Rainha de Copas

sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

Bom dia! :-)

Uh-lalah! Depois de um 3 de Copas temos a bonitona das Copas aqui na sexta-feira de amorzinho. A conexão dos personagens femininos de Copas com sereias é muito perfeita. Sem falar no detalhe que faz toda a diferença: eu adoro sereias! ;-)

Em plena sexta-feira de Vênus eu poderia estar vivendo um momento romântico, mas estou mais para "em um relacionamento sério com as caixas"...rs Arrumando minha mudança para São Lourenço. Só que esta mudança é bem mais tranquila... sem comparação!

O sócio já deu uma ideia e eu gostei muito: comprar um frisante e bebê-lo estupidamente gelado enquanto encaixoto as coisas. Complementaria com uma boa música e uma bela pizza (estou mesmo para experimentar uma massa de pizza sem glúten). Que tal, sócio?

E o que tudo isso tem a ver com a Rainha de Copas?

Muito simples... Temos aqui uma ligação emocional e sensorial com todo o processo de mudança. Não estamos falando de jogar coisas dentro de caixas ou de organizar de forma impecável tudo que será transportado. Estamos falando de aproveitar o momento, "sensualizar o encaixotamento"...rsrsrs Fazer desta tarefa um evento com um conteúdo afetivo (Rainha de Copas) e estético (Vênus).

Podemos esperar amorzinho pra sexta-feira? ("digam SIIIM!!" rs)

Claro! Mas não somente! Todas as relações estão beneficiadas aqui... Temos carinho, afetividade, delicadeza e também temos memória, lembranças, o que inclui aí tanto as reuniões de família quanto os encontros com antigos amigos.

Mas eu sei que vocês querem mesmo é saber dos envolvimentos afetivos, o romance, o encantamento. Reparem que não falei de paixão e nem "química", isso fica mais para as Rainhas de Ouros e Paus. Mas hoje temos a sedução, o encantamento, a paquera, algo mais sutil e mágico. Vamos aproveitar para fazer charme! ;-) Aquele velho truque de mostra-esconde, coisa de odalisca... bate leque das antigas! rs

Que o dia seja belo, que o dia seja suave e tranquilo. Que os prazeres sejam degustados! Tim-tim!

Ótima sexta-feira para todos nós!

A imagem veio daqui

3 de Copas

quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

Bom dia! :-)

Não me lembrava qual era o Arcano de hoje quando fui procurar a imagem. E fiquei tão feliz, mas tão feliz que até comentei com o sócio: "Ei! É o 3 de Copas!", com o maior sorriso!

Acho que esta é uma das cartas queridinhas de todo mundo! Ainda  mais depois de uma batida muito prática, como na semana passada, e depois muita agitação dos Paus, como no começo desta semana. O 3 de Copas tem uma energia doce, tranquila, mas ainda assim animadinha. Ele parece aquela reunião com a turma de colégio que a gente não vê há anos ou a celebração de uma conquista importante com amigos queridos.

Em alguns tarots, como o Mitológico, o 3 de Copas faz referência ao casamento, à união de duas pessoas que se amam, mas que ainda são jovens ou que pouco se conhecem. No entanto, eu prefiro dar outro tom a esta carta... Gosto mais de olhar pra ela como as três graças, as ninfas, a energia feminina saltitante que se apresenta para celebrar a vida.

Hoje é quinta-feira, dia da semana em que quem nos rege é o benéfico Júpiter. Fiquei aqui matutando até que ponto que esta junção entre a sorte de Júpiter e a celebração do 3 de Copas poderia significar um enorme golpe de sorte, uma bênção mesmo, daquelas caprichadas. Será? Amém!

É mais comum se pensar em um exagero negativo, mas vamos levar em conta que exageros positivos também acontecem, especialmente quando temos Júpiter regendo a orquestra. ;-)

Alguma dica? Algum cuidado especial? Sim! Cuidado para não perder o foco com tanta comemoração! Claro que, principalmente quando se está cansado com muito trabalho, muita responsabilidade ou a disciplina do 9 de Paus está sendo mais desgastante do que realizadora, a tendência é se jogar da comemoração como se não houvesse amanhã..rs Sinto muito (me perdoa, eu te amo, sou grata), mas não pode fazer isso não, tá? rs

A vida é feita de silêncio e sons, movimento e pausa, trabalho e descanso. É preciso saber a hora certa de fazer cada uma dessas coisas. Hoje é dia de celebração, mas bom senso é algo que nunca é demais, né? Aproveitem! E se tiverem tempo em meio aos brindes, venham nos contar o que vocês celebraram, para que possamos compartilhar as alegrias. :-)

Ótima quinta-feira para todos nós!

PS: Repararam que imagem linda?

A imagem veio daqui

Ás de Paus

quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

Bom dia! :-)

Olha quem voltou também? rs Não somente o 9 mas também o Ás, ambos de Paus, retornaram ao Via Tarot. É a energia ígnea dando o ar da graça, provando que vamos começar algo novo, que começa agora, do zero (ou recomeça), com muita energia e boas perspectivas de realização.

Lembro bem que da última vez que o Ás de Paus apareceu por aqui, há oito dias, eu senti em meu próprio corpo os seus efeitos... Estava plena de energia de uma forma tal que me impressionou! Gosto quando fico assim... A energia foi tão intensa que ela permaneceu em mim por mais quatro dias. Espero que isso aconteça novamente, pois estou bem precisando de uma disposição a mais.

Antes de começar a falar sobre o Arcano e a imagem, gostaria de chamar a atenção para um detalhe especial: temos a presença do Aslam (o gato da nossa amiga Maryssol) no Arcano do dia...rs Gente! :-) Na verdade, não é o Aslam, é somente uma representação dele. Porque se fosse ele de verdade, o galho da árvore teria quebrado e provavelmente teria um filhote cinza miando do lado e dando umas patadinhas pra provocar...rs

Bem, aproveitando que todos estão olhando pra imagem, vamos falar dela!

Repararam que a árvore parece metade morta e metade viva? O tronco está acinzentado até um certo ponto e daí pra cima temos galhos tenros, cheios de folhinhas novas. É o renascimento, a renovação da vida.

Todos os Ases apontam para começos ou recomeços. E aqui temos bem claramente esta energia renovada pronta para começar a brotar e dar novos frutos. Se pensarmos que hoje é quarta-feira, dia de regência mercurial, é interessante apontar todo potencial energético deste Ás de Paus para os contatos, as conversas e também os negócios e as viagens. Todos esses itens são regidos por Mercúrio e podem ser beneficiados.

Para quem anda meio murcho, desanimado, a presença de uma carta de Paus é sempre uma chacoalhada, ainda mais o Ás. Outro bom uso que podemos fazer desta energia é colocar a caixola pra funcionar, estimulando boas ideias e projetos a serem desenvolvidos. Se eu pudesse dizer o que era ideal para ser feito hoje, seria: tenha uma boa ideia, faça contato com pessoas que podem te ajudar a desenvolver o que você pensou ou de coloquem para conversar com alguém influente e desenvolva o seu projeto, escreva bastante, detalhe ao máximo toda a sua ideia. Isso é um bom conselho, usufruam! ;-)

Pois bem, por hoje é só! O dia será longo e cheio de atividades!

Ótima quarta-feira para todos nós...

A imagem veio daqui

9 de Paus

terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

Bom dia! :-)

Olha ele de novo por aqui! Anda frequentando bastante o Via Tarot este Arcano... Talvez um sinal claro da necessidade de termos mais disciplina. Pra mim, o recado procede de tal forma que fico até constrangida!

Nas últimas semanas, ando com uma incrível dificuldade de concentração, em função da busca de casa para alugar, agora na busca de profissional para fazer a mudança e em breve por conta de encaixotar (de novo!) as coisas, fazer a mudança, desencaixotar, arrumar a casa nova e - valei-me minha Nossa Senhora do Perpétuo Socorro - a volta pra prefeitura de São Lourenço.

Preciso desesperadamente de disciplina! E disciplina, definitivamente, não é algo que combine com desespero...rs Mas se pensarmos que hoje é dia de Marte ("desesperadamente"), dá pra entender tudo! :-)

Pois bem... Vamos pensar em algumas questões de disciplina que se mostram necessárias neste momento?

Vamos nos lembrar que ainda estamos em um ciclo de Imperatriz. Até agora são 10 dias vibrando nesta energia de realização criativa e comunicação clara, esperamos que continue assim, apesar do 8 de Espadas ter nos dado (pelo menos em mim) algumas cutucadas desagradáveis...rs

Há nove dias o 9 de Paus (quanto nove! rs) passou por aqui e agora retorna mostrando que ainda não atingimos a excelência da disciplina necessária para este momento. O que precisamos fazer? Eu estou aqui pensando numa listinha: 1) fazer listinhas! :-D Sim, as listas são um ótimo roteiro para que a gente tenha sempre em mente o que precisa ser feito 2) pensar menos e agir mais, é o famoso não deixe para daqui a 30 minutos o que você já deveria ter feito há três horas 3) sem ambições! Faça uma programação dentro do razoável. Se você não resolveu a sua vida toda nos últimos 30 anos não queira resolvê-la em uma terça-feira de 9 de Paus.

Um último detalhe antes de me despedir da postagem de hoje: reparem que depois de uma avalanche de Ouros, tivemos uma carta de Espadas para nos deixar sem ação e hoje precisamos recuperar o tempo (e/ou energia) perdido nesse processo. Nada de culpa, nada de stress, nada de deixar a mente do predador tomar conta do pedaço. Simplesmente sigamos em frente, porque os cães ladram e a caravana passa... E nós somos a caravana e não os cães, ok? rs

Ótima terça-feira para todos nós!

A imagem veio daqui

8 de Espadas

segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

Bom dia! :-)

Hoje, teremos um dia bem ligado ao elemento Ar, regente de Espadas, com observação de detalhes e reflexões. Começo chamando vocês para repararem que na semana passada, também tivemos uma segunda-feira com cartinha enjoada, apesar do restante da semana ser bem tranquilo (mesmo caso que teremos nesta semana, já adianto para os temerosos do naipe de Espadas).

A segunda-feira é regida pela Lua e costumamos analisar aqui questões espirituais e mágicas. Mas não vamos nos esquecer que a Lua também é uma referência do inconsciente e das emoções mais profundas, especialmente aquelas que ficam bem escondidinhas dentro de nós.

Se juntarmos todas essas informações ao 9 de Espadas da semana passada e ao 8 de Espadas desta semana, podemos concluir existem algumas questões que precisam ser trabalhadas dentro de nós. Especialmente as que se referem aos medos e indecisões. Um mergulho para dentro se faz necessário para perceber onde ainda estamos inseguros, ainda mais depois da imensa sequência de cartas de Ouros, que já deveriam ter "assentado" o solo instável sobre o qual caminhávamos.

Sempre que olho para o 8 de Espadas não posso deixar de me lembrar da célebre frase "shakespeariana": ser ou não ser, eis a questão! Aliás, existem vários Arcanos que me fazem lembrar frases famosas ou ditados populares... No 8 de Espadas eu vejo aquele impasse, aquela angústia torturante em relação ao que fazer. Tudo se processa dentro da cabeça, sem que se produza um resultado mais concreto, palpável. E fica lá... E continua lá... E não se sai do mesmo lugar.


Particularmente, não tenho nada de mais sério contra o 8 de Espadas. De um modo geral eu aprendi a me relacionar com ele e a administrar seus conflitos. Talvez uma das coisas mais indicadas para desenrolar uma situação mal resolvida com um Arcano seja olhar pra ele de frente ao invés de ficar fugindo dele o tempo todo.

O 8 de Espadas vem hoje confrontar nossas dúvidas mais profundas e, talvez, a nossa falta de fé. Sim, porque se um dos temas de hoje é a espiritualidade, qual seria a maior dúvida em relação a esse tema senão a falta de fé? Até onde confiamos? Até onde nos entregamos de forma ampla, sem medos? Até que ponto nossa mania de controle existe porque não acreditamos, de verdade, que existe uma forma superior capaz de nos proteger e guiar nossos passos da melhor maneira?

Eis o mistério da fé! ;-)

A proposta para o dia de hoje é deixar a indecisão de lado e tomar as atitudes necessárias, com fé e coragem. Que assim seja amém...rs

Ótima segunda-feira para todos nós!

A imagem veio daqui

4 de Ouros

domingo, 23 de fevereiro de 2014

Bom dia! :-)

Praticamente dois meses se passaram e este é o primeiro 4 que temos por aqui, o de Ouros. A sensação que eu tenho é que estamos tendo, pela primeira vez em 2014, uma pausa. Respirem fundo, crianças! E depois sigamos em frente...

O 4 de Ouros é um daqueles Arcanos que têm a interpretação polêmica, porque tanto o lado mais positivo quanto o mais negativo são fortes e frequentemente se mostram de forma bem prática no dia a dia de quem tira esta carta em um jogo.

O lado negativo mais comum é o apego, aquela situação em que a pessoa está agarrada demasiadamente a alguma coisa, situação ou ser. As razões podem ser variadas: senso de segurança e proteção, apego às coisas materiais, às manias e vícios, inclusive "relacionamentos viciados" (coisa muito comum por aí).

O lado positivo é a estabilidade, é o resultado de uma construção, de um esforço físico e concreto. Prestem atenção nesta imagem, porque além de ela ser fofa, também mostra algo interessante se formos pensar no significado da carta anterior, o 3 de Ouros. De um modo geral, no 3 de Ouros destacamos a importância de se compartilhar o trabalho com pessoas que tenham objetivos em comum, pois "se dividimos o trabalho, multiplicamos o resultado". E olhem aqui quatro duendes trabalhando juntos na construção de uma casa!

Casa é um bom conceito para o 4 de Ouros. Poderíamos dizer que uma casa pode ser perfeitamente representada por essa carta. Aliás, não somente a casa como construção de tijolo e cimento, mas com seu conteúdo emocional, ou seja, estamos falando de um lar.

Hoje é domingo. Um dia em que a regência do Sol nos leva a observar como estamos em termos de autoconhecimento e trabalho interior. Se colocarmos o 4 de Ouros dentro desse contexto, podemos concluir que 1) devemos refletir sobre hábitos em relação aos quais ainda estamos presos e devemos nos livrar 2) que construímos uma estrutura estável de ser dentro de nós, que hoje somos mais seguros e confiantes do que éramos há tempos atrás.

Ontem, a presença do Rei de Ouros foi algo bem marcante e no momento em que escrevo este texto, paro para pensar e creio que o Rei não se revelou pra mim. Ok... ainda está cedo... Estou programando a postagem antecipadamente porque tenho trabalho espiritual hoje e aí - bingo! - provavelmente o Rei de Ouros vai se manifestar aí. ;-) Mas a minha dica para vocês é buscar nesse Rei, seja uma pessoa, uma situação ou vocês mesmos, o caminho para esta estrutura firme e segura que encontramos hoje no 4 de Ouros. Não sei ao certo porque, mas sinto que coisas boas vêm por aí... e coisas que vêm pra ficar! :-)

Ótimo domingão para todos!

A imagem veio daqui


Rei de Ouros

sábado, 22 de fevereiro de 2014

Bom dia! :-)

Continuamos em Ouros... Já são quatro dias com a vibração do elemento terra e adianto para todos vocês: amanhã tem de novo! rs Recadinho que o tarot nos dá certamente tem a ver com coisas concretas que devem ser realizadas e/ou resolvidas em nossa vida (ai, que eu ainda não consegui combinar o dia da mudança com o homem do caminhão! rs)

Pois bem... Hoje é sábado... Estamos em um dia de Saturno em um período de finalzinho de ano de Saturno. É bom lembrar que quando entrarmos no ano novo astrológico, em março, com a entrada do Sol em Áries, o novo regente do ano assume: Júpiter.

Tem gente que anda torcendo para que Júpiter chegue logo, mas eu não sei não... Acho sempre que é bom ter prudência. Se não fizermos direitinho nosso dever de casa de Saturno, não será o grande benéfico que irá nos salvar.

Mas voltando ao sábado de Saturno...rs

Com o Rei de Ouros aqui podemos pensar, em primeiro lugar, que todas as questões relativas a trabalho e desenvolvimento de projetos poderão contar com o apoio de um homem com as características deste Rei (com senso prático, equilíbrio, estabilizado materialmente, talvez um pouco teimoso). Se vocês conhecem alguém assim, recomendo começar a cercar a criatura em busca de uma força! rs

Além disso, talvez seja a hora de nos sentirmos mais seguros diante de certas responsabilidades. Claro que alguns de nós possuem a mania de perfeição enjoada, que dificulta tudo (hã? heim? é comigo? rs) No entanto, tenhamos paciência conosco e com nossas falhas... O Rei de Ouros está aqui para nos dizer que nós podemos assumir este potencial de concretização e organização do monarca do Reino da Terra. Sim, nós podemos! :-)

Estamos em uma sequência forte de Ouros. Até amanhã serão cinco cartas em uma semana. Creio que a sinalização está clara para todos: hora de colocar a mão na massa! Hora de tomar consciência da nossa capacidade de fazer as coisas acontecerem não somente nas ideias brilhantes e inspiradas, nos discursos entusiasmados ou nas emoções pulsantes, mas na matéria, na terceira dimensão.

Os determinados que me sigam! ;-) Vamos nesta que está bom à beça! rsrsrsrs

Ótimo sábado para todos nós!

A imagem veio daqui

10 de Ouros

sexta-feira, 21 de fevereiro de 2014

Bom dia! :-)

Mal começamos o ano de 2014 e esta é a terceira vez que o 10 de Ouros passeia por aqui. Para bom entendedor, meio Arcano basta! rs Me parece que este será um ano de realizações concretas... Provavelmente, tudo que foi construído com sangue, suor e lágrimas, sob o olhar rigoroso de Saturno, dará frutos neste ano de Júpiter. Amém!

Algumas pessoas preferem o 9 de Ouros, porque ele fala da prosperidade, dos ganhos, da frutificação. Eu confesso que guardo mais carinho do 10 de Ouros, que fala de uma estabilidade material e tem como uma de suas palavras-chave o conceito de CASTELO. O castelo pode ser o lar, a proteção, o acolhimento, a estrutura firme, a segurança. Adoro tudo isso! rs

Quando penso em 10 de Ouros, além das coisas mais óbvias, incluindo muita grana, conforto e delícias que a prosperidade nos traz, também penso numa lareira acesa em um dia frio ou uma banheira de espuma em um dia quente. Penso em cheirinho de bolo perfumando a casa, massagem nos pés enquanto se ri e fala bobagem, sessão de cinema em casa abraçadinhos no sofá, reunião de família, pizza caseira com os amigos... Penso em tudo que é gostoso e que se faz em casa, com quem se ama.

O 10 de Ouros não é somente o sucesso material, mas principalmente aquele diferencial, aquilo que faz com que nada possa ser comprado, adquirido daquela maneira... Não é a matéria em si, é o espírito que habita aquela matéria e faz toda a diferença!

Hoje é sexta-feira de amorzinho. Sob a regência de Vênus, o 10 de Ouros ganha um toque de beleza a mais! Ele não é só o castelo, não é só a proteção e segurança... Nem é só a prosperidade estabelecida, estruturada. Ele é o amor que habita este castelo e faz com que uma casa possa ser chamada de lar. Casa é uma estrutura física. Lar é a energia que nos alimenta.

Com Lua em Touro eu não poderia ser diferente! Adoro casa e adoro lar...rs O convívio com pessoas que eu amo dentro de um ambiente tranquilo é algo que me sensibiliza e satisfaz. Espero que nesta sexta-feira possamos aproveitar cada minuto do nosso castelo e que também tenhamos os sinais claros da abundância a que somos merecedores. Por somos, não tenho dúvida disso!

Uma ótima sexta-feira de amorzinho para todos nós! :-)

A imagem veio daqui

7 de Ouros

quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014

Bom dia! :-)

Esta é outra imagem que eu adoro e que já passeou por aqui pelo menos umas duas vezes antes desta. Claro que o tarot da Stephanie Law é lindo de ponta a ponta, mas considero esta uma das cartas mais lindas dentre todas as outras lindezas.

Depois da postagem de ontem, confesso, estou até meio tímida de escrever qualquer coisa por aqui...rs Quando temos uma atividade como esta, disciplinada, em que precisamos escrever todo santo dia (não importa o quanto estejamos inspirados), nem sempre teremos textos brilhantes, cativantes... Mas quando eles surgem fico muito, muito feliz. Foi o que aconteceu ontem.

E o que tem pra hoje? rs Ah... Depois de passar boa parte do dia viajando ou no trânsito enlouquecido de São Sebastião do Rio de Janeiro, meus queridos, é o que tem pra hoje! ;-)

Mas vamos lá... Falar desta cartinha que é próspera, porém lenta.

Vivemos em um mundo de correria. Às vezes, tenho a impressão que mais importante do que o que acontece é quando acontece. Todos querem velocidade ao invés de qualidade. Querem imediatismo ao invés de solidez. Pois para esses, o 7 de Ouros é uma carta terrível! Ele traz, sem dúvida, qualidade e solidez, mas somente para quem souber esperar.

Quando os homens estavam mais em contato com a terra, era mais fácil compreender tal processo. As comunidades agrárias traziam, de geração em geração, o aprendizado do preparo da terra, da semeadura, os cuidados necessários com a plantação - molhar, adubar, desbastar para redistribuir as mudas - até, finalmente, colher.

Ninguém tinha tanta pressa em um tempo em que as estações do ano marcavam as atividades de todos os setores da vida! O dia tinha, de fato, 24h e não as prováveis 16h destes tempos atuais de Ressonância Schumman. As pessoas faziam planejamentos a longo prazo. Hoje, isso não é mais a nossa realidade. A ansiedade é a doença do século e tudo está tão acelerado que a medicina já considera que a pressão arterial saudável é em torno de 14 por 9 ao invés dos antigos 12 por 8.

Bem, não sei vocês... Eu sempre fui agitadinha desde o tempo em que tudo fluía mais devagar e esta agitação atual me deixa louca! Preciso constantemente estar atenta para não mergulhar em um ritmo alucinante e ansioso, incluindo aí respiração consciente e muita auto observação.

Se levarmos em conta o regente da quinta-feira, o benéfico Júpiter e seus exageros, é bom colocar o pé no freio para não sairmos em disparada rumo a sabe-se lá o que! rs Ao contrário, vamos fazer um trabalho bem feijão-com-arroz, com calma e capricho e tenho certeza que a colheita, que virá no tempo certo, trará ótimos resultados! Eu até já sei o que vou fazer: dar uma boa adiantada na monografia do curso de massagem ayurveda que eu, vergonhosamente, ainda não terminei até hoje. Vamos nessa!

Ótima quinta para todos nós!

A imagem veio daqui

6 de Ouros

quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

Bom dia! :-)

Não me canso de admirar esta imagem, que já passeou pelo Via em outras épocas! A lindeza da arte se mistura à lindeza do símbolo. Assim eu vejo: a elevação espiritual através do desenvolvimento na matéria.

Quando falo de desenvolvimento na matéria, claro, não estou falando de ficar rico ou no contemporâneo conceito de "ter sucesso", baseado em status e consumismo... Estou falando de conseguir lidar com a vida material (incluindo aí também a saúde do corpo físico e o bom relacionamento com todos os seres vivos) em harmonia e assim entrelaçar alquimicamente matéria e espírito.

Somos seres espirituais vivendo na matéria. Não podemos separar uma coisa da outra. E não podemos viver só uma vida espiritual, sendo irresponsáveis materialmente... E nem podemos nos concentrar somente na matéria, deixando o aspecto espiritual de lado.

O equilíbrio é representado de várias maneiras, inclusive através da união entre a energia masculina e a energia feminina. Por isso que a união amorosa e sexual é a maior magia que pode existir! E não sou eu que falo isso! Os maiores sábios do Oriente já falam isso há séculos!

O que é esta imagem representando o 6 de Ouros?

Ela fala desta grande magia que se manifesta de diversas maneiras! Uma nova vida é gerada através do encontro em homem e mulher. Um espírito encontra lugar na matéria através do amor. Qual força pode ser mais poderosa que esta? A união mística de um casal não somente gera filhos físicos, mas também vibra a energia vital, aquela que é capaz de trazer saúde para o corpo, realizações na vida material, multiplicação de ideias brilhantes. E tudo isso, claro, realimenta o amor. É o círculo dando uma volta completa e retornando ao ponto que o iniciou.

O despertar do amor entre duas pessoas pode ser disparado pela química dos feromônios, pela paixão tão sonhada, pela atração das características que um tem e o outro busca. No entanto, a permanência e, mais do que isso, o crescimento desse amor, para que torne um relacionamento real e gratificante precisam ser constantemente realimentados. Se isso não acontece - e vemos muito isso por aí - as pessoas acabam se tornando consumidoras (e extremamente consumistas) de paixões de curta duração e, normalmente, frustrantes.

Quando escrevo tudo isso aqui, não estou sendo somente uma criadora de textos ou uma otimista. Estou expressando o que realmente acredito. Estou expressando o que sempre busquei na minha vida pessoal: encontrar um parceiro que esteja disposto a realimentar o amor. Isso acontece facilmente? Não... Isso acontece por pura sorte? De jeito algum! Mas eu creio que cabe a quem acredita que isso é possível continuar lembrando que o amor não é só um sentimento, mas é o que fazemos com este sentimento.

Sou uma semeadora de amor. Não só do meu amor, não só do amor na minha vida, mas do amor na vida de todas as pessoas que conheço. Em certas fases, confesso, eu fico meio rabugenta...rs E falo para as minhas amigas (sim, porque por uma questão cultural, as mulheres normalmente estão mais dispostas a realimentar o amor...rs): "ah, larga mão... Não tem jeito! Homem é assim mesmo!" rsrsrsrs Mas na maior parte do tempo eu digo: "confia, acredita... E vibra em você o amor que você quer encontrar, porque um dia ele chega... ou um dia o parceiro se transforma e percebe o valor imenso que um amor compartilhado pode ter".

Hoje, estou aqui para dizer isto pra vocês: o mais lindo dos sentimentos e o mais brilhante pensamento só poderão se concretizar na matéria com trabalho. Sim, sim... Não viemos a este mundo a passeio - sinto informar! rs - e tudo que desejamos que aconteça, se concretize, cresça, melhore e se ilumine precisa de um certo esforço. Isso não é ruim... E pode não ser chato. ao contrário, pode ser bem prazeroso. Basta entender que o que amamos merece a nossa atenção. Pessoas que não amam tanto assim o dinheiro são capazes de levantar às 6h todo dia, desenvolver atividades nem sempre prazerosas para conseguir conquistar o seu sustento. Por que não faríamos um pouquinho de esforço pelo nosso amor? ;-)

O 6 de Ouros é a carta da generosidade. E ser generoso não é somente contribuir para alguma instituição de caridade ou emprestar uma grana para um amigo que passa por dificuldade. Ser generoso envolve oferecer a quem se ama o melhor de si. Ser generoso envolve oferecer a si mesmo o melhor de si. Reparem em pessoas que estão amando e sendo amadas, em um relacionamento apaixonado, e percebam o quanto elas fazem de bem para si mesmas e para a sua própria vida! O amor é alimento energético! Por amor a alguém somos capazes de superar nossas limitações, somos mais ousados, corajosos e confiantes. Nos tornamos melhores por conta do amor.

Convido todos vocês a nesta quarta-feira repensarem sua relação... Com o amor em primeiro lugar! E depois consigo mesmos e depois com o outro. Nós merecemos o melhor! E quando somos melhores, quando despertamos para nossos melhores talentos e habilidades, contribuímos de forma bem concreta para que o mundo que nos cerca também seja melhor.

Amemos pois, concretamente! :-)

A imagem veio daqui

Ás de Paus

terça-feira, 18 de fevereiro de 2014

Bom dia! :-)

Com licença, estou me sentindo o próprio Ás de Paus! rs Nos últimos 15 dias eu tenho me desdobrado em mil! Colocado coisas em ordem, resolvido pendências antigas, indo aqui e ali conversando com pessoas, esclarecendo dúvidas, fazendo correr papeladas... Procurando casa para alugar, vendo imóveis vergonhosos de tão ruins, outros invejáveis porém não pagáveis... Até resolver tudo, depois de muito trabalho, com o "ok" da imobiliária para alugar uma casa que se encaixa no meu orçamento e no meu coração.

Hoje, o Ás de Paus sou eu, colocando a modéstia de lado, e assumindo meu esforço, força de vontade, disciplina e atitude. O Ás de Paus é a caneta com a qual vou assinar o contrato de aluguel, é o sorriso do meu filho (que se apaixonou pela casa) e volta a morar comigo, depois de  cinco anos morando com o pai. O Ás de Paus é o meu desejo sincero de mudar de vida... De gerar uma vida que não pode ser igual a que vivi nos últimos três anos, muito menos igual a que vivia antes disso. Eu quero o novo, eu quero algo totalmente novo, a começar por mim.

Os Ases sempre falam de começos ou recomeços... E é esta a energia que está pairando no ar no momento. Um recomeço, não um retorno, puro e simples, ao que já foi antes... Mas um recomeço em uma oitava acima, um recomeço mais refinado, evoluído. A percepção de tudo em volta é diferente e a conclusão de que o diferente é sempre mais interessante, também me faz crer que até o que eu já conhecia e desgostava pode parecer mais simpático depois de três anos de distância.

Começos são sempre começos... E são sempre apetitosos e despertam a curiosidade. Tenho procurado olhar para toda esta situação assim...

Hoje é terça-feira, regida por Marte, dia de ação, decisão, atitude. Um Ás de Paus aqui pode mostrar um novo direcionamento, uma ideia que se coloca em prática, um projeto a ser desenvolvido, a energia que estava faltando para se concluir ou começar algo, também pode ser o ato de assumir seu poder sobre uma determinada situação. Os Ases são sempre o primeiro passo. E sendo de Paus, o elemento fogo, podemos estar falando também de assumir um poder ou compromisso espiritual/mágico. Esse é o elemento da centelha divina e também o elemento da transmutação.

Que o Ás de Paus chegue em nossa vida, hoje, abrindo portas, riscando céus, queimando karmas e aquecendo corações. Que assim seja! ;-)

A imagem veio daqui

9 de Espadas

segunda-feira, 17 de fevereiro de 2014

Bom dia! :-)

Olhando de frente para o 9 de Espadas eu posso entender perfeitamente porque tivemos ontem um 9 de Paus. É preciso treinar bastante a disciplina para administrar as inseguranças e medos que surgem nesta carta.

Aí, vejam vocês, ontem, com a temática da disciplina vibrando, eu participei do Canto da Lua Cheia, um ritual budista muito bacana em que meditamos e cantamos mantras. Essa prática me colocou no foco, no eixo e na alegria.

Uma coisa que percebi, enquanto buscava a imagem, é que praticamente todas as cartas do 9 de Espadas mostram alguém dormindo. Isso só reforça a ideia de associar esse Arcano ao conceito do pesadelo. E, vocês sabem... O pesadelo pode ser assustador, mas não se trata de algo existente na nossa realidade.

Qual a melhor maneira de lidar com o pesadelo? Acordar!

Sim, devemos acordar, despertar, tomar consciência... E uma forma de conseguir isso é através da meditação e de outras práticas que nos fazem expandir a consciência. O pesadelo do 9 de Espadas é mais um lugar pra onde nossa energia se desloca, pra onde vai nosso ponto de aglutinação. Se conseguimos sair deste lugar e reencontramos nosso lugar de paz e harmonia, tudo muda e o pesadelo não mais existe.

Se levarmos em conta que estamos na segunda-feira, dia regido pela Lua, quando colocamos o foco na magia e na espiritualidade, podemos pensar também que este 9 de Espadas pode ser algum medo espiritual ou alguma sensação de insegurança envolvendo as energias que nos cercam.

Para esse tipo de coisa, minha recomendação é uma só: vamos confiar! E vamos manter a nossa vibração em altíssimo nível! Assim, estaremos totalmente incompatíveis com as energias negativas, mantendo-as longe de nós.

Os medos existem, não podemos negar. E muitas vezes eles tomam conta da nossa cabeça e paralisam nossa ação. Mas não devemos nos limitar por causa disso. Ao contrário, devemos exercitar a ousadia e perceber o que é real - mundo concreto - e o que é um pesadelo. O objetivo hoje é descobrir o que é o que, e tornar tudo mais fácil e positivo.

Vamos conseguir! ;-)

A imagem veio daqui

9 de Paus

domingo, 16 de fevereiro de 2014

Bom dia! :-)

Como todos já sabiam (eu estraguei a surpresa...rs) temos hoje outro 9 de Paus. Também temos 1h a mais de bônus pra preparar o texto da postagem de hoje...rs

Bem, esta imagem é muito bacana. Além de borboletas serem lindas e terem um significado que eu adoro, ligado à transformação, pensar que a disciplina é o segredo da maior transformação que podemos oferecer a nós mesmos é... Uau! Uma percepção muito real e intensa.

Vejamos... Hoje é domingo de regência solar. Dia de tratarmos do autoconhecimento e do trabalho interior...

Acho muito perfeita e sincrônica a presença do 9 de Paus pra mim. Não sei vocês, mas eu aqui tenho sido movida à disciplina. Mesmo passando por alguns momentos desafiadores, em vários sentidos, tenho conseguido colocar a disciplina (não a rigidez e a autotortura, mas a disciplina generosa) de uma forma bem clara nas minhas atitudes.

Um aspecto da disciplina que eu tenho exercitado é a do desapego. Não falo de coisas materiais (porque até sou bem resolvida nisso, pelo menos eu acho...rs), mas das minhas preocupações, palavras, dores... Se estou preocupada, me desapego porque deixo pra me ocupar da coisa na hora em que ela acontecer... Se falo algo que não é bem aceito, me desapego do que falei e do que ouvi (de bônus...rs) Se sinto dor ou desconforto em relação a algo, me desapego dando um passinho pra trás e não me identificando com aquilo, apenas observando.

São pequenas atitudes que mudam completamente o resultado! :-)

Dia desses, eu conversava aqui com a minha mãe e falava sobre a forma de lidar com as coisas... Comentava que muitas vezes, amigos e clientes me perguntavam coisas como: como eu não sinto raiva em relação a isso? Como eu posso não sentir medo? Como eu vou fazer diferente? Bem, não respondo assim, mas o resumo da ópera é: fazendo, uai! rs

De um modo geral, nós temos a mania de achar que somos como galhos de árvore balançando ao vento e que o que pensamos, sentimos e fazemos é resultado de uma força exterior, um poder que está fora de nós. Bem, até costuma ser, mas não deveria! Isso tem a ver com a falta de consciência sobre nós mesmos e também, de certa forma, a falta de poder pessoal.

Se eu sinto raiva sobre uma determinada situação e percebo que aquilo me faz mal, o que devo fazer? Ora, devo parar de sentir raiva! E de que jeito? Certamente, não será racionalmente, tentando me convencer que não devo sentir raiva daquela situação tão absolutamente injusta em relação a mim! rs Claro que não! Eu devo parar de sentir raiva porque a raiva não está me fazendo bem... O mal que a raiva me faz é maior que o mal que a situação me faz! ;-)

Precisamos aprender a dar comandos mentais! Eu aprendi isso a partir da experiência - traumática, porém pra lá de didática - das crises de ansiedade. Quando algo dispara na nossa cabeça não dá pra ficar conversando, de papo furado...rs É simplesmente dar um passo atrás, não se identificar com a sensação e dar um comando mental "para com isto agora!" É fácil? Não... Mas é simples. Com o treino, a repetição, a gente consegue.

Outro dia, eu comecei a ficar ansiosa por conta do que vem pela frente em termos de mudança, especialmente o retorno à prefeitura com seus prováveis aborrecimentos. Daí eu falei pra mim mesma: "Ainda não aconteceu. Pode não acontecer. Eu vou fazer com que aconteça diferente" Pronto! Percebem a transmutação? Primeiro eu disse que ia acontecer depois... em seguida, levantei a possibilidade de não acontecer... finalmente, me coloquei como agente transformador do processo: está em minhas mãos! E eu fiquei calminha, calminha.

Ter disciplina é tomar para si o poder de si. Não o poder sobre o mundo ou os outros. Mas o poder sobre si. Já está de bom tamanho. É o que tem pra hoje. E é bom! :-)

Ótimo domingo pra todos nós!

A imagem veio daqui

A Imperatriz

sábado, 15 de fevereiro de 2014

Bom dia! :-)

O Ás de Copas de ontem foi o fechamento de um ciclo de Enforcado da melhor maneira que poderíamos imaginar! Eu diria que a gente sai de uma situação desconfortável, limitada, e consegue transmutar isso em uma atitude bem-humorada, alegre e criativa.

Por que?

Porque chegou a linda! A melhor de todas! A minha heroína e, ao mesmo tempo, o personagem dos Arcanos Maiores que eu pretendo interiorizar e manifestar em termos bem concretos nesta existência: a Imperatriz!

Reparem na imagem ao lado e percebam os ingredientes que representam os poderes e talentos da Imperatriz: a fertilidade se expressa tanto nos coelhos quantos nas hortaliças. Os alimentos também mostram o aspecto do sabor, da cor, do prazer...

Também temos um pincel, que tanto pode ser um cetro de poder quanto o instrumento de um artista. Então temos aqui: sensibilidade, dons artísticos, talento. E um ovo que também pode representar a fertilidade, o mistério, a vida...

Vocês percebem o quanto temos aqui de vida, prosperidade e criatividade? A Imperatriz possui uma incrível capacidade de fazer o mundo parecer mais especial, mais bonito, mais amoroso e rico. É esta energia que temos hoje aqui e meu conselho é que façamos bom uso dela!

O sábado é regido por Saturno e costumamos focar nossa atenção nos projetos e na vida profissional. Agora imaginem projetos e vida profissional alimentados com a energia da Imperatriz? Os resultados serão pra lá de prósperos! Isso sem falar que também serão criativos e deliciosamente prazerosos!

Acho que merecemos! E muito!

Minha dica especial é para que façamos hoje algo que seja realmente expressão da parte de nós que é mais sensível, artística e, ao mesmo tempo, prática, capaz de concretizar sonhos e ideias. Temos nas mãos todos os instrumentos, temos dentro de nós todos os atributos.  Temos hoje a possibilidade de assumir nosso poder e transformá-lo em algo concreto para embelezar nossa vida e nos tornar pessoas mais felizes.

Aproveitemos pois!

A imagem veio daqui

Ás de Copas

sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

Bom dia! :-)

Agora é bom mesmo, né? Nada como um lindo Ás de Copas para fazer o dia mais gostoso... Ainda mais se o dia é uma sexta-feira de Vênus!

A primeira pergunta que eu faço é: o que é que está precisando ser renovado no seu coração? Sim... É com você mesmo que eu estou falando! :-) O coração anda acomodado? Insensível? Disperso? Perdido em meio a tantos pensamentos e questões para resolver? Sai da cabeça e desce pro coração! Aqui você encontrará mais respostas!

Vivemos em uma sociedade que prega os benefícios da racionalização, que estimula a mente sem parar (até níveis patológicos) e que despreza os sentimentos, marginaliza as emoções, como se isso fosse coisa de gente fraca, louca e boba. No entanto, o que vemos por aí? Pessoas cada vez mais desequilibradas, seja pelo stress mental, seja pela overdose de tecnologia.

É no coração que está a cura! É no coração que está o verdadeiro poder de transmutação. O coração é tão poderoso que é no chackra cardíaco que encontramos o ponto de equilíbrio entre os chackras inferiores e os superiores. É no chackra do coração que equilibramos e harmonizamos a energia telúrica e a energia celestial.

Quando eu exalto tanto o amor e o coração, não pensem que é somente pela questão deste meu romantismo crônico. Existem muitas outras questões em jogo! Quem ama e se sente amado é mais feliz e mais saudável. Quem tem um relacionamento afetivo/sexual gratificante é mais feliz e mais saudável. Quem se sente nutrido afetivamente costuma ter melhores resultados em outros setores da vida, como a vida profissional, financeira e social. Eu não sou somente uma leonina que curte um amorzinho... Eu também sou uma pessoa que já percebeu o que nem todo mundo sabe: que é no coração que a gente resolve todas as pendências do corpo, da alma, da vida, dos relacionamentos, das conquistas materiais e profissionais. O coração é o centro de tudo.

Alguns podem dizer: "Ah, mas a paixão já passou, o amorzinho tá xoxo e já não tem mais jeito!" Eu discordo totalmente! A gente tem o péssimo hábito de ficar esperando que o amor seja incrível, a paixão seja bombástica e tudo isso venha de fora e nos atropele...rs Nós não precisamos fazer nada, só sentar e esperar. Isso não precisa ser assim! Nós precisamos estimular a paixão, nutrir o amor, provocar o tesão, cativar os momentos especiais, divertidos, doces, bonitos vividos com o companheiro ou companheira. Lembrem-se do que eu costumo falar: se precisamos de algum trabalho para melhorar a vida profissional, a vida acadêmica, a vida financeira... por que esperamos que a vida afetiva seja algo espontâneo, que não nos exija nem um pingo de trabalho?

Hoje é um ótimo dia para investir no amor! Temos aqui o Ás de Copas e a sexta-feira de amorzinho e como bem me lembrou o sócio, também temos Lua Cheia em Leão e dia de São Valentim. Tá bom? Ou querem mais? Então aproveitem! E se perguntem: o que preciso fazer para renovar, estimular e nutrir o amor na minha vida? O que eu posso fazer para que meu relacionamento afetivo se torne algo mais intenso, apaixonante, doce, interessante? E vamos colocar a mão na massa, meus amigos! ;-)

Deixo para vocês um interessante vídeos que mostra como estimular o chackra Anahata (cardíaco) e evitar a depressão (quem não ama e/ou não é amado deprime, viu?). Aproveitem!



A imagem veio daqui

2 de Espadas

quinta-feira, 13 de fevereiro de 2014

Bom dia! :-)

Depois de três dias de energia ígnea, com cartas do naipe de Paus, aliás, três cartas "altas" (de finalização) - 7, 9 e 10 - hoje temos a energia do ar chegando suavemente, ainda no ritmo do 2, indeciso, dúbio, dividido.

O 2 de Espadas é uma carta que sempre me passa a impressão de supressão de ar. Sabem quando algo acontece e a gente "engole o ar"? Como se tudo parasse em volta e dentro também. Não é de se estranhar que no 3 tenhamos ansiedade! Uma das coisas mais frequentes nas crises de ansiedade é a respiração errada, curta (feita somente na parte superior do peito). A ansiedade chega no 3, mas no 2 a respiração já está prejudicada.

Reparem a imagem... Os braços cruzados em cima do peito já anunciam algo assim... Normalmente, reparamos somente nos olhos vendados - uma referência à justiça? - mas prestem atenção em como há uma certa opressão na região peitoral...

Por outro lado, não podemos negar que temos aqui uma sensação de foco e concentração grande. Por isso que um dos significados desta carta é a ausência de informação suficiente para se tomar uma decisão. Os olhos estão fechados, não conseguimos enxergar o melhor caminho! Provavelmente, estamos aflitos por não termos controle da situação e nos falta o ar. Mas o que não reparamos? O que desconsideramos?

Muito simples: as espadas!

Sim, temos as armas nas nossas mãos! Temos o instrumento capaz de cortar, eliminar problemas, e dar direcionamento... Ele aponta pra onde devemos seguir e é capaz de nos defender pelo caminho. Temos em nossas mãos as armas necessárias para seguir em frente, mas não conseguimos enxergar isso. E não respiramos, não permitimos que o ar, a vida, entre e circule dentro de nós.

Nunca, em todos esses anos, havia reparado isso no 2 de Espadas! E esta é uma imagem bem tradicional, que se repete com pequenas variações na maior parte dos baralhos...

Bem, se juntarmos tudo isso com a regência jupiteriana desta quinta-feira, teremos uma revelação e tanto: o poder pessoal, aquela coisa que nos diferencia das outras pessoas, aquilo que pode ser nossa maior sorte e nos beneficia, está na nossa cara (nas nossas mãos!) e nós não percebemos! Estamos cegos em relação ao maior poder que temos disponível para resolver nossos problemas neste momento. Por isso não sabemos para onde ir, por isso ainda não sabemos o que decidir.

Ao invés de ficarmos com raiva, aborrecidos com nossa cegueira, recomendo uma pausa tranquila, uma parada para abrir bem os olhos e enxergar. Recomendo que peçam auxílio a alguém (se temos 2, temos um par, não estamos mais sozinhos no Ás) e que juntos sejam capazes de perceber o que é que pode estar tão perto e tão claro sem que consigamos enxergar.

E podem ter certeza que eu já estou me preparando para fazer isso correndo! Com as graças do benéfico Júpiter e do papai Oxóssi, que reina na quinta-feira (se bobear, chamo os ciganos também... e a cavalaria...rsrsrs)

Ótima quinta-feira para todos nós! :-)

A imagem veio daqui

7 de Paus

quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

Bom dia! :-)

De novo o tarot dando show de sincronicidade na minha vida! rs Esta imagem é muito querida, já passeou aqui pelo Via menos uma vez. Ela tira o nosso foco do aspecto mais bélico do 7 de Paus e nos leva para uma viagem mais abstrata e espiritualizada.

Uma coisa interessante a se notar é que não temos fogo, nem a cor vermelha, e também não temos paus ou outras representações típicas, como flechas, por exemplo. Aqui o naipe é representado pelos pontos de luz, como as centelhas divinas que costumo sempre citar.

Da primeira vez que postei esta imagem, confesso, não compreendi, exatamente, o que o autor quis dizer, que ligação que a imagem teria com o significado tradicional do Arcano. Desta vez, resolvi dar uma pesquisada e descobri algo que muito me agradou.

Bem, vocês sabem que meu inglês é macarrônico, mas fiz uma tradução livre de um trechinho:

"A fada dando adeus para um turbilhão de luzes parece bem diferente da tradicional imagem do 7 de Paus, com um homem lutando com um pedaço de pau contra uma multidão. Às vezes, grupos e instituições se dividem, porque cada facção tem objetivos diferentes. Assim, mesmo aqueles que se uniram para lutar por uma causa em comum, acabam se segmentando. O melhor então é que cada sub-grupo, agindo da sua própria maneira, se mova em direção ao objetivo comum a todos. Não é preciso criar uma guerra! O mais importante é que haja paz para que, ao invés do ressentimento, o objetivo central seja a causa abraçada por todos."

Gostei um bocado desta visão, que deixa de lado a competição e as briguinhas de ego por um objetivo muito maior e mais profundo. Assim deveria ser sempre, não acham?

Hoje é dia de Mercúrio, o cara da comunicação que está dando uma de caranguejo...rs Às vezes, verdadeiras guerras acontecem por conta de palavras erradas, ditas de forma equivocada, entendidas de forma equivocada. Para evitar isso, a imagem de hoje chega como boa conselheira. Talvez seja o momento de dar adeus ao que não nos serve mais e de dizer olá ao novo, o que vem chegando. E isso inclui certas palavras e certos vícios de atitude.

Um detalhe que se deve prestar atenção é que nunca retornamos ao mesmo ponto. Mesmo que, aparentemente, estejamos vivendo uma situação que já aconteceu no passado, agora ela já é outra. Porque nós somos outros, porque o tempo é outro. Tudo muda o tempo todo no mundo, não é? E isso não sou eu quem fala (nem o Lulu Santos...rs) O filósofo Heráclito já dizia isso há muito tempo! Tudo está em eterna transformação, a mudança é a única realidade.

Façamos da nossa quarta-feira, um dia de menos guerra e de mais busca de conciliação com outras centelhas tão divinas quanto a nossa! Só isso... Só isso... Depois de um 10 de Paus, é só isso ;-)

Ótima quarta para todos nós!

A imagem veio daqui

10 de Paus

terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

Bom dia! :-)

Achei uma imagem bacana para uma cartinha nem tão bacana...rs Mas então comecei a pensar em algumas coisas interessantes a partir disso. Coisas que saíssem da rotineira visão do 10 de Paus como a expressão do stress e da sobrecarga.

Alguém adivinha por que resolvi fazer isso? Claro, porque já estou me sentindo stressada e sobrecarregada! rs Então, a coisa boa de aparecer um 10 de Paus é que a gente olha no espelho e diz: chega! Se já cheguei no meu limite, então a coisa mais sensata a fazer é parar por aqui, não é mesmo?

Agir assim não quer dizer que vou passar o dia dormindo, mas quer dizer que vou reduzir a carga de tensão, vou fazer tudo com mais calma e tranquilidade, vou perder mais tempo arrumando os cachos e passando perfume do que acumulando tarefas. ;-)

Bem, mais retornemos à imagem e o que vem de novidade junto com ela...


A primeira coisa que reparei foi que a imagem que está sendo pintada é diferente da "real". Se olharmos atentamente existem algumas diferenças de postura da moça-modelo e do que está em volta. Isso me levou ao primeiro questionamento, relativo à interpretação do mundo e da realidade. Esse questionamento pode ser subdividido em duas partes: na primeira, temos a visão que cada um tem de tudo que há e, dependendo dessa visão, o nível de insatisfação pode ser maior ou menor. Na segunda parte, temos o fato inquestionável (e desagradável) que nos mostra que as nossas ideias e inspirações dificilmente serão reproduzidas no mundo físico com exatidão.

Isso quer dizer que o 10 de Paus tanto pode ser o stress gerado pela nossa forma particular de analisar os fatos quanto pode ser um desânimo por não conseguirmos alcançar na realidade o mesmo nível de perfeição idealizado... Claro! Dentro de nós existe a centelha divina, a parte da divindade, mas neste processo de manifestação, de descida para a matéria, o fogo criador acaba se perdendo um pouco.

Então, vem uma primeira pergunta: o que podemos e devemos mudar da realidade, com o objetivo de trazê-la mais pra perto do nosso ideal? Como podemos trazer um pouco de divindade para a matéria? Vamos nos lembrar que o naipe de Paus está associado ao elemento fogo, portanto, tem relação intensa com a espiritualidade e no 10 temos a plenitude, temos o ponto máximo que se pode chegar antes de recomeçar. A leitura literal disso seria: momento em que chegamos ao ápice da realidade na matéria com o objetivo de alcançar o espírito. Mas todos nós sabemos que isso será profundamente frustrante, não sabemos? rs Bem, pelo menos Platão já sabia...rs Então, creio que o grande ensinamento aqui é que não adianta querer comparar a realidade material com a espiritual. Cada uma tem a sua função no nosso processo evolutivo, mas dificilmente conseguiremos materializar aqui, nas três dimensões, algo que idealizamos de forma abstrata e espiritual.

Nosso desafio é vivenciar o 10 de Paus com o mínimo de desgaste, stress e frustração possível. Eu sei que a gente pode! ;-)

Ótima terça-feira para todos nós!

A imagem veio daqui

9 de Paus

segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014

Bom dia! :-)

Antes de falar da carta de hoje, vou falar da sequência da semana. Ela merece uma análise à parte, apesar de que não vou contar quais cartas saíram para não perder a graça...rs

O que posso dizer sem estragar o segredo? Que temos agora muito mais cartas de Paus ainda! Mais do que na virada da semana retrasada para a semana passada! Ou seja, temos mais energia, temos mais conexão espiritual, temos mais ideias e criatividade. Ok... Também podemos ter mais stress...rs Mas somente caso a energia não seja bem utilizada.

Além disso, temos novamente o único Arcano Maior da semana aparecendo no sábado... temos novamente uma carta muito boa na sexta-feira de amorzinho... e - aqui eu vou ter que estragar uma surpresa...rs - começamos e terminamos a semana com a mesma carta.

O resumo da ópera é que temos uma semana que parece ser uma réplica da anterior em termos estruturais e, novamente, temos a energia do fogo do naipe de Paus pairando por aqui de maneira significativa. Um detalhe que merece destaque: até o meio da semana teremos cartas mais desafiadoras e daí pra frente as coisas se abrem. Bom, né?

Bem, mas vamos falar do nosso querido 9 de Paus...

Eu digo que ele é querido porque a palavra chave deste Arcano é a disciplina e, quem me acompanha sabe o que falo sobre a disciplina: sem ela não há salvação! :-)

A disciplina não é somente a organização de uma rotina, é algo bem mais profundo. É não permitir que o nosso propósito se desvie em função de distrações pelo caminho. Muitas vezes, sabemos o que é melhor pra nós, mas a acomodação, o conflito com os outros e outras situações acabam nos tirando do rumo. A disciplina é a bússola que faz com que, apesar disso tudo, saibamos retornar ao caminho certo.

E como encaixar este 9 de Paus em uma segunda-feira da Lua?

Nossos temas de hoje são: magia e espiritualidade. Então a disciplina deve ser empregada nesses setores!

Dicas: em termos espirituais a célebre frase "orai e vigiai" parece ser uma das melhores já pronunciadas. Ela também pode ser traduzida para algo como manter a auto-observação e o sentimento de amor e gratidão. Podemos também usar a disciplina para a magia, através de pequenos atos mágicos. Um bom banho de ervas, uma defumação na casa, entoar mantras... Muitas vezes, são as coisas simples, feitas com amor e gratidão, que apresentam melhores resultados. Experimentem e depois me digam! ;-)

Ótima segunda, ótima semana!

A imagem veio daqui




Ás de Ouros

domingo, 9 de fevereiro de 2014

Bom dia! :-)

Espero que alguém me ajude a compreender este grande mistério! Algum voluntário? rs

Vínhamos de uma batida até interessante, envolvendo naipes de Paus e toda a sua energia... De repente, esbarramos em um Enforcado! Assim, sem mais nem menos!

Bem, é claro que não é "sem mais nem menos", claro que não é puro acaso. O acaso não existe! Estávamos em um processo, provavelmente subterrâneo, oculto, que veio desembocar nesta situação de Enforcado.

Aí depois disso, depois dessa pisada no freio, temos o que? Temos um outro Ás de Ouros (vamos nos lembrar que ele veio nos visitar no começo da semana), mostrando praticamente uma placa explicativa dizendo: "Agora podem continuar o movimento e podem colocar em prática aqui que estava em suspenso!" Vocês notaram isso ou eu estou viajando?

Hoje, vamos retornar à energia mais concreta, vamos retornar ao caminho de construção da matéria, depois do mergulho no Enforcado e toda a sua paralisação da matéria X evolução do espírito. Mas não podemos nos esquecer que ainda estamos em um ciclo de Enforcado, portanto a interpretação deste Ás de Ouros deve ser cuidadosa.

Vou exemplificar para você o que eu quero dizer com a expressão "cuidadosa"...

Se estamos em ciclo de Enforcado, o Ás de Ouros é o primeiro passo na concretização de algo sutil, é o movimento de trazer para a matéria uma inspiração, uma ideia ou, sendo mais fiel à energia do Enforcado, uma missão. Missão é algo que decidimos fazer antes de nascer no planetinha azul e que devemos cumprir enquanto estivermos aqui. O detalhe nada agradável é que esquecemos de tudo isso ao nascer, não trazemos um manual de instruções debaixo do braço e não tem uma só criatura de boa vontade que se proponha a nos contar o que foi que decidimos que seria a nossa missão antes de virmos pra cá. Ninguém facilita nada, meus queridos! rs

O processo necessário para descobrir a tal missão é o de tentativa e erro, com alguma ajuda da intuição, da percepção sutil e dos instrumentos de autoconhecimento, como é o caso do tarot, da astrologia, da numerologia, etc...

Como hoje é domingão, regido pelo sol, e dia em que tratamos, exatamente, das questões de autoconhecimento e trabalho interior, eu diria que o Ás de Ouros é uma descoberta bem concreta de algo associado a nossa missão, ao nosso lado mais espiritual e que deve a partir de agora ser trazido para o mundo material e ser concretizado de alguma forma.

Já viram que teremos trabalho árduo pela frente! Mas a gente dá conta, eu garanto! ;-)

Comecemos pois... Arregaçando as mangas e fazendo deste domingo um dia produtivo.

A imagem veio daqui

O Enforcado

sábado, 8 de fevereiro de 2014

Bom dia! :-)

Cada dia mais me surpreendo com o encontro da imagem perfeita para o momento vivido. Hoje, não tenho aqui somente um pendurado, imobilizado, limitado, preso... tenho também uma bifurcação (na árvore). Ou seja temos uma situação de encruzilhada e além disso também temos nossa liberdade restrita.

Que beleza, heim? Como diz meu amigo Manu: parabéns pra você! rs

Eu que já tinha meu trauma de Enforcado resolvido, tive uma recaída com este hoje...rs Mas ele está me estimulando a uma reflexão interessante: este é o Arcano da minha vida neste momento! Exatamente deste jeito eu estou! Eu posso dar um bico pro alto? Posso... Mas quais são os riscos? Vai valer a pena? Qual o preço a se pagar? Então, me mantenho presa, pendurada e tento rir daquilo que, na verdade, me faz chorar. E não estou falando somente do retorno para a prefeitura de São Lourenço.

Normalmente, é assim! Quando a gente pensa que é só um fato que está errado, de repente, percebe que tem muitas coisas a mais que contribuem para a sensação de "tem algo errado". É como se houvesse uma lei cósmica que diz que nada pode estar errado sozinho... Onde há desarmonia há companhia!

Então, começamos a remexer, mergulhar pra dentro, olhar em volta, relembrar, analisar, avaliar e de repente vem um verdadeiro susto! E a sensação de que parece que só fazemos escolhas erradas o tempo todo! Claro que esta sensação é ilusória... Resultante do momento em que vibra a energia do Enforcado. Mas que parece, parece...

Qual a melhor maneira de lidar com o Enforcado? Olha, eu recomendo deitar, dormir e pedir pra alguém só te acordar quando tudo estiver minimamente administrável. Mas há o risco de isso durar algumas semanas, meses, anos... Então, caso você tenha algum compromisso marcado ou precise trabalhar para se sustentar, é melhor encontrar outra solução...rs Outra opção é fingir que não está vendo. Está tudo de cabeça pra baixo? Você não para de se perguntar onde, exatamente, errou (se foi há três anos ou há 30!), então, vai passear! Chupa um picolé! Faz yoga (olha a posição invertida nos inspirando!) Aluga pacote de 10 filmes na locadora e passa o dia celebrando a sétima arte! Sei lá... algo assim... Ou liga o piloto automático, segura na mão de Deus e vai! (pro trabalho, pro serviço de casa, pro almoço, pro chuveiro) E vai vivendo assim, como se não houvesse amanhã.

Essa é a energia do Enforcado: você tem escolha, mas não pode escolher. Porque se dependesse do que realmente quer, estaria vivendo uma vida totalmente diferente! Então, você escolhe o que julga ser o certo, o lógico, o melhor diante do quadro apresentado, mas não é nem de longe o que você gostaria de poder escolher. É o que meu professor de filosofia dos tempos de escola dizia ser "a liberdade de escolher entre uma maçã verde e uma maçã podre". A liberdade de escolha há, mas as opções apresentadas não satisfazem.

Diante disso, meus queridos, não há nada que se possa fazer! É sério! Toda aquela história de livre arbítrio e "vamos lutar por nosso sonho" vai por água abaixo! Agora é esperar mudar a energia pra ver o que rola e se rola! Sei que isso que estou falando não é algo muito bonito de se ler, mas é o que tem pra hoje!

Enquanto isso, minha dica é manter o bom humor, mesmo que seja assim, sarcástico, que nem o meu está sendo...rs Porque pelo menos a gente diverte quem está em volta e olha só a gente colaborando para um mundo melhor! Eeeee! rsrsrsrs

Bem, pra não dizer que não falei das flores e que só fiquei vibrando uma bad trip por aqui, vou postar o vídeo com uma das músicas que mais amo na vida forever! rs Ok, isso não é algo para se colocar no currículo, mas é verdade! :-) Então, vamos aproveitar e vibrar a energia da liberdade pra ver se o Enforcado consegue se soltar daquelas cordas e nos leva para dar umas voltas por aí!

Ótimo sábado para todos nós, porque somos brasileiros e não desistimos nunca! :-)

A imagem veio daqui






8 de Paus

sexta-feira, 7 de fevereiro de 2014

Bom dia! :-)

Como vão as coisas por aí? O meu 9 de Copas aqui deixou bem a desejar, viu? Foi um dia particularmente difícil pra mim, trocava ele fácil-fácil pelo dia de 6 de Espadas...rsrsrs

Pois bem, hoje vai ser um daqueles dias em que vamos ter várias imagens aqui. A razão é simples: foram três imagem que me chamaram muito a atenção, por três diferentes motivos. Vamos a elas!

Começo com o mais óbvio: hoje é sexta-feira de amorzinho, dia regido por Vênus, quando o nosso foco de atenção é o amor e os relacionamentos, tanto os amorosos quanto todos os outros. Se o 8 de Paus nos fala de sinais que o mundo faz chegar até nós  e, em alguns casos, aconselha a expressarmos nossos sentimentos, nosso amor ou paixão, está claro que escrever uma carta de amor é um ato que está em perfeita harmonia com a energia da carta + a energia do dia.

Então a imagem que temos aqui em cima é perfeita! A moça escreve uma carta, sua roupa rosa, romântica, representando um tempo em que o romantismo se fazia mais presente, tudo isso são pistas importantes para associarmos a imagem com a energia que paira por aqui.

Por outro lado, também temos outros pontos de vista...

Esta imagem com um gatinho fazendo um ritual me encantou! rs Vamos lá: temos um círculo mágico de pedra, com os representantes dos quatro elementos, olhando pra lua e com "sinais" que caem do céu em forma de pedaços de pau. Este aspecto mágico da carta é muito interessante, porque ele afirma o que todos nós sabemos, mas vez por outra nos esquecemos: quando fazemos esta conexão com o divino (que os rituais proporcionam) os sinais do céu aparecem. E normalmente de forma inequívoca! Apesar de algumas vezes não consigamos entender.

Um detalhe que ficou bem camuflado nesta imagem é o fato de que, sendo o 8 de Paus uma carta tão caliente e solar, tenhamos um céu noturno, com uma grande lua estampada. Pode ser que haja também aí uma referência ao encaixe oposto-complementar de sol e lua, masculino e feminino, calor/fogo/paus e frio/água/lua... o que nos faz lembrar do que eu falo sempre: no 8 de Paus temos umas características do naipe de Copas, levando-se em conta que essa carta nos fala de amores e paixões.

Encontrei ainda uma outra imagem que achei bem interessante e que tem uma linha de análise mais semelhante a essa imagem do gatinho, ou seja, conectada com a magia, mas apresentando uma outra energia diferente.

Olha que lindeza, gente! Estas vassourinhas voadoras! :-)

Então, aqui a referência à bruxaria é clara. Ou seja, tem magia no ar! Mas ao invés do viés voltado para a energia lunar e aquosa, temos a energia do 8 de Paus fazendo tabelinha com a energia de Espadas, mais especificamente o 6 de Espadas, que nos visitou na quarta-feira.

Se alguém está pensando que eu pirei de vez, calma que eu explico! rs

Reparem que junto às oito vassouras, temos seis pássaros! Sim, sim! rs Então temos aí, de forma bem sutil, oito representantes do fogo e seis representantes do ar. A interpretação mais lógica fala de estarmos em um processo de transição em que tudo é rápido, ágil até demais, talvez traga até um pouco de agitação, mas a magia está acontecendo, os sinais estão sendo enviados, a grande pergunta é: eles estão sendo captados? E ainda: estão sendo captados da forma correta? A interpretação é sensata, lógica, faz sentido?

Bem, teremos tempo para pensar sobre isso durante todo o dia. Eu sou a primeira que vou fazer meu dever de casa direitinho para tentar entender o que está acontecendo comigo.

Bem, que o dia seja lindamente mágico e que a conexão com o Divino nos traga as respostas e as soluções.

As imagens vieram daqui, daqui e daqui

9 de Copas

quinta-feira, 6 de fevereiro de 2014

Bom dia! :-)

Todos felizes? Quero ver os sorrisos! :-D

Depois de uma travessia tranquila, mas uma certa sensação de "não há nada que se possa fazer", hoje temos uma carta que costuma anunciar fatos que, aparentemente, eram impossíveis de serem realizados.

Ah, ninguém nunca ouviu falar isso sobre o 9 de Copas? Nunca leram em livros? Eu também não, mas é pura lógica: se o 9 de Copas fala de satisfação dos desejos e se fala de graças e bênçãos recebidas e até sorte, então estamos lidando com coisas difíceis, concordam comigo? Porque se fossem fáceis, já teriam acontecido!

O que frutifica através do esforço está no 9 de Ouros... O que vem como benesse está no 9 de Copas.

E reparem que linda a imagem com nove potes indígenas! Para os índios, o barro é uma matéria sagrada... tudo surgiu do barro (isso não foi invenção católica, viu?) Um pote de barro é um receptáculo sagrado dentro do qual tudo pode ser gerado! Também temos na imagem a tribo ao longe, a terra, a vegetação e o céu... O Grande Mistério!

A vida é misteriosa... Está sempre trazendo novidades, novos fatos, que vão tomar a forma das emoções e pensamentos que estivermos emanando. A velha conversa de sempre: quem pensa, sente e age de forma positiva, colhe positividade. Às vezes, repetir isso pode parecer cansativo, blablablá, mas é real! Eu tive várias provas disso no decorrer da vida!

A mensagem do tarot para o dia de hoje é: quais são os seus desejos? Não estou falando daquilo que ficamos pedindo... Mas daquilo que vibramos, onde focamos nosso pensamento, a forma que sentimos o mundo e a nós mesmos. Quem o tempo todo vibra raiva, receberá isso de volta. Quem fica preso aos medos, terá fantasmas correndo atrás. Mas, quem sente que o mundo é um bom lugar pra se viver e confia que deve esperar o melhor. Bingo! Percebe que começa a atrair isso através de fatos bem concretos.

Quais são os nossos desejos? O que enviamos como mensagem para o mundo? O mundo está sempre disposto a nos retribuir da mesma forma!

Vamos experimentar? ;-)

Ótima quinta-feira poderosa e benéfica para todos nós!

A imagem veio daqui