Ás de Copas

domingo, 30 de junho de 2013

Bom dia! :-)

Uma semana com três personagens - Rainha de Paus, Rei de Ouros e Rainha de Ouros - é uma semana em que surgem pessoas importantes em nossa rotina de vida. Não sei como foi com vocês, mas por aqui eu localizei duas Rainhas de Paus (uma ariana e uma sagitariana) que estiveram presentes de uma forma muito importante e o Rei de Ouros que se apresentou como um xamã que eu não cheguei a conhecer pessoalmente, mas conheço pessoas que conheceram, e que deixou um legado pra lá de rico ao qual tive acesso. A Rainha de Ouros, creio, fui eu mesma, juntando as pecinhas que estavam soltas até agora e trazendo algumas coisas para o concreto.

Hoje, encerramos nossa semana com o Ás de Copas e a impressão que fica é que a partir de um impulso de Fogo (Rainha e 8 de Paus), vieram os elementos Terra e Água se revezando em Ouros e Copas, trazendo a criatividade para a materialidade de uma forma tranquila, sem passar pelo racional do elemento Ar e do naipe de Espadas, que ficou de fora esta semana...rs

A proposta desta carta em um domingo de autoconhecimento e trabalho interior é: vamos mergulhar no coração! Vamos nos permitir abraçar nossos sentimentos e, mais ainda, observar o fluxo dos nossos sentimentos: por onde passam? Para onde se direcionam? O que é capaz de motivar nossos mais profundos suspiros?

O Ás de Copas é também a abertura para receber, é a taça vazia pronta para receber as bênçãos. Portanto, podemos pensar em receber algo de novo para o nosso ser. O melhor presente que se pode receber no Ás de Copas é a percepção do amor próprio, da autonomia sentimental profunda que, ironicamente, é o que permite a existência de uma relação amorosa mais completa com alguém. É quando não vamos famintos em busca do que nos alimenta, é quando vamos, saciados de nós mesmos, em busca de alguém que venha a suplementar tudo aquilo que já somos.

Vamos descobrir hoje o que mais amamos em nós mesmos! O que nos traz esta alegria e realização interior? Vamos cultuar o que temos de melhor? E vamos perdoar aquilo que não nos agrada? Durante a semana, em um dos trabalhos espirituais que eu fiz, me foi dito que eu havia perdido a capacidade de ser profundamente grata o tempo todo, mesmo quando o que chega não é o desejado, como eu era quando criança. E foi por isso, por essa falta de confiança na perfeição do Universo que alguns problemas começaram a surgir. Então, sejamos gratos, para que tudo flua com harmonia e possamos receber os presentes que o Universo tenta nos entregar e que bloqueamos com medo, desconfiança e culpa. (Tóim! Pegou alguém aí? rs)

Acho que já instiguei reflexões o suficiente por hoje... Vamos para a trilha sonora "copística"! :-)

Ótimo domingo para todos nós!

A imagem veio daqui

Love is real. Real is love.




Ás de Copas

Bom dia! :-)

Uma semana com três personagens - Rainha de Paus, Rei de Ouros e Rainha de Ouros - é uma semana em que surgem pessoas importantes em nossa rotina de vida. Não sei como foi com vocês, mas por aqui eu localizei duas Rainhas de Paus (uma ariana e uma sagitariana) que estiveram presentes de uma forma muito importante e o Rei de Ouros que se apresentou como um xamã que eu não cheguei a conhecer pessoalmente, mas conheço pessoas que conheceram, e que deixou um legado pra lá de rico ao qual tive acesso. A Rainha de Ouros, creio, fui eu mesma, juntando as pecinhas que estavam soltas até agora e trazendo algumas coisas para o concreto.

Hoje, encerramos nossa semana com o Ás de Copas e a impressão que fica é que a partir de um impulso de Fogo (Rainha e 8 de Paus), vieram os elementos Terra e Água se revezando em Ouros e Copas, trazendo a criatividade para a materialidade de uma forma tranquila, sem passar pelo racional do elemento Ar e do naipe de Espadas, que ficou de fora esta semana...rs

A proposta desta carta em um domingo de autoconhecimento e trabalho interior é: vamos mergulhar no coração! Vamos nos permitir abraçar nossos sentimentos e, mais ainda, observar o fluxo dos nossos sentimentos: por onde passam? Para onde se direcionam? O que é capaz de motivar nossos mais profundos suspiros?

O Ás de Copas é também a abertura para receber, é a taça vazia pronta para receber as bênçãos. Portanto, podemos pensar em receber algo de novo para o nosso ser. O melhor presente que se pode receber no Ás de Copas é a percepção do amor próprio, da autonomia sentimental profunda que, ironicamente, é o que permite a existência de uma relação amorosa mais completa com alguém. É quando não vamos famintos em busca do que nos alimenta, é quando vamos, saciados de nós mesmos, em busca de alguém que venha a suplementar tudo aquilo que já somos.

Vamos descobrir hoje o que mais amamos em nós mesmos! O que nos traz esta alegria e realização interior? Vamos cultuar o que temos de melhor? E vamos perdoar aquilo que não nos agrada? Durante a semana, em um dos trabalhos espirituais que eu fiz, me foi dito que eu havia perdido a capacidade de ser profundamente grata o tempo todo, mesmo quando o que chega não é o desejado, como eu era quando criança. E foi por isso, por essa falta de confiança na perfeição do Universo que alguns problemas começaram a surgir. Então, sejamos gratos, para que tudo flua com harmonia e possamos receber os presentes que o Universo tenta nos entregar e que bloqueamos com medo, desconfiança e culpa. (Tóim! Pegou alguém aí? rs)

Acho que já instiguei reflexões o suficiente por hoje... Vamos para a trilha sonora "copística"! :-)

Ótimo domingo para todos nós!

A imagem veio daqui

Love is real. Real is love.




Rainha de Ouros

sábado, 29 de junho de 2013

Bom dia! :-)

Esta tem sido a rainha mais presente no Via Tarot este ano! É a sétima vez que ela aparece por aqui, mostrando uma forte energia realizadora, fértil e criativa que - estou cá refletindo - talvez não esteja sendo plenamente utilizada.

Algumas coisas andaram acontecendo por aqui ontem e, infelizmente, não poderei compartilhar com vocês porque envolvem informação sobre outras pessoas e não vou derrubar a sua privacidade. Mas posso dizer que isso envolve o caminho xamânico e a magia profunda. Creio que a presença desta Rainha da Terra esteja refletindo isso, esta conexão mulher-poder-elemento-terra.

Venho passando por um período de recolhimento já há algum tempo. Diante da minha resistência em parar, meu corpo até arrumou uma forma nada sutil de resolver isso e me arrumou uma inflamação na garganta, uma sinusite e até uma contratura muscular próximo das costelas. Como vocês veem, nosso querer pouco vale diante da Vontade do nosso Eu Superior...rs Foi quando resolvi aquietar e simplesmente me permiti reduzir a velocidade até quase parar, em termos de atividades profissionais, sociais e até serviço de casa, que as coisas começaram a clarear para o meu lado e eu consegui acessar certas informações. Informações cheias de magia, diga-se de passagem!

A Rainha de Ouros possui essa magia da terra, essa magia do tempo certo de cada coisa. Ela sabe o quanto custa e o tempo que leva para a semente explodir, surgir o broto, abrir caminho na terra, esverdear, crescer, madurar, dar folha, flor e fruto... e dele retornar a ser semente e mergulhar no escuro da terra. Respeitar e sacralizar esse processo é um ato de sabedoria e poder que nós, geração fast-tudo, com seus empacotadinhos, limpos e processados, desconhecemos.

Saber esperar, saber calar, saber parar, saber não saber! E ainda assim confiar... Esse aprendizado pode ser desafiador! Mas o que é a vida senão uma sucessão de desafios que nos tornam mais fortes? Se alguém acha que eu já retornei ao corre-corre, não, não retornei... Meus atendimentos estão acontecendo em ritmo lento, a nova série de vídeo-aulas do Sociedade Via Tarot (cuja execução está pra lá de atrasada) está em fase final de planejamento e deve ser realizada na próxima semana, os cursos online e o lançamento dos atendimentos presenciais estão em suspenso por enquanto. Tudo aguarda o tempo certo de acontecer e não me perguntem quando será porque eu não sei. Mas sei que sentirei quando for o momento certo.

Para quem chegou a pensar em parar tudo, tudo mesmo, e de vez, até que não estou mal... E com paciência (minha e dos clientes) vamos tocando a vida e cumprindo os compromissos. No meio disso tudo, o mais importante: viver! Porque as pessoas andam tão ocupadas em realizar coisas grandiosas ou somente cumprir obrigações que se esquecem de viver.

Como hoje é dia de Rainha de Ouros e dia de falar de projetos e carreira profissional, é possível que algo prospere, que brote como uma planta na terra, que nasça envolta nesta energia parideira da Senhora do Reino da Terra. É possível que uma mulher seja veículo de uma concretização de projetos. Ou que um projeto voltado para mulheres possa acontecer. A energia feminina está vibrando fortemente! E a ela eu dedico o meu dia e minha postagem.

Já refletimos bastante, né? Vamos passar direto para a musiquinha? :-)

Trilha sonora xamânica para vocês curtirem o sábado! Que ele seja lindo para todos nós!

A imagem veio daqui


Rainha de Ouros

Bom dia! :-)

Esta tem sido a rainha mais presente no Via Tarot este ano! É a sétima vez que ela aparece por aqui, mostrando uma forte energia realizadora, fértil e criativa que - estou cá refletindo - talvez não esteja sendo plenamente utilizada.

Algumas coisas andaram acontecendo por aqui ontem e, infelizmente, não poderei compartilhar com vocês porque envolvem informação sobre outras pessoas e não vou derrubar a sua privacidade. Mas posso dizer que isso envolve o caminho xamânico e a magia profunda. Creio que a presença desta Rainha da Terra esteja refletindo isso, esta conexão mulher-poder-elemento-terra.

Venho passando por um período de recolhimento já há algum tempo. Diante da minha resistência em parar, meu corpo até arrumou uma forma nada sutil de resolver isso e me arrumou uma inflamação na garganta, uma sinusite e até uma contratura muscular próximo das costelas. Como vocês veem, nosso querer pouco vale diante da Vontade do nosso Eu Superior...rs Foi quando resolvi aquietar e simplesmente me permiti reduzir a velocidade até quase parar, em termos de atividades profissionais, sociais e até serviço de casa, que as coisas começaram a clarear para o meu lado e eu consegui acessar certas informações. Informações cheias de magia, diga-se de passagem!

A Rainha de Ouros possui essa magia da terra, essa magia do tempo certo de cada coisa. Ela sabe o quanto custa e o tempo que leva para a semente explodir, surgir o broto, abrir caminho na terra, esverdear, crescer, madurar, dar folha, flor e fruto... e dele retornar a ser semente e mergulhar no escuro da terra. Respeitar e sacralizar esse processo é um ato de sabedoria e poder que nós, geração fast-tudo, com seus empacotadinhos, limpos e processados, desconhecemos.

Saber esperar, saber calar, saber parar, saber não saber! E ainda assim confiar... Esse aprendizado pode ser desafiador! Mas o que é a vida senão uma sucessão de desafios que nos tornam mais fortes? Se alguém acha que eu já retornei ao corre-corre, não, não retornei... Meus atendimentos estão acontecendo em ritmo lento, a nova série de vídeo-aulas do Sociedade Via Tarot (cuja execução está pra lá de atrasada) está em fase final de planejamento e deve ser realizada na próxima semana, os cursos online e o lançamento dos atendimentos presenciais estão em suspenso por enquanto. Tudo aguarda o tempo certo de acontecer e não me perguntem quando será porque eu não sei. Mas sei que sentirei quando for o momento certo.

Para quem chegou a pensar em parar tudo, tudo mesmo, e de vez, até que não estou mal... E com paciência (minha e dos clientes) vamos tocando a vida e cumprindo os compromissos. No meio disso tudo, o mais importante: viver! Porque as pessoas andam tão ocupadas em realizar coisas grandiosas ou somente cumprir obrigações que se esquecem de viver.

Como hoje é dia de Rainha de Ouros e dia de falar de projetos e carreira profissional, é possível que algo prospere, que brote como uma planta na terra, que nasça envolta nesta energia parideira da Senhora do Reino da Terra. É possível que uma mulher seja veículo de uma concretização de projetos. Ou que um projeto voltado para mulheres possa acontecer. A energia feminina está vibrando fortemente! E a ela eu dedico o meu dia e minha postagem.

Já refletimos bastante, né? Vamos passar direto para a musiquinha? :-)

Trilha sonora xamânica para vocês curtirem o sábado! Que ele seja lindo para todos nós!

A imagem veio daqui


7 de Copas

sexta-feira, 28 de junho de 2013

Bom dia! :-)

Sempre que encontro com o 7 de Copas, a primeira imagem que me vêm à mente é a famosa cena do filme do Indiana Jones, quando ele precisa pegar o cálice sagrado dentre várias e diferentes taças.

No filme, a grande lição é a da simplicidade. O cálice sagrado era o mais simples. É claro que isso também veio junto com um dado arqueológico, sobre o tipo de taça que era confeccionada na época de JC. Mas eu, durante minhas meditações, já ouvi um ensinamento contrário a esse. Me disseram: "não busque o melhor no pior. Quem ensina que a riqueza espiritual está na pobreza material, só pode ter algum interesse em manter as pessoas crentes na miséria".

No primeiro momento em que ouvi isso, o choque foi grande! Essa informação bate de frente (e com força) com tudo que eu aprendi dentro do catolicismo, religião que abracei até os 16 anos, apesar da visão sempre questionadora e inquieta. O tempo passou e fui compreendendo algumas coisas...

Vivemos em um mundo extremamente maniqueísta! Ou, em tempos de informática, vivemos em um mundo profundamente binário. Só temos dois caminhos pela frente: o certo e o errado, o bom e o mau, o espírito e a matéria... Então, de certa forma, temos muito bem sedimentado dentro de nós a ideia de que para sermos mais espirituais, devemos passar um aperto financeiro... Ou que se queremos ter uma vida material confortável, teremos que vender a alma ao diabo... Péra! Calma! Como diz meu amigo Manu...rs

Não precisamos viver sempre em extremos, a vida não é uma gangorra! Não existe somente o tudo ou nada! Podemos fazer escolhas em favor do conforto, da beleza, da estética e também optarmos por uma vida envolta em espiritualidade, sensibilidade, profundidade. Portanto, é possível que o cálice sagrado seja de ouro! É possível que as escolhas sejam feitas sem que se elimine completamente um dos lado da moeda.

Bem, eu vivo comentando aqui sobre as formas de interpretação diferentes, especialmente dos Arcanos Menores. Pois bem, o 7 de Copas, que pra mim costuma falar da crise entre intuição X ilusão, além do surgimento de vários caminhos para se escolher, é interpretado por vários autores como uma carta de prazeres... Uma carta que fala dos muitos quereres, muitos desejos que pedem para ser satisfeitos.

Se pensarmos nessa nova interpretação em um dia regido por Vênus, tudo se encaixa de uma forma interessante. Vênus trazendo a busca do amor, da estética e dos prazeres e o 7 de Copas multiplicando isso ("multiplica, Senhor!" rsrsrs) 

Então, sem maiores delongas, um tema para reflexão: como faço minhas escolhas? Baseada na intuição e no coração ou somente como repetição de um modelo que me foi "vendido" quando criança como sendo o correto?

E vamolá para a trilha sonora de uma sexta-feira de amorzinho 7 de Copas! ;-)


A imagem veio daqui

7 de Copas

Bom dia! :-)

Sempre que encontro com o 7 de Copas, a primeira imagem que me vêm à mente é a famosa cena do filme do Indiana Jones, quando ele precisa pegar o cálice sagrado dentre várias e diferentes taças.

No filme, a grande lição é a da simplicidade. O cálice sagrado era o mais simples. É claro que isso também veio junto com um dado arqueológico, sobre o tipo de taça que era confeccionada na época de JC. Mas eu, durante minhas meditações, já ouvi um ensinamento contrário a esse. Me disseram: "não busque o melhor no pior. Quem ensina que a riqueza espiritual está na pobreza material, só pode ter algum interesse em manter as pessoas crentes na miséria".

No primeiro momento em que ouvi isso, o choque foi grande! Essa informação bate de frente (e com força) com tudo que eu aprendi dentro do catolicismo, religião que abracei até os 16 anos, apesar da visão sempre questionadora e inquieta. O tempo passou e fui compreendendo algumas coisas...

Vivemos em um mundo extremamente maniqueísta! Ou, em tempos de informática, vivemos em um mundo profundamente binário. Só temos dois caminhos pela frente: o certo e o errado, o bom e o mau, o espírito e a matéria... Então, de certa forma, temos muito bem sedimentado dentro de nós a ideia de que para sermos mais espirituais, devemos passar um aperto financeiro... Ou que se queremos ter uma vida material confortável, teremos que vender a alma ao diabo... Péra! Calma! Como diz meu amigo Manu...rs

Não precisamos viver sempre em extremos, a vida não é uma gangorra! Não existe somente o tudo ou nada! Podemos fazer escolhas em favor do conforto, da beleza, da estética e também optarmos por uma vida envolta em espiritualidade, sensibilidade, profundidade. Portanto, é possível que o cálice sagrado seja de ouro! É possível que as escolhas sejam feitas sem que se elimine completamente um dos lado da moeda.

Bem, eu vivo comentando aqui sobre as formas de interpretação diferentes, especialmente dos Arcanos Menores. Pois bem, o 7 de Copas, que pra mim costuma falar da crise entre intuição X ilusão, além do surgimento de vários caminhos para se escolher, é interpretado por vários autores como uma carta de prazeres... Uma carta que fala dos muitos quereres, muitos desejos que pedem para ser satisfeitos.

Se pensarmos nessa nova interpretação em um dia regido por Vênus, tudo se encaixa de uma forma interessante. Vênus trazendo a busca do amor, da estética e dos prazeres e o 7 de Copas multiplicando isso ("multiplica, Senhor!" rsrsrs) 

Então, sem maiores delongas, um tema para reflexão: como faço minhas escolhas? Baseada na intuição e no coração ou somente como repetição de um modelo que me foi "vendido" quando criança como sendo o correto?

E vamolá para a trilha sonora de uma sexta-feira de amorzinho 7 de Copas! ;-)


A imagem veio daqui

3 de Ouros

quinta-feira, 27 de junho de 2013

Bom dia! :-)

A energia de Ouros, do elemento terra, continua vibrando por aqui. Isso quer dizer que devemos aproveitar estes dias para executar tarefas, mesmo que sejam as mais básicas, simples. Há tempos eu aprendi uma lição sobre isso... Ela diz mais ou menos assim: se quer realizar algo, não importa se ainda não sabe ao certo o que fazer, nem se sabe fazer isso de maneira primorosa, aliás, não importa nem ao menos se o que vai fazer é o que está querendo, mas faça alguma coisa!

Pode parecer loucura pura! Mas não é!

Vou dar o exemplo: você quer fazer uma reforma na sua casa, mas não tem ainda o dinheiro suficiente ou não conhece profissionais de confiança para realizar a obra, então, simplesmente, mude os móveis de lugar, troque cortinas, almofadas e tapetes. Faça a "reforma" que é possível fazer neste momento! Mesmo que não seja aquela que deseja realmente fazer.

O fato de começar a se mexer, agir em termos práticos, vai dar uma remexida na energia enviada para o seu objetivo. Ficar por muito tempo no planejamento acaba por estagnar a energia e a coisa nunca acontece!

O 3 de Ouros é uma carta que fala do trabalho partilhado, o trabalho feito em conjunto, em parceria, que acaba sendo agilizado e gera menos cansaço e desgaste para cada pessoa ali empenhada. A energia desta carta está voltada também para o começo de algo que já foi planejado, idealizado, e agora dá os primeiros passos em termos concretos. Eu diria que esta é uma "carta trabalhadeira"! Não tem medo de fazer força, ao contrário, faz tudo para que seus planos encontrem âncora na realidade física.

Como hoje estamos em uma quinta-feira de Júpiter, com todos os seus exageros e os questionamentos filosóficos sobre o poder, poderíamos pensar sobre o poder que há na união de ideias, percepções e trabalho braçal. Quando pessoas que possuem os mesmos objetivos se unem para realizar algo, aí existe um poder incrível! Já dizia o ditado "a união faz a força". Ou seja, a união multiplica energia e cria poder.

Como eu tenho um monte de planetas em signos de terra e como eu tenho uma conexão toda especial com esse elemento, lembrei logo de uma situação em que a união é capaz de construir coisas incríveis, como casas bioconstruídas. Coloquei um vídeo para vocês verem que lindeza que um grupo de pessoas pode construir.

Ótima quinta para todos nós! :-)

A imagem veio daqui


3 de Ouros

Bom dia! :-)

A energia de Ouros, do elemento terra, continua vibrando por aqui. Isso quer dizer que devemos aproveitar estes dias para executar tarefas, mesmo que sejam as mais básicas, simples. Há tempos eu aprendi uma lição sobre isso... Ela diz mais ou menos assim: se quer realizar algo, não importa se ainda não sabe ao certo o que fazer, nem se sabe fazer isso de maneira primorosa, aliás, não importa nem ao menos se o que vai fazer é o que está querendo, mas faça alguma coisa!

Pode parecer loucura pura! Mas não é!

Vou dar o exemplo: você quer fazer uma reforma na sua casa, mas não tem ainda o dinheiro suficiente ou não conhece profissionais de confiança para realizar a obra, então, simplesmente, mude os móveis de lugar, troque cortinas, almofadas e tapetes. Faça a "reforma" que é possível fazer neste momento! Mesmo que não seja aquela que deseja realmente fazer.

O fato de começar a se mexer, agir em termos práticos, vai dar uma remexida na energia enviada para o seu objetivo. Ficar por muito tempo no planejamento acaba por estagnar a energia e a coisa nunca acontece!

O 3 de Ouros é uma carta que fala do trabalho partilhado, o trabalho feito em conjunto, em parceria, que acaba sendo agilizado e gera menos cansaço e desgaste para cada pessoa ali empenhada. A energia desta carta está voltada também para o começo de algo que já foi planejado, idealizado, e agora dá os primeiros passos em termos concretos. Eu diria que esta é uma "carta trabalhadeira"! Não tem medo de fazer força, ao contrário, faz tudo para que seus planos encontrem âncora na realidade física.

Como hoje estamos em uma quinta-feira de Júpiter, com todos os seus exageros e os questionamentos filosóficos sobre o poder, poderíamos pensar sobre o poder que há na união de ideias, percepções e trabalho braçal. Quando pessoas que possuem os mesmos objetivos se unem para realizar algo, aí existe um poder incrível! Já dizia o ditado "a união faz a força". Ou seja, a união multiplica energia e cria poder.

Como eu tenho um monte de planetas em signos de terra e como eu tenho uma conexão toda especial com esse elemento, lembrei logo de uma situação em que a união é capaz de construir coisas incríveis, como casas bioconstruídas. Coloquei um vídeo para vocês verem que lindeza que um grupo de pessoas pode construir.

Ótima quinta para todos nós! :-)

A imagem veio daqui


Rei de Ouros

quarta-feira, 26 de junho de 2013

Bom dia! :-)

Aviso logo (agora já posso avisar, pois tirei o restante das cartas da semana... estávamos viajando e preferi tirar uma carta por vez na segunda e na terça): semaninha cheia de personagens! Eu gosto, sabia? E por uma razão bem pragmática: nós podemos incorporar a energia destes personagens, trazendo para nossa vida os benefícios de cada elemento.

Por exemplo, hoje, quarta-feira de Mercúrio, dia em que vamos tratar de comunicação, temos a nosso favor a praticidade e a concretude de Ouros.

Por questões envolvendo nossos "bastidores" (oi, sócio! rs) estendo um pouco mais a influência mercurial e, além da comunicação, acrescento também os negócios e as viagens. Tudo isso poderá, no dia de hoje, ser influenciado pelo nobre Rei de Ouros, que sabe lidar muito bem com as questões práticas, além de ter uma tranquilidade toda própria, uma forma ponderada de analisar as coisas.

Então, temos conceitos como: calma, tranquilidade, responsabilidade, pragmatismo, segurança, firmeza de postura, facilidade em lidar com coisas materiais, pé no chão, estabilidade. Todos são ingredientes para realizar boas coisas, especialmente em relação aos temas do dia.

Além disso, eu diria que a nossa palavra está com um peso maior. Hoje, podemos vibrar a realização de coisas práticas através do verbo de uma forma ainda mais intensa.

Ao invés de tema para reflexão, façamos um pequeno, porém eficaz, exercício de visualização criativa: busque um lugar confortável para se sentar, feche os olhos e respire, lenta e profundamente, por cinco vezes. Imagine que você é um rei poderoso e que todas as suas ordens são obedecidas rapidamente. Sinta a responsabilidade que você tem e como deve ponderar sobre suas ordens. Existe um reino inteiro sob o seu comando! Por outro lado, sinta o poder enorme que você tem! 

Agora, pense em algo que queira concretizar em sua vida, analise pros e contras, e quando tiver certeza de que é aquilo mesmo que deseja, chame os seus homens de confiança e dê as ordens. Explique o que você quer que aconteça, mas não entre em detalhes sobre a forma daquilo acontecer, afinal de contas, você tem especialistas trabalhando nisso! Ainda na sua visualização, seja capaz de enxergar a sua ordem já realizada e sinta profundo prazer com aquilo. Celebre, faça um brinde! E sinta-se verdadeiramente feliz por ter conquistado aquilo. Ainda mantendo a sensação de realização, respire mais algumas vezes, de forma tranquila, e retorne ao aqui e agora. Abra os olhos.

Espero que com essa visualização consigamos atingir os nossos objetivos mais facilmente.

Ótima quarta-feira para todos nós! :-)

A imagem veio daqui

Rei de Ouros

Bom dia! :-)

Aviso logo (agora já posso avisar, pois tirei o restante das cartas da semana... estávamos viajando e preferi tirar uma carta por vez na segunda e na terça): semaninha cheia de personagens! Eu gosto, sabia? E por uma razão bem pragmática: nós podemos incorporar a energia destes personagens, trazendo para nossa vida os benefícios de cada elemento.

Por exemplo, hoje, quarta-feira de Mercúrio, dia em que vamos tratar de comunicação, temos a nosso favor a praticidade e a concretude de Ouros.

Por questões envolvendo nossos "bastidores" (oi, sócio! rs) estendo um pouco mais a influência mercurial e, além da comunicação, acrescento também os negócios e as viagens. Tudo isso poderá, no dia de hoje, ser influenciado pelo nobre Rei de Ouros, que sabe lidar muito bem com as questões práticas, além de ter uma tranquilidade toda própria, uma forma ponderada de analisar as coisas.

Então, temos conceitos como: calma, tranquilidade, responsabilidade, pragmatismo, segurança, firmeza de postura, facilidade em lidar com coisas materiais, pé no chão, estabilidade. Todos são ingredientes para realizar boas coisas, especialmente em relação aos temas do dia.

Além disso, eu diria que a nossa palavra está com um peso maior. Hoje, podemos vibrar a realização de coisas práticas através do verbo de uma forma ainda mais intensa.

Ao invés de tema para reflexão, façamos um pequeno, porém eficaz, exercício de visualização criativa: busque um lugar confortável para se sentar, feche os olhos e respire, lenta e profundamente, por cinco vezes. Imagine que você é um rei poderoso e que todas as suas ordens são obedecidas rapidamente. Sinta a responsabilidade que você tem e como deve ponderar sobre suas ordens. Existe um reino inteiro sob o seu comando! Por outro lado, sinta o poder enorme que você tem! 

Agora, pense em algo que queira concretizar em sua vida, analise pros e contras, e quando tiver certeza de que é aquilo mesmo que deseja, chame os seus homens de confiança e dê as ordens. Explique o que você quer que aconteça, mas não entre em detalhes sobre a forma daquilo acontecer, afinal de contas, você tem especialistas trabalhando nisso! Ainda na sua visualização, seja capaz de enxergar a sua ordem já realizada e sinta profundo prazer com aquilo. Celebre, faça um brinde! E sinta-se verdadeiramente feliz por ter conquistado aquilo. Ainda mantendo a sensação de realização, respire mais algumas vezes, de forma tranquila, e retorne ao aqui e agora. Abra os olhos.

Espero que com essa visualização consigamos atingir os nossos objetivos mais facilmente.

Ótima quarta-feira para todos nós! :-)

A imagem veio daqui

8 de Paus

terça-feira, 25 de junho de 2013

Bom dia! :-)

Mais uma carta de Paus trazendo para a egrégora do Via Tarot esta energia caliente do elemento fogo. Hoje é o dia de falar, expressar o que se sente e, principalmente, o que se é. 

Terça-feira é dia de Marte, o grande guerreiro, ou seja, hoje já é um dia de fogo, de impulsividade e decisão... A presença do naipe de Paus poderia deixar este "exagero de fogo" com cara de irritação,  stress ou agressividade. No entanto, a leveza do 8 de Paus elimina essa possibilidade e faz com que o dia se abra para novidades, brincadeiras e situações de incrível sincronicidade.

O passatempo de hoje é prestar atenção em tudo que acontece em volta de nós e perceber "sinais" que podem estar sendo enviados. Porque, não se esqueçam, o 8 de Paus é a carta que fala de sinais e sincronicidades. É o mundo enviando informações para que saibamos qual caminho escolher, qual atitude assumir.

O tema para reflexão de hoje é bem animadinho...rs A pergunta é... as perguntas são: quais são as minhas paixões? O que me move? O que me entusiasma e motiva? É fundamental descobrir isso! E a sincronicidade já começa aqui, pois eu venho pensando sobre isso já tem um tempinho... Quero saber o que me motiva, o que me faz sentir mais viva, para que isso tenha mais espaço em minha vida. Chega de ocupar tanto tempo com coisas chatas, desagradáveis, feitas somente por obrigação! 

Depois de fazer esta lista, vai ficar bem mais fácil tomar decisões...

Crianças, uma trilha musical para vocês! Eu já escuto os teus sinais! :-)


Ótima terça-feira pra todos nós!

A imagem veio daqui

8 de Paus

Bom dia! :-)

Mais uma carta de Paus trazendo para a egrégora do Via Tarot esta energia caliente do elemento fogo. Hoje é o dia de falar, expressar o que se sente e, principalmente, o que se é. 

Terça-feira é dia de Marte, o grande guerreiro, ou seja, hoje já é um dia de fogo, de impulsividade e decisão... A presença do naipe de Paus poderia deixar este "exagero de fogo" com cara de irritação,  stress ou agressividade. No entanto, a leveza do 8 de Paus elimina essa possibilidade e faz com que o dia se abra para novidades, brincadeiras e situações de incrível sincronicidade.

O passatempo de hoje é prestar atenção em tudo que acontece em volta de nós e perceber "sinais" que podem estar sendo enviados. Porque, não se esqueçam, o 8 de Paus é a carta que fala de sinais e sincronicidades. É o mundo enviando informações para que saibamos qual caminho escolher, qual atitude assumir.

O tema para reflexão de hoje é bem animadinho...rs A pergunta é... as perguntas são: quais são as minhas paixões? O que me move? O que me entusiasma e motiva? É fundamental descobrir isso! E a sincronicidade já começa aqui, pois eu venho pensando sobre isso já tem um tempinho... Quero saber o que me motiva, o que me faz sentir mais viva, para que isso tenha mais espaço em minha vida. Chega de ocupar tanto tempo com coisas chatas, desagradáveis, feitas somente por obrigação! 

Depois de fazer esta lista, vai ficar bem mais fácil tomar decisões...

Crianças, uma trilha musical para vocês! Eu já escuto os teus sinais! :-)


Ótima terça-feira pra todos nós!

A imagem veio daqui

Rainha de Paus

segunda-feira, 24 de junho de 2013


Bom dia! :-)


Começo a postagem de hoje contando como foi o trabalho espiritual que realizamos de sábado para domingo. Compreendi, perfeitamente, a presença do 10 de Copas por aqui... O recado que eu recebi foi claro: permita-se ser feliz, alegre, receber as bênçãos da vida.

Não poderia esperar algo melhor! E agradeço muito ao mundo espiritual por me dar este feedback. Gratidão, gratidão, gratidão! :-)

Hoje, nesta segunda-feira de magia e espiritualidade, regida pela Lua, temos a presença da Rainha de Paus, que, diga-se de passagem, anda frequentando muito o Via Tarot nesses últimos tempos.

Este é o primeiro ponto para pensarmos: se esta energia tem aparecido por aqui, estamos vibrando uma energia criativa feminina muito grande e precisamos aproveitá-la de forma produtiva, afinal de contas, não é todo dia que temos este potencial de energia dando sopa, né? ;-)

Uma sugestão é fazer um ritual de fogo bem simples. Basta arrumar um recipiente de ferro ou inox (para quem tem caldeirão, aproveitem!), colocar um pouco de álcool dentro e acender. Depois, escreva em um papel todas as coisas que se quer transformar em si mesmo e em sua vida. Faça uma concentração e peça às salamandras, os elementais do fogo, para que transmutem essas coisas. Esse ritual tão simples é capaz de trazer resultados eficazes. Experimentem!

O tema para reflexão de hoje é: qual impulso ou iniciativa devemos ter para criar, gerar coisas novas? De que forma podemos colocar essa energia para circular?

E a trilha musical perfeita pra vocês!


Ótima segunda-feira para todos nós!

A imagem veio daqui

Rainha de Paus


Bom dia! :-)


Começo a postagem de hoje contando como foi o trabalho espiritual que realizamos de sábado para domingo. Compreendi, perfeitamente, a presença do 10 de Copas por aqui... O recado que eu recebi foi claro: permita-se ser feliz, alegre, receber as bênçãos da vida.

Não poderia esperar algo melhor! E agradeço muito ao mundo espiritual por me dar este feedback. Gratidão, gratidão, gratidão! :-)

Hoje, nesta segunda-feira de magia e espiritualidade, regida pela Lua, temos a presença da Rainha de Paus, que, diga-se de passagem, anda frequentando muito o Via Tarot nesses últimos tempos.

Este é o primeiro ponto para pensarmos: se esta energia tem aparecido por aqui, estamos vibrando uma energia criativa feminina muito grande e precisamos aproveitá-la de forma produtiva, afinal de contas, não é todo dia que temos este potencial de energia dando sopa, né? ;-)

Uma sugestão é fazer um ritual de fogo bem simples. Basta arrumar um recipiente de ferro ou inox (para quem tem caldeirão, aproveitem!), colocar um pouco de álcool dentro e acender. Depois, escreva em um papel todas as coisas que se quer transformar em si mesmo e em sua vida. Faça uma concentração e peça às salamandras, os elementais do fogo, para que transmutem essas coisas. Esse ritual tão simples é capaz de trazer resultados eficazes. Experimentem!

O tema para reflexão de hoje é: qual impulso ou iniciativa devemos ter para criar, gerar coisas novas? De que forma podemos colocar essa energia para circular?

E a trilha musical perfeita pra vocês!


Ótima segunda-feira para todos nós!

A imagem veio daqui

10 de Copas

domingo, 23 de junho de 2013

Bom dia! :-)

Gostaram da virada? Alguém esperava? rs

Creio que a presença do 10 de Copas por aqui só nos faz perceber duas coisas: 1) às vezes, é preciso superar um certo desafio, encarar um pouquinho a dor e o conflito, para se alcançar níveis maiores de compreensão e harmonia 2) o mergulho para dentro sempre traz resultados positivos, porque as respostas estão dentro, sempre...

Gosto muito dos processos interiores... Apesar de sempre ter sido uma pessoa muito sociável, desde criança, são os mergulhos pra dentro que me trazem as descobertas mais incríveis, porque é muito impressionante o quanto há de mistério dentro de nós mesmos. O estranho não é não conhecermos o outro por completo... Estranho é não conhecermos a nós mesmos por completo! Já pensaram nisso?

Pois bem, o 10 de Copas é a carta do êxito e fico aqui, matutando, o que poderíamos considerar como êxito em um dia em que o foco, o assunto é o autoconhecimento e o trabalho interior. E este também é o tema para reflexão: qual seria o maior êxito, neste momento, para mim, em termos de trabalho interior? Sim... Fundamental sabermos o que isso representa! Só podemos encontrar algo se soubermos o que estamos procurando! ;-)

Um aspecto muito bacana do 10 de Copas é que ele fala da família espiritual, então, creio que podemos incluir neste "pacote" de êxito tanto as questões espirituais que pautam a nossa vida quanto as pessoas que estão mais profundamente ligadas a nós e que possuem um significado especial em nosso crescimento.

Espero que cada um de vocês consiga compreender o recado do 10 de Copas da forma mais clara possível! Neste instante em que escrevo este texto e deixo ele programado, estou fazendo os preparativos finais para iniciar o trabalho no grupo de ayuaska que participamos. Tenho certeza que algo muito especial me aguarda! Muito amor para todos nós! :-)

Ótimo domingo!

A imagem veio de algum lugar do passado do meu arquivo e mostra a imagem do baralho que eu uso em consultas, o Old English.

Bem, deixo vocês com um vídeo de dança contemporânea (amo!) que me chamou a atenção pelo nome do solo: Caminhos da Alma. Degustem!




10 de Copas

Bom dia! :-)

Gostaram da virada? Alguém esperava? rs

Creio que a presença do 10 de Copas por aqui só nos faz perceber duas coisas: 1) às vezes, é preciso superar um certo desafio, encarar um pouquinho a dor e o conflito, para se alcançar níveis maiores de compreensão e harmonia 2) o mergulho para dentro sempre traz resultados positivos, porque as respostas estão dentro, sempre...

Gosto muito dos processos interiores... Apesar de sempre ter sido uma pessoa muito sociável, desde criança, são os mergulhos pra dentro que me trazem as descobertas mais incríveis, porque é muito impressionante o quanto há de mistério dentro de nós mesmos. O estranho não é não conhecermos o outro por completo... Estranho é não conhecermos a nós mesmos por completo! Já pensaram nisso?

Pois bem, o 10 de Copas é a carta do êxito e fico aqui, matutando, o que poderíamos considerar como êxito em um dia em que o foco, o assunto é o autoconhecimento e o trabalho interior. E este também é o tema para reflexão: qual seria o maior êxito, neste momento, para mim, em termos de trabalho interior? Sim... Fundamental sabermos o que isso representa! Só podemos encontrar algo se soubermos o que estamos procurando! ;-)

Um aspecto muito bacana do 10 de Copas é que ele fala da família espiritual, então, creio que podemos incluir neste "pacote" de êxito tanto as questões espirituais que pautam a nossa vida quanto as pessoas que estão mais profundamente ligadas a nós e que possuem um significado especial em nosso crescimento.

Espero que cada um de vocês consiga compreender o recado do 10 de Copas da forma mais clara possível! Neste instante em que escrevo este texto e deixo ele programado, estou fazendo os preparativos finais para iniciar o trabalho no grupo de ayuaska que participamos. Tenho certeza que algo muito especial me aguarda! Muito amor para todos nós! :-)

Ótimo domingo!

A imagem veio de algum lugar do passado do meu arquivo e mostra a imagem do baralho que eu uso em consultas, o Old English.

Bem, deixo vocês com um vídeo de dança contemporânea (amo!) que me chamou a atenção pelo nome do solo: Caminhos da Alma. Degustem!




9 de Paus

sábado, 22 de junho de 2013

Bom dia! :-)

Vocês estão percebendo o movimento?

Na quinta-feira o 3 de Espadas mostrou as dores de certas descobertas. Na sexta-feira, o Eremita aconselhou o recolhimento (e não sei se vocês acompanharam, mas o MPL - Movimento Passe Livre, que deu o pontapé inicial em todas essas manifestações, decidiu se recolher, sair das ruas... Ou seja, o Eremita foi profético!) Hoje, o 9 de Paus nos pede disciplina. Nada de arruaça, nada de emoções palpitantes ou atitudes impulsivas, mas uma conduta equilibrada.

Há quase seis anos eu escrevo diariamente aqui no Via e há quase seis anos eu digo que sem disciplina não há salvação! E não há mesmo! Não é exagero... É a mais pura verdade!

Quando falo de disciplina, não estou falando do conceito militar ou das carmelitas descalças, estou me referindo à capacidade de agir a nosso favor e não como nosso inimigo, não como sabotador da nossa própria causa. Incrível como temos o dom agirmos contra nossos próprios objetivos! Queremos fazer uma alimentação mais saudável e somos atropelados por um desejo de comer chocolate. Apesar de sabermos que precisamos de atividade física, sempre dá aquela preguiça de acordar mais cedo. E naquela hora em que sabemos que o melhor é silenciar, vamos lá e rodamos a baiana. Tudo isso é falta de disciplina! São atitudes imediatistas e desgovernadas que prejudicam a nós mesmos.

O mais importante a saber sobre a disciplina é que ela não acontece em benefício dos outros, mas em nosso próprio benefício. Não se trata de cumprir ordens ou fazer de conta que somos um reloginho, uma máquina programada... Mas de estipularmos prioridades para nossas vidas e conseguirmos cumpri-las.

A disciplina tem muito a ver com o Anarquismo, palavra que vem sendo deturpada com o tempo e virou sinônimo de baderna, quando, na verdade, fala de um tipo de organização em que as pessoas são tão conscientes dos seus direitos e deveres que os governos são eliminados e ao invés disso a comunidade se organiza em pequenos grupos, com a participação ativa de todos. A ideia do Anarquismo é a de que não precisamos de polícia porque sabemos o que devemos ou não fazer. Não precisamos de Estado, porque somos capazes de nos organizar por conta própria. Se hoje o Anarquismo é uma utopia, é somente por conta da falta de disciplina e consciência das pessoas.

Pois bem, o tema para reflexão de hoje é: o que é que eu deveria fazer por conta própria, para meu próprio bem, e necessito ser vigiado e orientado para não agir de forma equivocada? E como posso transformar isso em mim, desenvolvendo disciplina em meu benefício?

Já viram que hoje vamos nos colocar na Berlinda, né? rs

Uma boa dica é direcionar os questionamentos do 9 de Paus também para os projetos e a carreira profissional (pra mim, aqui já quicou, bateu na testa, subiu, bateu no cocuruto...rsrsrs) Ou seja, onde está faltando disciplina para que consigamos desenvolver algum projeto que temos em mente há séculos?

Bem, pra gente relaxar um pouco e lembrar de um clássico da disciplina no cinema...rs


Ótimo sábado para todos nós! :-)

A imagem veio daqui

9 de Paus

Bom dia! :-)

Vocês estão percebendo o movimento?

Na quinta-feira o 3 de Espadas mostrou as dores de certas descobertas. Na sexta-feira, o Eremita aconselhou o recolhimento (e não sei se vocês acompanharam, mas o MPL - Movimento Passe Livre, que deu o pontapé inicial em todas essas manifestações, decidiu se recolher, sair das ruas... Ou seja, o Eremita foi profético!) Hoje, o 9 de Paus nos pede disciplina. Nada de arruaça, nada de emoções palpitantes ou atitudes impulsivas, mas uma conduta equilibrada.

Há quase seis anos eu escrevo diariamente aqui no Via e há quase seis anos eu digo que sem disciplina não há salvação! E não há mesmo! Não é exagero... É a mais pura verdade!

Quando falo de disciplina, não estou falando do conceito militar ou das carmelitas descalças, estou me referindo à capacidade de agir a nosso favor e não como nosso inimigo, não como sabotador da nossa própria causa. Incrível como temos o dom agirmos contra nossos próprios objetivos! Queremos fazer uma alimentação mais saudável e somos atropelados por um desejo de comer chocolate. Apesar de sabermos que precisamos de atividade física, sempre dá aquela preguiça de acordar mais cedo. E naquela hora em que sabemos que o melhor é silenciar, vamos lá e rodamos a baiana. Tudo isso é falta de disciplina! São atitudes imediatistas e desgovernadas que prejudicam a nós mesmos.

O mais importante a saber sobre a disciplina é que ela não acontece em benefício dos outros, mas em nosso próprio benefício. Não se trata de cumprir ordens ou fazer de conta que somos um reloginho, uma máquina programada... Mas de estipularmos prioridades para nossas vidas e conseguirmos cumpri-las.

A disciplina tem muito a ver com o Anarquismo, palavra que vem sendo deturpada com o tempo e virou sinônimo de baderna, quando, na verdade, fala de um tipo de organização em que as pessoas são tão conscientes dos seus direitos e deveres que os governos são eliminados e ao invés disso a comunidade se organiza em pequenos grupos, com a participação ativa de todos. A ideia do Anarquismo é a de que não precisamos de polícia porque sabemos o que devemos ou não fazer. Não precisamos de Estado, porque somos capazes de nos organizar por conta própria. Se hoje o Anarquismo é uma utopia, é somente por conta da falta de disciplina e consciência das pessoas.

Pois bem, o tema para reflexão de hoje é: o que é que eu deveria fazer por conta própria, para meu próprio bem, e necessito ser vigiado e orientado para não agir de forma equivocada? E como posso transformar isso em mim, desenvolvendo disciplina em meu benefício?

Já viram que hoje vamos nos colocar na Berlinda, né? rs

Uma boa dica é direcionar os questionamentos do 9 de Paus também para os projetos e a carreira profissional (pra mim, aqui já quicou, bateu na testa, subiu, bateu no cocuruto...rsrsrs) Ou seja, onde está faltando disciplina para que consigamos desenvolver algum projeto que temos em mente há séculos?

Bem, pra gente relaxar um pouco e lembrar de um clássico da disciplina no cinema...rs


Ótimo sábado para todos nós! :-)

A imagem veio daqui

Feliz Yule! :-)

sexta-feira, 21 de junho de 2013

Antes tarde do que nunca, cá está minha celebração de Yule, o ápice do Inverno!

Chegamos ao ápice da escuridão. O momento em que a noite fica mais longa e o dia mais curto. No Brasil, tradicionalmente, a noite de 23 para 24 de junho, quando se celebra São João, é a noite mais fria do ano e daí pra frente o sol e o calor começam a retornar lentamente...

Quem pratica e estuda bruxaria sabe que é em Yule que se anuncia o retorno do Deus-Sol, quando ele renasce, em 21 de junho, e efetivamente em 1º de Agosto, quando celebramos Imbolc, a Deusa retorna, virgem, e o Deus-Sol já é um rapaz que vai se fortificando. Em Ostara, 22 de Setembro, a Deusa começa a espalhar a energia da fertilidade por todo canto e em Beltane, 31 de Outubro, o Deus atingindo a sua maturidade sexual se une à Deusa e temos então a celebração mais caliente do ano...rs (lembrando que essas datas se referem ao hemisfério sul, onde estamos... pelo menos eu estou...rsrsrs)

Eu amo esses ciclos, tudo se encaixando à natureza que nos cerca e explicando o que se vê e o que se sente. Infelizmente, a maioria das pessoas perdeu este contato com a natureza e, vivendo em grandes cidades, acaba desconectada de tudo isso. Solução sempre há, basta ter boa vontade e disciplina. Aproveitem que o Deus-Sol está voltando e celebrem! 

Estejam conectados! Que assim seja!

Feliz Yule! :-)

Antes tarde do que nunca, cá está minha celebração de Yule, o ápice do Inverno!

Chegamos ao ápice da escuridão. O momento em que a noite fica mais longa e o dia mais curto. No Brasil, tradicionalmente, a noite de 23 para 24 de junho, quando se celebra São João, é a noite mais fria do ano e daí pra frente o sol e o calor começam a retornar lentamente...

Quem pratica e estuda bruxaria sabe que é em Yule que se anuncia o retorno do Deus-Sol, quando ele renasce, em 21 de junho, e efetivamente em 1º de Agosto, quando celebramos Imbolc, a Deusa retorna, virgem, e o Deus-Sol já é um rapaz que vai se fortificando. Em Ostara, 22 de Setembro, a Deusa começa a espalhar a energia da fertilidade por todo canto e em Beltane, 31 de Outubro, o Deus atingindo a sua maturidade sexual se une à Deusa e temos então a celebração mais caliente do ano...rs (lembrando que essas datas se referem ao hemisfério sul, onde estamos... pelo menos eu estou...rsrsrs)

Eu amo esses ciclos, tudo se encaixando à natureza que nos cerca e explicando o que se vê e o que se sente. Infelizmente, a maioria das pessoas perdeu este contato com a natureza e, vivendo em grandes cidades, acaba desconectada de tudo isso. Solução sempre há, basta ter boa vontade e disciplina. Aproveitem que o Deus-Sol está voltando e celebrem! 

Estejam conectados! Que assim seja!

O Eremita

Bom dia! :-)

Mudamos de ciclo! Deixamos a Morte, com suas transformações pra lá, e nos jogamos, mergulhamos dentro de nós, com o objetivo de encontrar a sabedoria aqui mesmo, encontrarmos nosso sol interior.

O Eremita é uma carta de sabedoria e maturidade. Ele vem nos ensinar que há muito a ser descoberto dentro de cada um, apesar de o fluxo da maioria ser em busca do que há lá fora.

Vamos, mais uma vez, fazer uma analogia com o que está acontecendo nas ruas, em todo o país... Eu diria que hoje seria um bom dia para o recolhimento, hora de criar uma estratégia. Se tem uma coisa que o Eremita não é, é impulsivo... Ao contrário, se temos uma pergunta que leva em conta o tempo, a rapidez com que algo acontecerá e aparece o Eremita, é sinal de que a coisa ainda vai render... É bom lembrar que o Eremita é o ancião, ele tem sabedoria e experiência, mas falta rapidez e agilidade.

Eu gosto muito desta carta... Nem sempre foi assim...rs Mas o tempo faz com que a gente aprenda algumas coisas. Eu não tenho a menor dúvida de que meu melhor tempo é agora! E creio que isso seja um típico aprendizado de Eremita.

Mas estamos em uma sexta-feira de amorzinho, quando a última coisa que se quer é ficar sozinho. Alguns, provavelmente, farão caretas, se lembrando apenas dessa interpretação do Arcano 9. É fato que essa é uma das interpretações... Mas também há uma outra: a que afirma a importância de um relacionamento afetivo maduro, tranquilo e que respeite as individualidades. E isso é uma construção! Não estamos falando de sorte... Não estamos falando de encontrar o par perfeito. Estamos falando de duas pessoas que buscam o entendimento individual, em primeiro lugar, e buscam também o entendimento como casal. Esse equilíbrio é o que define se duas pessoas ficam juntas ou não. E, claro, se são felizes.

Nossa reflexão de hoje é: o que o tempo me ensinou e que tanto melhorou meu relacionamento afetivo? Porque muitas pessoas só reclamam! Reclamam que é difícil encontrar alguém legal, que as pessoas estão cada vez piores! No entanto, não enxergam o aprendizado ou, pior ainda, não aprendem com a experiência. Coisa mais triste dessa vida é não aprender com a experiência! Às vezes, a pessoa sofre horrores e não entende nada, não percebe que a dor é para entender que algo está sendo feito do modo errado.

Uma música que me lembra esta paz, maturidade emocional e um relacionamento harmônico é esta aqui... Gostcho muito! :-)


Ótima sexta de amorzinho para todos nós! (gracias, por cuidar de mim tão amorosamente esses dias, Fê!)

A imagem veio daqui


O Eremita

Bom dia! :-)

Mudamos de ciclo! Deixamos a Morte, com suas transformações pra lá, e nos jogamos, mergulhamos dentro de nós, com o objetivo de encontrar a sabedoria aqui mesmo, encontrarmos nosso sol interior.

O Eremita é uma carta de sabedoria e maturidade. Ele vem nos ensinar que há muito a ser descoberto dentro de cada um, apesar de o fluxo da maioria ser em busca do que há lá fora.

Vamos, mais uma vez, fazer uma analogia com o que está acontecendo nas ruas, em todo o país... Eu diria que hoje seria um bom dia para o recolhimento, hora de criar uma estratégia. Se tem uma coisa que o Eremita não é, é impulsivo... Ao contrário, se temos uma pergunta que leva em conta o tempo, a rapidez com que algo acontecerá e aparece o Eremita, é sinal de que a coisa ainda vai render... É bom lembrar que o Eremita é o ancião, ele tem sabedoria e experiência, mas falta rapidez e agilidade.

Eu gosto muito desta carta... Nem sempre foi assim...rs Mas o tempo faz com que a gente aprenda algumas coisas. Eu não tenho a menor dúvida de que meu melhor tempo é agora! E creio que isso seja um típico aprendizado de Eremita.

Mas estamos em uma sexta-feira de amorzinho, quando a última coisa que se quer é ficar sozinho. Alguns, provavelmente, farão caretas, se lembrando apenas dessa interpretação do Arcano 9. É fato que essa é uma das interpretações... Mas também há uma outra: a que afirma a importância de um relacionamento afetivo maduro, tranquilo e que respeite as individualidades. E isso é uma construção! Não estamos falando de sorte... Não estamos falando de encontrar o par perfeito. Estamos falando de duas pessoas que buscam o entendimento individual, em primeiro lugar, e buscam também o entendimento como casal. Esse equilíbrio é o que define se duas pessoas ficam juntas ou não. E, claro, se são felizes.

Nossa reflexão de hoje é: o que o tempo me ensinou e que tanto melhorou meu relacionamento afetivo? Porque muitas pessoas só reclamam! Reclamam que é difícil encontrar alguém legal, que as pessoas estão cada vez piores! No entanto, não enxergam o aprendizado ou, pior ainda, não aprendem com a experiência. Coisa mais triste dessa vida é não aprender com a experiência! Às vezes, a pessoa sofre horrores e não entende nada, não percebe que a dor é para entender que algo está sendo feito do modo errado.

Uma música que me lembra esta paz, maturidade emocional e um relacionamento harmônico é esta aqui... Gostcho muito! :-)


Ótima sexta de amorzinho para todos nós! (gracias, por cuidar de mim tão amorosamente esses dias, Fê!)

A imagem veio daqui


3 de Espadas

quinta-feira, 20 de junho de 2013

Bom dia! :-)

Não, não desanima não... Apesar do 3 de Espadas, pode ser um bom dia e eu posso explicar porque...

Comecei fazendo uma reflexão sobre o 3 de Espadas de uma forma bem global, bem ampla e concluí que ele talvez seja a melhor síntese do naipe de Espadas, pelo simples fato de conter em si todo o stress e a angústia que surgem com o exercício do pensamento.

Já ouvi alguém dizer que diante da verdade só nos resta o inquestionável sofrimento. Mas, vejam, não é para celebrar a verdade?

Convido todos vocês para abrir a mente e tentar compreender alguns dos processos que envolvem o 3 de Espadas... No 3 de Espadas ocorre a percepção da ignorância, seja sobre determinado assunto ou em termos gerais. É como se aqui se despertasse para a grande verdade que nos é negada. O fato de não compreendermos completamente o que se passa, o fato de nossa mente ser restrita e não desvendar todos os mistérios do mundo. Mas, de certa forma, uma certa angústia ressentida porque algo foi escondido de nós.

Quando saímos da infância e começamos a adentrar a fase de transição para a vida adulta, um dos sentimentos mais presentes é o da traição pelo que não nos foi dito. É como se nos fosse negado o direito de saber de tudo, sendo que os próprios adultos também não possuem o total conhecimento das coisas.

No 3 de Espadas é que "cai a ficha" de que a Espada do Poder (o Ás) não estará sempre em nossas mãos... E que às vezes se ganha, às vezes se perde e que não temos controle sobre tudo o tempo todo. No 3 de Espadas também surge a decepção com o próprio intelecto, que não é perfeito, e (e isso é muito interessante) um coração ferido... Por acaso esta imagem é bem diferente da tradicional, aquela melodramática, que mostra um coração atravessado por três espadas. Não sei se vocês concordam comigo, mas não parece muita dor e muito drama, muita emoção, para uma carta de Espadas?

Já falamos sobre isso por aqui diversas vezes: cartas de determinados naipes que apresentam conexões com outro naipe. Assim, o 3 de Espadas, naipe associado ao elemento Ar, da razão, da mente, da lógica, possui profunda conexão com o elemento Água, Copas, com este enorme coração machucado, que em muitas imagens chega a sangrar.

Pois bem, mas eu prometi lá no começo da postagem que mostraria que o dia não estava de todo condenado, né? rs Então aprendam uma coisa: quando superamos a ilusão, seja ela qual for, e vamos em direção à verdade, apesar de toda a dor inicial, crescemos, ficamos mais fortes e mais livres. A consciência da ilusão é um passo na direção do poder (como o sócio costuma dizer, só que com outras palavras).

O desafio de hoje, quinta-feira jupiteriana, quando falamos dos poderes, é conseguir superar as ilusões da mente do predador, superar tudo aquilo que criamos, racionalmente, para encobrir nossas dores e superar, finalmente, o sofrimento que vem dos desafios. Porque - a gente pode gostar disto ou não - estamos aqui para aprender e amadurecer como seres humanos.

Tudo isso nos faz olhar para o 3 de Espadas sob o aspecto da superação dos dramas mentais criados diariamente. Sejamos adultos! E vamos viver mais e pensar menos, hã? Como eu costumo dizer, pensar demais faz mal à saúde! ;-)

Depois de tantas reflexões, uma música, na verdade, um clássico! Tem a cara do 3 de Espadas...



Ótima quinta para todos nós! :-)

A imagem veio daqui

3 de Espadas

Bom dia! :-)

Não, não desanima não... Apesar do 3 de Espadas, pode ser um bom dia e eu posso explicar porque...

Comecei fazendo uma reflexão sobre o 3 de Espadas de uma forma bem global, bem ampla e concluí que ele talvez seja a melhor síntese do naipe de Espadas, pelo simples fato de conter em si todo o stress e a angústia que surgem com o exercício do pensamento.

Já ouvi alguém dizer que diante da verdade só nos resta o inquestionável sofrimento. Mas, vejam, não é para celebrar a verdade?

Convido todos vocês para abrir a mente e tentar compreender alguns dos processos que envolvem o 3 de Espadas... No 3 de Espadas ocorre a percepção da ignorância, seja sobre determinado assunto ou em termos gerais. É como se aqui se despertasse para a grande verdade que nos é negada. O fato de não compreendermos completamente o que se passa, o fato de nossa mente ser restrita e não desvendar todos os mistérios do mundo. Mas, de certa forma, uma certa angústia ressentida porque algo foi escondido de nós.

Quando saímos da infância e começamos a adentrar a fase de transição para a vida adulta, um dos sentimentos mais presentes é o da traição pelo que não nos foi dito. É como se nos fosse negado o direito de saber de tudo, sendo que os próprios adultos também não possuem o total conhecimento das coisas.

No 3 de Espadas é que "cai a ficha" de que a Espada do Poder (o Ás) não estará sempre em nossas mãos... E que às vezes se ganha, às vezes se perde e que não temos controle sobre tudo o tempo todo. No 3 de Espadas também surge a decepção com o próprio intelecto, que não é perfeito, e (e isso é muito interessante) um coração ferido... Por acaso esta imagem é bem diferente da tradicional, aquela melodramática, que mostra um coração atravessado por três espadas. Não sei se vocês concordam comigo, mas não parece muita dor e muito drama, muita emoção, para uma carta de Espadas?

Já falamos sobre isso por aqui diversas vezes: cartas de determinados naipes que apresentam conexões com outro naipe. Assim, o 3 de Espadas, naipe associado ao elemento Ar, da razão, da mente, da lógica, possui profunda conexão com o elemento Água, Copas, com este enorme coração machucado, que em muitas imagens chega a sangrar.

Pois bem, mas eu prometi lá no começo da postagem que mostraria que o dia não estava de todo condenado, né? rs Então aprendam uma coisa: quando superamos a ilusão, seja ela qual for, e vamos em direção à verdade, apesar de toda a dor inicial, crescemos, ficamos mais fortes e mais livres. A consciência da ilusão é um passo na direção do poder (como o sócio costuma dizer, só que com outras palavras).

O desafio de hoje, quinta-feira jupiteriana, quando falamos dos poderes, é conseguir superar as ilusões da mente do predador, superar tudo aquilo que criamos, racionalmente, para encobrir nossas dores e superar, finalmente, o sofrimento que vem dos desafios. Porque - a gente pode gostar disto ou não - estamos aqui para aprender e amadurecer como seres humanos.

Tudo isso nos faz olhar para o 3 de Espadas sob o aspecto da superação dos dramas mentais criados diariamente. Sejamos adultos! E vamos viver mais e pensar menos, hã? Como eu costumo dizer, pensar demais faz mal à saúde! ;-)

Depois de tantas reflexões, uma música, na verdade, um clássico! Tem a cara do 3 de Espadas...



Ótima quinta para todos nós! :-)

A imagem veio daqui