8 de Paus

quinta-feira, 31 de outubro de 2013

Bom dia! :-)

Não poderia ter escolhido melhor imagem do que esta em um dia em que metade do mundo (a metade de cima) está celebrando o Dia das Bruxas. A metade de baixo (ou quase, porque sempre há controvérsias) está celebrando Beltane, ou seja, quem mora no hemisfério sul está vibrando os calores e as energias calientes que a natureza emana.

Caminhando pelos parques ou em lugares em que animais silvestres se encontram, é fácil perceber que há um fogo vibrando, há vida em plenitude, há até uma certa agitação. Existe movimento, há magia no ar e há encantamento para quem quiser prestar atenção e se apaixonar também.

Não é coincidência que o 8 de Paus apareça por aqui! Esta carta que tanto fala dos sinais que o universo nos envia, da sincronicidade que nos cerca e torna a vida, realmente, mágica, também é capaz de anunciar a paixão... Tanto pode ser a paixão que surge, inesperadamente, como pode ser aquela paixão antiga que resolve (seguindo as energias de Beltane) se renovar.

Falar sobre tudo isso também me leva a pensar que quando direcionamos nosso foco de atenção para determinado tema, as coisas começam a vibrar naquela direção, aquilo ganha espaço maior na nossa vida. Como hoje é Beltane, o foco é mesmo a energia vital, a paixão, o desejo, o encontro de corpos e almas. Hoje é dia das meninas vibrarem a energia da Deusa e convidarem os meninos para assumir o seu papel de Deus para que o grande encontro aconteça. (ah, eu adoro isso!)

Enfim, que este momento mágico esteja vibrando durante todo o dia! E que nos inspire não somente em relação às paixões carnais, mas principalmente em relação às paixões mais essenciais e profundas, aquelas que nos movem na vida, aquelas que fazem com que a gente cresça como ser humano.

Feliz Beltane para todos nós! Que a centelha divina brilhe em nossos corações!

A imagem veio daqui


Rei de Copas

quarta-feira, 30 de outubro de 2013

Bom dia! :-)

Quando a Rainha de Ouros está pronta, o Rei de Copas aparece...rs Plagiando o velho ditado (quando o discípulo está pronto, o mestre aparece) Isso nos faz pensar que as coisas sempre aparecem e desaparecem dentro de um ciclo e interligadas como uma rede. Ou seja, nada - absolutamente nada - acontece por acaso!

Mesmo quando acreditamos que tudo não passa de uma coincidência, mesmo quando não temos consciência de sermos os detonadores de determinadas situações (especialmente as negativas), algo em nós permitiu certos processos, algo em nós permitiu que alguns fatos acontecessem.

Mas nem tudo acontece para mal, claro!

Então, volto à frase com que iniciei a postagem: quando a Rainha de Ouros está pronta, o Rei de Copas aparece. Existem várias combinações de energias que podem dar bons resultados em um envolvimento entre homem e mulher. Um deles resolveu nos visitar esta semana.

A Rainha de Ouros é a mulher prática! Ela tem a mente bem funcional no que diz respeito à resolução de problemas. Ela é aquela que sabe montar uma pirâmide de cobre, juntando todas as partes, com a maior agilidade. Ela é a criatura que vai para a cozinha e transforma ingredientes inusitados em uma comida gostosa. Ela sabe plantar e cuidar de ervas medicinais, mexe na terra e se sente realizada. Administra dinheiro, organiza objetos e arquivos e, apesar de não gostar de matemática, tem um bom pensamento lógico. Gosta de atividades física e consegue até desatolar carro de dentro da lama! rs

Quando esta Rainha consegue olhar para si e assumir o seu poder do elemento terra, quando ela consegue colocar seus dons para funcionar, mostrando sua capacidade de realização concreta. Surge, então, o Rei de Copas! Aquele que sabe ouvir, aquele que entende, conversa e aconselha. O Rei que valoriza os sentimentos e as relações, e expressa o seu amor através de palavras e atitudes. Ele é tranquilo, paciente e vela a mulher que ama com um olhar cuidadoso. E a Rainha de Ouros é capaz de se sentir amada, ao seu lado, da forma que ela mais aprecia: concreta e fisicamente.

Poderia falar de outras boas combinações, como a Rainha de Copas e o Rei de Paus, mas deixemos isso para uma outra ocasião, quando a sincronicidade juntar outro casal real. ;-)

Bem, em termos práticos, teremos uma quarta-feira amorosa e madura (ah, do jeito que eu gosto! rs) As palavras devem ser suaves, doces, positivas... Devem transmitir o melhor aspecto da vida, tudo que faça crescer e florescer. A quarta-feira da comunicação deverá ser um dia de pacificação, o que é muito bom por conta do Mercúrio que anda retrógrado no céu e Escorpião que reúne um stellium daqueles!

Um ótimo dia para todos nós, com palavras de amor! :-)

A imagem veio daqui


Rainha de Ouros

terça-feira, 29 de outubro de 2013

Bom dia! :-)

Hoje, recebemos a visita desta mulher muito prática e muito firme. Ela aguenta coisas que poucos seriam capazes de aguentar! Mas a primeira pergunta que fazemos é: isso é mesmo necessário? É justo? Faz sentido?

Há tempos eu venho refletindo sobre dois caminhos, dois movimentos que acontecem: o primeiro é o movimento consciente, quando nos vemos diante de uma escolha, quando as coisas claramente se apresentam e podemos decidir o que queremos. O segundo é o processo no qual nos vemos envolvidos sem que tenhamos consciência. São as atitudes que algo dentro de nós escolhe fazer, sem que tenhamos consciência disso.

Estamos no ciclo da Justiça e a Justiça costuma falar de questões que estão acima e além do nosso racional e do nosso consciente. Alguns chamam de karma, mas não o karma tal qual se fala por aí, com conotação de castigo, de "vingança divina", mas o processo invisível e silencioso que organiza as coisas, que faz com que pessoas se encontrem, se desencontrem, situações se concretizem ou não.

Por isso que este talvez seja um momento em que coisas estranhas aconteçam, sem que tenhamos ideia dos porquês. Aí vem a primeira pergunta: somos escravos desses movimentos? Ontem, talvez, hoje, creio que não... A presença da Rainha de Ouros por aqui mostra que existe um certo controle (sempre relativo, né?) em relação à concretização das coisas em nossa vida.

Hoje, a consciência é bem maior do que ontem. Ontem, estávamos entregues ao tempo certo de cada coisa que não é ditado por nós. Hoje, já temos em mãos a capacidade de realizar coisas, definir coisas.

A presença desta carta em um dia de Marte também nos mostra a importância da firmeza e decisão das nossas atitudes. Agir, aqui e agora, de forma ágil e pragmática, para resolver questões pendentes. Não é momento de empurrar com a barriga, é momento de ação com objetivo de concretizar.

Aproveito carona na postagem para avisar aos clientes que fizeram contato por email que desde sexta-feira que estou meio afastada da net, dando prioridade somente à postagem do blog. Mas se todos deuses assim permitirem, amanhã retorno e coloco o trabalho e a correspondência em dia.

Ótima terça-feira para todos nós! :-)

A imagem veio daqui

7 de Ouros

segunda-feira, 28 de outubro de 2013

Bom dia! :-)

O final de semana cumpriu o seu papel. Passagem de 2 de Espadas para Justiça e trabalho espiritual forte e profundo, daqueles que deixam a gente meio fora do ar e refletindo sobre muitas coisas. Não deu para ignorar a energia de corte presente tanto no sábado quanto no domingo. E a alternância de emoções mais alegres e mais pensativas, e até meio melancólicas, se fez presente.

Hoje, ainda na energia do ciclo de Justiça, temos o 7 de Ouros falando dos processos mais lentos, porém mais concretos e seguros que teremos pela frente.

Sempre que esta carta aparece, já sabemos que a paciência será necessária porque os resultados de um trabalho já realizado, vão acontecer, mais ainda não tão rapidamente. No mundo ansioso em que vivemos, em que tudo deve acontecer o mais rapidamente possível, em que "tempo é dinheiro" e que queremos controlar o desenvolvimento de tudo, ter que esperar o tempo certo de cada coisa é, praticamente, uma tortura.

É por isso que muitos autores fazem uma análise desta carta de forma mais negativa, quando, essencialmente, ela fala de realizações, só que são realizações que precisam de um tempo certo para acontecerem e precisamos aprender a respeitar esse tempo.

A paciência é uma qualidade que nasce com algumas pessoas. Infelizmente, não me encaixo nesse grupo! rs No entanto, nada impede o cultivo da paciência, através da disciplina e do desenvolvimento de foco e propósito. Hoje, eu tenho uma paciência que há 10 anos eu consideraria totalmente impossível ter. Superei limitações, aprendi a meditar, aprendi a dar um passo atrás e não permanecer na reatividade. Aprendi coisas que em tempos passados eu consideraria passividade ou "ter sangue de barata". E descobri que não preciso ter opinião sobre tudo e não preciso sempre dar a última palavra. E quando descobri isso, percebi o quanto de energia se gasta para preservar certos conceitos que o ego insiste em manter como absolutos.

Não saber lidar com o 7 de Ouros é não saber largar mão do controle. Controle sobre a nossa vida, sobre os fatos que nos rodeiam. Nesses dias de Mercúrio retrógrado, por exemplo, tenho observado e vivenciado várias situações em que a comunicação e a tecnologia estão "dando baile" nas pessoas... Conexões cortadas, lentas, as pessoas entram no skype e não são vistas online, escrevem emails que entram por um buraco negro, comentários que não entram no blog, os celulares dando tilt total... Enfim, adianta se revoltar? rs Compreender e absorver a sabedoria do 7 de Ouros é superar o desejo de controle e se entregar, com confiança e gratidão, ao que vem a seguir...

Uma ótima segunda-feira, com a certeza de que, no tempo certo, teremos boa colheita! :-)

A imagem veio daqui

A Justiça

domingo, 27 de outubro de 2013

Bom dia! :-)

E o que seria a justiça se não fosse o erro e o acerto? Se não fossem os enganos, a divergência de pensamentos e valores? O que seria da justiça se todos pensassem do mesmo jeito? Buscassem os mesmos caminhos e os mesmos resultados?

A justiça existe porque o ser humano insiste - graças aos deuses todos - em ser único, cada qual em sua essência, diferente e divergente do outro.

Quando inventaram a justiça, desinventaram a obviedade! Quando qualquer tipo de julgamento se fez necessário, foi o exato momento em que as expressões "é claro que..." e "não há dúvida" deveriam ter sido banidas do mundo. Mas não foram...

É por isso que atualmente tudo parece tão absurdo!

Mas o único absurdo é querer que todos naturalmente compreendam o que acontece na cabeça dos outros.

O Arcano da Justiça é uma das cartas que considero mais difíceis de interpretar. Ele depende muito das outras cartas que estão próximas e da inspiração do tarólogo no momento do jogo. A Justiça tem um forte aspecto kármico e, neste sentido, costumo dizer sempre que quem fez a sua parte bonitinho, não precisa temer. Mas quem há de saber se fez ou não fez tudo, exatamente, do jeito que deveria?

Talvez, por tudo isso, a Justiça, sempre que aparece, causa uma certa tensão no ar. Não sabemos como foi nosso desempenho de forma clara.Não temos muita noção do que já trazemos na bagagem, de vidas passadas, não sabemos como está o placar ou relatório da criatura que está do outro lado, nos ofendendo ou (segundo nossos próprios critérios) sendo injusta conosco.

Percebam que entramos em um novo ciclo. A sensação é de que saímos correndo com o Carro, na intenção mudar uma situação (mais ou menos angustiante, se formos levar em conta as últimas semanas), com algum esforço as coisas foram se acertando, conseguimos resgatar nossa energia, nossa capacidade de recriar a realidade, ontem, com o Ás de Paus, mas ontem algo de novo aconteceu, algo de diferente pode ter surgido. 

O 2 de Espadas não decide, pelo contrário, ele é a dúvida que ainda não se vê pronta para se desfazer, se desmanchar. Mas a Justiça é uma das melhores cartas para quem espera uma decisão. A única questão é a incerteza: vamos gostar do resultado da decisão ou não?

Não sei vocês, eu não suporto coisas que não tomam um rumo, que ficam atravessadas... principalmente quando atravessam no nosso caminho e trancam a passagem. Então, hoje é dia de remover obstáculos! Sigamos, pois, confiantes de que a Justiça será feita e que nós tivemos a sabedoria para agir em harmonia com ela. Que assim seja!

Ótimo domingo para todos! :-)

A imagem veio daqui

2 de Espadas

sábado, 26 de outubro de 2013

Bom dia! :-)

Qual é a linha tênue que separa o Ar da Água? Qual é o caminho percorrido pelas ondas, que em sua espuma expressam o movimento e a agilidade tão aérea? Dividimos os quatro elementos por simples método pedagógico! Ar, Água, Fogo e Terra... São eles que criam tudo que nos cerca. São a matéria-prima da criação.

Estudando o tarot, percebemos isso com muita frequência. Quando uma carta de um naipe mostra um outro elemento, que não o da correspondência direta daquele naipe. Quando uma carta de um naipe fala de questões que envolvem outros elementos também.

Porque nada neste mundo está isolado! Porque todos somos um, o clichê que tem um imenso fundo de verdade. Estamos todos unidos através de uma grande rede energética. E isso se aplica em diversas situações.

Na astrologia, temos nosso signo solar, o signo lunar e nosso ascendente, que costumam definir nossa essência, nossa forma de sentir e nossa personalidade. Mas são tantos diferentes aspectos que nos influenciam, que é por demais simplista ficar só por aí. No culto dos orixás, temos nossos "pais de cabeça", às vezes mais um adjuntó, no entanto, conforme vamos mergulhando nesses mistérios, percebemos a presença e influência de todos os orixás. Até mesmo aqueles que não são tão conhecidos no Brasil.

A Espada corta, a Taça (Copas) recebe. A Espada aponta, as águas (Copas) ondulam... E, no entanto, é com a razão (Espadas) e a sensibilidade (Copas), misturadas, equilibradas e harmonizadas, que conseguimos tomar as melhores decisões. Quem só quer a lógica, não entende os mistérios. Quem só derrama emoções perde o foco. Quanta sabedoria nestes dois naipes, esses dois elementos que se apresentam de forma tão marcante nesta imagem.

Em meio às águas bravias, equilíbrio e sobriedade. Com as armas de guerra nas mãos, paz... Profunda paz que se expressa na postura da moça, que mais parece estar fazendo yoga, a postura da árvore (vrikshásana), com profunda tranquilidade, com os olhos fechados para a instabilidade externa, centrada apenas na sua profunda estabilidade interior.

As interpretações mais tradicionais do 2 de Espadas falam do diálogo, do uso da palavra como arma para defender ideias e também temos a situação em que é preciso tomar uma decisão, mas não sabemos de todas as informações necessárias para fazer isso da melhor maneira. Pois hoje eu venho com mais uma interpretação, resultante desta imagem e da minha observação cotidiana.

Muitas vezes, acreditamos que a resposta que tanto esperamos ou as tais informações ainda ocultas vêm de fora. São algo externo... No entanto, é dentro de nós que se encontram as mais importantes respostas. Refletindo sobre isso, a tendência do ser humano, envolto em sua arrogância intelectual, é começar a pensar, pesquisar, raciocinar, deduzir, explicar. Sinto informar que esse não é o melhor caminho. Fechar os olhos e ficar ouvindo a ladainha mental não é uma boa opção. É tudo tão mais simples, mas tão mais simples, que muitas vezes ao silenciar o tirano predador ao invés de obtermos um planejamento estratégico para resolver o problema e tomar a decisão, o problema desaparece e a decisão já foi tomada, porque ela já era desde sempre.

Falo com tranquilidade sobre isso, porque sempre tive a tendência a racionalizar tudo e querer explicação para tudo. Mas tem coisas que simplesmente não podem ser explicadas, somente sentidas, absorvidas, percebidas de forma, praticamente, corporal. Hoje em dia, procuro não buscar tantas explicações, procuro encontrar a mim mesma. Encontrar meu caminho que flui naturalmente, sem mapas, sem bússolas, sem coordenadas pré-estabelecidas.

Há alguns anos, tive um insight durante uma meditação que era mais ou menos o seguinte: toda a confusão, as brigas, revoltas, discussões, são somente uma forma de atrasar aquilo que já está perfeitamente resolvido mais adiante. E assim é...

Que o sábado seja de equilíbrio! :-)

A imagem veio daqui


Ás de Paus

sexta-feira, 25 de outubro de 2013

Bom dia! :-)

Pessoas queridas, preparem-se que hoje teremos histórias para contar! Muitas! Variadas! Aprofundadas! Como ainda estamos em ciclo de Carro, repito a frase da segunda-feira: apertem os cintos! A viagem vai continuar! ;-)

Em primeiro lugar, podem elogiar esta imagem! Linda, né? Adorei! Ela é a primeira de três imagens que vou publicar hoje, porque fui inspirada em três frentes de observação diferentes em relação ao Ás de Paus.

Vejam que um anjo carrega uma tocha, vindo de cima, do céu, para baixo, para a terra. Temos aqui, então, um fogo celestial! É a centelha divina que nos anima, que nos traz entusiasmo, grandes ideias, inspiração, conexão com o que é Divino.

Um Ás de Paus pode representar esta conexão com a nossa essência, com o Deus Interior que existe dentro de cada um de nós. É quando temos uma ideia brilhante e ela parece ter vindo de outro lugar e não do nosso racional. Podemos pensar em um fio luminoso que nos liga com algo maior do que a nossa personalidade, que é o "Deus em mim". Ele também é entusiasmo cuja origem linguística quer dizer "deus dentro". Portanto, no Ás de Paus podemos relembrar da nossa ligação com o Todo e despertar a centelha divina que há em nós.

Já na segunda imagem, vamos ver o fogo telúrico, tradicionalmente representado por dragões ou serpentes (kundalini). Ele vem de baixo, da terra, e sobe ao céu. Ele percorre os chackras e vai iluminando cada um deles, do básico até o coronal. Sempre que imagino isso, em minhas meditações e visualizações, fico envolta em encantamento! Vejo mandalas coloridas e luminosas despertarem e vibrarem energia pelo meu corpo! É uma experiência maravilhosa!

O Ás de Paus pode ser tanto o caduceu, o emblema de Hermes (um bastão com duas serpentes ascendentes entrelaçadas), que retrata exatamente tudo que acabei de descrever: a subida de kundalini. Como pode ser o bastão do poder, aquele que os magos usam (a varinha de condão das fadas, a varinha mágica do Harry Potter...rs), que serve para direcionar o poder. Ele pega esta energia de fogo que se acumulou nele mira (na fé e rema! rs Piadinha de bastidores...rs) e envia para transformar, aumentar energia, fazer acontecer!

Aqui temos o aspecto sexual e fálico do Ás de Paus, temos a energia vital em forma de desejo, paixão. Levando-se em conta que estamos em uma sexta-feira de amorzinho, isso pode querer dizer muita coisa! Tudo vai depender do que cada um resolver fazer com o seu bastão! (ops! rs) Uma coisa que sempre achei muito legal em meus estudos de alquimia, tantra, bruxaria, práticas taoístas é que existem informações ali tão claras e evidentes, que me parece estranho que as pessoas não percebam. Mas não falo um perceber racional, somente informativo, porque isso qualquer pessoas com dois neurônios faz... Estou falando de absorver o conhecimento e trazer para a vida prática. Não entendo... Nunca entenderei! Eu viveria aquilo lá por algumas (muitas) encarnações com uma imensa gratidão! Acho, inclusive, que já vivi!

E, finalmente, temos o Ás de Paus que nem veio do céu e nem da terra, mas que vibra na superfície, expresso através da natureza. Quando olhei esta imagem, fiquei rindo sozinha para a tela do computador pensando na varinha olhando pro sol e falando "ET phone home"...rs É mais ou menos por aí! O Ás de Paus é o representante do sol e também uma manifestação do sol do interior da terra, já que ele começou como uma semente, criou raízes e emergiu.

O Ás de Paus que é símbolo de fertilidade, de semente que dará flor e fruto, de ciclo que se inicia e manifesta. Olhando a imagem também imaginei que o salto que o alce poderá dar, por sobre o despenhadeiro, é o impulso do Ás de Paus, é o que faz a gente se mover, mexer, criar, imaginar.

Alguém percebeu o quanto gosto deste Arcano? :-)

Então, como a sincronicidade me acompanha desde o nascimento, vou aproveitar e copiar para vocês aqui um trecho do livro que estou lendo e que por acaso li um pouco antes de vir fazer a postagem. Senti nele a energia do Ás de Paus voltada especialmente para as mulheres (desculpe meninos, nada pessoal, mas é que este é um livro de xamanismo feminino, tá? Continuo amando vocês!)

"Eu a olhava intrigada e ela continuou:

- Acreditamos no cérebro, um rei que nós mesmas entronizamos. Obedecemos-lhe e acabamos escolhendo estacas intoxicantes, como por exemplo o medo do sucesso, do fracasso, da morte; ou não nos achamos suficientemente boas. Sentiu-se assim no alto do desfiladeiro. Teve que ser incentivada, além dos limites impostos por seu rei, para ver que seu autoconceito era uma ilusão. Era o seu vício, e ele a impedia de crescer em direção a seu próprio mistério, seu próprio esclarecimento. A mesma coisa aconteceu na trilha. Se um apego não funciona, você encontra outro, novo. Teve medo de saltar sobre o abismo, mas acabou saltando e, novamente, superou seus limites autoimpostos. Quando os espíritos de la caldera ofereceram-lhe um tesouro, não conseguiu acreditar que o merecia.

- Por que não consegui, Zoila?

- Porque não se considerou merecedora de tal riqueza. E o que aconteceu em seguida? Escorregou e machucou suas costas. Sabe por que?

- Não.

- Porque tem medo de assumir seu poder. É uma coisa que merece ser vista. Afastou-se de seu poder. Parece simples. Perdeu a fé em sua própria capacidade. Essa contração de energia manifestou-se como uma profunda dor em suas costas.

Comecei a soluçar descontrolada. A umidade da névoa, as gotas da cachoeira e o meu suor juntaram-se às lágrimas, caindo na lama. Tentei movimentar-me para a frente, mas a parte superior do meu tronco não se mexeu. Balancei-me, perdida em espasmos.

- Sinto muito por decepcioná-la - lamentei

- E agora vai se punir ainda mais. É o Rei Cérebro falando incessantemente. Você é muito inclemente consigo mesma, um grande vício de muitas mulheres. O Rei Cérebro gosta de destruir você, não? Seu medo de deserção é um dos maiores chicotes dele. Sua necessidade de aprovação é outro. Todos esses vícios fazem com que seu poder se perca e você acaba sucumbindo.

- O que posso fazer, Zoila?

- Tem a sorte de ter passado por essas provações, essas lições, pois uma nova sabedoria está a sua frente. Tenha orgulho de si mesma e do que conseguiu. Deixe de lutar agora. Você mesma se emboscou. Às vezes, uma orientação é útil - olhou-me perfeitamente calma.

- Vai me orientar? - perguntei

Apoiando o cajado na lama, ela pulou do tronco apodrecido em que estava e caminhou em minha direção, não afundando mais que uns dois centímetros. Não consegui entender.

- Zoila, por que você não está afundando?

- Existe um truque, é claro, de como caminhar sobre esta lama. Entretanto, não é coisa que se explique com palavras. Só pode ser percebida no coração e no ser total. - Estendeu-me a mão e a peguei - Agora, não lute comigo. Não pense. Limite-se a puxar minha mão, gentilmente, e deixe que eu a puxe para cima e para fora. A lama irá deixá-la, se você a soltar.

Puxei a mão dela e segui seu conselho da melhor maneira que pude. Nada parecia acontecer, nenhuma vitória de tipo algum sobre aquela poderosa areia movediça. Eu estava quase desistindo, quando olhei para o rosto de Zoila. Vi uma força indescritível em seus olhos. Ouvindo um som de sucção, comecei a me libertar. Quase apavorada, agarrei o braço de Zoila com a outra mão. Estava livre." (A Mulher Jaguar - Lynn V. Andrews)

Ao ler este texto, dei um profundo suspiro. Fechei o livro. Fechei os olhos e agradeci pelo fato de sentir que o verbo já está no passado: "nossa! Eu era, exatamente, assim!"

Ótima sexta-feira para todos nós (e nossos poderes) :-)

As imagens vieram daqui, daqui e daqui

7 de Copas

quinta-feira, 24 de outubro de 2013

Bom dia! :-)

Muitas coisas para escrever e analisar... Venham comigo!

Ontem, começamos a falar sobre fantasmas, criações mentais que poderiam nos atropelar, trazendo medo e insegurança. E hoje transferimos o discurso do campo mental para o setor emocional. Hoje, o cuidado deve permanecer: atenção às impressões emocionais em relação a situações, pessoas, coisas, lembranças, desejos. Devemos olhar tudo de forma muito cuidadosa, pois a linha que separa a intuição da ilusão é muito tênue.

Para falar do 7 de Copas precisamos relembrar o conceito de mente do predador. Interessante isso, levando-se em conta que a mente do predador, como o nome já diz, é um processo que ocorre no aspecto racional, mental, enquanto o naipe de Copas abrange mais as emoções. Mas já falamos aqui no Via sobre tais situações em que temos este cruzamento de naipes e temas.

Mente do predador é algo que foi implantado em nós e que faz com que acreditemos que seja parte de nós ou, melhor ainda, faz com que tenhamos a impressão que é a expressão do nosso eu mental, racional. A mente do predador fala dentro da nossa cabeça, costuma se fazer de conselheira, mas de um modo geral só nos aterroriza, instiga brigas, detona nossa autoestima, arranca nossa esperança. É a mente do predador a responsável por comentários do tipo: isso não vai dar certo... você está sendo ridiculamente crédula... ninguém gosta de você... as pessoas são sempre falsas... não se pode confiar em ninguém... algo de terrível pode acontecer... E por aí vai! São tantas frases negativas, assustadoras... As piores são as que possuem um ponto de interrogação ou reticências, não afirmam, mas povoam a nossa cabeça de dúvidas e desconfianças (você tem certeza que ele foi sincero? como você pode saber se isso vai dar mesmo certo?) E, reparem, a fala costuma acontecer na terceira pessoa, o que é estranho porque se o pensamento é meu, por que eu estou me chamando de você? Já pensaram nisso?

E onde fica a ligação da mente do predador com a emoção (negativa)? Simples, a mente do predador se alimenta do nosso medo e por isso ela mantém as nossas emoções sempre em estado de tensão e apavoramento. Particularmente, eu tenho a opinião de que a síndrome do pânico está profundamente associada às atividades da mente do predador. Tudo se encaixa nesse sentido...

Pois bem... Então temos hoje o 7 de Copas (e esta imagem linda que encontrei) e não temos mais os medos do 9 de Espadas, mas ainda estamos sob o risco da ilusão e do engano. Serei mais específica... Estamos falando aqui de desejos e receios mais associados ao emocional, algo que acaba gerando uma certa ansiedade e nos impede de enxergar com clareza o que está acontecendo. É aquele momento em que os prazeres fúteis podem parecer tão importantes ou a hora em que nos vemos sem saída para um problema e já damos o jogo como perdido, abrimos a boca, choramos... Muita calma nesta hora, viu? É preciso agir com cautela.

A dica será de cura, assim como a imagem que escolhi ontem... A ideia é se inspirar na imagem de hoje: sentar-se e colocar em volta de si as taças, as opções, as sensações, as emoções e desejos. Trabalhar a respiração consciente, relaxar, mergulhar dentro de si. Depois vibrar o desapego por todas as opções, até se sentir totalmente só, mergulhado no silêncio interior, abraçado com sua essência. Lentamente, começar a sorrir, um sorriso entregue, tranquilo. E então permitir que as coisas que realmente possuem uma forte ligação energética com essa essência-eu se aproximem. Assim se faz uma escolha sem ilusões ;-)

Que a quinta seja linda! :-)

A imagem veio daqui

9 de Espadas

quarta-feira, 23 de outubro de 2013

Bom dia! :-)

Para quem não está entendendo absolutamente nada, olhando para esta foto e para o nome do Arcano do dia, vamos às devidas explicações! rs

Tradicionalmente, o 9 de Espadas é conhecido como a carta do pesadelo. Isso acontece porque esta carta fala de medos e inseguranças que povoam a nossa mente, sem que haja qualquer razão concreta. Esses sentimentos negativos são fruto, na verdade, de memórias negativas antigas que permanecem em nós e contaminam nossa visão da realidade atual.

Creio que todos vocês já tiveram a oportunidade de ter um pesadelo em que foram tomados pelo medo, pelo pavor, mas que, ao acordar, lembraram do que aconteceu no sonho e falaram para si mesmos "mas que bobagem! Por que eu estava tão assustado no pesadelo?" A razão é simples... De um modo geral este tipo de pesadelo envolve algo sobre o qual não temos informações, não sabemos em profundidade suas causas e/ou consequências. Um dos maiores pesadelos do ser humano é o desconhecido. Alguns pensadores já afirmaram que só é possível amar aquilo que se conhece. Podemos deduzir a afirmativa contrária: temos uma tendência a não gostar do que nos é desconhecido, estranho ou diferente.

O 9 de Espadas fala disso... das coisas que ficam nebulosas, não são claras, não são objetivas, deixam pontos de interrogação pelo caminho. Normalmente, isso acontece quando várias questões vão se acumulando e acabam por gerar um medo totalmente irracional. Eu diria que o 9 de Espadas é uma inflação de temores não específicos.

Bem, já deduziram porque eu coloquei esta imagem para o Arcano de hoje?

Eu decidi que hoje faríamos uma postagem de cura, uma postagem que ao invés de ressaltar o significado da carta, destacasse o antídoto. Então postei uma bela imagem de um filtro dos sonhos e uma mulher soprando encantamentos sobre ele. A energia que estou puxando, magicamente, para o dia de hoje é essa! Um protetor de pesadelos invisível, que nos preserve da energia negativa que está sempre por aí, disponível no mundo, de um modo que consigamos vibrar somente o bem, o amor, a paz e a harmonia.

Ontem, este tema surgiu duas vezes, numa conversa com meus pais e numa conversa com meus amigos-família: a dificuldade de viver em um mundo tão negativo mantendo a positividade e as boas energias. Este é um desafio e tanto! Eu passei por um período de reunir forças e agora estou restaurando as alegrias ou como diz meu pai numerólogo: resgatar a minha essência que sempre foi luz e alegria. A razão de fazer isso não se resume a ficar feliz e alto astral... Muito além, ser feliz é uma questão cumprir uma missão de vida. Todos viemos para este mundo para sermos felizes através da realização da nossa essência, da expressão do nosso Deus Interior. E quem se lembra disso no dia-a-dia?

Pois bem, então tia Cacau está aqui pra lembrar vocês disso! ;-)

Uma ótima quarta-feira para todos nós!

A imagem veio daqui

3 de Ouros

terça-feira, 22 de outubro de 2013

Bom dia! :-)

Depois do Carro abrindo os trabalhos da semana, hoje temos o primeiro Arcano Menor que passeia por aqui, ainda dentro da mesma temática de movimento, agilidade e desenvolvimento.

Refletir sobre uma carta tão concreta como o 3 de Ouros dentro de um ciclo que tem como foco o movimento, me faz pensar em colocar sonhos pra andar e acontecer.

Alguns autores associam o 3 de Ouros à criatividade. Eu até concordo, mas de uma forma bem específica. Vejam, o 3 é um número que fala de comunicação, arte e criatividade. Se estamos em Ouros e, portanto, em Terra, temos não somente a criatividade no sentido das ideias, mas sua expressão bastante concreta, através de realizações.

Agora vamos juntar tudo isso com a energia de Marte da terça-feira e temos - tchan-tchaaaammm! - um dia de muitas realizações que acontecem de forma ágil, acelerada ou através de disputas, embates. Uma dica especial pode ser se movimentar, sair, passar em lugares onde não se passa há tempos. Ao mesmo tempo permitir que a inspiração venha de fora para construir novos projetos.

Sim... Olhem para a imagem do dia e pensem na importância da inspiração para que um trabalho aconteça! E pensem em toda a diferença que faz compartilhar um trabalho, o tanto que rende positivamente uma boa parceria, porque duas cabeças pensam mais do que uma, quatro braços trabalham mais do que dois...rs E por aí vai...rs Quando ficamos mergulhados em nossos próprios pensamentos e nossa própria visão ficamos circulando em torno do nosso umbigo, mas quando interagimos com outras pessoas e buscamos realizar projetos e desenvolver ideias em parceria, mergulhamos no universo do outro, enxergamos o mundo com o olhar do outro. Isso não quer dizer que vamos reproduzir algo resultante somente da bagagem alheia, mas quer dizer que acontece uma mistura, uma simbiose, uma alquimia, com ingredientes diferentes, originários de lugares diferentes, seres diferentes, experiências diferentes, que resultam em um olhar novo, o que podemos chamar de inspiração criativa.

Eu vou aproveitar este 3 de Ouros para resolver uma questão aqui em parceria com um amigo, quem sabe se disso não resulta um ganho bem concreto? Vejamos...rs

Pessoas queridas, esta semana retorno às atividades profissionais e estou fazendo o agendamento para consultas. Ainda tenho alguns horários vagos... Os interessados devem escrever para consulta@viatarot.com.br

Ótima terça-feira para todos nós! :-)

A imagem veio daqui

O Carro

segunda-feira, 21 de outubro de 2013

Bom dia! :-)

Começamos a semana com uma nova regência. Na segunda-feira passada tivemos o Louco dando o tom de toda semana. E agora é o Carro que puxa a energia e, aviso logo, só teremos novo Arcano Maior no domingo, portanto, apertem os cintos que a viagem vai começar.

Para os curiosos, adianto que a semana nem será tão fofa quanto a passada, mas também nem tão desafiadora quanto as semanas anteriores. Temos alternância de cartinhas mais ou menos e cartinhas bacanas.

Mas vamos pensar no que esta carta veio nos dizer?

Percebam: hoje é segunda-feira, dia da Lua, quando analisamos a magia e a espiritualidade. Se temos por aqui um Arcano Maior, já é sinal de que esses temas possuem uma importância significativa nesta semana.

O Carro pode representar o veículo espiritual, então sempre que ele aparece podemos ser convidados a receber e canalizar alguma energia do mundo espiritual. Isso não quer dizer, necessariamente, uma experiência mediúnica ou uma incorporação... Pode expressar diversas formas de manifestação espiritual. Fiquemos atentos, então, para que possamos perceber se seremos veículos de alguma informação importante, para nós ou para os outros, vinda do "lado de lá".

Reparem que a imagem foi escolhida a dedo! É uma imagem do Carro com profundos aspectos místicos. O símbolo que a moça segura é uma mistura de espiral com o Tao, um mergulho dentro de si para encontrar seu próprio equilíbrio. É isso que o Carro nos pede: primeiro o equilíbrio para que depois se possa andar, seguir em frente.

Peço atenção também para a flor de lótus, que nos lembra sempre que é na lama que esta flor brota. E isso simboliza a energia mais pura, bela e amorosa que resiste e se fortalece a cada dia mesmo estando cercada de energias sombrias, nebulosas e viscosas (eca! rs)

O Carro chega aqui para nos lembrar que devemos começar com o processo de equilíbrio interno para que depois possamos nos mover rumo à meta por nós traçada. Com determinação, disposição e agilidade. Que assim seja!

Ótima segunda-feira para todos nós!

A imagem veio daqui

Ás de Espadas

domingo, 20 de outubro de 2013


Bom dia! :-)


Bem, finalizamos a semana-oásis, todos felizes, todos satisfeitos. Tivemos cartas lindas de Copas e Ouros, tivemos dois personagens de Espadas e, hoje, o Ás de Espadas que é a expressão do poder. Como costumo citar sempre: "eu tenho a força!" É a espada do poder!

Podemos também pensar que esta espada poderosa pertence ao Rei, que esteve por aqui ontem, que representa o poder maior do Reino do Ar.

Hoje, domingão de regência solar, costumamos observar as questões ligadas ao trabalho interior e ao autoconhecimento. Um Ás de Espadas tem aqui um significado associado à capacidade mental, intelectual, de tomar decisões... E, claro, também é o poder de valorizar a nossa palavra.

Meu avô materno costumava dizer que era de um tempo em que a palavra de um homem valia mais que qualquer coisa. Vivemos um tempo oposto... Em que a palavra de homens e mulheres não costuma valer muita coisa. Precisamos mudar isso de forma concreta e objetiva, começando, claro, por nós mesmos. Que sejamos profundamente responsáveis por cada palavra proferida e desta forma possamos criar e multiplicar o poder de nossas palavras.

É isso que o Rei de Espadas começou a fazer ontem e que o Ás de Espadas veio concluir hoje. Captaram a mensagem? ;-)

Que nosso domingo seja de grandes descobertas, percepções e manifestações do nosso poder pessoal. Que assim seja!

A imagem veio daqui

Rei de Espadas

sábado, 19 de outubro de 2013

Bom dia! :-)

Para não dizerem que persigo o moço, escolhi uma imagem fantástica dele, talvez a mais bonita que já vi até hoje!

O Rei de Espadas é aquele cara que trabalha em duas frentes: ou sua arma é a espada ou então a caneta. Pode ser um guerreiro, alguém que desafia as regras ou quem as defende. Mas pode ser também um estudioso, pesquisador, professor ou escritor.

Seu temperamento costuma ser muito racional, frio, pode mesmo ser indiferente ao que as pessoas a sua volta sentem. E isso é curioso levando-se em conta que as duas cartas anteriores foram o 9 e o 10 de Copas. Será que elas conseguiram colocar um pouco de sentimento nesta criatura? Eu espero que sim!

Estava aqui matutando... Será que este Rei apareceu aqui para ser o defensor, o protetor daquela estruturação amorosa que alcançamos ontem, com o 10 de Copas? Digo isso porque no mundo louco em que vivemos, algumas coisas preciosas como um bom relacionamento, seja ele entre um casal ou mesmo entre amigos, devem ser protegidas, preservadas da melhor forma possível.

Para confirmar essa linha de raciocínio, outra informação encaixa perfeitamente: qual a carta que tivemos na terça-feira? Rainha de Espadas! Vejam, alguns tarots dizem que a Rainha e o Rei de Espadas são irmãos e não casados, a ideia é reforçar a energia solitária de ambos. Mas neste caso são seriam chamados de Rei e Rainha, os dois irmãos seriam Rei e Princesa ou (vamos imaginar uma cultura matriarcal...rs) Rainha e Príncipe. Então, vamos imaginar um casal do elemento Ar, casado mesmo, mas que cada um expresse o seu poder pessoal e a sua individualidade e cada um veja no outro suas qualidades, seus atributos e admire o outro por tudo que é. Podem ser dois professores, dois advogados ou dois guerreiros.

Com a permissão de todos vocês e a influência do ciclo de Louco, também gostaria de dizer que este Rei de Espadas está aqui pra me lembrar de escrever meu(s) livro(s) ainda nesta encarnação...rsrsrs Assim que eu me estabelecer em nova moradia, essa é uma providência que vou tomar, criar disciplinas para finalmente realizar este sonho antigo.

Que o Rei de Espadas se realize em nossas vidas hoje, dia de Saturno, trazendo esclarecimento, entendimento, aprendizado e fazendo com que os projetos caminhem dentro de uma visão lúcida e correta. Que assim seja, amém nós todos! :-)

Ótimo sábado para todos nós!

A imagem veio daqui

10 de Copas

sexta-feira, 18 de outubro de 2013

Bom dia! :-)

Depois do 9 de Copas, só mesmo o 10 de Copas, não é mesmo? E em sexta-feira de amorzinho, então, fica melhor ainda! Acho que é o mínimo que merecemos depois das últimas semanas tão agitadas e pesadas.

A carta de hoje volta com dois temas que eu adoro: sereia e arco-íris. Essas são energias com as quais estou profundamente ligada e fico feliz de trazê-las ao Via Tarot para compartilhar com vocês.

Ontem, fiquei aguardando que alguém tivesse a curiosidade de perguntar a razão de dia 17 de outubro ser um dia especial pra mim, mas ninguém se manifestou. Pois bem, com a presença do 10 de Copas aqui completando a energia que iniciou ontem e que traz uma incrível sensação de plenitude, pelo menos pra mim (rs), conto pra vocês o que aconteceu ontem... Eu e o sócio completamos oito anos juntos. 

Estes oito anos começaram de uma forma extremamente mágica, que expressa o 9 de Copas com perfeição, e depois passaram por grandes desafios, em diversos sentidos. Esse foi um tempo de muito crescimento, amadurecimento. Especialmente nos últimos três anos, como disse uma grande amiga que trilha o caminho xamânico, eu passei por todas as provas que podia, fui exigida ao máximo, e agora posso colocar os pés em um novo ciclo plena de poder. Desafios existem para que possamos aprender a superá-los e não para permanecer neles em sofrimento.

A presença do 10 de Copas aqui é muito auspiciosa para todos, mas ouso tomar para mim boa parte desta energia tão boa! rs O 10 de Copas surge como resultado deste período de oito anos, em que tivemos muito crescimento individual e como casal, mas também surge como a tônica deste novo ciclo que começa hoje.

É claro que um 10 de Copas em sexta-feira de amorzinho é a plenitude de um amor maduro. Mas devemos esmiuçar um pouco mais isso... Vamos?

Vênus nos fala de amor, de relacionamento, mas também da autoestima, da beleza e daquilo a que damos valor. Se nutrimos aquilo a que damos valor com atenção, cuidado e amor, certamente isso se manifestará de forma cada vez mais radiante na nossa vida. Portanto, as dicas não se resumem ao relacionamento amoroso, mas incluem tudo aquilo que faz diferença, tudo aquilo que consideramos fundamental em nossa vida. Sem falar que também devemos prestar muita atenção ao nosso relacionamento com a pessoa mais importante das nossas vidas: nós mesmos! rs Como eu costumo brincar: "gostaria de agradecer a esta pessoa incrível que me acompanha desde sempre, nunca me abandona e sem a qual eu não poderia viver: eu!" rsrsrs

Enfim, crianças, aproveitem bem esta carta linda e percebam o quanto pode ser prazeroso cuidar de si, cuidar de tudo que se preza, todos que amamos... Ótima sexta-feira para todos nós!

A imagem veio daqui

9 de Copas

quinta-feira, 17 de outubro de 2013

Bom dia! :-)

Cartinha linda, imagem fofa e a esperança de que os desejos se realizem. Quais desejos? Preferencialmente, todos, né? Mas caso seja pedir demais, pelo menos os prioritários...rs Para quem estiver com tempo e paciência, recomendo fazer até uma listinha!

O que é um desejo? É um capricho ou é a expressão material, concreta, de algo que sentimos que faz parte do nosso caminho, da nossa vida, do nosso ser? Esse é o primeiro ponto para se refletir. Algo como: quais são os critérios dos nossos desejos? Em que se baseiam?

Em seguida, vamos explorar um pouco mais a palavra desejo... Ela também está associada ao prazer, que tanto pode ser sexual ou não (e isso se reflete também no significado do 9 de Copas). Prazer pode incluir diversas atividades sensoriais: degustar boa comida, boa bebida, o conforto de uma cama macia, massagens, o perfume de jasmim tomando conta do ar. Claro que sexo é aquilo ao qual associamos mais diretamente o prazer (nós pessoas que sabem apreciar as boas coisas da vida...rs), mas não é somente o ato sexual que gera prazer. Para quem tem sensibilidade e criatividade, existe uma gama enorme de coisas que são profundamente prazerosas.

Hoje, não tenho dúvidas, será um dia em que buscaremos a realização dos desejos, seja lá qual tipo de desejo for e seja lá de que maneira. E, por outro lado, como a lei da atração é algo irrefutável, provavelmente teremos oportunidades de ver nossos sonhos e desejos realizados. Algo que há tempos queremos pode surgir, como por encantamento, e de forma pouco lógica. Lembrem-se que enquanto o 9 de Ouros é a frutificação de um trabalho, o 9 de Copas é resultante de graças, bênçãos e/ou sorte.

Espero que vocês usufruam dos prazeres e realizem desejos e que sejam muito gratos por isso. A gratidão é uma forma maravilhosa de estar conectado com a divindade e gerar, cada vez mais, positividade. Eu aqui vibro em silêncio meus desejos para o dia de hoje que, com ou sem 9 de Copas, já seria um dia especial...

Ótima quinta-feira para todos!

A imagem veio daqui

3 de Ouros

quarta-feira, 16 de outubro de 2013

Bom dia! :-)

O que eu quero criar, construir, materializar com minhas próprias mãos é também reflexo do que eu construi dentro de mim, com minha energia, meu corpo, meus pensamentos e emoções. Sou a criação de mim mesma e sou a matéria-prima do que pretendo deixar de sólido, concreto neste mundo.

Sempre que o 3 de Ouros aparece, penso logo que um projeto está muito próximo de se realizar. Falta muito pouco! Já existe a ideia, o plano e agora é só dar o primeiro passo, manifestar isso materialmente de alguma forma.

Se em Ouros estamos analisando coisas muito práticas e palpáveis, o 3 é a expressão da criatividade e da comunicação. Temos então aqui algo que está sendo feito ou será feito e que vai levar a muitas pessoas um conceito criativo, uma ideia inovadora.

Reparem no rapaz da imagem. Alguém consegue perceber que estamos em um laboratório? Provavelmente, de um bruxo ou alquimista? O ouro alquímico é a expressão da riqueza, da prosperidade, mas é também um símbolo de transmutação interior, quando nós mesmos (pobres mortais) nos transformamos no valioso ouro, um metal nobre, um ser com um nível de pureza e valor semelhante ao ouro.

Quais são os processos necessários para que realizemos essa transformação dentro de nós? Eu diria que envolve muitas ações, começa com a auto-observação, passa pelo trabalho sobre si, inclui sair da teoria e passar à prática, inclui não ter medo da mudança. Também não podemos esquecer da abertura e permissão para que o novo venha, pois nada nesta vida acontece sem a nossa permissão (mesmo que não percebamos isso). Muitas vezes, esta permissão não é consciente, mas é uma postura interna que abre o campo de energia. Ou, ao contrário, fecha totalmente o campo, impedindo que certas coisas aconteçam em nossas vidas.

Hoje, quarta-feira, é dia de realizar, concretizar, especialmente se tivermos bons parceiros para isso, já que o recado do 3 de Ouros é: dividir o trabalho e multiplicar resultados! O regente Mercúrio pode mostrar a forma correta de se divulgar a busca de parceria. Por falar nisso, uma sugestão aqui: por que os visitantes não colocam no comentário uma proposta de parceria? Pode ter músico procurando letrista... pode ter gente com grandes planos, mas precisando de parceria para colocar a coisa para andar... pode ter gente querendo compartilhar o desejo, um sonho, uma conquista e outro precisando ouvir... Então, sintam-se a vontade! Quem sabe se as parcerias não podem acontecer no Via Tarot? Eu, por exemplo, estou procurando consultório para alugar por hora ou parceria com espaços terapêuticos para fazer atendimento e realizar cursos e workshops no Rio, nas áreas de Vargem Grande, Recreio e Barra. Quem tiver uma proposta, favor me escrever: cacau@viatarot.com.br

Vamos tirar as ideias da cabeça e colocar na prática... ;-)

Ótima quarta-feira pra todos nós!

A imagem veio daqui

Rainha de Espadas

terça-feira, 15 de outubro de 2013

Bom dia! :-)

"Sim, eu aceito!"

Esta foi a frase que me veio à mente logo que vi esta imagem (que já passeou pelo Via Tarot outras vezes) tão linda. A sensação é que a Rainha recebe um convite e é interessante perceber que a mão que ela oferece está suave e entregue, enquanto a outra segura uma espada com vigor.

Esta analogia me agrada, porque eu sinto um pouco desta forma, apesar de ter um lado sociável, aberto, gentil, amoroso, existe um aspecto em mim que é fechado, frio, com uma sobriedade muito grande... e que de certa forma está sempre pronto pra levantar e lutar.

Quando pensamos em um ciclo de Louco com uma Rainha de Espadas, a primeira impressão que fica é de inspiração, textos inspirados, falas inspiradas, a união da visão estratégica da Rainha de Espadas com o instinto e a ousadia do Louco. E se naturalmente ela não possui este jogo de cintura todo, quando essas duas energias se juntam, elas se completam.

Vamos pensar na terça-feira, que tem regência de Marte. É um dia que já estimula a ação, a atitude, a aceleração. Nesse caso, a Rainha de Espadas pode ficar com sua lâmina ainda mais afiada, o que ainda não concluí se é bom ou ruim...rs Se o elemento Ar estiver expressando a inteligência, o conhecimento, o bem falar, o bem escrever, não vejo problema em tomar decisões, se lançar em atitudes firmes e mesmo acelerar. Mas é bom ter atenção porque, como vocês sabem, todos os Arcanos possuem aspectos positivos e negativos. Depende de nós trazer à tona um ou outro.

Um passarinho também me contou que, como já diz o velho ditado, a palavra é de prata e o silêncio é de ouro, portanto, se a nossa Rainha de Espadas é assim, tão perspicaz, talvez ela perceba o momento em que a palavra deve ser dita, mas também o momento de ficar quietinha.

A dica de hoje é saber equilibrar a fala e a pausa, a espada e gentileza, a luta e a dança.

Eu aceito... Vamos dançar! ;-)

Ótima terça para todos nós!

A imagem veio daqui

O Louco

segunda-feira, 14 de outubro de 2013

Bom dia! :-)

Uma das coisas que mais me encanta no tarot é a capacidade de cada Arcano representar coisas diferentes dependendo do momento em que surge e de acordo com as outras cartas que o acompanham.

Se o Louco andou aparecendo por aqui em seu aspecto mais louco mesmo, de se lançar no desconhecido e lidar com coisas inesperadas, hoje sua presença mostra antes de tudo liberdade, libertação e início de um novo ciclo. Por isso, resolvi escolher esta imagem, que não é de uma carta de tarot, mas certamente representa com precisão a forma como estou me sentindo. É um Louco que se abre para o novo e que traz a energia da água, das emoções, como se fosse também uma grande libertação de amarras emocionais, laços do passado que são rompidos e permitem que se comece uma nova viagem.

Claro que não vou revelar as cartas do restante da semana, mas posso adiantar algumas coisas. Em primeiro lugar, não teremos outros Arcanos Maiores, esta semana terá a regência completa do Louco e, portanto, vamos falar de renovações. Todas as cartas que saíram são bastante positivas: duas Copas, um Ouros, uma de Espadas positiva e dois personagens da corte. Se soubermos lidar bem com nossa mente e nosso coração em equilíbrio poderemos resolver muitas coisas e encontrar um bom equilíbrio interior para lidar com a energia do Louco, que é sempre mais instável.

Uma coisa que me fez refletir sobre o Louco em dia de regência lunar, quando a magia e a espiritualidade estão presentes, é o quanto a inocência pode nos defender. Lembro sempre da música dos Titãs que diz "o acaso vai me proteger enquanto eu andar distraído". Claro que ter consciência, maturidade e conhecimento ajuda, e muito, a maior parte das vezes, mas vamos nos lembrar do poder que as crianças possuem e do quanto esta pureza de coração as aproxima dos protetores espirituais.

Desde as proximidades do dia de Cosme e Damião que tenho sentido uma forte energia de crianças, erês, pairando no ar... Eles são protetores incríveis! E, como diz um amigo, eles são os guias que definem o nosso futuro, eles são os protetores ideais a quem recorrer quando queremos transformar o que precisa ser transformado para nos lançar em um novo ciclo. Que eles nos abençoem hoje e sempre!

Aproveito para avisar aos clientes-amigos e amigos-clientes que esta semana, devido à mudança (finalmente! aleluia!) não terei horários disponíveis para consultas. Estarei finalizando consultas por email já iniciadas em ritmo lento (peço paciência, queridos!) e respondendo pedidos de informação também, dentro do possível. Os interessados em marcar consulta, recomendo que me escrevam no decorrer da semana, pois sempre que passo um período sem realizar atendimentos costuma haver um acúmulo para a semana seguinte. Portanto, quem quiser reservar seu horário para a próxima semana, sugiro fazer logo contato, ok? Desejem-me sorte nesta nova empreitada! :-)

Uma ótima segunda-feira para todos, com a certeza de que novos ventos trarão novidades e novas aventuras... aliás, como diz uma saudação xamânica que eu adoro: Vida Longa, Liberdade e Aventura!

A imagem veio daqui

Rainha de Copas

domingo, 13 de outubro de 2013

Bom dia! :-)

Nosso fim de semana expressa a combinação da energia feminina mais feminina com a energia masculina mais masculina, se é que vocês me entendem... entendem?

O Rei de Paus é o Rei que vibra o Fogo, um elemento masculino em sua máxima expressão! Ativo, impulsivo, líder!Já a Rainha de Copas, é a Senhora da Água, elemento que fala de forma muito profunda sobre dois aspectos: o feminino escuro, misterioso, enigmático, místico, mágico... e o feminino delicado e amoroso, maternal. Temos aqui a água das profundezas e a água da superfície. A Deusa Negra e a Deusa Mãe.

Então, a primeira pergunta que se faz é: o que este simpático casal está fazendo por aqui? Especialmente em um ciclo de revelações, regido pelo Julgamento?

Eu creio que eles estejam aqui para nos mostrar a importância de se equilibrar esses dois aspectos dentro de nós, o feminino e o masculino, e também o poder de um casal bem harmonizado, equilibrado, em que cada um tem características totalmente diferentes do outro, e ambos se amam, se admiram e se respeitam.

Frequentemente, percebo o quanto as pessoas reclamam porque seus parceiros são diferentes em vários aspectos. Fico me perguntando se não seria um incrível narcisismo nos apaixonarmos por alguém exatamente igual a nós...rs Claro que ter valores, caráter e gosto semelhantes ajuda um bocado na convivência... É aquilo que eu falo sempre: o estudante de violino e amante de música clássica namorar uma pagodeira é algo que vai exigir um sacrifício e um nível de flexibilidade para ambos muito grande. Mas fora isso, é muito enriquecedor conviver com alguém diferente, é sempre uma grande oportunidade para aprender. 

Então, creio que o Rei de Paus e a Rainha de Copas vieram nos ensinar a arte do equilíbrio dos opostos... E um equilíbrio harmonioso! Outro aspecto que confirma isso é o fato de hoje ser um dia regido pelo Sol, um planeta masculino, e recebermos a visita da Rainha de Copas. Então, cabe também uma pergunta: o que precisamos trabalhar interiormente que diz respeito às emoções? Ou ainda, o que é que preferimos manter mais discretamente como característica pessoal, ao invés de assumir claramente?

Para as meninas, eu recomendo um mergulho em estudos e vivências do Sagrado Feminino, afinal de contas a Rainha de Copas é a pessoa indicada para nos ensinar a sabedoria feminina, aquela que usa as suas supostas fragilidades como força pura! Aprendamos, pois! ;-)

Que o domingão seja ótimo para todos nós! :-)

A imagem veio daqui

Rei de Paus

sábado, 12 de outubro de 2013

Bom dia! :-)

Bem, o que temos por aqui? Um homem forte, criativo e poderoso! Quem não quer? rs E acho interessante que ele apareça depois da carta do Julgamento, porque ele pode ser uma grande revelação...

Vamos começar abordando as situações que o Julgamento podem trazer? Assim saberemos o ambiente em que este Rei poderá aparecer.

Como o Julgamento fala de revelações, podemos pensar tanto em um Rei de Paus se manifestando, se revelando em nossas vidas, como podemos pensar em uma grande revelação que nos chega através de um homem com características do Rei de Paus.

Também podemos pensar em situações, lugares e pessoas do nosso passado que retornam e de alguma forma influenciam nosso momento presente. Será que o Rei de Paus é essa pessoa? Que Rei de Paus que participou do nosso passado que retornará para dar uma força? Sim, digo "dar uma força" porque este Rei tem um poder todo próprio! Ele é decidido, tem autoridade, capacidade de ação e resolução e, algumas vezes, ainda possui uma conexão espiritual bastante significativa. Portanto, ele é uma pessoa que costuma tomar conta da situação e orientar as coisas. Sua versão mais jovem, o Príncipe, costuma ser o herói... Aquele que quando perguntamos "quem poderá me ajudar?" ele aparece (não é o Chapolim Colorado...rs) Mas o Rei de Paus é mais do que o herói que chega a galope, com todo um aspecto romântico, ele é "O Cara".

Agora, uma coisa interessante a se pensar é que como o Julgamento fala de aceleração de processos, fala de situações que até então estavam empacadas e quando ele aparece a coisa se desenrola, podemos esperar que um Rei de Paus chegue junto para fazer com que as coisas funcionem. Ou - o velho truque...rs - que nós possamos trazer para nós a energia do Rei de Paus resolvendo o que atravanca a nossa vida.

Eu vejo que o dia de hoje é um dia de decisão, de tomada de postura. É dia de olhar nos olhos (de alguém ou seu mesmo, no espelho) e falar: "e aí? Estou aqui para resolver as coisas, não para complicar ou protelar". Saber captar este poder que todos temos, mas poucos sabem usar, é fundamental neste momento.

Como estamos em um sábado sob a regência de Saturno, também é bom lembrar que projetos e vida profissional podem ser agraciados com a energia do Rei de Paus ou com um representante dele, que surge fazendo uma proposta ou oferecendo dicas preciosas.

Vou deixar no ar um enigma... Que tem a ver com o Arcano de amanhã: quando um homem se torna um Rei de Paus ele consegue extrair de qualquer mulher, de qualquer Rainha, algo muito especial... algo que de repente outros Reis não conseguem com tanta facilidade... ;-)

Que o sábado seja majestoso!

A imagem veio daqui


O Julgamento

sexta-feira, 11 de outubro de 2013

Bom dia! :-)

O tempo não para, tudo parece se mover em uma velocidade absurda e já estamos em um novo ciclo. Ufa! Vocês cansaram? Porque eu ando bem cansadinha...

Procurei uma imagem que saísse do lugar comum dos anjos tocando trombeta e dos mortos saindo das tumbas. Muito sinistro isso para uma sexta-feira de amorzinho. Precisávamos de uma imagem mais bonita, com um certo frescor que a energia venusiana pede.

Vamos prestar atenção à imagem, então? Uma criança e um coelho, só isso já nos faz pensar em vida, nascimento, vitalidade, fertilidade... Um homem toca uma trombeta anunciando algo e a criança sai de dentro de uma construção de pedra, de um ambiente que parece escuro, para o lado de fora, cheio de luz. O próprio nome da carta, em nova versão, traduz muita coisa: renascimento.

Este processo de sair da "noite escura da alma" e vir para a luz é mais um nome que se pode dar para a iniciação, o ultrapassar o portal e enxergar mais claramente as verdades que nos cercam.

Ontem mesmo eu conversava com amigos e dizia que tenho a sensação de estarmos a dois passos de uma grande transformação interior. Tenho me sentido em ebulição! Como se quisesse sair de dentro de mim, uma nova expressão do eu, na verdade, a expressão da essência ao invés de simplesmente ser a expressão de meros condicionamentos. Quem explica isso? Está no céu? Está no ar? Onde está a explicação ou o gerador deste processo em que hoje vejo tantas pessoas mergulhadas?

O Julgamento é uma carta de revelação e diante de um momento em que existem tantas perguntas, nada melhor que revelar, abrir, iluminar!

A sensação que eu tenho é que estamos saindo de uma escuridão absoluta em direção à luz. E, claro, é fácil imaginar que este processo pode cegar, a princípio. Todos nós já tivemos a experiência de sair do escuro e encarar um sol forte. Não se enxerga nada! Mas conforme os olhos vão se acostumando, começamos a enxergar mais e mais.

A grande dica para o dia de hoje é se permitir este renascimento. Não basta querer, é preciso se permitir! Vejo frequentemente as pessoas desejando um monte de coisas mas, não bastando isso, elas querem também conduzir, passo-a-passo, a realização desses desejos. Acho um certo exagero de controle, né, gente? Não basta querer uma coisa, mas essa coisa ainda tem que acontecer exatamente do jeito que se deseja, já é um pouco demais! rs

Enfim, olhos bem abertos para perceber o que vem por aí. Com a presença do Julgamento por aqui, há a tendência de uma revelação e mesmo de uma aceleração de resolução das coisas. O Julgamento também é um acelerador! E tem mais um detalhe: pode ser que alguém ou alguma situação do passado venha bater à porta. Como não podemos definir se isso resultará em algo positivo ou negativo, é bom ter interfone ou "olho mágico" na porta de casa...rsrsrs

É isso, pessoas! Que as revelações sejam benéficas nesta sexta-feira!

A imagem veio daqui

Destino e Livre-Arbítrio

quinta-feira, 10 de outubro de 2013

Olá, queridos amigos!

Seguindo o conselho do "sócio", começa neste domingo o espaço de reflexão do Via Tarot. Ou seja, de segunda a sábado teremos sempre o Arcano do Dia e aos domingos um tema será abordado, dentro do amplo universo do Tarot. Espero comentários e participação, certo?

Pois bem... Destino e Livre Arbítrio... Esses são dois conceitos com os quais lido freqüentemente.
De um modo geral, percebo que as pessoas que me procurarm para uma consulta estão vibrando na mesma freqüência, ou seja, são pessoas que buscam o auto-conhecimento, que querem saber mais sobre si mesmas e as possibilidades de se desenvolverem, crescerem, amadurecerem. Muitas também chegam querendo saber o que elas não estão enxergando, o que está acontecendo que elas não conseguem compreender e com isso não conseguem mudar o rumo da vida. Raras, muito raras são aquelas que chegam exigindo adivinhações precisas de um futuro distante sem que haja um pingo de trabalho pessoal a ser executado.
Creio que isso prova, mais uma vez, que semelhante atrai semelhante e que o mundo das relações humanas funciona de forma oposta ao mundo das relações moleculares...rs
Não tive a curiosidade de fazer uma estatística nestes mais de 10 anos de trabalho com consultas de Tarot, mas fazendo uma rápida retrospectiva, poderia dizer que tive uma consulta em que a pessoa queria tanto ouvir uma determinada resposta que ficou quase três horas (intermináveis e desgastantes) metralhando meus ouvidos de perguntas, que recebiam sempre as mesmas respostas de diferentes maneiras, com variados Arcanos. E teve uma outra vez em que uma cliente, muito magoada com uma relação afetiva que vivia, queria a todo custo que eu revelasse que seu companheiro era um cafajeste, um cretino, mas não havia nada no jogo que revelasse isso. Na verdade, o jogo era bem claro e dizia que ele a amava, mas ela precisava mudar suas atitudes senão ele iria embora. Não preciso dizer que depois de duas consultas e mil telefonemas (quase mudei o número!) ela nunca mais apareceu e provavelmente acha que a culpa de tudo ter dado errado foi do Tarot ou minha.
Mas, com exceção dessas duas vezes, todas as outras consultas foram “normais”. Algumas pessoas são mais ansiosas; outras menos; algumas pessoas só aparecem quando algo as incomoda; mas tenho clientes que aparecem, religiosamente, a cada três meses para dar uma olhada geral, encaram o Tarot como uma homeopatia... uma “medicina da alma” preventiva, em que estando sempre atento para o que acontece dentro e em volta será possível prevenir tropeços e enganos. A maior parte dos meus clientes fixos, aqueles que se consultam pelo menos duas vezes por ano, é formada por pessoas espiritualizadas, inteligentes, com um bom nível de estudo e que estão buscando a forma mais harmonizada de viver.
Talvez por ter clientes com este perfil, percebo que é fácil falar sobre livre-arbítrio. É simples explicar que o destino é feito por nós a cada dia. Na verdade, acredito que existe um tipo de rascunho de vida, com alguns eventos mais ou menos definidos, mas 95% de tudo que acontece na nossa vida é resultado de pensamentos, sentimentos e ações ou seja: nós somos responsáveis (de forma consciente ou não) por tudo que nos acontece no decorrer da vida.
Pode parecer cruel, mas é real. Precisamos estar sempre atentos para analisar o que estamos atraindo para a nossa vida através de nossos atos. É comum observar mulheres que se dizem infelizes pois não têm sorte no amor, mas se olharmos suas atitudes fica fácil compreender que não é uma questão de sorte, mas de lógica. O ser humano é um ser que baseia a sua existência no relacionamento e no entanto parece saber tão pouco sobre o relacionar-se.
Para que vocês compreendam claramente o que digo vou dar um exemplo, um exemplo sem vestígios de julgamentos ou conteúdo moral, é lógica pura: uma mulher reclama que todos os homens com os quais ela se relaciona não são cavalheiros, gentis, românticos, não “cuidam” dela como ela gostaria, na verdade, quando tiveram alguma chance esses homens empurraram para ela o trabalho, o esforço, o pagamento da conta e a responsabilidade sobre tudo. Então vamos ver como essa mulher se comporta: faz questão de mostrar que é independente, livre, não se prende a homem algum, quando tem vontade de chorar troca o choro pelo grito... Quando se sente carente, imprensa o homem na parede fazendo cobranças... É ansiosa e corre para resolver tudo porque não tem paciência para esperar uma atitude do companheiro que, segundo ela, é “descansado demais”... está sempre exigindo, decidindo, resolvendo porque não tem tempo a perder.
Eu não sei vocês, mas eu olho para esse contexto e compreendo perfeitamente porque os homens agiram daquela maneira. Vejam bem: não estou concordando com eles! Estou simplesmente compreendendo o que levou cada companheiro dessa mulher a agir da forma que agiu. De um modo geral, as pessoas não são loucas (se bem que conheço exceções...rs), elas não tiram o seu comportamento do éter! Elas estão reagindo... somos seres reativos... então, a toda ação corresponde, sim, uma reação que com ela encaixa perfeitamente. Toda vez que nos perguntamos “mas por que fulano agiu assim comigo?”, antes de passarmos para a possibilidade da loucura, deveríamos prestar atenção em como agimos com fulano.

Há também uma outra questão, ainda mais sutil, que envolve não somente a forma como agimos ou falamos diretamente com as pessoas, mas as mensagens silenciosas que emitimos, normalmente sem percebermos... Mas isso é outra conversa... Uma conversa para o próximo domingo. Até lá! :-)

Imagem: óleo sobre madeira "Adão e Eva", de Rubens.

Ás de Paus

Bom dia! :-)

Como foram todos de loucuras ontem? Por aqui, a única loucura foi trabalhar com o tarot e encaixotar coisas. Mas dei conta de tudo! Amém!

Pois bem, então neste ciclo de Louco temos agora o Ás de Paus apontando para o começo de algo. O elemento Fogo é representado no tarot por este naipe, Paus. Levando-se em conta que os Ases acumulam em si todo o potencial existente em cada naipe, aqui teremos conceitos como: ideias, criatividade, energia, impulso, entusiasmo, expressão da espiritualidade ou do mundo espiritual.

Penso também no Ás de Paus como um grande potencial de talentos que muitas vezes temos guardados, mas não usamos ou nem ao menos temos consciência da sua existência. Então, uma boa pergunta para fazermos hoje, olhando para o espelho, é: quais são meus maiores talentos?

Quais são aquelas ideias que andam engavetadas? Quais são aqueles planos que sempre ficam pra depois? E as coisas que começamos e deixamos pelo caminho por falta de entusiasmo? O bastão mágico, símbolo do poder de manifestação, veio nos visitar e mostrar que somos capazes de realizar muitas coisas que nem conseguimos imaginar!

Nossa cultura atual desconhece algumas informações que as mais antigas e sábias civilizações conheciam. Uma delas fala da energia geradora de todas as coisas que pode ser chamada de energia vital ou energia sexual, que longe de estar associada somente ao ato sexual e à sexualidade, envolve coisas muito mais profundas. O elemento Fogo também está relacionado a isso.

Todas as mais antigas tradições iniciáticas, caminhos espirituais voltados para a elevação do ser, falavam da importância da utilização dessa energia para criar. Assim como é a expressão da sexualidade a responsável pela geração da vida em um corpo físico, quem tiver a habilidade de utilizar a energia sexual será capaz de gerar a si mesmo como um novo ser... poderá permanecer jovem, poderá ser imortal e tantas coisas mais. Os alquimistas falavam isso. Os taoístas falavam isso. E outros tantos também.

Bem, a esta altura os mais afoitos já vão concluir que estou recomendando sexo para a galera. Quem sou eu pra não recomendar? É bom mesmo...rs Mas a ideia aqui é usar a energia disponível (sexual/vital) para criar, gerar coisas, trazer para o concreto aquilo que já foi idealizado na cabeça e plasmado no coração. Vamos lá, galera... Vão na fé! ;-)

Ótima quinta-feira para todos nós! :-)

A imagem veio daqui