Princesa de Espadas

sábado, 31 de agosto de 2013

Bom dia! :-)

Olha ela aqui de novo! Para quem não percebeu, ela apareceu aqui no sábado passado, na quarta e hoje de novo. Alguém tem dúvida que a energia desta mocinha anda nos cercando? Não! Mas a pergunta que não quer calar é: por que?

O que fica claro, pra mim, é que existe algo a ser dito e algo a ser ouvido. Talvez não tenhamos falado tudo que estava trancado dentro de nós. Talvez não tenhamos aberto todos os sentidos, não somente os ouvidos, para captar as mensagens que flutuam por aí.

E como descobrir a forma de equilibrar este vai e vem de informações? Minha dica é seguir pelo caminho do 4 de Espadas, ou seja, esvaziar a mente para que possamos estar livres para captarmos melhor as informações necessárias e, em seguida, falarmos aquilo que é necessário e preciso.

Se pensarmos na influência de Saturno, pensamos também que toda essa questão da comunicação pode passar pelo setor profissional. Vamos divulgar os nossos talentos? Vamos divulgar nosso trabalho?

Meus queridos, vocês me perdoem, mas apesar de a carta de hoje ser a Princesa das falas, escreverei pouco. Até porque este também é outro aspecto desse Arcano, a sabedoria de compreender o momento certo de calar.

Boas falas e bons silêncios para todos nós! :-)

A imagem veio daqui

6 de Ouros

sexta-feira, 30 de agosto de 2013

Bom dia! :-)

Esta imagem foi escolhida por mais de uma razão. Em primeiro lugar, este tarot é muito lindo. Em segundo lugar, eu gosto muito da visão do 6 de Ouros que contém o conceito de justiça e equilíbrio. Alguns tarot mostram um personagem que representa a riqueza dando uma esmola para o representante da pobreza. Não gosto disso... E vou explicar porque.

Neste mundo nada é de graça! E, podem ter certeza, essa não é uma afirmação baseada no sistema capitalista. Estou falando que toda ação tem uma reação como sua contraparte. Da mesma forma, as relações possuem vias de mão dupla. Tudo que vai, volta, tudo que sobe, desce e por aí vai...rs

Sempre que aparece uma balança na imagem de um 6 de Ouros temos a expressão gráfica do que acabei de falar, somado a um pequeno detalhe que faz toda a diferença: essas idas e vindas possuem um maestro, um regente. É um julgador? Eu diria que não... Eu diria que é apenas quem mostra onde há equilíbrio, onde há desequilíbrio e depois reporta isso aos anais do destino ou aos registros akáshicos ou seja lá que nome estranho vocês queiram dar!

A palavra que gosto muito de associar ao 6 de Ouros é GENEROSIDADE. Escrevi assim mesmo, com maiúsculas, para ficar claro o quanto acho isso importante! É a generosidade a responsável por uma série de ações ou não ações que são tão importantes e ao mesmo tempo difíceis para nós, seres humanos. Através do exercício da generosidade somos capazes de ter paciência com quem amamos e com quem nem tanto... somos capazes de compreender as motivações alheias para fazer certas coisas e mesmo que elas nos pareçam absurdas, jogamos fora a irritação... Com generosidade cuidamos, trabalhamos, consertamos, ouvimos, pronunciamos palavras de apoio e incentivo. A generosidade é um exercício, um treinamento, para que possamos lembrar que não estamos sozinhos no mundo... E que além do eu, existe o outro. E mais adiante, existe o nós.

Uma carta como esta aparecer em um dia cujo planeta regente é Vênus não pode ser mera coincidência... E não é! Quem pretende amar (sim, tem muita gente que passa a vida só pretendendo...rs) precisa aprender a exercitar a generosidade. O objetivo aqui não é se fazer de bonzinho e depois o outro fazer o que quiser. O objetivo aqui é começar exercitando a generosidade consigo mesmo e depois estender isso ao outro também. Assim, é possível gerar um poderoso campo magnético de generosidade, em que o dar e o receber estejam sempre em equilíbrio e a resultante seja uma profunda harmonia.

Não existe maior importância em dar. Não existe mais importância em receber. Ambos são importantes, cada um na sua hora, cada um na sua vez... Que possamos ter esta sabedoria!

E ótima sexta-feira de amorzinho para todos nós! (pensaram que eu não ia falar, heim?!)

A imagem veio daqui


Ás de Copas

quinta-feira, 29 de agosto de 2013

Bom dia! :-)

Para quem gosta de uma leitura literal de tarot, podemos fazer uma matemática simples aqui: ciclo de Louco + Ás de Copas = loucuras de amorrrr! rs Claro que não é só isso... É muito mais! E vamos tentar explicar algumas dessas possibilidades.

Vamos começar falando dos aspectos mais problemáticos e terminamos falando dos mais bacanas, ok? Um pouco de neurolinguística! Sempre encerrar a conversa com as palavras positivas! ;-)

Costumo dizer que os Arcanos Maiores são emanações... E cada pessoa vai lidar com maior ou menor dificuldade com cada uma dessas emanações. Nunca foi segredo pra ninguém que tenho dificuldade em lidar com a Torre, por exemplo. Mas o Louco é um Arcano complicadinho com o qual tenho relativa facilidade em lidar...

Mas (sempre tem um "mas"), como outro dia conversava com meu amigo Emanuel, se pegarmos o sentido direto e objetivo da carta, ou seja, o nome dela, o que teremos? O Louco! Alguém aqui gostaria de lidar com gente louca? Gostaria de enlouquecer? Gostaria de viver situações de desequilíbrio e destempero? Claro que não, não é mesmo? Então, devemos ter uma relação de muito cuidado, respeito e atenção com este Arcano, assim como outros Arcanos, digamos assim, "desconfortáveis", como o Enforcado, o Diabo, a Morte.

Então, voltemos ao princípio: estamos em um ciclo de Louco. É fundamental que vibremos positivamente para que possamos vivenciar os melhores aspectos desse Arcano, como o sabor da liberdade, a inocência, o bom faro para descobrir coisas interessantes, os dons artísticos (quem não conhece o trabalho da Dra Nise da Silveira?), a originalidade, a capacidade de surpreender, ser imprevisível e mesmo a capacidade mediúnica (para quem ainda não viu, recomendo conhecer mais o trabalho do Dr Sérgio Felipe de Oliveira, que esclarece a diferença entre doenças mentais e certos casos de mediunidade AQUI)

Esta proposta de vibrarmos positivamente pode ser muito facilitada através do Arcano de hoje. O Ás de Copas fala do amor. Ponto. Ponto mesmo! rs Mas não é só... É tudo isso! A temática do amor vem enchendo prateleiras e mais prateleiras de bibliotecas em todo o planeta, desde que inventaram o papel! E posso apostar que antes disso esse mesmo tema preenchia horas de conversas (mímicas e grunhidos, desde a pré-história). Cristãos costumam dizer que Deus é Amor, pagãos de diversas culturas possuem deuses e deusas do amor. E até hoje parece que poucas pessoas conseguem definir o que é o amor, mas não existe dúvida quanto a sua importância.

Em função da diversidade de percepções, o amor acaba sendo traduzido de diversas formas e na tentativa de formatar todas essas diferentes ideias, começaram a "dar sobrenome" ao amor: amor romântico, amor incondicional, amor materno... Algumas pessoas respiram fundo e nos olham com um ar de quem sabe tudo - e nós, obviamente, não devemos saber nada - e dizem: "você não tem ideia do que seja amor... o ser humano não sabe o que é amar!". Pois bem, eu digo a todos vocês: amar é muito parecido com ter um orgasmo... é difícil de explicar como é, mas quem já sentiu, não tem dúvida! :-)

Enquanto estivermos no Ás de Copas, podemos falar horas e horas sobre o conceito de amor. Quando passarmos ao 2 de Copas já não teremos tempo para isso, pois estaremos muito ocupados mergulhados e enroscados no amor personificado em gente. No Ás de Copas podemos dar os primeiros passos em direção ao que se ama, seja uma pessoa, um sonho, um objetivo, um projeto.

Que hoje possamos compreender que o amor muitas vezes nos traz surpresas, aliás, ele ainda é o que consegue, em meio às loucuras do nosso mundo, nos surpreender positivamente. Mas que nós saibamos estar abertos para receber todas essas maravilhosas expressões do amor, em sua diversidade.

Aproveito a carona para mostrar meu novo amor: meu projeto de reforma do trabalho com o tarot.

Ótima quinta-feira para todos nós! :-)

A imagem veio daqui



Princesa de Espadas

quarta-feira, 28 de agosto de 2013

Bom dia! :-)

Olha ela aí de novo! A Princesa de Espadas, que já apareceu no sábado vem dar outra voltinha aqui no Via Tarot e, já adianto, virá de novo até o final da semana. Isso é sinal de que somos chamados ao diálogo, ao relacionamento e à expressão das nossas ideias, pensamentos, conceitos.

Claro, como tudo nesta vida, também há o aspecto negativo: as fofocas! Mas não só isso. Esta carta acabou pegando a fama de fofoqueira, mas vejo aqui o mau uso das palavras de um modo geral. Isso inclui falar demais, falar pouco, não falar, falar de maneira ríspida, falar o que não deve.

Em Espadas também temos o conceito de corte, rompimento, eliminação ou restrição. Então, devemos ficar muito atentos para que nossas palavras não gerem tais resultados em nossos relacionamentos. Por outro lado, a presença da carta também pode nos mostrar que este é o momento de dar um basta, encerrar uma conversa, uma crise ou mesmo uma relação.

O processo que temos hoje aqui vai influenciar fortemente a nossa quarta-feira, já que temos a regência de Mercúrio que direciona as energias para o setor da comunicação. Ou seja, a fala e a escrita devem ser pontos de atenção, para que não corramos o risco de enviar uma mensagem equivocada. E, por outro lado, que possamos aproveitar o fluxo e expressar tudo aquilo que é importante para nós neste momento.

Eu recomendo colocar a correspondência em dia, telefonar para pessoas com as quais precisamos nos comunicar e cuidar da clareza de cada palavra. Não sei se em função da faculdade de comunicação e do trabalho nessa área, desenvolvido desde os 19 anos, sempre observei com muita atenção a forma como as pessoas se comunicam. E de uma maneira que tenta reduzir julgamentos ao mínimo (sejamos francos, não existe isenção total e ausência total de julgamento sobre a face da Terra), percebo que muitos conflitos acontecem em função da comunicação equivocada e não, exatamente, do pensamento ou percepção equivocados.

Existe algo que eu chamo de "ouvidos generosos" e que é coisa meio rara de se ver por aí... Trata-se de uma atitude de estar aberta para ouvir o outro, ao invés de fazer resistência ou já deduzir como o outro pensa ou o que quer dizer. Quando conseguimos desenvolver esta habilidade, qualquer diálogo se torna mais harmonioso, mais tranquilo e a comunicação acontece da forma mais clara.

Todos esses questionamentos são muito bem-vindos em uma quarta-feira de Princesa de Espadas. Colocar-se no lugar do outro da hora em que estiver falando, por exemplo, facilita o entendimento de ambos os lados. E essa é a nossa proposta, quem se habilita? ;-)

Que a quarta-feira seja de boas palavras, boas notícias e ouvidos generosos!

A imagem veio daqui


O Louco

terça-feira, 27 de agosto de 2013

Bom dia! :-)

E a roda dos ciclos girou novamente! Saímos da Força e caímos no Louco! A primeira coisa que pensei foi que a Força acabou abrindo dentro de nós a coragem e a ousadia de nos lançarmos em novos caminhos, novas iniciativas. Assim, meio sem lenço, sem documento, no estilo deste Arcano sem número - sem regras, sem lei, sem juízo...rs

Eu gostei muito desta imagem por duas razões: primeiro, porque ela é bonita mesmo, né? rs Segundo porque ela mostra um aspecto do Louco que talvez seja o que eu gosto mais!

Em primeiro lugar, reparem a postura de entrega, absoluta, ao que vem do alto, ou seja, à divindade ou ao próprio destino. Os braços abertos aguardam algo que está para vir, mas ainda não se sabe, ao certo, quando virá. Os olhos não aparecem com muita nitidez, mas, me parece, estão fechados. Como se não houvesse nada para ser visto no plano físico, mas somente dentro de si, no intuitivo, perceptivo.

A Louca da nossa imagem também não está diante de um abismo tradicional. Na verdade, isso mais parece a entrada de um vulcão, cuja brasa brilha tanto que reflete em luz para o lado de fora. Mas eu não descartaria a possibilidade de estarmos diante de um efeito sobrenatural... Ou seja, nada do que já existe em nossa realidade, mas um efeito fantasia no Arcano, para mostrar que o que alguns chamam de loucura pode estar muito perto do conceito de outras realidades, mundos paralelos ou mundo espiritual.

E então vamos para mais um item que muito me agradou nesta imagem. Vamos combinar que esta mulher aí é uma xamã, né? Alguém tem alguma dúvida? Uma mulher de poder! Alguém que tem visões, alguém que entra em contato com seres e realidades em um processo que pode ser considerado total loucura para a maioria das pessoas, mas que, pelo menos para mim, não é!

Fiquemos atentos aos fatos inesperados originários de um processo invisível ou que cheguem através de seres invisíveis ou experiências espirituais. Podemos ser surpreendidos por algo assim no dia de hoje. A grande dica é para aproveitarmos a experiência da melhor forma possível.

Pois bem... Há tempos não coloco trilha sonora! Então hoje tem! :-) Ótima terça-feira para todos!

A imagem veio daqui


Príncipe de Paus

segunda-feira, 26 de agosto de 2013

Bom dia! :-)

Só tenho uma coisa a dizer sobre os últimos dias: muitas pessoas passando pelas nossas vidas! Se alguém duvida, é só fazer uma retrospectiva nos Arcanos de hoje até quinta-feira passada. Os personagens da corte estão circulando por aqui, mostrando que esses são tempos de contatos, encontros, presença de pessoas que influenciam a nossa vida. E caberá a nós definir se isso será uma coisa boa ou não.

Se começamos com uma Rainha de Espadas, tivemos uma Força no meio do caminho (no meio do caminho tinha uma Força...rs), depois a Princesa de Espadas, em seguida a de Copas, hoje temos um Príncipe de Paus, nos falando, antes de qualquer coisa que este é um momento de ação e mudança.

Este jovem cheio de atitude normalmente aparece quando precisamos, não somente ter boas ideias, mas também colocá-las em prática, não importante o quanto tenhamos que nos mover para conseguir isso. Não importa o quanto tenhamos que agir, decidir, nos inspirar.

Mas eu gostaria de hoje pegar um outro viés deste Príncipe de Paus: a questão espiritual, a conexão com o mundo invisível, que move tudo neste mundo da matéria. Os quatro elementos seguem um caminho que começa no espiritual, o fogo inspirador e criador, o naipe de Paus; passa pelo mental, o ar que pensa, fala e espalha a ideia gerada, o naipe de Espadas; depois chega no emocional, a água que plasma, ganha forma e segue fluxos de energia, o naipe de Copas; para, finalmente, chegar ao elemento terra, o concreto, o material, a realização em si neste mundo de terceira dimensão, o naipe de Ouros.

Então, percebam que hoje a irradiação do dia é no setor espiritual, energético e fala de movimentação, transformação. Existe um fluxo de energia acontecendo e se encaminhando para moldar algo na matéria mais densa. Minha dica é para que saibamos o que pensar, sentir e acessar para que consigamos materializar um dos nossos desejos, que tenhamos sabedoria para bem escolher o que fará parte do nosso futuro. Que assim seja! :-)

Que a segunda-feira seja proveitosa e que saibamos usar a nossa criatividade!

A imagem veio daqui

Princesa de Copas

domingo, 25 de agosto de 2013

Bom dia! :-)

Cá estamos nós com outra Princesa, desta vez a de Copas. Como eu já havia dito antes, esta é uma semana de energia feminina e ontem isso ficou bem claro em um trabalho que foi feito antes do trabalho espiritual oficial do final de semana. Um trabalho que foi feito em benefício de uma irmã do nosso grupo espiritual e para o qual eu fui convidada. Incrível sentir a força dos orixás! Especialmente aqueles mais antigos, ancestrais, que emanam uma força primordial, selvagem e feminina impressionante! Ufa! Valeu mesmo! Foi uma experiência significativa!

Pois bem, depois que as notícias chegaram, o que fizemos com elas?

As notícias de ontem foram importantes, pelo menos pra mim fora! :-) Mas foram mais ainda um tipo de portal para que possam chegar outras mensagens, hoje, sendo essas mais relativas ao coração, a uma tomada de consciência envolvendo o emocional. 

A Princesa de Copas costuma anunciar a realização ou conquista de algo realmente significativo em termos afetivos. Mas não estamos falando aqui somente de namoros e declarações de amor (apesar de que eles estão incluídos na energia da carta), estamos falando de tudo aquilo que nos nutre de amor, alimenta emocionalmente. Que nos faz bem, traz leveza... Sem muita explicação, sem muitas justificativas racionais... Aliás, aqui tudo isso tem muito pouco valor!

A proposta de hoje é deixar o nosso lado criança agir! Como diz uma querida companheira do reino espiritual "Amiguinha, a alegria cura!" Ela precisou falar através de mim por três vezes ontem, para que eu percebesse sua forma peculiar de se expressar e sua energia de criança. Muita gratidão, querida! :-)

Que o domingo seja maravilhoso para todos nós!

A imagem veio daqui

Princesa de Espadas

sábado, 24 de agosto de 2013

Bom dia! :-)

Podemos dizer que esta é uma semana de mulheres poderosas, concordam comigo? Já tivemos a Rainha de Espadas, depois a Força (que mostra claramente o poder da força feminina) e hoje  Princesa de Espadas (ok, e já adianto que amanhã temos outra mulher! Pronto, falei! rs)

O que podemos refletir sobre isso? Em primeiro lugar, estamos sendo chamados a lidar com o poder feminino, mas (reparem bem) em seu aspecto forte, decidido. Pelo menos nas cartas que se apresentaram até agora.

Se temos uma Rainha e uma Princesa, elas são de um naipe masculino, Espadas. E a mulher que rege o ciclo, a Força - vamos combinar? - lida de forma muito confortável com um tremendo leão... coisa que muito homem não faria de jeito algum!

Viver em um mundo de valores masculinos sendo uma mulher é tarefa árdua! Mesmo quando, aparentemente, tudo parece ser muito tranquilo. O fato de sermos avaliados sob critérios de valor tão masculino, automaticamente desvaloriza nossos maiores atributos, que são, lógico, femininos! Só sendo mulher para entender isso!

Pois bem, em termos práticos, o que esta mocinha pode vir nos falar hoje?

Notícias chegam e mudam nossos planos; informações importantes chegam aos nossos ouvidos; conversas podem definir uma situação, até agora, incerta. Será através das palavras que resolveremos todas as pendências! O diálogo é fundamental neste momento! Não é mais hora de guardar segredos, ao contrário, é hora de compartilhá-los para que se possa compreender o que acontece e para onde devemos nos encaminhar.

Um detalhe importante é o fato de que esta Princesa de Espadas esta sendo regida pela Força. Podemos deduzir daí que o poder está na palavra diplomática, a palavra bem falada, que delicadamente é capaz de romper a resistência que nos impede de crescer.

Atenção ao poder do verbo! É o aviso que nos dá a Princesa de Espadas!

Ótimo sábado para todos nós! :-)

A imagem veio daqui

A Força

sexta-feira, 23 de agosto de 2013

Bom dia! :-)

O ciclo da dúvida e da consequente necessidade de decidir, fazer escolhas, foi rápido! Hoje, já temos por aqui um novo ciclo, regido pela carta da Força! Alguém reclama? Eu não! ;-)

A Força traz consigo a energia leonina e feminina, e é interessante que ela surja por aqui exatamente no primeiro dia do signo de Virgem. É como se o recado fosse algo assim: a astrologia pode dizer que não estamos mais em Leão,  mas a egrégora do Via Tarot vai dar uma esticadinha! rs Ganhamos mais uns dias na vibração leonina... Já adianto que até domingo ainda estaremos em ciclo de Força. Depois de domingo, quem viver, verá! rs

Nossa sexta-feira de amorzinho será de fortes emoções, eu não tenho dúvida! Levando-se em conta que esta carta possui forte energia sexual e sensual, levando-se em conta que aqui temos um magnetismo e um poder de atração intensos, tudo isso misturado com a vibração venusiana, certamente resultará em doses maciças de amorzinho!

Algumas recomendações para o dia de hoje: muita diplomacia na hora de falar com as pessoas, especialmente se "as pessoas" for o ser amado ou a paquera do momento; muito equilíbrio interior para lidar com todo este potencial de energia, afinal de contas não queremos ninguém explodindo raios luminosos pra todo canto...rs

Recomendo às mulheres, de maneira muito amorosa,  especial atenção a esta energia. Será possível fazer muita magia com ela! Não vamos desperdiçar essa oportunidade! Uma dica especial é trabalhar o poder do útero de uma forma simples e fácil: sentada, com as costas eretas, feche os olhos, respire lenta e profundamente por cinco vezes. Depois disso, coloque as duas mãos, uma sobre a outra, quatro dedos abaixo do umbigo e sinta como se a respiração acontecesse exatamente neste ponto. Sinta a energia se direcionar para esse ponto toda vez que expirar. Aos poucos, perceba que a área fica quente e vibrante, emanando uma energia poderosa e criadora. Faça isso por vinte minutos e depois relaxe e perceba a transformação que ocorreu.

Eu garanto que a experiência será fora de série! ;-)

Ótima sexta-feira para todos nós!

A imagem veio daqui

Rainha de Espadas

quinta-feira, 22 de agosto de 2013

Bom dia! :-)

Ok... Ciclo de Enamorados e dia de Rainha de Espadas. Alguém tem algo a dizer? Algo do tipo: como é possível que em um ciclo em que a temática central seja o amor, o sentir e a intuição, tenhamos um personagem tão racional, perspicaz ( no bom sentido), ardiloso (no mau sentido), com uma frieza impressionante, especialmente na hora de fazer escolhas.

Fico pensando em que tipo de escolhas a Rainha de Espadas fará e quais critérios ela vai inspirar em cada um de nós. Eu gosto dela... Realmente eu gosto desta Rainha! Ela que costuma ser rejeitada, mal falada... Totalmente marginalizada na sociedade de valores masculinos em que vivemos. Talvez, por isso mesmo, eu goste tanto dela! :-)

Me encanta aquilo que não se encaixa porque tem outra forma, aquilo que sai do ritmo porque tem seu próprio tom. Assim é esta mulher poderosa que hoje se apresenta por aqui, deixando claro que ela não precisa concordar, combinar, se adequar a qualquer tipo de modelo pré estabelecido. Simples assim!

Como esta Senhora do Ar se comportaria diante de uma escolha, uma decisão importante? Certamente, agiria de forma discreta... Ninguém saberia o que estava em sua cabeça antecipadamente. Silêncio, estratégia, palavras muito bem escolhidas, tudo isso são armas poderosas nas mãos desta Rainha.

Se a Rainha de Ouros traz em sua essência um pouco da energia da Imperatriz, eu diria que a Rainha de Espadas traz a energia da Sacerdotisa. Portanto, temos aqui um olhar preciso, cirúrgico e inteligente em relação a todas as opções que forem ofertadas a nós no decorrer do dia. Trocando em miúdos: muita atenção a tudo que se diz "sim" ou "não", a tudo que se assina, a qualquer compromisso firmado. Todo cuidado é pouco!

Vamos? Então! ;-)

Ótima quinta-feira para todos nós!

A imagem veio daqui

Os Enamorados

quarta-feira, 21 de agosto de 2013

Bom dia! :-)

Para quem já estava impaciente dentro do ciclo do Eremita, cá está a abertura de um novo ciclo! Colocamos os pés no ciclo dos Enamorados nesta quarta-feira e a primeira pergunta que fazemos é: e aí? O que queremos para as nossas vidas?

Pode parecer fácil tomar uma decisão, mas não é! Algumas decisões acontecem de forma natural, porque são resultado de um encadeamento de atitudes, pensamentos e sentimentos. Já outras decisões exigem um tanto de coragem, ousadia, um verdadeiro salto no escuro, sobre o abismo.

Pensando assim, conseguimos compreender completamente a razão de termos unidos no Arcano 6 os conceitos de escolha e enamoramento. A paixão não costuma incluir escolhas, decisões. Nunca vi alguém perdidamente apaixonado ter a cabeça lúcida o suficiente para fazer escolhas sensatas. Ao contrário, a paixão costuma gerar um maremoto interior que nos tira qualquer capacidade de escolha ou decisão.

Então o primeiro questionamento que eu trago para vocês hoje é: não será este o mistério deste Arcano? Uma escolha que deixe de lado a racionalidade e a lógica? Ao invés disso, uma entrega ao coração para que a escolha seja feita em um estado de quase transe! Talvez, meus caros, seja este o grande mistério dos Enamorados!

Para quem gosta de sincronicidades, vou contar uma historinha... No domingo, tirei os Arcanos de toda a semana, portanto, os Enamorados já estava determinados para a quarta-feira. Mas na segunda-feira passei um tempo pensando e olhando uma carta dos Enamorados, uma imagem que deixava claro uma das minhas interpretações preferidas do Arcano, que fala de maturidade. É a escolha que se faz a partir de um processo de amadurecimento, ou seja, é quando se tem condições de fazer escolhas lúcidas, com bases sólidas, seguras.

Espero que hoje consigamos fazer escolhas assim... Com as bênçãos dos Enamorados!

Por aqui, nos últimos tempos, tenho vivido situações que pouco me permitem fazer escolhas... Na verdade, tenho apenas me permitido fluir, me lançar na correnteza, sem ter ideia de onde irei parar. Confesso que isso não me é nada confortável. Mas há tempos eu aprendi a viver sem questionar confortos, apenas agradeço quanto eles me são dados.

Um outro aspecto da carta dos Enamorados fala da capacidade de tomar decisões a partir da percepção dos sinais (o 8 de Paus que nos visitou ontem), ou seja, uma decisão intuitiva. Esse é um bom tema para meditação! ;-)

Ótima quarta-feira para todos nós! :-)

A imagem veio daqui

8 de Paus

terça-feira, 20 de agosto de 2013

Bom dia! :-)

O 8 de Paus aparece por aqui novamente, quatro dias depois de sua última aparição. E hoje eu resolvi mostrar para vocês umas coisas bem interessantes sobre este Arcano e as imagens de alguns baralhos.

Em primeiro lugar, acho bem interessante algumas semelhanças entre o 8 e o 3 de Paus. Reparem que apesar de o conceito-chave "oportunidade" ser direcionado ao 3 de Paus, encontramos ele também no 8 de Paus, só que indiretamente. Sim, porque se seguirmos os sinais que o Universo nos envia, o que vamos encontrar? Oportunidades, claro!

Mas vamos nos lembrar que para chegarmos ao 8 de Paus, nós passamos por quatro cartas. Ou seja, houve aqui um aprendizado, houve um acúmulo de conhecimento, bagagem, experiência. Então, podemos pensar que se no 3 de Paus a oportunidade se apresenta como um golpe de sorte, uma situação em que nós atraímos outras pessoas que nos abrem portas, no 8 de Paus já temos em jogo o merecimento atuando.

Uma coisa que agora estou pensando é que talvez (estamos ainda no campo das hipóteses, heim?) o 3 de Paus fale de oportunidades que se manifestam através de pessoas, enquanto o 8 de Paus represente o resultado do que já foi desenvolvido ou da conexão/inspiração já realizada, portanto, na maior parte das vezes, ele vem como um sinal do Universo... representado por animais, elementos da natureza, como vento, chuva, raios, cometas. 

A primeira imagem que escolhi, por acaso mostra um ser humano como o veículo do sinal. Um homem entregando um papel para a mulher. Mas eu trouxe outras cartas para analisarmos também. Por exemplo, uma delas mostra algo como cometas... Na verdade, são cetros com pontas de cristal que voam pelo espaço entre planetas (surreal!), mas o aspecto é de um fenômeno da natureza ou cósmico com um toque de fantasia. Não temos uma figura humana agindo, mas "forças da natureza"! É como se algo, de outra realidade, viesse para anunciar um acontecimento. E isso tem mesmo a cara do 8 de Paus.

Isso me fez pensar em outro atributo do 8 de Paus, que é a surpresa. Quando falamos das famosas setas da paixão, existe aí um aspecto surpreendente. Da mesma forma que isso se repete quando interpretamos a carta como "o momento de declarar o que se sente". Vejam... Outro momento inusitado, quando acontecerá algo inesperado. Nunca havia parado para pensar nisso. Viram? Via Tarot também é aprendizado pra quem escreve! rs

Pois bem, um outro exemplo que temos em termos de imagens é uma das cartas mais lindinhas que já vi. Ela mostra uma fadinha, ao lado de uma planta, repleta de flores que mais parecem campainhas e uma delas está sobre a cabeça da fadinha, como se fosse uma inspiração... Algo que cai sobre a cabeça, abençoa, inspira, intui. 

Toda vez que olho esta carta, lembro de uma situação muito mágica que vivi. Eu ainda morava no Rio e era solteira. Estava deitada no sofá da sala, conversando com a minha mãe e ela estava sentada em uma poltrona. Por toda a sala havia vasos de plantas! Minha mãe sempre foi louca por plantas! E atrás da minha cabeça, ao lado do sofá, havia um suporte com um vaso com flores, ele estava todo florido (e nem me lembro que flor era). Eu só sei que eu falei uma coisa, algo de impacto, algo sensível, amoroso, profundo e espiritual... E deu um vento e em fração de segundos eu estava totalmente coberta com flores! Foi uma chuva de flores em cima de mim! Um dos momentos mais mágicos e lindos que vivi. Minha mãe só olhava pra mim, encantada! Foi mesmo incrível!

Esses são os sinais que a natureza nos dá! Pra mim, são os mais fortes! Demonstram conexão direta com a Divindade e com o fluxo, a energia que nos constitui e envolve.

E eu não paro de olhar pra esta fadinha! rs

Pessoas... Que a terça-feira de vocês seja assim, auspiciosa como uma chuva de flores! :-)

As imagens vieram daqui, daqui e daqui


2 de Espadas

segunda-feira, 19 de agosto de 2013

Bom dia! :-)

Sempre que penso no 2 de Espadas, penso na Elektra...rs Quem viu aquela cena dela treinando para lutar entende perfeitamente o que estou dizendo! E quem conhece os conflitos da personagem, também.

O 2 de Espadas é um Arcano que possui enorme diversidade de significados (pelo menos pra mim...rs), dentre eles, os conflitos mentais existentes dentro de nós ou em relação a outras pessoas. Mas o 2 de Espadas também pode ser o diálogo, a conversa, o debate, quando cada qual defende suas ideias, argumenta.

Outro significado do 2 de Espadas, aliás talvez seja o meu preferido, é o que fala que neste momento ainda não temos todas as informações necessárias para tomar uma decisão, seguir um caminho, mas que em breve estas informações chegarão até nós.

Sempre que penso nisso, algumas ideias surgem em minha mente... Coisas como a incrível capacidade do Universo de nos surpreender. Imaginem só... Algo vem por aí, algo que nem conseguimos imaginar, mas o tarot já nos avisa que isso está para acontecer. Alguém já parou para pensar no quanto isso é fascinante? Especialmente porque em algumas vezes tentamos desvendar sobre o que se trata, com o próprio tarot, e ele não nos responde. Não define, não mostra o que está para acontecer... Mas reafirma que está para acontecer! rs

Isso atiça meu lado questionador, filósofo, sonhador...

A vida é como uma longa estrada cheia de curvas. Conforme vamos andando, só conseguimos enxergar o que está no nosso campo de visão em linha reta. Não sabemos o que vai aparecer depois de uma esquina. Pode ser a solução de tudo que parece impossível de ser resolvido no caminho reto. O que define o que vem depois? Quem define? Pode ser que sejam nossos próprios pensamentos, sentimentos, nossa vontade e a capacidade que temos de modular esta vontade, transformá-la em energia em movimento para fazer concretizar algo.

O 2 de Espadas é uma carta que pede paciência, não é uma pausa como os 4... É uma preparação, um treinamento para a batalha. Pode ser também o afiar das lâminas da mente através de um debate acalorado, porém inteligente. Não vejo este Arcano como algo negativo, ao contrário, vejo como um aviso de novas possibilidades, momentos em que seremos capazes de fazer escolhas mais conscientes, mais maduras. Que bom! :-)

Ótima segunda-feira para todos nós!

A imagem veio daqui

8 de Copas

domingo, 18 de agosto de 2013

Bom dia! :-)

Saímos dos Paus e voltamos para as Copas! E pra quem já se esqueceu, continuamos em ciclo de Eremita, um ciclo relativamente longo, que já dura oito dias. E o primeiro questionamento que faço é este: por que permanecemos na energia do Eremita e porque bailamos por Espadas, Copas e Paus e não por Ouros?

Pra mim, a resposta é simples: porque estamos processando internamente e, de certa forma, solitariamente, algo que ainda não tem uma base sólida, concreta, mas está somente no pensar, sentir, intuir. Não sei vocês, mas eu passei esta semana com mil percepções, sensações, de coisas que aconteceram, acontecem e acontecerão, mas sem nada no chão, na terra sobre isso.

Então, ainda estamos vibrando este lado mais fechado do Eremita, sem falar da lerdeza de resoluções, decisões, respostas... Affff, lentidããão!!!! rs

Pois bem, hoje o 8 de Copas vem nos visitar para aprofundar toda a reflexão ainda mais para o lado emocional. Procurei com cuidado a imagem para colocar aqui, porque queria algo especial... Percebo que muitas pessoas têm esta energia meio mal resolvida. Ela é uma com que eu consigo me entender, apesar de saber que ela é mesmo meio chatinha.

O fundamental é perceber que aqui não temos um problema, temos a solução! Só que ela está lá dentro de nós, nos porões do nosso ser! E precisamos descer lá para encontrá-la. Encontrar essa solução será decisivo para que possamos fazer escolhas, perceber o que nos serve ainda, o que não nos serve mais, o que pode começar a ser necessário. Aqui vamos perceber o que é um sacrifício que vale a pena e o que é tempo perdido, jogado fora.

Olhando para esta imagem, me vem logo a sensação de que este processo envolve um transbordamento emocional. Percebam que as três cambucas de cima despejam água em um enorme recipiente. A primeira pergunta é: de onde vem a água que enche as três cambucas? Não se sabe! Elas mantém o caldeirão enorme cheio, ao mesmo tempo que alimentam ele de emoções, também sobrecarregam. E é fácil notar que o imenso caldeirão representa uma pessoa que está sempre alimentada de energia, mas também sobrecarregada e acaba por transbordar... ao transbordar, ele também enche outras quatro cambucas que estão embaixo e a água que transborda delas retorna para o rio, provavelmente seu lugar de origem se pensarmos em todo o ciclo da chuva.

O transbordamento das emoções pode seguir dois caminhos: no primeiro, ele se expressa em forma de alimento... o que eu tenho demais posso dar a quem não tem. No segundo, ele se expressa como excesso, sobrecarga, algo que eu acabo jogando em cima de alguém porque não dou mais conta de segurar. A grande questão para se pensar hoje é: o que é que eu dou como alimento porque o outro precisa e o que é que eu lasco em cima dos outros para ficar livre?

Pode não parecer, mas o 8 de Copas é uma carta que possui uma forte temática ligada à liberdade, ao estar livre para buscar o que se quer e ao fato de se estar preso a algo há muito tempo, o que impede de se fazer o que se quer de verdade.

Escolhas, meus caros, escolhas... que começaram lá no 7 de Copas e que se não foram feitas continuam nos cutucando por aqui...

Escolhamos pois! :-)

Ótimo domingo para todos!

A imagem veio daqui

7 de Paus

sábado, 17 de agosto de 2013

Bom dia! :-)

Podem falar o que quiserem, mas não há como negar: estamos cheios de energia! Mais uma carta de Paus, fazendo vibrar o elemento fogo em nossas vidas! Para os que pensam que houve um retrocesso, eu vou explicar isso direitinho.

Ontem, surgiram os sinais... E aqui foram vários! Os mais especiais ligados ao povo cigano, de uma forma tal que fui obrigada a fazer algo que já deveria ter feito há muito tempo: refazer o meu altar dedicado a eles. Desde que me mudei, há mais de dois anos, estou para fazer isso e só agora, quando estou quase mudando de novo que faço. Mas, vamos nos lembrar, tudo sempre tem uma razão para acontecer! Então este é o momento certo.

Então, depois de tantos sinais, nada mais lógico que a chegada das novidades. E vamos nos lembrar que toda novidade sempre é, de certa forma, um desafio. Pois somos obrigados a lidar com coisas diferentes, com as quais não temos experiências, sobre as quais não temos conhecimento.

Quando fui escolher a imagem para o Arcano de hoje, estava esperando encontrar uma coisa, mas acabei encontrando outra... e outra muito bacana, porque me lembrou uma situação que vivenciei e seu sentido aplicado para o 7 de Paus.

A gravidez do meu filho foi algo bem intenso, em termos de percepções espirituais. Parece que minha mediunidade veio com tudo naquele período! E certo dia, quando eu me divertia com a caixa de lápis de cor, fazendo desenhos, comecei a desenhar uma mulher grávida e de repente comecei a desenhar um tipo de círculo negro em volta dela... Rabiscava muito com o lápis preto, como se fosse um muro que a oprimia de certa forma. Desenhava como se não tivesse o controle das minhas mãos! E havia lá no topo, acima da cabeça dela, um buraco por onde passava uma luz dourada, vinha do alto e entrava pela cabeça dela, como se fosse a conexão dela com o Divino. E do centro do seu coração emanava tanta energia, tanta luz, que protegia ela e o bebê que trazia em sua barriga. Pois bem, quem sabe da história do meu parto já deve estar meio boquiaberto a esta altura...rs Eu quase morri no parto, meu filho nasceu de sete meses e meio, depois de uma gestação super-tranquila, preparada para um parto normal, de cócoras... Só que no meio do caminho havia um cisto no ovário, havia um cisto no ovário no meio do caminho...rs Que torceu e resultou numa cesariana de emergência. E graças a essa conexão com a Divindade e ao imenso amor que vibrou no meu coração, cá estamos, eu e ele, vivos, firmes e fortes! :-)

Bem, mas não contei tudo isso pra deixar ninguém triste...rs O que eu quis foi fazer a conexão com esta imagem... Vejam! Apesar da imagem ser muito bonita e leve, lembrem-se que estamos no 7 de Paus, a carta da coragem, do desafio. Quando olho esta carta, penso que a moça está meio presa, amarrada naquelas estacas, apesar de terem belas rosas em cima. No entanto, existem anjos em volta e ela está conectada com o alto através de um cetro de cristal. Ou seja, o que a protege, o que a faz vencer é esta conexão. E esta é a nossa lição de hoje: enquanto estivermos conectados, estamos seguros... Enquanto vibrarmos no positivo, em harmonia e em sintonia com a Divindade, a interior e a exterior, nada poderá nos derrotar, atrapalhar, atacar.

Quando o desafio for grande e o cansaço chegar, lembrem-se: a conexão acontece no chackra coronal e para ficar melhor ainda, visualizem o chackra básico criando raízes no chão, na terra. Assim, teremos um tubo de luz que tanto conduz a energia telúrica através do chackra básico, quanto energia celestial através do coronal. E ambas se encontram no coração e se unem e transmutam, e viram poder! Poder pessoal, poder de proteção, poder para seguir em frente.

Ufa... Como transformar um 7 de Paus em uma viagem fantástica! Fortes emoções! ;-)

Ótimo sábado para todos nós!

A imagem veio daqui

8 de Paus

sexta-feira, 16 de agosto de 2013

Bom dia! :-)

Tudo que falei sobre a dança das energias, a forma como as coisas acontecem em um movimento fluido, parece ter sido profético! rs Hoje, não mudamos de naipe e nem de tom, mas a dança ficou mais bonita! :-)

O 8 de Paus já é uma carta bacana, mas aparecendo em uma sexta-feira de amorzinho, fica ainda melhor! rs 

Sim, vocês já devem ter reparado que não tenho citado a regência planetária dos dias... É que resolvi fazer uma abordagem mais ampla dos Arcanos e de uma forma anarquista, do tipo (que eu gosto) cada dia escrevo de um jeito, com um estilo ou abordagem diferentes. Vou seguindo o fluxo!

Mas achei muito auspicioso este 8 de Paus em pleno dia de regência venusiana! É que além do significado mais tradicional, que fala do surgimento de sinais e do impulso para novos rumos, esta carta também pode anunciar a expressão dos sentimentos... São as famosas setas da paixão!

Sexta-feira é um dia bem propício para o namoro, seja pela regência de Vênus, seja pelo fato de que muitos não precisam acordar cedo para trabalhar no sábado...rs Fato é que sexta-feira sempre tem um clima todo especial e minha dica é para usarmos esse clima da melhor forma possível.

Se pensarmos nas cartas desta semana, como uma sequência, podemos notar que há um movimento de dentro pra fora, que começa no Eremita, o regente do ciclo, e chega até este 8 de Paus. Então, vejamos: no 4 de Espadas, damos uma pausa para refletir sobre alguns pontos. Esta é uma carta "eremítica"...rs Porque ela pede um afastamento, um momento para ficar sozinho e esvaziar a mente. Depois tivemos o Ás de Paus, que apesar de ter uma energia mais agitada, ainda é solitária. Estamos no Ás... Ás é 1! Depois tropeçamos no 7 de Espadas (só pode ser tropeço! Ninguém abraça esta carta em sã consciência! rsrsrs) e ficamos muito desconfiados. Sim, porque se vamos lidar com intrigas, ficamos atentos, enxergando o inimigo em todo lugar. Então, finalmente, brindamos com o 3 de Copas, uma carta que tem a tônica da celebração e da união com outras pessoas. Sentiram aí a mudança de rumo? Aí aparece o bonitão do Rei de Paus, que poderia tentar se isolar em seu comando, mas ao invés disso, com o 8 de Paus, podemos ver um Rei apaixonado, que tal? :-) 

Depois de todo esse processo, eu vejo o 8 de Paus meio no "se joga!", sabem? Como se ele chegasse para fazer a gente relaxar depois de uns dias de muito trabalho interior e nos preparasse para um novo ciclo. Estou contando segredos? Não! Mas pode ser uma previsão...rs Esta semana estou tirando as cartas dia-a-dia e ainda não sei qual será a carta de amanhã. No domingo, volto à tradição de tirar todas as cartas para a semana.

Aproveitem o dia, crianças! E sigam os cometas e estrelas cadentes! ;-)

A imagem veio daqui

Rei de Paus

quinta-feira, 15 de agosto de 2013

Bom dia! :-)

Enquanto a maioria das pessoas fica fascinada com o caráter adivinhatório do tarot, meu maior encantamento é com o que eu chamo de "suave dança das energias". É o que acontece quando olhamos para as cartas como se elas expressassem um caminho, o fluir das energias através dos dias, como acontece aqui no Via Tarot, com postagens diárias.

Ainda estamos trilhando um ciclo de Eremita. O que é interessante, levando-se em conta a quantidade fortes emoções que vivenciamos. Mas depois daquela energia tão leve, feminina e amorosa que tivemos ontem, hoje temos uma energia intensa, masculina e poderosa.

Percebem a dança? Vamos de um ponto a outro... E o mais incrível é que, no final, tudo é a mesma coisa! Parece confuso entender isso? Uso sempre a frase da minha mestra Regina para ilustrar o que quero dizer: o menos importante é a carta que sai. Ela falou isso em outro contexto, fazendo uma referência à questão da intuição. Mas aqui eu estou indo mais além... E é algo tão sutil e estranho, que sinto dificuldade de explicar. O mais próximo que chego é: a carta em si é menos importante do que o fluxo de alternância de energia das cartas. Este fluxo acaba criando uma outra coisa, acima e além das interpretações individuais.

É por isso que olho para este Rei de Paus de uma forma muito especial!

Se ontem o dia foi de celebração e gratidão, hoje o dia é de ação. Mais do que isso, hoje é um dia de mostrar o poder pessoal. Às vezes, acreditamos que ser humilde é algo bom e que ser humilde é não reconhecer o próprio talento. Mas isso não é verdade! A humildade é algo bem diferente disso. E reconhecer seus talentos é uma das mais incríveis formas de expressar a gratidão. Gratidão ao Universo por ter permitido que tal talento tenha se abrigado em nosso ser.

Um outro aspecto presente no Rei de Paus é a capacidade de se apaixonar pelo que faz, além de expressar a criatividade e a originalidade. Esta, então, é a proposta para o dia de hoje. O que vamos fazer de forma apaixonada e criativa? Alguém tem ideia? Bem, eu vou estruturar e começar a divulgar o que planejo há tempos! Curiosos? Então vamos lá...

Atendendo a pedidos, vou começar a trabalhar com aulas via skype, individuais e em pequenos grupos de três pessoas. A ideia é atender pessoas que já possuem alguma base de tarot. Nas aulas individuais, não haverá um programa fixo, as aulas serão preparadas de acordo com os temas que o aluno solicitar. Nas aulas em grupo, terei uma programação base e outra mais flexível, de acordo com os alunos. Interessados, por favor escrevam para cacau@viatarot.com.br (assunto: aula skype) informando nome completo, data de nascimento, cidade onde mora e quais horários de preferência: manhã, tarde ou noite. Assim, poderei enviar as devidas informações quando já estiver tudo estruturado.

Outra iniciativa já confirmada, que deverá funcionar a partir de setembro, no máximo, são os atendimentos e aulas presenciais no Rio de Janeiro. A ideia é ter horários de consulta previamente agendados e turmas fechadas com, no máximo, cinco alunos. Ainda estou em dúvida sobre a frequência das aulas, se semanais ou quinzenais, mas meu plano é descer ao Rio um dia por semana para realizar essas atividades.

As pessoas interessadas tanto em consultas presenciais quanto em aulas, por favor, escrevam para cacau@viatarot.com.br com as seguintes informações: nome completo, data de nascimento, telefone, bairro onde mora e no caso das aulas defina qual horário do dia prefere: manhã, tarde ou noite. No assunto do email, defina se o interesse é consulta presencial ou aula presencial (ou as duas coisas...rs)

Prontinho! Fiz o meu exercício de Rei de Paus! :-)

Ótima quinta-feira para todos!

A imagem veio daqui

3 de Copas

quarta-feira, 14 de agosto de 2013

Bom dia! :-)

Estão surpresos? Eu, Maryssol e Mônica, não...rs Passamos o final de semana vibrando e falando do 3 de Copas. Nada mais lógico do que ele aparecer por aqui como resultado desta chamada que demos nele.

Como vocês podem ver na foto, nosso brinde foi saudável e sóbrio, com limonada suíça. Mas a alegria foi "excessiva" durante todo o final de semana... Se é que existe excesso na alegria. Acho que ela é sempre boa. :-)

Para analisar o 3 de Copas vou começar falando sobre a imagem, como faço sempre. Reparem que existe um entrelaçar das três personagens nas cores... Existem as diferenças clássicas de cabelo: uma loura, uma ruiva e uma morena. E todo o ambiente está vibrando na gama do vermelho: roupas, toalhas, até a moça que está ao fundo. Tudo isso nos fala sobre a unidade na diversidade.

Fora a questão visual, vivenciamos momentos de alegria, compartilhamento, celebração e gratidão. Até pedimos as bênçãos de Yemanjá, dando um bom mergulho na praia. Subimos escadarias para ver como estava a festa no "Cardosão", almoçamos na casa da Mônica (uma massa divina!). E, vejam vocês, foram três brindes... Três brindes feitos por três mulheres: um de vinho, na sexta... Um de cerveja, no sábado de tarde e um de limonada, no sábado de noite. E em todas as vezes eu falei "olha o 3 de Copas!" :-)

Tenho vivido dias de alegria e gratidão, apesar de todos os sustos de uma semana pra cá... A vida me ensinou a importância de ter gratidão, que quando agradecemos primeiro, a razão da gratidão surge em seguida... Nós podemos, de verdade, transformar o que está dentro de nós e o que está em volta. Quando confiamos nisso, tudo se manifesta!

E é esta a vibração de hoje: a celebração da vida! A manifestação do que é capaz de nos trazer alegrias! A gratidão e o amor a cada minutinho de vida. Isso é capaz de mudar o nosso estado de ser de uma forma intensa e mágica. Experimentem! ;-)

Ótima quarta-feira para todos nós!

A imagem veio do celular da Moniquinha! rs

7 de Espadas

terça-feira, 13 de agosto de 2013

Bom dia! :-)

Hoje, ainda em ciclo de Eremita, vou trazer uma proposta de postagem diferente e, creio, um ótimo exercício de atenção e imaginação para vocês.

Pesquisando a imagem do Arcano, me deparei com dois grupos de imagens que expressam dois aspectos da interpretação do 7 de Espadas, uma carta que tem várias possibilidades, conceitos e visões, algumas bem diferentes umas das outras.

Vejamos esta primeira imagem, que mostra um homem sorrateiramente entrando pela janela. Percebam o primeiro detalhe: janelas não são as entradas mais adequadas de uma casa, concordam? Se alguém entra pela janela, ao invés de entrar pela porta, é porque não quer ser visto, não tem boas intenções ou quer alcançar um cômodo da casa que fica mais reservado ou seja: quer ter acesso a coisas que não estão disponíveis para ele.

Vocês conseguem transportar tudo isso que falei para diversas situações? Tentem perceber o sentido metafórico de tudo que eu disse...

Nesta segunda imagem, temos, claramente, a figura de uma moça que não quer ser reconhecida (usa máscara) e que está fugindo, pois corre de um jeito meio desajeitado, deixando cair parte das espadas. Mais uma vez, temos aí alguém tentando pegar algo que não é seu, acessar o que não está disponível para ela. As espadas descartadas, no entanto, parecem ser deixadas de forma estratégica, com algum objetivo não declarado. Existe uma intenção em cada ato, apesar de isso não ficar claro para quem observa.

O que estas duas imagens têm em comum? Estamos falando de atos premeditados, de atitudes ardilosas, que possuem uma motivação não revelada e o desejo de acessar algo pertencente a outra pessoa.

Agora reparem na terceira imagem e vejam como temos ali tudo isso expresso de forma mais direta, com total ausência de diplomacia...

Um ladrão, com uma arma na mão, caminha e certamente não tem boas intenções. Mas aqui ele usa logo uma arma de fogo! Não estamos mais falando de espadas ou palavras! Estamos diante de uma atitude direta, que expressa a intenção, não de criar intrigas, não de se mover por debaixo dos panos para prejudicar alguém, mas de impor a sua vontade através da força.

Estas três imagens nos falam de um aspecto do 7 de Espadas que age sorrateiramente, causando discórdia, prejudicando, gerando intriga (às vezes, fofoca). Alguém pretende se beneficiar da distração ou ingenuidade/desconhecimento de outra pessoa e toda atenção é pouca.

Aqui não se recomenda stress, ao contrário, é preciso muita calma e tranquilidade para detectar o que, de fato, está acontecendo.

Então, temos um outro significado do 7 de Espadas que nada tem a ver com tudo isso...

O 7 de Espadas pode expressar uma ativação mental que, ao invés de fazer a pessoa demonstrar inteligência, resulte e "pensar errado" ou gerar uma incrível confusão mental, uma autosabotagem. Mas podemos reverter isso, podemos fazer a leitura positiva da carta, com toda esta ativação mental sendo usada para nos beneficiar também.

Nesta imagem temos um ancião, usando toda a sua sabedoria e sua capacidade mental, intelectual, para escrever algo. Em termos bem práticos, o 7 de Espadas nos alerta para usarmos a mente a nosso favor e não contra nós. Ou seja, ao invés de criar "minhocas" na cabeça, estudar, pesquisar e abrir a mente para novas possibilidades.

O sábio estuda e registra suas observações. Esse é um excelente uso do 7 de Espadas e da nossa inteligência. Notem o quanto isso é diferente do significado anterior!

Na última imagem, temos uma versão diferente do velho estudioso... Temos um jovem muito esperto e criativo, pesquisando e colocando tudo isso no papel. As duas imagens mostram variações sobre o mesmo tema.

A postagem de hoje veio para mostrar como a mesma carta pode ter duas ou mais interpretações, sem que haja um rigor entre o certo e o errado, mas sendo preciso um jogo de cintura para saber do que se trata em cada jogo, cada posição, com cada pessoa e a cada momento.

O conselho de hoje é para que estejamos atentos aos ardis alheios, para não cairmos em intrigas, e para que sejamos capazes de usar da melhor maneira possível a nossa inteligência, solicitar ao intelecto que ele jogue a nosso favor.

Uma ótima terça-feira para todos nós!

As imagens vieram daqui, daqui, daqui, daqui e daqui

Pegando carona na postagem de hoje, aproveito para fazer minha saudação a Hécate, uma deusa querida que já me auxiliou em momentos delicados e a quem peço, novamente, auxílio. Dia 13 de agosto é o seu dia!

Salve, Senhora!
Rainha da noite mais negra e profunda.
Olhos que brilham e mostram o caminho quando nada mais sei.
Coração que pulsa e aquece meu sangue,
Mão que se estende diante de mim, como apoio seguro.
Você é a guia de meus passos quando a encruzilhada se apresenta.
Você é o caminho que minha natureza clama.
Quando tudo parece perdido, é você, minha Rainha, que tem a chave, a solução.
Nem todos virão até você!
Os medrosos, os preguiçosos, os imaturos e os que não assumem responsabilidade
sobre a própria vida fugirão... Esses vão maldizer seu nome.
No entanto, todo aquele que tiver dentro de si a retidão, a coragem e a responsabilidade, se souber se entregar e confiar em sua segura escuridão,
poderá receber suas bênçãos.
Só há confiança e entrega quando tudo está, absolutamente fora de controle, e
ainda assim há espaço para o sorriso e a gratidão.
Abençoa as minhas escolhas com a sua sabedoria, Senhora do Submundo!
A gratidão sempre vibrou em meu coração e continua a vibrar por ti.
Que assim seja e assim se faça!

Ás de Paus

segunda-feira, 12 de agosto de 2013

Bom dia! :-)

Continuamos em um ciclo de Eremita, só que hoje em um aspecto muito mais ativo, energizado, decidido. Se ontem o tarot nos pedia uma parada, uma pausa, um passinho para trás, hoje ele nos avisa que temos em mãos a energia necessária para dar um primeiro passo (que pode ser bem ousado) rumo a novos projetos, novas ideias.

Os Ases, em geral, são cartas de começos e de potencial dentro de cada elemento. No caso, como temos um Ás de Paus, estamos falando do elemento Fogo. A melhor tradução disso é: a centelha divina atuando através de nós, nossos atos, nossas ideias, nossa capacidade criativa.

Confesso que encontrei outras imagens até mais bonitas! No entanto, esta me chamou a atenção por uma razão muito especial: reparem o abismo que existe no meio do caminho. Algo nos diz que o alce vai precisar ter coragem, ousadia e energia para executar um salto preciso por cima do abismo, chegando ao outro lado e seguindo o seu rumo.

O galho que representa o Ás de Paus está direcionado ao sol, como se captasse a sua energia, seu calor, seu poder. Reparem que temos oito folhas caindo, o que pode nos mostrar que do galho original surgem brotos, que viram folhas, que vão crescer e se transformar em uma planta robusta, que expressa todo o seu poder curador de forma bem concreta. Portanto, podemos dizer que há um 8 de Paus vibrando neste Ás de Paus e como para um bom entendedor pingo é letra, atenção aos possíveis sinais que a natureza nos enviar!

Nem sempre sabemos o que fazer! Para quem acha que é muito simples, basta escolher uma opção e se jogar, aproveito para lembrar que às vezes não existem opções claras pela frente! Temos que tatear no escuro, temos que sentir o que poderia se configurar como possibilidade. Muitas vezes, intenção e boa vontade é tudo que temos e ainda assim conseguimos chegar lá.

Começamos a semana com esta energia realizadora e torcemos para que ela continue a vibrar entusiasmo e força para agir no decorrer dos dias. Isso é um novo começo e é o primeiro passo neste novo começo. Que assim seja!

Ótima segunda-feira para todos nós! :-)

A imagem veio daqui

4 de Espadas

domingo, 11 de agosto de 2013

Bom dia! :-)

Se ontem o Eremita nos recomendava o silêncio, o recolhimento, a sabedoria que a experiência nos traz, hoje é o 4 de Espadas que aprofunda este processo, pedindo uma pausa...

Este Arcano costuma ser chamado de a carta da meditação, porque ele propõe o esvaziamento do que já existe dentro de nós e está estagnado, para que algo novo possa entrar, acontecer, vibrar.

Não é possível haver renovação se não temos espaço para que esta renovação aconteça. Nas medicinas mais tradicionais e antigas, temos sempre o conceito de deixar o ar circular para que a saúde se mantenha ou restabeleça. O Ar puro renova as energias do ambiente, o vento leva tudo que não nos serve mais.

Da mesma forma, é o mesmo vento que anuncia as novidades, que traz notícias. São os "novos ares!" O 4 de Espadas mostra a necessidade de uma pausa para que a mudança aconteça. E isso me lembra aquela famosa história que o sócio já contou várias vezes, sobre o jovem lenhador e o velho lenhador. Enquanto o jovem saiu, esbaforido, cortando todas as árvores do caminho, o velho lenhador passou um longo tempo afiando o seu machado. Assim, quando se levantou e começou a lenhar, seu corte foi preciso e rápido o suficiente para que ele ganhasse a competição.

Fora o fato de que esta piada é muito anti ecológica, com todos estes cortes de árvore, a lição vale para todos e não somente para lenhadores. ;-) Tenho pensado nisso nesses últimos dias: a importância de, ao invés de sair tomando várias atitudes (algumas que podem ser equivocadas), muito melhor é aquietar, respirar fundo, esvaziar a mente e deixar a inspiração tomar conta, indicando quais atitudes tomar. Então, depois disso, passo-a-passo resolver tudo da melhor forma possível.

Esta é a lição do 4 de Espadas pra hoje!

Ótimo domingo para todos nós! :-)

A imagem veio daqui

O Eremita

sábado, 10 de agosto de 2013

Bom dia! :-)

Como já dizia minha querida avó, nada como um dia depois do outro, com uma noite no meio! Acreditem ou não, a situação se tornou ainda mais delicada e stressante, mas depois que eu cheguei a um ponto limite, simplesmente segui o meu velho hábito: começar a rir, seja de nervoso ou pela falta absoluta de ideia do que fazer!

Enquanto eu estou escrevendo esta postagem, aqui do meu lado estão minhas amigas queridas Maryssol e Mônica. Tenho vivido momentos muito intensos e tenho descoberto o valor das amizades. Nestes últimos dias tenho percebido o quanto é bom receber o apoio dos amigos em momentos incertos. Eu só tenho a agradecer...

Achei muito interessante o Arcano de hoje ser o Eremita, já que este é um dia de muito encontros e de visitas a lugares diferentes. O Eremita é uma carta solitária e também que fala de tranquilidade, maturidade e introspecção.

Minha dica especial para hoje é, independentemente da quantidade maior ou menor de encontros e eventos, que tenhamos a percepção do que realmente é importante para nós e para nossa vida. O Eremita não exige supérfluos, ao contrário, é sóbrio, básico no externo e profundo no interior.

Confesso que estou em dia de poucas palavras e muitos sentimentos. Portanto, fico por aqui, esperando que o meu meio-silêncio seja mais significativo do que qualquer palavra e meia. ;-)

Um ótimo sábado para todos nós!

A imagem veio daqui

6 de Paus

sexta-feira, 9 de agosto de 2013

Bom dia! :-)

Hoje, dispensei a imagem de carta de tarot... Me dei a este direito, já que outros direitos não me foram dados...rs

Sim, hoje estou dramática! Esse é o aspecto mais exagerado de Leão (e mais engraçado também, até para o próprio leonino, se ele souber rir de si mesmo).

Então, peço a paciência de vocês, porque hoje sou eu que vou fazer terapia de grupo por aqui...rsrsrs

Sentem-se, sirvam-se de um chá ou café, porque a história é longa!

Desde uma semana antes do meu aniversário, venho vivendo dias maravilhosos! Coisas incríveis aconteceram! E fiquei tão feliz, grata e plena que em alguns momentos era difícil acreditar que tudo aquilo era real. Sim, apesar de todos esses anos em que me trabalho interiormente, tenho esse cacoete horrível que quase todo mundo tem: achar que quando algo está bom demais é porque não pode ser real, que tem alguma coisa errada, escondida, que não nos contaram ainda. Afinal de contas, ninguém pode ser tão feliz assim.

Então, ontem eu recebi uma notícia, que já desconfiava, mas ainda não tinha tido confirmação (e a esperança é a última que morre, pelo menos pra mim). Na hora fiquei meio sem ação... Uns 10 minutos depois fui tomada por uma forte crise de choro e parecia que não ia terminar nunca. E olha que tem tempo que não tenho uma crise de choro!

Daí pra frente, passei o tempo em uma guerra interior, entre um lado que acreditava que tudo que estava acontecendo era para bem, que era uma abertura de um novo caminho, uma chance de vivenciar uma nova fase, mais próspera... e um outro lado que achava que acreditar nisso era somente uma forma "Pollyanna" de ver a vida, que era escapismo, era querer me iludir. E junto com isso, veio aquela tal frase perversa, uma frase que deveria ser banida do mundo: "era bom demais para ser verdade!" Sim, aquelas semanas de tanta felicidade e plenitude só podiam mesmo estar escondendo algo de inesperado e ruim, porque ninguém pode ser tão feliz, isso é um insulto aos deuses! Ninguém é merecedor de tanta felicidade... blablablá...

Depois que consegui parar de chorar, resolvi fazer a postagem de hoje (e não era nem 18h 30m de ontem) porque meu plano era me jogar na cama depois disso e dormir... o máximo que pudesse, pra ver se quando eu acordasse tudo já teria mudado. Ok, eu faço isso desde que tenho 5 anos de idade e ainda não percebi que não funciona...rs "A esperança é a última que morre!" :-)

E então resolvi fazer desta postagem uma terapia, até porque estamos em uma sequência tão linda de cartas, que não dá para entender! Na terça, o 10 de Copas nos mostrou nossa (possivelmente) nova casa. Ontem, dia de Mago, confesso que esperava coisa melhor! Mas então chega hoje e temos um 6 de Paus, a carta do sucesso, da vitória? Pra quem, cara pálida?! Pois é... Se eu que abro carta, eu que escrevo a postagem, não é possível que isso não tenha absolutamente nada a ver comigo, né? Assim me fala o meu racional e o meu bom senso, mas o triste é que o emocional continua chorando... haja lenço! rs

O grande desafio desta vida é manter a tranquilidade e a confiança mesmo diante das situações mais desafiadoras, mesmo quando somos contrariados, mesmo quando nos tiram do "nosso" paraíso, quando impedem que continuemos a cultivar nossas ervas curativas, nossas flores, nossos morangos doces... Ter que deixar este lugar onde moro definitivamente era algo que eu não esperava que fosse acontecer... Pelo menos não tão cedo... Pelo menos não antes de eu ter um pedacinho de terra, para poder plantar minhas ervas mágicas. Para os que me leem e moram em grandes cidades, talvez isso pareça uma bobagem... Mas há 20 anos eu não moro em apartamento! Há 20 anos eu tenho sempre um pedaço de terra para plantar, para colocar meus pés, para interagir com a natureza. Há 20 anos não preciso ficar sufocada dentro de um apartamento, como um tigre enjaulado! E no momento minha única vontade, já que vou voltar para perto do mar, é juntar minhas lágrimas com as águas salgadas de Yemanjá... Dormir e amanhecer na praia, vendo as ondas irem e voltarem, como prova de que tudo vai e vem, e isso também vai passar.

Como uma amiga me aconselhou ontem, estou me dando o direito ao luto. Chorar, ficar triste, inconformada... Só por um tempo, pois também não tenho muita paciência pra isso e a tristeza tende a virar vício, se fizermos dela um hábito. Sou tão chata comigo mesma que, enquanto eu chorava, algo em mim falava "que feio... tanta gente doente, sofrendo, morrendo e você chorando porque não vai mais morar numa casa em meio à natureza" Olha que criatura insuportável eu sou! Não me dou paz nem pra sofrer! rs Que coisa!

Bem, hoje o dia será ótimo para me distrair! Vou visitar minha amiga Monique e vamos fazer uma maratona de baralho cigano! Enquanto eu converso com meus amigos, vou aliviando a tensão e mandando a tristeza pra longe. E esta pode ser uma boa interpretação do 6 de Paus (alow? temos que falar do 6 de Paus! rs): a maior vitória vem quando conseguimos superar os maiores desafios. Resolver uma questão simples é somente uma atitude que deu certo. Mas resolver um problema que nos atinge mais profundamente, aí sim! Estamos falando de sucesso!

E é isso que eu desejo para todos nós, hoje e sempre, muito sucesso e uma incrível capacidade de dar a volta por cima e superar obstáculos.

Ótima sexta-feira para todos nós! :-)

PS: Esta semana, ainda mais diante de tudo isso, as consultas estão encerradas. Quem quiser agendar para semana que vem, por favor, me escreva: consulta@viatarot.com.br

A imagem veio daqui


O Mago

quinta-feira, 8 de agosto de 2013

Bom dia! :-)

Diga-me onde está o seu poder! Quando ele se revela? Quando se manifesta? De que maneira você mostra seus dons e talentos?

Os questionamentos não param por aí... Sempre que olho para o Mago, penso na capacidade de fazer algo se manifestar no plano físico, com a mesma força e o mesmo brilho que pré existia na mente e, antes, na centelha divina que se expressa como ideia... Uma chispa de luz que vem de outros planos, outras realidades, e nos inspira aqui.

O Mago está sempre aberto a essa chispa, aliás, mais do isso, ele parece ter a capacidade de criar a chispa! E depois mistura ingredientes, utiliza instrumentos, fala palavras mágicas... E eis que surge, diante dos nossos olhos: o que era ideia, pensamento, sentimento... virou matéria física, concreta. Agora é realidade!

Estou lendo um livro do Paracelso e me encantando com sua linguagem hermética, que ao mesmo tempo é tão simples. Como pode algo ser tão tão complicado e tão simples? rs Leiam livros de alquimia e entendam...rs Creio que o princípio do Mago seja o mesmo: às vezes parece tão difícil concretizar algo... tentamos, tentamos, pedimos ajuda aos universitários, rezamos, fazemos promessa, acendemos velinha e nada! Dá uma frustração... E, por outro lado, às vezes, algo que poderia ser difícil em outro momento, fica fácil, rápido, fluido. Ainda não sei qual o mistério desse processo, mas tenho certeza que envolve os instrumentos e ingredientes, mas, como diria o alquimista, também os astros, o movimento invisível das energias que nos cercam.

A grande dica para o dia de hoje é perceber a lista de ingredientes para realizar algo que estamos "cozinhando" na mente há tanto tempo. O que está faltando? Água? Ar? Fogo? Terra? Pensem nisso como símbolos! Está faltando amor, alimentar de emoção? Está faltando mais planejamento ou falar com alguém? Ou seria o entusiasmo e a criatividade? Ou arregaçar as mangas e partir para a prática, o trabalho braçal? Basicamente, é a partir dos quatro elementos que vamos trazer algo para esta realidade. Então está na hora de verificar o que está faltando.

Boa sorte! Boa magia! Dia auspicioso! :-)

A imagem veio daqui