2 de Espadas

sexta-feira, 31 de janeiro de 2014

 Bom dia! :-)

A imagem de hoje foi escolhida de bate-pronto, assim que bati os olhos nela! Achei que combinava perfeitamente com o 2 de Espadas aparecendo em uma sexta-feira de amorzinho.

Então, preparem seus cafés, chás e sucos (tá calor, né gente? rs) e sentem, porque lá vem a história... :-)

O que é um relacionamento afetivo senão um encontro às escuras? Algumas pessoas poderão afirmar que se entregam totalmente e são sinceras com seus parceiros no começo do namoro, mas quem em sã consciência vai mostrar o seu pior aspecto para o seu objeto do desejo?

Estamos falando aqui muito mais de hormônios, encantamentos e intensidades do que de um plano de conduta ético e justo. Ninguém raciocina nos primeiros seis meses de namoro... Fatão! Com sorte (ou seria azar?) não se raciocina nos primeiros 12 meses de namoro! rs

Este jogo tresloucado chamado relacionamento afetivo normalmente começa com uma paixão desenfreada, cega, algo que coloca nosso corpo funcionando só do coração pra baixo! Esse tipo de "doença mais desejada de todos os tempos", eventualmente acaba se transformando em amor, mas não sem muito esforço, disciplina e discussão. As dores são inevitáveis... As mágoas normalmente se acumulam... E em certos momentos, diante do espelho, nos perguntamos: "por que eu continuo aguentando isso?" Talvez seja porque em outros momentos nossos olhos se perdem para que possamos nos encontrar com aquele ser que é o objeto do nosso amor.

Se você conseguir encontrar pelo menos três razões racionais para estar se relacionando com alguém, provavelmente você não ama esta pessoa. Porque o amor não costuma ter razão... As melhores qualidades não são suficientes para nos fazer amar alguém, assim como os maiores defeitos não nos fazem ir embora. Existe uma magia tão profunda e inalcançável no amor, que é pura tolice tentar entendê-lo.

Falo tudo isso com a propriedade de alguém que muito namorou, amou, sofreu, chorou, sorriu, se sentiu a criatura mais feliz do mundo, teve vontade de sumir, teve vontade de viver mil anos só para passar o tempo todo com aquela criatura que dorme profundamente ao lado e eu não consigo tirar os olhos dela. O amor é assim... Uma coisa doida! rs Às vezes parece que está adormecido, tá morno, tá xoxo... E de repente renasce das cinzas! O amor é fênix! Em certas horas a gente pensa que nem sente mais tanta falta assim e pode ficar um mês longe do outro, pra no momento seguinte sentir que não vai conseguir dormir sem a "conchinha de estimação".

Eu nunca vou entender o amor! E sinceramente não estou preocupada com isso! Quero só que ele continue me surpreendendo sempre, brincando de esconder comigo... Brincando de morto-vivo... Me assustando e me embalando no momento seguinte. Quantas vezes já me despedi internamente, entreguei pra Deus porque não via solução, e de repente, eis que ele me faz sentir que a minha presença, sim, faz diferença no contexto da sua vida? Assim é o amor... Uma série de frases nunca ouvidas e de sentimentos nunca falados. E de repente tudo vem à tona.

É por isso que o 2 de Espadas está hoje aqui representando tão bem a sexta-feira de amorzinho: porque o amor é cego... porque o amor dança... porque o amor luta... Porque ele é feito - como dizia Lulu Santos - de silêncio e sons e, certamente, tem um monte de coisas que eu não sei dizer (ainda), mas que pretendo um dia aprender.

Ótima sexta-feira para todos nós! :-)



A imagem veio daqui


O Imperador

quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

Bom dia! :-)

Vocês conseguiram localizar o 8 de Copas em termos práticos, ontem? Eu consegui... Vivenciei ele em dois momentos, um de manhã e outro de noite. Foram dois mergulhos dentro de mim mesma, mergulhos relativamente rápidos, mas que me trouxeram muitas informações úteis.

De manhã, eu percebi que poderia estar equivocada em relação a certas decisões que envolvem a minha mudança. De noite, eu percebi que, apesar do meu olhar crédulo e da minha inocência em relação a certas coisas, minha intuição é algo que deveria ser levado mais a sério por mim e por todos que me rodeiam.

Enfim... Tudo isso nos trouxe aqui e agora, acompanhados por este Imperador. Mudança de ciclo, mudança de energia. Saímos de um Arcano Menor muito subjetivo e interiorizado para um Arcano Maior muito prático e concreto.

Eu gosto muito desta carta! Não tenho nada contra homens práticos! rs Até porque sou a neta da dona Isabel (aquela senhora que dizia sempre "eu sou uma mulher muito prática!") Acho que ter senso prático, pés no chão, diretrizes claras e uma determinação hercúlea em realizar no mundo da matéria seus projetos e sonhos uma coisa muito, muito, bacana!

Claro que se conseguirmos ter tudo isso e, além disso, também conseguimos ter a mente aberta, ágil, a criatividade desenvolvida, o coração quentinho e apaixonado, a sensibilidade, a estética... melhor ainda, né?

Foi pensando nisso que eu escolhi esta imagem! Para mostrar que o Imperador não precisa ser somente aquela energia de muito trabalho, rigidez e senso prático. Ela também pode trazer o amor do cuidado e da proteção, a capacidade de lidar com as coisas mais simples de uma forma pura.

Como hoje é quinta-feira de Júpiter, meu convite é para que tenhamos uma forma mais objetiva de expressar o que pensamos e sentimos, pois somente assim exerceremos o nosso poder.  A proposta do Imperador é ser direto e objetivo: gosto disso, não gosto daquilo, quero, não quero. Outra coisa legal é pensar qual a melhor forma de conseguir realizar algo concretamente. E a pergunta que não quer calar: quem é o poderoso com quem vamos nos encontrar hoje? Ou será que nós é que vamos tirar nossos poderes da cartola?

Bem, chega de conversa e vamos partir pra ação, bem do jeito que o Imperador gosta!

Ótima quinta para todos nós!

A imagem veio daqui

8 de Copas

quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

Bom dia! :-)

Hoje vamos ter coisinhas diferentes por aqui...rs É que, por um lado, esta imagem aqui ao lado representa a forma exata que eu enxergo o 8 de Copas. No entanto, por outro lado, ontem eu tive acesso a uma frase linda - poesia pura! - que se encaixa na outra imagem que vou postar mais abaixo.

Então hoje será assim: um Arcano, duas imagens! ;-)

Agora vamos lá... Olhem bem para este monge... Sintam que, apesar do barulho da água caindo, ele parece envolto em um grande silêncio. É que neste momento ele está submerso dentro de si. Suas emoções, expressas pela cachoeira, estão pulsando, mas ao invés de ele lançá-las para fora, ele lida diretamente com elas.

Engraçado que dificilmente se identifica a palavra "coragem" associada a este Arcano. Mas eu afirmo que para lidar com a energia do 8 de Copas é preciso ter um tanto de coragem, sim! A maior parte das pessoas prefere ficar olhando pra fora, prestando atenção no que os outros fazem, fazendo fofoca da vida alheia... Porque olhar pra dentro de si ninguém quer, né?

No tarot mitológico, Psiquê desce ao mundo de Hades no 8 de Copas. ela poderia ficar quietinha no canto dela, poderia procurar outro marido, já que Eros foi tão temperamental...rs Mas não! Ela quis resgatar este amor e esta relação e aceitou todos os desafios impostos por Afrodite (essa sogra não é mole não!rs) Quando desce ao Hades, Psiquê garantias de que vai voltar, mas ainda assim lá vai ela! É uma mistura de amor, entrega, coragem e necessidade de se redimir por algo errado que fez.

Normalmente, quando encaramos o 8 de Copas, estamos sendo chamados a rever algo que fizemos de errado. Não precisa ser um erraaaado! Pode ter sido um pequeno engano, uma distração, pode ser mesmo o oposto: não fizemos algo que deveríamos ter feito. Então somos chamados a olhar pra dentro, mergulhar, reavaliar, digerir o fato passado e tirar dele algo melhor que foi tirado da primeira vez.

Cada um com seu trauma, né? rs Eu não tenho problemas com o 8 de Copas... Tem gente que não gosta mesmo! Eu levo tranquilamente... Meu problema em Copas é mesmo o 5...

Bem, mas aí tem a frase linda que li ontem. Cá está ela: “Somente à noite podemos sentir o perfume da água claramente. O sol tem odor demais para permitir que a água iluminada por ele nos deixe sentir o seu.” (Essências e Alquimia - Mandy Aftel)

E aí vem a imagem perfeita!

E junto com ela a conclusão de que todo banho mágico deve ser tomado a noite e não de dia. Para que possamos sentir o perfume da água. Claro que não é o "perfume" de cloro da água tratada, né? rs E por isso a importância de providenciar água de rio, mar ou fonte quando se faz um banho ritualístico.

Transmitida a poesia, o mistério e a dica! ;-)

Ótima quarta-feira para todos nós!

PS: Maryssol veio me alertar - isso é que dá fazer postagem meia-noite, caindo de sono - onde se lê Perséfone, na verdade é PSIQUÊ. ;-)

A imagem veio daqui e daqui

10 de Ouros

terça-feira, 28 de janeiro de 2014

Bom dia! :-)

Nossa Sacerdotisa está saindo melhor que a encomenda, como dizia minha saudosa e querida avó Isabel! Neste ciclo, que poderia parecer meio sutil demais ou mesmo alienado do mundo da terceira dimensão, estamos tendo a oportunidade de vivenciar energias pra lá de ativas (como a Rainha de Paus) e pra lá de concretas (como o 10 de Ouros).

O que faz com que um ciclo que começou com um Arcano tão espiritualizado tenha tais características do decorrer dos dias? Não sei ao certo, confesso... Mas tenho algumas suspeitas!

Vou relatar a minha vivência, que talvez explique, em parte, tudo isso. No final de semana, especialmente quando já tinha virado meia-noite e, portanto, já estava sob influência da Sacerdotisa, no domingo, eu atingi um estado de consciência tão elevado que, em certo momento, pensei que não ia aguentar. É difícil explicar isso com palavras, especialmente para quem nunca vivenciou nada parecido. Só posso dizer que é algo muito, muito profundo, e que a gente se sente em outro lugar que não é esta realidade ordinária em que vivemos.

Então, vejam vocês, ontem, quando pensei que estaria lenta, avoada e com muita dificuldade de lidar com as coisas materiais do dia a dia, eu me surpreendi. Eu estava e estou, de fato, diferente! Ontem eu fiz consulta, organizei algumas coisas, acordei num horário razoável. Deu até pra assistir um filminho de noite! rs E, principalmente, minha cabeça estava funcionando muito concretamente, pé no chão... Eu acredito que isso hoje fique ainda melhor! (amém! rs)

Então temos aqui um processo espiritual profundo e transcendente (Sacerdotisa) trazendo energia (Rainha de Paus) e realizações práticas (10 de Ouros). Acho isso muito bom!

Mas vamos falar um pouquinho do 10 de Ouros...

Se o 9 de Ouros é a carta da prosperidade, aquela que nos diz que todo trabalho é remunerado e que receberemos por aquilo que trabalhamos... O 10 de Ouros é o que vem depois disso. Então temos o conforto, a segurança, temos situações de promoção ou de organização e estruturação de um negócio ou de algo que já conquistamos, mas ainda é preciso colocar em ordem. Aqui subimos de posto. Aqui não corremos mais o risco da perda de algo que foi obtido. Estabilidade é uma palavra que tem tudo a ver com o 10 de Ouros.

Bem, pra mim a estabilidade é muito bem vinda! E o salário por tudo que já foi feito, em diferentes aspectos, também. Olho para a Divindade e afirmo: "eu mereço tudo de bom que a vida tem a me oferecer!" Talvez este tenha sido um sentimento bem intenso que começou depois do trabalho espiritual de domingo: eu mereço tudo de bom na minha vida! É gratificante sentir isso...

Ótima terça-feira para todos nós! (porque nós merecemos!)

A imagem veio daqui

Rainha de Paus

segunda-feira, 27 de janeiro de 2014

Bom dia! :-)

Em ciclo de Sacerdotisa, não é de se estranhar o que vou contar agora... No momento em que tirava os Arcanos desta semana, mais especificamente, o Arcano de hoje, naquela fração de segundos em que virava a carta tive uma estranha sensação de deja vu, quando dei de cara com a Rainha de Paus. Foi como se eu soubesse que era ela a regente do dia!

Bem, meu final de semana foi, de fato, cheio de fortes emoções. O trabalho de São Miguel, os sonhos e o day-after foram mais do que suficientes para perceber que o fato de eu ainda estar de pé, firme, forte e feliz, já é razão mais do que suficiente para estar vibrando a energia da Rainha de Paus.

Esta majestosa figura é o que eu pretendo ser em breve. Lembrem-se que ainda estou no patamar de Princesa de Paus...rs Mas entendo que este é um processo de aprendizagem e treinamento, em que devo me lembrar de coisas que minha alma já sabe e devo ativar talentos que já possuem sua semente em meu campo de energia. Assim é a vida! Não podemos ter tanta pressa a ponto da ansiedade atrapalhar os passos... Nem acomodação que não nos faça começar a caminhar.

Um dos maiores desafios dos personagens de Paus é administrar a ansiedade. Porque o impulso do fogo é muito intenso, mas existe algo chamado "outras pessoas" e outra coisa chamada "realidade da terceira dimensão". Normalmente, essas duas coisas nos atrapalham um pouco a agir e realizar de acordo com o nosso impulso...rs

Então, começo dizendo que o dia hoje nos pede calma. Uma calma mais voltada para o aspecto mágico e espiritual, já que estamos na segunda-feira cujo regente é a Lua. Por outro lado, é preciso perceber o real poder espiritual que possuímos, levando-se em conta que o elemento fogo está associado ao espiritual, à centelha divina em nós. A Rainha de Paus é a mulher poderosa e é também o poder em seu aspecto feminino que existe dentro de todo ser humano. Devemos perceber esse poder e dar utilização a este poder da maneira mais positiva e evoluída possível.

Como o ciclo é de Sacerdotisa, e um ciclo bem fresquinho, já que ela apareceu por aqui ontem, a energia da Sacerdotisa está bem presente na Rainha de Paus... Temos ao mesmo tempo o poder espiritual reforçado e, por outro lado, um regente de ciclo mais introspectivo e passivo e um Arcano do dia mais extrovertido e ativo. O equilíbrio dessas duas energias nos dará o tom do dia e a sabedoria para encaminhar todas as situações que aparecerem.

Ótima segunda para todos nós! :-)

A imagem veio daqui

A Sacerdotisa

domingo, 26 de janeiro de 2014

Bom dia! :-)

Acho que o Diabo ficou magoado com o que eu escrevi e resolveu bater retirada rapidamente...rs Este foi um ciclo mega-ultra-curto! E eu nem vou reclamar! rs

Mas hoje além de termos uma carta que eu adoro, eu ainda encontrei uma imagem incrível pra ela. Gente, eu encontrei uma Sacerdotisa macumbeira! rs Pra ser mais exata, segundo a autora, é uma sacerdotisa de voodoo, mas vocês entendem o que eu quero dizer, né? ;-)

Bem, vamos para as nossas reflexões...

Por aqui, pelo menos até o momento em que escrevo esta postagem, não vi o Diabo dando as caras (amém!), pelo menos não da forma negativa. Mas foi um dia de pequenas e equilibradas paixões.

O sócio me chamou para caminhar na praia de manhã cedo e, quando eu achei que as delícias já tinham terminado, no final da tarde, eis que surge a oportunidade de ir a uma cachoeira deliciosa com amigos. Foi a melhor preparação possível para o trabalho de São Miguel! Limpeza e energização.

Mas e o que nós temos pra hoje?!

Temos uma energia feminina poderosa, mágica, introspectiva... É a Sacerdotisa que vem trazer para o nosso domingo o seu aspecto mais profundo, levando-se em conta que ela chega depois do Diabo (ou seja, depois que nós já encaramos a nossa sombra). Então, pensem comigo: primeiro enfrentamos a sombra, trabalhamos a sombra e transmutamos o que tem que ser transmutado. Depois mergulhamos nas profundezas da Sacerdotisa, descobrimos o nosso aspecto mediúnico, sensitivo e trabalhamos a nossa espiritualidade para o nosso crescimento. Afinal, hoje é dia de regência solar e o foco de análise é o autoconhecimento e o trabalho interior.

Quais são os nossos dons? Quais são os nossos talentos? O que ainda não sabemos sobre nós mesmos que temos a possibilidade de descobrir através da espiritualidade? A Sacerdotisa poderá nos ajudar nesse processo hoje. Aproveitemos pois! :-)

Ótimo domingão para todos nós!

A imagem veio daqui

O Diabo

sábado, 25 de janeiro de 2014

Bom dia! :-)

Boooo! rsrsrs

Tá bom então...rs Por aqui hoje vai rolar um belo trabalho de São Miguel, o que quer dizer que os tradicionais demônios de plantão serão colocados pra correr. 

Estava comentando com o sócio a minha dificuldade toda vez que o chifrudo aparece por aqui...rs Em primeiro lugar, a imagem! Cada coisa mais feia que a outra! Eu acabo escolhendo sempre imagens que tenham o deus Pan como referência. Depois vem o fato de eu não acreditar no diabo, então é complicado falar sobre algo em que não acredito.

Bem, estou falando, é claro, no diabo tradicional... Aquele que faz oposição a Deus, aquele que é todo o mal, aquele que nos tenta e nos provoca a cometer pecados. Tudo isso que acabei de descrever, pelo menos pra mim, soa pra lá de ridículo! Acho que isso é uma ótima forma de tirar de si a responsabilidade de fazer besteiras e arrumar um "bode expiatório" que, em se tratando do diabo, parece ser o animal perfeito...rs

Desabafo feito, vamos então ao Diabo tarológico. Porque este, sim, possui todo o seu conteúdo simbólico a ser explorado.

A primeira coisa que pensei quando procurava as imagens foi: depois de ciclo de Enamorados e uma pilha de cartas de Paus, este Diabo está cheirando a paixão! Tudo bem... Estamos em um sábado de Saturno (meio balde de água fria...rs), mas podemos pensar seriamente em algo que costuma ser comum por aí: paixões cegas resultantes de relacionamentos kármicos. O Diabo faz todo sentido neste caso, pois além do seu conteúdo sexual, intenso e apaixonado, ainda temos: relações pecaminosas, traições, triângulos amorosos (que aparecem em muitos tarots para representar tanto os Enamorados quanto o Diabo), tentações, intrigas... Nossa! Isso está parecendo novela das nove, né? :-) Mas podemos pensar que tudo isso está associado ao Diabo X Saturno.

Vejam... Saturno é a responsabilidade, o compromisso, a coisa correta, o cumprimento de um acordo, são obrigações, os limites que se fazem necessários. Já o Diabo é o instinto, o desejo sem a menor pretensão de ser responsável, o impulso, o prazer, a falta absoluta de limites. É uma pororoca de conceitos opostos!!!

Mas vocês percebem que as cartas de Paus foram nos encaminhando para este êxtase dos sentidos? Esta manifestação de intensidade absoluta? A impressão que eu tenho é que o 8 de Paus fez o lançamento e o Diabo chegou para marcar o gol! O 8 de Paus disse: bota pra fora tudo que você sente, deseja, quer! E o Diabo chegou dizendo "eu quero tudo, então!" Particularmente, estou gostando muito deste diálogo! rsrsrsrs No entanto, eu sei que nem sempre é assim que a banda toca ou que deveria tocar.

Quais são os limites? Pergunta Saturno! Até onde você vai? Onde vai parar com isso? E quais as consequências? Grita o planeta dos anéis... E o Diabo, provavelmente, nem perde seu precioso tempo ouvindo tantos questionamentos... Ele se joga! O que acontecerá depois? Talvez Deus saiba, já que o Diabo não quer saber e tem raiva de quem sabe...

Hoje é um dia para pensarmos bastante sobre o que falamos e fazemos. Nossos atos estão em pauta aqui. A responsabilidade sobre as nossas paixões (e aqui não me refiro somente aos namoricos, estou falando da paixão da forma mais ampla) deve ser ligada. Este negócio de que somos responsáveis pelo que cativamos não é só historinha do Pequeno Príncipe... Isso aí tem a ver com uma lei cósmica chamada: causa e efeito.

De uns tempos pra cá, ser uma pessoa sem noção de limites parece que virou elogio... Eu continuo olhando pra isso meio de banda. Se o limite é o limite interior, o bloqueio que criamos e assim nos limitamos, ok... Legal passar por cima dele... Mas se o limite é o direito do outro, a vida do outro, o destino do outro, aí complica!

É por isso que hoje eu estou olhando para este Diabo como quem olha para uma esfinge! Não estou falando de trabalhar a sombra... Não estou falando de tantas outras coisas que costumo falar! Porque eu acho que tem algo de podre no reino da Dinamarca e estou sentindo o cheiro de enxofre! Vamos ver se estou viajando na Hellman's Airlines ou se tem fundamento isso tudo...

Observemos pois! E fiquemos atentos aos nossos impulsos no dia de hoje, para que não sejamos marionetes de energias ou pessoas mal intencionadas.

Ótimo sábado para todos nós! Na proteção de São Miguel Arcanjo! :-)

A imagem veio daqui


8 de Paus

sexta-feira, 24 de janeiro de 2014

Bom dia! :-)

Preciso compartilhar a minha alegria diante desta carta! Em primeiro lugar, amo o 8 de Paus! Em segundo lugar, hoje é sexta-feira de amorzinho! Em terceiro lugar, estamos em ciclo de Enamorados! Captaram? Captaram?

Isso sem falar que esta é a terceira carta de Paus seguida e eu lembro do Manu dizendo, em relação ao meu jogo: "quantos Paus!!!" Pois é... Parece que estou trazendo esta vibração cheia de energia pra cá para o Via. Estou me sentindo exatamente assim: vibrando uma energia intensa!

Procurei a imagem com muito cuidado. Encontrei outras até mais bonitas, mas o sentido que eu queria dar ao dia de hoje era este. Temos flores, temos cores, temos beija-flor e abelhas. Ou seja, temos a beleza, o alimento, a doçura, a leveza e a liberdade. Mais alguma coisa? 

Eu creio que também tenhamos aí, subentendido, a fertilidade, a prosperidade. Algo que pode se espalhar para todo canto, alcançando lugares inimagináveis. Também temos a alegria. Não sei se todos vocês sentem do mesmo jeito, mas eu vejo beija-flores e abelhas e sinto uma alegria incrível! rs Como se eles fossem a vida em movimento, como se eles tivessem a bênção de trabalhar entre perfumes e belezas. E têm, né? rs

Enfim, tudo que o 8 de Paus me fala, ele fala com a alegria confiante de quem sabe que está conectado com a Divindade e com a Natureza (que é meio que a mesma coisa). Ele está! Porque a sincronicidade é a manifestação desta conexão e a sincronicidade é o ponto focal do 8 de Paus. Há muitos anos eu aprendi que quando estamos no caminho certo nossa vida fica repleta de sincronicidades, aquelas situações que parecem se misturar e justificar de forma mágica e encantada, é quando parece que tudo está ligado por um fiozinho de ouro conduzido por fadas. Pensamos em alguém e este alguém telefona... Sentimos um estranho desejo de comer algo e o alto falante do supermercado anuncia que aquilo, que normalmente tem um preço absurdo, acabou de entrar em promoção por um preço baixíssimo (isso aconteceu comigo..rsrsrs) Chegamos atrasados na rodoviária e - adivinhem? - o nosso ônibus também atrasou e está lá esperando por nós... Isso tudo é a manifestação da sincronicidade.

Mas além destes "sinais dos céus" o 8 de Paus também é a intensidade da paixão, do entusiasmo, da entrega a um ideal, um projeto ou objetivo de vida. Todos precisamos de mais 8 de Paus todos os dias, concordam? rs Ele será muito bem-vindo, sempre!

Mas se estamos em uma sexta-feira de amorzinho, este 8 de Paus pode se expressar mais especificamente através de uma declaração de amor, já que ele mostra a necessidade de expressar o que se sente. O 8 de Paus é o momento em que vale a pena colocar pra fora todos os sentimentos que estamos acalentando há tempos. Ai, que bom! Eu adoro histórias de amor! Me contem, por favor, se alguém fizer ou receber uma declaração de amor! rs

Enfim, uma ótima sexta-feira para todos nós! :-)

A imagem veio daqui




3 de Paus

quinta-feira, 23 de janeiro de 2014

Bom dia! :-)

Retornando aos poucos ao ritmo normal de trabalho e colocando a agenda em dia... E cercada de sincronicidades! Por exemplo: vocês se lembram que há um tempo atrás o 3 de Paus apareceu por aqui e eu contei pra vocês que no baralho Lenormand a carta de número 3 - O Navio - fala de alguns temas que também aparecem no 3 de Paus? E que em alguns tarots esta carta tem em sua imagem a presença de um navio?

Pois então... Eu já tinha me esquecido deste pequeno detalhe, mas quando fui procurar a imagem para ilustrar a postagem de hoje, vejam só o que eu achei! :-) Um navio!!!

Olhando para esta imagem, penso em alguns conceitos associados tanto ao 3 de Paus quanto ao Navio: aventura, novidades, ideias que começam a se concretizar, oportunidades que se abrem de uma forma (diria até) mágica, sorte, sorte de principiante.

Mas a sincronicidade não parou por aí...

Ontem, eu e meu amigo Manu nos encontramos para a nossa famosa permuta de jogos. E eis que meu jogo saiu com uma verdadeira epidemia de cartas de Paus! Por incrível que pareça, o 3 de Paus não estava na relação de cartas que saíram, mas então ele veio aqui hoje dar o ar da graça. Eu só posso agradecer por uma presença tão agradável e auspiciosa!

Agora percebam que mistura turbinada: temos a carta da sorte em uma quinta-feira de Júpiter, o grande benéfico! Sorte? Oba! Isso é algo que sempre precisamos... Segundo os xamãs toltecas, sorte não é mero acaso... A sorte de cada pessoa está diretamente relacionada com o acúmulo de energia que ela consegue obter. Algumas pessoas nascem com muita energia, outras precisam batalhar muito pela sua parte de energia.

No entanto, minha experiência (e eu sou uma pessoa que já nasceu com muita energia) mostra que de nada tudo isso importa! O que importa de verdade é o que fazemos no decorrer da vida, já que muitas vezes nós que nascemos com muita energia acabamos desperdiçando essa energia toda.

Para o dia de hoje a dica especial é um tico de economia da energia pessoal, para que a gente possa dar uma ajudinha à sorte que parece estar nos rondando.

Ótima quinta-feira para todos nós! :-)

A imagem veio daqui

Princesa de Paus

quarta-feira, 22 de janeiro de 2014

Bom dia! :-)

Olhem quem chegou por aqui! A minha queridinha! rs Na verdade, quem chegou fui eu mesma, em versão tarot...rs

Não sei, exatamente, porque ela apareceu por aqui. Mas é fato que desde ontem eu fiquei muito reflexiva. Primeiro foi o trabalho espiritual, depois uma viagem e todo um resgate em um lugar de poder maravilhoso!

Na volta, algumas questões pessoais vieram à tona e quando chegamos em casa, o trabalho espiritual continuava. Então, nada mais natural: misturou tudo e neste momento estou dando uma paradinha para vir aqui fazer a postagem.

Meu pedido foi que estivesse claro meu propósito neste momento. Aquilo que me anima, aquilo que me conecta ao Divino, à Deusa que existe dentro de mim. Ou seja, aquilo que me traz a paixão pela vida e a motivação de acordar a cada dia e saber que será possível realizar algo mais... algo que sou eu, algo que é trazer minha essência para este mundo.

E, vejam vocês, cá está a Princesa de Paus, que não somente é isto: entusiasmo, paixão, inspiração e criatividade, como também é a carta de personagens que melhor me representa.

Bem, serei breve, pois estou em pleno trabalho! Hoje é quarta-feira, dia regido por Mercúrio. Hoje é dia de comunicação, de contatos, dia de trabalhar melhor a auto-expressão. Com esta Princesa será muito fácil trabalhar todos esses itens, já que ela é uma especialista nesta coisa de ter ideias e expressá-las. A Princesa de Paus também tem um talento especial para se comunicar.

Sejamos próximos, amigos e gratos a esta Princesinha! :-)

Ótima quarta-feira!

A imagem veio daqui

Rei de Espadas

terça-feira, 21 de janeiro de 2014

Bom dia! :-)

Nao sei se para voces esta sincronicidade sera tao intensa e significativa quanto esta sendo para mim. Mas vou compartilhar a informacao com voces... No sabado, quando nos refugiamos em nossa praia paradisiaca, o Arcano do dia foi o Rei de Espadas. E hoje, dia em que retornaremos para casa, ca esta ele de volta. Como se fosse o nosso guia, protetor e companheiro de estrada.

O Rei de Espadas, em um dos seus aspectos, eh o vento que corre livremente, sao ideais que se guarda na mente e o impulso  que nos leva a percorrer distancias em busca de justica.

Aih surge uma pergunta: como eh possivel unir liberdade, ideais pessoais, impulsividade e justica? Parece um coquetel explosivo de conceitos! Eu diria que se consegue isso com caracteristicas tipicas do Rei de Espadas: equilibrio, bom senso e planejamento.

Hoje eh terca-feira e nao da para ignorar a forca de Marte sobre o nosso dia. Este regente guerreiro costuma fazer com que este seja um dia mais agitadinho,  stressadinho... Um dia em que devemos respirar fundo e contar ate 10 antes de tomar qualquer atitude mais radical.

Qual eh o lado bacana desta juncao de energia do Rei de Espadas e de Marte? Enquanto o representante da realeza eh bom de planejamento, mas nem tao bom nas atitudes praticas, na acao, o regente planetario do dia eh tao bom de acao que, muitas vezes, nao consegue planejar ou pensar qualquer coisa antes de agir. Dessa maneira, um complementa o outro.
e agindo em conjunto eles conseguem alcancar melhores resultados.

Bem, hoje eu deixo o Rei do Ar falar por mim, ja que a correria eh grande e estamos de volta ao lar e ao trabalho. Eu diria que teremos excelentes oportunidades de agilizar projetos e que se conseguirmos conciliar as boas falas com as boas ideias, os resultados serao significativos.

Pe na estrada e fe no coracao! :-)

Sigamos pois...

A imagem veio daqui

Os Enamorados

segunda-feira, 20 de janeiro de 2014


Bom dia! :-)

Eu confesso que preferia que a Estrela permanecesse como regente do ciclo por muitos dias, mas tambem nao da para reclamar dos Enamorados. Especialmente se levarmos em conta a proximidade desses dois Arcanos Maiores.

Quando observamos os Arcanos que aparecem aqui no Via Tarot, precisamos analisa-los como se tratasse da sequencia de um jogo. Ou seja, Os Enamorados do lado de uma Estrela tem um significado totalmente diferente do que teria se os Enamorados estivessem do lado da Roda da Fortuna ou do Imperador.

Um ciclo de Enamorados com influencia da Estrela e bem mais romantico, possui uma energia de encantamento, enamoramento. Possui uma leveza e alegria muito grandes! Eu diria ate que podemos pensar aqui em um renascer emocional de um relacionamento. Lembrem-se que a Estrela e mais do que esperanca... Ela e confianca e certeza! :-)

Bem, eu e o socio estamos vivendo plenamente esta situacao! A sensacao de sorte por viver dias de tanta leveza, o retorno a um lugar que marcou nossa infancia e adolescencia, o mar, a beleza natural, o sol, a brisa, as paisagens tao lindas e uma energia que quem viveu por 20 anos na serra sente muita falta!

Como hoje e segunda-feira, vamos pensar em algumas escolhas magicas que podemos realizar e vamos pensar tambem em questoes emocionais e afetivas sob o aspecto espiritual. Eu diria que hoje e um excelente dia para refletir sobre este hibrido: espiritualidade e afetividade.

Qual o valor espiritual do amor em nossas vidas? Quais os objetivos espirituais que tracamos para a nossa vida e como conciliamos tudo isso com os nossos afetos, carinhos, desejos? O quanto a nossa vida afetiva e sagrada?

Todas essas perguntas servem de tema de reflexao no dia de hoje!

Para quem mora no Rio, bom feriado! Dia de papai Oxossi nos trazendo cura, alegria, energia para crescimento e novas descobertas. E a energia da mata e das sagradas ervas que chega ate nos! Oke, caboclo!

Mais um dia de postagem sem acentos e cedilha..rs Mas esta valendo cada minuto! :-)

Otima segunda para todos nos!

A imagem veio daqui

A Estrela

domingo, 19 de janeiro de 2014

Bom dia! :-)

Podem ficar um tempo em silêncio... Admirando esta Arte. Sim... Arte é um belo nome para a Estrela, apesar de que em alguns tarots quem recebe este título é a Temperança (Arte = Alquimia).

A beleza que emana deste Arcano é uma coisa que sempre me impressiona. A energia da Estrela sempre me faz lembrar de tudo que é delicado, natural, profundamente essencial, como as crianças e a alma imortal.

Se existem adereços e enfeites. Se existem estratégias para embelezar artificialmente algo ou alguém, tudo isso está bem distante da Estrela. Ela é a beleza no seu aspecto mais puro... Sem maquiagem, sem artifícios.

Nem preciso dizer o quanto gosto deste Arcano...

Ainda mais hoje, dia e que mergulhamos para dentro, buscamos nas partes mais escondidinhas do nosso ser o entendimento de quem somos. Dia do sol, domingo do sol que  expressa o EU, dia em que focamos no trabalho interior e no autoconhecimento.

Percebem como a Estrela se encaixa perfeitemente neste processo de descobertas do domingo?

Eu sou suspeita para falar... Estou em local secreto..rs Lindo, afastado de tudo! Com pessoas queridas e muita praia, ceu azul e verdes montanhas. Por isso a postagem de hoje sera breve e com algumas falhas de acento...rs


Facam a sua parte, porque eu farei a minha! Encontro comigo mesma, a parte mais bela de mim! A parte mais divina e encantadora, a essencia.


A imagem veio daqui

Rei de Espadas

sábado, 18 de janeiro de 2014

Bom dia! :-)

Depois de muita reflexão no 4 de Espadas (aqui pelo menos foi um dia inteiro de reflexão), o Rei de Espadas chega por aqui, mantendo a energia do naipe.

Todos que me acompanham por aqui sabem que sou meio traumatizada com o Rei de Espadas... E tenho boas razões para isso! No entanto, por outro lado, Rei de Espadas que é Rei de Espadas, de verdade, tem uma característica que eu prezo muito: senso de justiça e correção.

A presença deste monarca do Reino do Ar por aqui é prova que hoje teremos em nossas vidas a energia da justiça, da sensatez, do equilíbrio, do bom diálogo, dos compromissos, dos bons pensamentos. Podemos falar qualquer coisa deste Rei, menos que ele não honra sua própria palavra! E isso é algo muito importante.

Ontem, passei boa parte do dia aborrecida com uma questão de palavra... E por conta disso acabei, eu também, falando palavras que, apesar de sinceras e reais, foram ditas de uma forma que não considero a ideal. Minha autocobrança costuma ser em um nível bem mais rígido do que a maioria das pessoas que conheço, então, fiquei matutando muito tempo sobre tudo isso: tanto o meu aborrecimento quanto a minha própria reação. O resultado disso está aqui hoje em forma de postagem. Espero que gostem! :-)

As palavras possuem um poder muito grande. Isso todos sabemos... Eu aprendi, com o passar dos anos, que sempre que eu falo algo devo ser totalmente responsável por aquilo, como prova da minha responsabilidade, minha disciplina e o compromisso que tenho comigo mesma. O compromisso com os outros também é importante, mas é secundário. O mais importante é o fato de eu afirmar uma coisa e depois fazer aquilo, ser expressão daquilo.

Isso me lembra aquelas dietas de segunda-feira... Aquelas coisas que juramos de pé junto que vamos fazer e depois não fazemos... E disfarçamos, como se nunca tivéssemos dito nada sobre aquilo, ou arrumamos todas as justificativas para nossa falha. Toda vez que fazemos isso enfraquecemos a nossa palavra. Toda vez que fazemos isso, provamos para nós mesmos que nossa palavra não vale muita coisa, já que em um momento aquilo parece ser verdade e fato concreto e no momento seguinte parece história da carochinha e coisa inexistente.

Podemos enganar todo mundo, menos a nós mesmos. Nosso eu precisa sempre sentir firmeza em nossas palavras. A nossa palavra tem valor inestimável! E isso já foi realidade em tempos idos, como o tempo do meu avô, em que os homens (como ele mesmo repetia) "honravam as calças que vestiam" e "a palavra de um homem valia mais do que qualquer documento escrito".

Se eu me tornei uma pessoa que respeita muito as palavras que diz, podem ter certeza que esse foi um aprendizado lento e difícil (e continua sendo), porque eu, com o gênio que tenho de nascença, já falei muita coisa que me arrependi depois (e passei boa parte da vida pedindo perdão a quem de direito). Então, lá pelos 25 anos eu comecei a ficar mais ciente de tudo que eu dizia, não importando o nível de tristeza, raiva, dor, alegria, entusiasmo que eu tivesse. Isso - o que eu sinto - eu trato de alquimizar dentro de mim... Às vezes, demora um tempinho, mas eu consigo... Mas o que eu falo passa por um filtro potente imediato, para que eu não corra o risco de falar algo que não é o que eu sinto e me arrependa depois.

Acerto sempre? Consigo sempre este equilíbrio perfeito do Rei de Espadas? Claro que não, né gente? Senão eu já teria virado uma mestra ascensionada...rsrsrs Mas eu tenho isso como meta de vida! E me esforço ao máximo para alcançar esse ponto. Acho que já é um bom começo.

Bem, se pensarmos que hoje é um dia regido por Saturno, que é a expressão máxima da responsabilidade e da seriedade, o Rei de Espadas está aqui para nos cutucar: e aí? Vocês estão sendo responsáveis com suas palavras? Vocês estão sendo sérios no julgamento das coisas? Estão mantendo a calma e a ponderação? E nossa parte nessa história é fazer uma avaliação sincera em relação ao que precisamos mudar e, efetivamente, mudar! :-)

Aproveitemos bem o dia! ;-)

A imagem veio daqui

4 de Espadas

sexta-feira, 17 de janeiro de 2014

Bom dia! :-)

A postagem de hoje reflete em parte esta energia de pausa do 4 de Espadas: depois de uma tempestade e tanto, estamos com a luz meio lá, meio cá... Umas fases meio caídas, com luz fraquinha, a conexão de internet foi por água abaixo e resta só o velho e lento 3G, que também está indo e voltando. Na verdade, não sei se consigo postar hoje ainda (hora em que escrevo = 22h 40m de quinta-feira). O sono é muito, depois de um dia de muito trabalho físico, a inspiração está escassa (sorry, pessoas! rs) e uma melancolia branda porque a chuva atrapalhou nossos planos de viajar amanhã.

O resumo da ópera é que já peço desculpas antecipadamente se não conseguir fazer esta postagem antes das 10h da manhã...rs

Mas vamos lá falar do 4 de Espadas...

Ok, em uma sexta-feira de amorzinho, definitivamente, não é uma carta bacana para romances e relacionamentos. Aliás, é uma carta nada recomendada para tipo algum de relacionamento! Já que ela fala de recolhimento, meditação, pausa e silêncio. Então, temos aqui o foco no relacionamento consigo mesmo.

Aí percebemos o quanto que a forma de olhar é capaz de mudar completamente uma situação. Podemos tanto pensar que o 4 de Espadas nos induz à vida solitária, quanto pensar que é a vida a dois ou a vida em grupo que está exigindo um momento de pausa e afastamento, para podermos refletir, "respirar", exercitar a não-ação e nos eximir de dar opinião sobre a vida alheia...rs

O 4 de Espadas é reservado... Ele não está nem aí com o que os outros pensam e falam. Algo como aquela frase fantástica: "o que os outros pensam de mim não me diz respeito". Amo! E a maior dica que podemos usar hoje é aquela sabedoria xamânica que diz que devemos obter o máximo com o mínimo de gasto de energia. Ou seja, não mexer muito, não falar muito, não tomar muitas atitudes de rompante e de conflito. Em português claro e pitoresco oriundo de São Sebastião do Rio de Janeiro: "não faz marola!" rs

Aproveitemos o momento relax para curtir relacionamentos que já são estáveis e tranquilos que nem o 4 de Espadas. Nada de grandes aventuras. Hoje é dia de feijão com arroz, pão com manteiga, goiabada com queijo! ;-)

Ótima sexta-feira de amorzinho para todos nós!

A imagem veio do arquivo do meu computador, porque a lerdeza do 3G não me permitiu pesquisar imagens...rsrsrs

Príncipe de Ouros

quinta-feira, 16 de janeiro de 2014

Bom dia! :-)

Acho que esta é a melhor imagem que eu posso encontrar para expressar a energia de Príncipe de Ouros que estou vivenciando por aqui.

Não sei se todos sabem, mas eu e o sócio participamos de um grupo espiritual que realiza trabalhos com o daime ou ayahuasca. E desde ontem estamos realizando um feitio. O feitio é o ritual que envolve a feitura da bebida sagrada, que não é um chá simples, mas um chá composto de duas plantas, um cipó e uma folha, representando o aspecto masculino e o aspecto feminino, que somente juntos podem provocar a cura e uma experiência enteógena profunda.

Serão vários dias em que alguns membros do grupo vão dividir tarefas. Homens colheram os cipós e vão prepará-lo para o chá. Mulheres, separam as folhas do galhos e depois lavam essas folhas para se unirem aos cipós em grandes panelas que irão ao fogo com água. Existem mil mistérios e detalhes muito mágicos em todo este preparo.

No entanto, a parte que estou gostando mais envolve tanto a meditação feita enquanto se  desfolha os galhos, quanto a conversa que flui entre as pessoas enquanto trabalham. Uma das conversas que mais gostei foi um consenso entre eu e mais duas pessoas sobre a visão espiritual do chá. Um irmão do nosso grupo usou uma frase que gostei muito: "o único dogma do daime é: tomar o daime" E eu concordo plenamente! A doutrina propagada nas igrejas fala de um monte de normas e exigências, mas isso é o lado institucional da história! Para quem curte instituições, ok... Não é bem esse o meu caso...

Ao contrário da maior parte das religiões e dos grupos espirituais, o daime ou ayahusca proporciona uma busca individual e exclusiva mesmo quando estamos em grupo, e a resposta para nossas perguntas nos chegam sem intermediários. Com isso, escapamos de mestres manipuladores e engodos religiosos. Nosso acesso é direto! E isso é vivenciado de forma muito intensa, não se trata de mera teoria.

Voltemos então para o nosso jovem xamã, travestido de Príncipe de Ouros. Ele vem nos mostrar a riqueza e a magia da terra e o quanto nós, ditos civilizados, estamos tão longe disso. Racionalizamos tudo... nos cercamos de dogmas, de regras, de rígidos rituais de sacrifício, quando o que precisa ser realmente trabalhado e transmutado continua do mesmo jeito e no mesmo lugar (nosso ego).

O ego, ao contrário do que se pensa por aí, não é a parte de nós que é metida a besta...rs O ego é o conjunto de "coisas" que consideramos "eu". Quando pensamos: quem ou o que sou eu? Tudo que vem à cabeça é o ego. É a referência de individualidade que temos. E é isso que nos prende a maior parte do tempo, impedindo a nossa liberdade e o nosso crescimento como seres espirituais. É o ego que afirma que eu tenho medo de avião e me impede de viajar.... É o ego que diz que sou ansiosa e que dificulta lidar com as coisas de uma forma mais tranquila.

Hoje, estamos aqui para olhar para este jovem xamâ e para perceber que temos muito o que mudar em nós. Temos muita transformação, como este cipó e estas folhas que aqui estão e que em breve vão virar uma só coisa, uma outra coisa que não é mais nem cipó e nem folha! E essa mudança só pode acontecer se tivermos, ao mesmo tempo, o foco apurado e a capacidade de nos movimentar sem medo do desconhecido e sem dispersão ou distração.

Vamos mirar em nossos objetivos e seguir em frente, realizando todas as transformações necessárias, pois elas valerão à pena, não tenho dúvida!

Ótima quinta de Júpiter para todos nós! Que suas benesses nos encontrem e nos acompanhem pelo caminho...

A imagem veio daqui

6 de Espadas

quarta-feira, 15 de janeiro de 2014

Bom dia! :-)

O silêncio invadiu a minha mente por alguns segundos antes que eu teclasse aqui a primeira letra. Fiquei com os olhos no nada e em seguida suspirei. Suspirei profundamente! O 6 de Espadas é o reflexo da sensação que tem me acompanhado por estes dias... Sensação de não estar lá nem cá... Sensação de não estar...

Sempre que falamos do processo de transição que encontramos no 6 de Espadas, estamos falando desse "não estar", essa sensação de entremundos, de não pertencimento. Não estamos mais onde estávamos e ainda não chegamos no lugar que nos aguarda. E o que fazer?

Todas as vezes em que passei por este tipo de sensação, fiquei muito, muito perdida. Não sei o que fazer! Minha vontade é dormir até que o barco chegue do outro lado do rio. Como se não houvesse ainda nada que eu pudesse fazer em relação ao que ainda vou viver e não houvesse mais razão de fazer algo sobre o que vou deixar. Isso provavelmente tem algo a vem com ansiedade.

Pensar em algo que está no meio do caminho, é pensar em algo que não é. Ou não está. Muito filosófico tudo isso? rs Acho que não, né? :-)

Enfim... Como hoje é quarta-feira, dia de regência de Mercúrio, quando focamos nossa conversa na comunicação, podemos analisar o 6 de Espadas de algumas formas específicas: 1) nós podemos ser veículo de uma notícia (os intermediários, aqueles que levam a informação de uma margem a outra do rio); 2) nós podemos receber uma informação que vai nos deixar assim, em suspenso, enquanto algo concreto não acontece; 3) vamos nos lembrar que o 6 de Espadas também é uma carta que busca o saber, que tem a mente trabalhando a seu favor (ao contrário do 7 de Espadas, que muitas vezes tem a mente agindo contra, no processo de autosabotagem).

Outro detalhe a ser analisado é que a melhor atitude para o dia de hoje é de calar ou simplesmente dispersar... Quem? Eu? Por que? Como? rs O melhor conselho é fale por alto, recorra às interrogações e deixe o tempo passar. Nós ainda não chegamos onde temos que chegar para fazer o que temos que fazer. Até lá vamos economizar as palavras. ;-)

Ótima quarta-feira para todos nós! 

A imagem veio daqui


Príncipe de Copas

terça-feira, 14 de janeiro de 2014

Bom dia! :-)

O Enforcado é um Arcano que não costuma ser muito bem-vindo. O pobre rapaz pendurado é sempre olhado meio de lado...rs Mas poucos são os que reparam algumas sutilezas, como o fato de que ele possui um olhar totalmente revolucionário do mundo.

Então, para mostrar esse aspecto, cá está o Príncipe de Copas, que também olha o mundo com outros olhos...

Pensem bem: temos um personagem masculino que vibra um elemento intensamente feminino. Temos um homem que abre seu coração e seus sentimentos sem pudor. Coisa rara de se ver!

Resolvi então fazer uma postagem que é uma colagem de várias frases daquele que, na minha opinião, é o maior Príncipe de Copas do cinema... Sabem de quem estou falando?

Don Juan DeMarco
(1995)

"Só há quatro perguntas de valor na vida: O que é sagrado? Do que é feito o espírito? Pelo que vale a pena viver? E pelo que vale a pena morrer? A resposta para todas é a mesma: Somente o amor!"

“Cada mulher é um mistério a ser desvendado mas uma mulher nada esconde do amante verdadeiro.”

"A melhor parte do amor é perder todo o senso de realidade."

 “Quais foram seus planos e sonhos que se perderam no tempo enquanto eu me preocupava comigo?”

“Uma alma nascida no paraíso se divide em espíritos gêmeos e caem na terra como estrelas cadentes, e sobre oceanos e continentes uma força magnética as unirá em uma só”

A terça-feira é de Marte, mas o Príncipe de Copas é de Vênus...rs E quando juntamos estes dois planetas temos amor, temos paixão e um encaixe muito especial. Minha proposta para hoje é que saibamos expressar o amor que sentimos, saibamos demonstrar o quanto gostamos das pessoas. Isso deveria ser o natural, mas não é... então, façamos do dia de hoje um dia anormal! rs

Ótima terça-feira para todos nós! :-)

A imagem veio daqui

O Enforcado

segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

Bom dia! :-)

Depois de dois dias de longas reflexões, temos por aqui uma mudança de ciclo. O regente desta nova fase é o Enforcado e eu fiquei aqui matutando a razão da sua presença por aqui.

Eu acredito que a explicação sobre o inimigo que mora dentro de nós, que postei ontem, deve ter mexido um pouco com a galera..rs E sempre que despertamos para algo em relação ao qual não estamos muito confortáveis, a tendência é que algumas energias venham à tona... Uma delas pode ser representada pelo Enforcado, Arcano que expressa, dentre outras coisas, uma sensação de limitação, sufocamento, prisão.

Encarar o mundo tal qual ele é pode ser profundamente desconfortável (outra palavra associada ao Enforcado). Mesmo quando temos todo um conhecimento espiritual, energético, psicológico, ainda assim essa pode ser uma tarefa desafiadora. As razões são várias e incluem tanto a Matrix que tenta nos enrolar e manipular o tempo todo, quanto as exigências mínimas de sobrevivência que parecem crescer a cada dia.

Por outro lado, somente olhando a situação sob um novo ângulo somos capazes de compreender o que parece incompreensível e superar qualquer limite. Para isso, é preciso assumir uma nova posição e postura na vida. A postura invertida do yoga expressa bem isso e expressa bem o Arcano do Enforcado.  O que estou querendo dizer que é o Enforcado se apresenta como reação a uma situação inevitável, mas também é a solução para a transformação de tal situação.

O Enforcado é também o iniciado. Somente alguém que conseguiu compreender quem é e o que veio para realizar neste mundo de meu Deus consegue se sentir confortável mesmo que pendurado de cabeça para baixo. Reparem que o Enforcado sempre nos parece uma carta complicada, com uma energia difícil, desafiadora, mas se prestarem atenção na expressão facial do rapaz da imagem (e na maior parte das imagens que se encontram por aí), concluirão que ele está bem... nós que ficamos incomodados!

O detalhe que achei mais interessante nesta imagem são as teias e os laços que o prendem. Isso me fez pensar na "teia da vida", nas memórias passadas que ficam guardadas dentro de nós (e criam teias de aranha) e nos laços emocionais e energéticos que nos amarram em situações e nos fazem prisioneiros... nos impedem de seguir em frente, prosseguir, evoluir em nossa caminhada.

O desafio de hoje é fazer a postura invertida sem incômodo e sem prisão, ao contrário, com a sensação de plena liberdade! Isso pode ser uma atividade física mesmo ou simbólica... Vamos exercitar! :-)

Ótima segunda, ótima semana!

A imagem veio daqui

5 de Paus

domingo, 12 de janeiro de 2014

Bom dia! :-)

Às vezes eu comento aqui que o tarot é muito perfeito... Pegando carona na postagem de ontem, ouso dizer que o tarot é perfeito porque é a manifestação da Divindade, que é perfeita. É por isso que a palavra oráculo quer dizer "resposta dada por uma divindade a uma questão pessoal que foi formulada". 

Como o ser humano gosta de colocar as coisas sempre fora de si e de uma forma mais fantasiosa, o tarot, que é um oráculo, acaba sendo encarado como uma coisa não-natural e mágica (no sentido do que foge ao entendimento lógico), no entanto, muitas vezes o tarot está somente expressando aquilo que nosso Deus Interior sabe, mas que nosso consciente desconhece. E o que é o Deus Interior se não a parte da Divindade que habita em nós?

Pensando assim a coisa deixa de ser tão complicada e passa a ser natural e lógica.

Pois bem... Ontem eu falei aqui da confiança que devemos ter na Divindade, como sendo o único "ser" capaz de nos ajudar e nutrir de uma forma absolutamente generosa. Hoje, eu não serei tão boazinha...rs Não vou passar a mão na nossa cabeça (minha também, claro...rs). Mas vou mostrar como devemos ser mais responsáveis por nossos próprios atos e nossa própria vida.

Podemos olhar para o 5 de Paus como sendo o adversário, o oponente, aquele com o qual lutamos, aquele que nos provoca, que tenta nos vencer através do rebaixamento da nossa autoestima. Mas, vejam só, hoje é domingo, com sua regência solar, quando focamos no trabalho interior e no autoconhecimento.

Então, a primeira pergunta que faço pra vocês é: o que é que dentro de vocês não permite a realização, seja em qualquer setor da vida? É difícil responder? Então sejamos mais objetivos e práticos: quando pedimos algo a Divindade, o que é que dentro de nós não nos permite receber toda a abundância de benesses que a Divindade pode nos dar?

Vou dar um exemplo para ficar ainda mais prático: quando alguém pede "Divindade, por favor, traga a prosperidade para a minha vida" e em seguida fica em silêncio, o que é que começa a se chacoalhar dentro, como alguém que veste uma roupa apertada e desconfortável? Vou dar o meu exemplo... Algumas respostas que me vêm à mente: 1) se até hoje eu não consegui a prosperidade que desejo ou não mereço, ou estou fazendo algo de errado 2) olho em volta e não vejo uma forma de conseguir obter esta prosperidade, isso não é racional! 3) o que será que terei que abrir mão para não ter esta prosperidade? 4) será que estou fazendo algum "pacto com o diabo"? Que tipo de sacrifícios terei que fazer pra conseguir isso? O que me será cobrado por isso?

Reparem que temos aí uma mistura terrível de: 1) memórias negativas + culpa + baixa autoestima em relação às coisas materiais 2) racionalização e autolimitação 3) desconfiança + culpa 4) culpa (culpa, culpa, culpa! rs) + medo do desconhecido + medo da usura espiritual. Ficou claro ou vocês querem que eu desenhe? rsrsrs

Analisando assim, agora, tudo isso, minha conclusão é que além de tudo minha visão de Divindade é de um ser perverso e interesseiro, que sempre tem alguma má intenção por trás do que faz. Que coisa horrível! Mas eu vivo apregoando que Deus/Deusa é amor! Então onde está a minha confiança?

Meus queridos... Dormimos diariamente com o inimigo, porque o inimigo está dentro de nós! Ele é todo um condicionamento criado nestas e em outras vidas que nos detona e impede de sermos felizes. E eu estou falando de uma pessoa (eu) espiritualizada, estudiosa dos assuntos mágicos e energéticos, que trabalha a auto-observação, que busca se melhorar sempre. Imagina quem não está nem aí pra hora do Brasil?! rs

Hoje, o dever de casa que passo para vocês é: vão pra frente do espelho, façam o seu pedido a Deus, em voz alta e depois silenciem e "ouçam" o que algo dentro de vocês vai dizer... Quais serão as justificativas para que vocês não recebam tudo de bom que pediram. Anotem. E terão material de estudo durante um longo tempo!

Estão entendendo agora qual é a verdadeira riqueza do tarot? Entenderam agora que isso não é um simples jogo de adivinhação, mas um instrumento de autoconhecimento e de transformação pessoal profundo? Entenderam que não adianta somente fazer uma consulta de tarot, mas é preciso que cada um esteja comprometido com o seu crescimento interior? Enfim, entenderam o trabalho que faço a cada consulta? Estou sempre disposta a ajudar, mas se cada um não estiver disposto a se ajudar, o trabalho fica restrito...

Façamos a nossa parte para que a Divindade possa agir em nós! Que assim seja!

A imagem veio daqui

6 de Ouros

sábado, 11 de janeiro de 2014

Bom dia! :-)

Ontem foi um dia bem significativo pra mim... Expressou mesmo a força de um Arcano Maior por aqui, definindo um novo ciclo, e mais toda a questão das escolhas e decisões. Tudo pareceu mais leve quando percebi a importância da confiança, da fé e da entrega.

Ontem também eu ouvi uma frase que me fez ir ao passado e retornar várias vezes, percebendo a profundidade que aquilo tinha na minha vida, especificamente, apesar de acreditar que é um ensinamento que serve para todo mundo.

A frase foi: "não espere nada de ninguém... Peça aos Céus! Não peça às pessoas..."

Por mais que tenhamos consciência de que não podemos esperar nada dos outros (olha o 5 de Copas aí, gente! rs), de certa forma, por razões que envolvem muito mais o emocional do que o racional, acabamos nutrindo a esperança de que as pessoas, especialmente as mais próximas (família, cônjuge, amigos) atendam às nossas expectativas. Isso, na maior parte das vezes, gera somente frustração. Além de gerar um peso de responsabilidade muito grande para os outros. 

Na verdade, a maioria de nós mal dá conta dos próprios desafios, que dirá dos desafios alheios! Então, se mergulharmos em nosso interior e buscarmos nossas próprias respostas, já estaremos fazendo muito por quem nos cerca, reduzindo a negatividade e o peso emocional. O que faz com que as pessoas que trabalham com orientação e terapia (como eu) sejam tão eficazes na relação com os clientes é o fato de não haver um envolvimento emocional direto e um vínculo tão profundo. Isso faz toda a diferença! Essa é a diferença que faz com seja tão difícil, por exemplo, jogar tarot para si mesmo ou para pessoas da família.

Por outro lado, quando estamos bem trabalhados internamente, em equilíbrio, temos melhores condições de acessar a Divindade (interior e exterior), e conseguimos - de verdade - confiar, ter fé, entrega e gratidão, teremos a ajuda mais perfeita que pode haver! Quem melhor que nosso Deus Interior para saber o que é melhor para nós mesmos? Quem melhor do que Deus/Deusa para prover tudo de bom, belo e verdadeiro em nossas vidas?

Então, retornemos ao 6 de Ouros, uma carta que fala de generosidade, ajuda, apoio... A maior expressão deste Arcano está na Divindade. Dela podemos esperar tudo! Não de outras pessoas que estão neste mundo, assim como nós, com os seus desafios, limitações e incongruências. Claro que algumas vezes, pessoas de carne e osso são veículos de bênçãos e energia generosa... Mas elas são veículos! Quem tem a sagrada energia que possibilita tudo isso é a Divindade.

É por isso que meu conselho para todos nós hoje é elevar nosso coração ao Poder Supremo e pedir o que queremos. O "funcionamento" dele é tão perfeito que ele saberá até mesmo se o nosso pedido é uma idiotice e nos dará outra coisa bem melhor...rs A parte que nos cabe neste latifúndio é desfazer as amarras dessas e de outras vidas, abrir caminho para que o fluxo de energia em perfeita harmonia se manifeste em nós. Há tempos que eu digo que se a gente não atrapalhasse tanto a realização da nossa própria felicidade tudo seria mais fácil! ;-)

Para que isso aconteça, meus queridos, não adianta! Temos que arregaçar as mangas e trabalhar. Muito! O famoso trabalho interior! E já que estamos em dia de Saturno, complemento: assumir a responsabilidade sobre nossas próprias vidas. Não é fácil, mas é simples. Como quase tudo nesta vida! rs

Um ótimo sábado para todos nós!

A imagem veio daqui

O Enamorados

sexta-feira, 10 de janeiro de 2014

Bom dia! :-)

Sexta-feira de amorzinho com Enamorados? Alguém apaixonado por aí? Alguém sentindo vontade de expressar seus sentimentos? Eu sempre apoio integralmente essa iniciativa! rs

Fiquei totalmente encantada com esta imagem! Este abraço de braços e pernas é uma expressão de amor e intimidade que eu adoro! Eu que sou da turma dos Titãs, que gosta de tudo inteiro e não pela metade, curto bastante um toque de intensidade na relação afetiva.

Hoje, resolvi olhar para os Enamorados de um jeito totalmente novo... Ao invés de pensar em dúvida, pensei na necessidade de dar um passo atrás quando estamos em um relacionamento. Este passo atrás pode se expressar de diversas maneiras! Ele pode ser a paciência e a parcimônia, em relação às incongruências do outro... Ele pode ser o silêncio e o recolhimento quando estamos diante de uma situação em que não temos certeza qual o melhor caminho a seguir...

O amor é o encontro, mas muitas vezes também é a não-ação, também é o afastamento para respirar, ponderar, refletir. Temos duas opções nesta vida: 1) tomar decisões mesmo que o arrependimento venha depois 2) ficar eternamente em dúvida, sem saber o que aconteceria se tivéssemos tomado determinadas decisões. Os Enamorados costumam levantar esse debate.

Vivi por muito tempo a fase da dúvida e agora, apesar de ainda não estar certa do que vou fazer, estou decidindo e agindo. E quando alguém se aproxima e tenta reverter meu pensamento, não penso duas vezes em ignorar solenemente...rs

Só eu sei o quanto foi difícil tomar certas decisões na vida! E agora estou diante de novas decisões tão importantes quanto outras que tomei há anos atrás... A diferença é que agora fui tomada por uma imensa paz e tranquilidade. Gratidão enorme por isso!

Algumas pessoas se sentem incomodadas com as decisões que se fizeram necessárias pelos caminhos da vida. Elas se acham pressionadas a decidir, quando deviam encarar a coisa pelo outro lado: eu tenho o poder de decisão... A angústia de decidir nunca pode ser tão sofrida quanto a impossibilidade de escolha.

Que nesta sexta-feira tenhamos dentro de nós a capacidade de realizar as melhores opções, tomar as decisões mais acertadas e, principalmente, compreendermos que não somos perfeitos, não fazemos sempre as melhores escolhas.Mas decidir deve ser também um aprendizado e para isso é preciso treinar (errando...rs) Que a maturidade nos traga as escolhas acertadas! E assim seja!

A imagem veio daqui

Ás de Copas

quinta-feira, 9 de janeiro de 2014

Bom dia! :-)

Aí, depois de uma Princesa de Copas temos o Ás... Hmmm... Dá o que pensar! Vamos por partes!

Começo contando pra vocês como foi meu dia de Princesa de Copas. Aquela notícia boa que eu esperava não aconteceu... Em compensação, eu recebi uma ótima notícia que abre uma possibilidade bacana para o meu filho, que não por acaso teve como Arcano regente do seu aniversário a própria Princesa de Copas.

Então, se a Princesinha beneficiou o meu filho, me dou por satisfeita! :-)

Mas hoje, vejam só, temos aqui o Ás de Copas. Ele é a semente do amor, ele é o princípio de um novo amor ou o renascimento de um antigo amor. Ele é a energia amorosa.

Em resumo: ele é lindo demais e eu adoro ele! rs

Mas vamos colocar este Ás de Copas dentro de um contexto, que é a sequência deste ciclo de Louco?

Bem, o Louco fala de surpresas, coisas inesperadas acontecendo, novos começos. Em seguida, o 2 de Ouros aponta pra uma virada, uma mudança clara, concreta, em relação à vida material e coisas práticas. Depois temos a Princesa de Copas dizendo: "atenção, essa mudança material chegará através de boas notícias ou terá como consequência boas notícias". Então, a Princesa de Espadas nos mostra a importância de falar a coisa da maneira certa, manter o diálogo e prestar atenção em qualquer informação que chegar até nós. Logo em seguida somos brindados com o 10 de Ouros trazendo o elemento terra para os nossos dias, com a proteção material, o crescimento financeiro e a segurança. A Princesa de Copas retorna, reafirmando que o coração deve ficar leve e que boas notícias chegarão e hoje o Ás de Copas pode nos dizer: abram os braços para receber as bênçãos, vibrem o amor e sejam gratos, pois existe uma fonte inesgotável capaz de nos nutrir e fazer transbordar a taça do nosso coração.

Não sei se vocês repararam também mas o ciclo do Louco é o primeiro ciclo de 2014 (tivemos 9 de Ouros no dia 1º e 10 de Paus no dia 2), por isso devemos prestar atenção nele, pois ele pode expressar muito do que teremos para este ano. E se refletirmos sobre isso, vamos ver que a primeira carta do ano, o 9 de Ouros, confirma este processo de mudanças trazendo bons resultados materiais e alegrias.

As Copas falam de amor, mas também falam daquilo que recebemos. Especialmente o Ás de Copas é a taça que, se esvaziarmos, poderá ser preenchida com o novo. E a imagem que eu escolhi pra hoje mostra exatamente isso! A água constantemente renovada expressando a fartura, a fluidez e as emoções sempre limpas e equilibradas, em harmonia com o Todo.

Bem, é esta a água que eu desejo para mim e pra vocês! Água parada dá doença! Sentimentos reprimidos, sufocados nos adoecem! Portanto, vamos fazer com que nossas águas circulem e se renovem. E vamos dar sequência a este processo do ciclo de Louco que parece apontar para graças em termos materiais. Muita água e terra para fazer o barro da construção e um tico de ar para trazer boas novas! ;-)

Ótima quinta para todos nós!

A imagem veio daqui

Princesa de Copas

quarta-feira, 8 de janeiro de 2014

Bom dia! :-)

Olha ela aqui de novo! Agora em versão verão 2014! Com o calorão que anda fazendo, só mesmo assim... relembrando os velhos tempos em que moçoilas desnudas passeavam por aqui! ;-)

Fiquei me perguntando porque a bonitinha apareceu por aqui novamente em tão pouco tempo. Bem... Vou contar pra vocês então a parte que me cabe neste latifúndio.

Ainda estamos em ciclo de Louco, certo? Bem, ontem, dia de 10 de Ouros descobri coisas bem interessantes envolvendo dinheiro obtido através do suor do meu trabalho...rs E hoje vou ter uma conversa séria com uma pessoa, uma jovem, que poderá me dar notícias muito boas sobre algo que desejo, espero e batalho há anos!

Neste momento, em que escrevo a postagem ainda não sei o resultado da conversa, mas o fato de termos aqui a Princesa de Copas já me deixa muito animada.

O detalhe é que essas coisas todas têm muito a ver com o Louco, tanto pelo fato de representarem um novo começo, como pelo fato de envolverem situações inesperadas. E aí aproveito para falar uma coisa que talvez vocês não saibam: quando iniciei o Via Tarot, há seis anos e meio, os Arcanos que apareciam expressavam com exatidão a minha vida. Com o passar do tempo, o aumento de seguidores e visitantes e o fortalecimento de uma egrégora própria, que expressava a energia (e as vidas) de tantas pessoas, nem sempre a carta fazia sentido pra mim... Mas fazia sentido pra tanta gente, que comentava aqui ou me escrevia emails, que tinha a certeza de que a coisa estava indo pelo caminho certo. Há cerca de seis meses, aproximadamente, e de maneira ainda mais intensa há uns três meses, os Arcanos não me diziam praticamente nada. Tantos dias saíram cartas lindas aqui e eu vivendo situações nada lindas! rs E quantas vezes que aqui aparecia uma carta mais desafiadora e eu estava em paz. Vez por outra a coisa se encaixava na minha realidade, mas na maioria das vezes se encaixava muito mais na vida dos leitores.

De repente, a partir desta carta do Louco, as coisas começaram a se encaixar de uma forma muito perfeita. Só agora, neste momento, percebo isso com clareza. Ao tentar buscar uma explicação para isso, encontrei uma que muito me agradou: reencontrei meu caminho! Estou agindo como deveria agir, fazendo o que deveria fazer e tomando as decisões que deveria tomar. Por conta disso, o tarot voltou a conversar comigo de maneira direta.

Pode parecer que para uma pessoa que trabalha há tantos anos com o tarot tudo está sempre claro... Mas não está! Os anos de profissão me mostraram que para se trabalhar com tarot e terapias precisamos ter um certo nível de clareza mental e equilíbrio, além do conhecimento técnico e da intuição. Mas isso não quer dizer que sabemos tudo o tempo todo, especialmente em relação a nossa própria vida!

Eu também descobri, nesses dias, que a gente só descobre o caminho correto quando escolhe um e começa a trilhá-lo. Costumo brincar em relação a tudo nesta vida: no hay garantia! rs Ou, se lembrarmos o clássico anúncio de TV: la garantia soy yo! rs A garantia, a segurança tem que estar dentro de nós, do lado de fora temos apenas possibilidades.

Esta Princesa de Copas vem mostrar que as notícias boas chegam para quem decide e dá o primeiro passo. A notícia boa é aquilo que atraímos para a nossa vida. Como hoje, quarta-feira, temos a regência de Mercúrio, podemos esperar boas notícias que nos são contadas, informações prazerosas, palavras amorosas. E meu melhor conselho é: vamos nos permitir receber essas palavras tão benéficas com o coração aberto! ;-)

Uma ótima quarta-feira para todos nós!

A imagem veio daqui