva e receptiva para que venha o que devemos perceber. Fazer resistência é não aceitar o 4 de Espadas.

Pois bem... Aí chegamos no ponto específico que liga o 4 de Espadas à magia e, principalmente, à espiritualidade. O mundo espiritual costuma nos acenar, apontando a direção a ser seguida, disso todos sabemos... No entanto, o que eu não sei se todos sabem é que existe, sim, um livre arbítrio que é respeitado. Ou seja, se uma determinada pessoa se negar a ver a verdade, se ela acreditar que já sabe tudo e que está no caminho correto, o mundo espiritual não vai interferir em coisa alguma! Eu já tive algumas provas disso, vendo pessoas que passam por momentos difíceis, ou pessoas que são muito difíceis ou, ainda, pessoas com muitos obsessores e muita energia negativa em volta e que participam de um trabalho espiritual, bebem ayahuasca e não sentem absolutamente nada! Ou dormem, ou atingem um nível limitado de expansão da consciência, ou incrivelmente nada de diferente acontece, elas relatam suas mirações, mas ninguém do "lado de lá" toca no assunto dos problemas tão claros que a pessoa vivencia.

Então, minha dica no dia de hoje é para que saibamos nos abrir o suficiente para que nos chegue aquilo que precisamos ouvir, ver, perceber... e não o que nosso ego deseja. Senão criaremos sempre barreiras que vão nos impedir de enxergar, justamente, a parte mais importante de nós mesmos que precisamos melhorar.

É isso!

Ótima segunda para todos nós!

A imagem veio daqui

6 comentários:

Clara disse...

BOM DIA VIA!!!
Realmente a passagem dos 2 Últimos Arcanos foram MUITO FORTE E ELUCIDANTES, pelo menos para mim. Então vamos Acalmar um Pouco. As vezes é preciso "Baixar a Poeira".

GENTE,DESCULPEM INTERFERIR. MAS PARA MIM QUE SOU UMA BOA LIBRIANA, É UMA QUESTÃO DE "JUSTIÇA" POR FAVOR COMENTEM. A CLAUDINHA MEREÇE. ELA SE ESFORÇA TANTO NÃO É. ENTAO UM RETORNO É UMA FORMA DE AGRADECER.
Grata.

Arthemise disse...

Um bom dia para queimar algumas ervas e deixar a voz Divina falar enquanto se degusta um bom chá!BB

MJuchM disse...

Sincronicidades... e com elas, atenção ao q nos mostram... e o q não deixamos q nos mostrem.

Luna Aluna disse...

O dia de hoje está sendo estranho, para dizer o mínimo.
Hoje passei por uma saia justa em uma fila e me vi discutindo como uma histérica. Mas apesar de querer justificar minha atitude, vi que não era para tanto.Eu interpretei a situação como ameaçadora e agressiva quando quem estava sendo agressiva era eu.
Para melhorar a situação, encontrei um ser que costuma me perturbar bastante e vi que não superei os eventos passados. E já notei que não vou poder fugir disso pra sempre. Senti um medo tão grande... mas medo de quê? O que ele poderia fazer? Figuras de autoridade me perturbam muito.
Bom, os primeiros sinais estão aí. Vamos ver se descubro o que fazer com eles.

Cacau Gonçalves disse...

Boa noite! :-)

hahahahahaha Ah, Clara, vc é demais! Valeu pelo apoio! É que o lance de comentar aqui é legal pra todo mundo, vcs mesmos podem trocar ideias sobre as percepções que tiveram em relação aos Arcanos... ;-)

Arthemise, isso mesmo... A magia está no ar! ;-)

Marcelo, querido, temos conversado tanto sobre isso que nossos papos me inspiraram nesta postagem. ;-)

Oi, Luna! :-) Vc tocou em dois pontos interessantes para pitacos...rs O primeiro foi a projeção... Veja, suas palavras, a situação parecia ameaçadora e quem foi agressiva foi vc. Esse é um processo comum, muitas vezes atacamos para nos defender... A questão é perceber (como vc acabou percebendo) o que estamos fazendo. É a auto-observação que tanto falo por aqui. A outra questão é a superação de fatos passados... Para isso o Ho'oponopono funciona muito bem! Dá uma procurada no lado direito do blog e preenche a busca com Ho'oponopono. Tem um monte de coisas legais sobre isso. Não podemos manter a memória negativa dentro de nós ou vamos arrastar correntes o resto da vida. O 4 de Espadas tb fala disto: deixar ir embora o que "não nos pertence mais", assim ficamos mais leves e administramos a vida melhor.

beijo em todos!

PS: Acesso o blog de manhã, até às 10h e de noite. lá pelas 21h. Portanto, se deixarem comentários por aqui, será nesses dois momentos em que vou liberá-los e respondê-los. Quem comentar durante a tarde é só passar aqui de noite e conferir ;-)

Vinícius Dalí disse...

"Ela não quer abrir mão da forma rígida de pensar, ela não admite que pode estar errada, que pode ter seguido por um caminho errado ou que deve ser mais flexível."

Essa não é uma interpretação muito comum do 4 de Espadas. Mas quero dizer que senti que se aplica a mim, e que talvez ter lido este seu texto possa salvar um relacionamento meu.

Abrindo o Tarot para ver sobre esse tema, o Pendurado tem saído constantemente, também. E recentemente, a Morte. A princípio eu tinha interpretado como um fim (que provavelmente já teria acontecido se não tivéssemos dado uma "pausa forçada" há muitas semanas), e eu que até anteontem me achava cheio de razão, querendo acabar com tudo, apenas esperando o momento certo, vi como eu estou sendo precipitado e movido por emoções grosseiras. E essas emoções já estão me fazendo mal há muuuito tempo. Felizmente vim recuperando o meu centro (pelo menos é o que parece no momento)e consigo começar a sentir meu coração leve (O Louco, o Arcano de hoje? ;] )


Abraços, Cacau.